UFC emite nota após prisão de Nick Diaz por violência domestica

0

O lutador de MMA Nick Diaz voltou a ter sua foto estampada nas páginas policiais. Com um longo histórico negativo, dessa vez, o meio-médio do Ultimate foi preso acusado de agredir  uma mulher, ainda não divulgada no Ultimo dia 24.

O mais velho dos Diaz Brothers foi detido por supostamente ter estrangulado e cometido outras agressões mas leves. A vítima foi levada para o hospital de Nevada, enquanto o lutador foi conduzido para a delegacia de polícia.

Para poder voltar a ser livre, ao menos por enquanto, Nick Diaz teve que pagar US$ 18.000 (dezoito mil dólares de fiança). Essa quantia, se convertida em Real, pela cotação atual, gira em torno de R$ 65.700 (sessenta e cinco mil e setecentos reais).

Leia Mais:
Fabrício Werdum falha em exame antidoping da USADA
Yair Rodriguez esclarece demissão do UFC e afirma sair sem “mágoas”
Confira os salários do UFC Chile

A violência doméstica é uma das principais denuncias feitas contra os lutadores de MMA, não sendo pioneiro o Nick Diaz. Vários lutadores, de vários eventos já foram acusados formalmente da consumação desse crime covarde. O UFC costuma ser rígido quanto a confirmação das agressões se dão por verdadeiras.

Com isso, a maior organização de MMA do mundo, emitiu uma pequena nota afirmando estar ciente da situação de seu atleta. O UFC declarou no comunicado não tolerar a violência doméstica. O Ultimate aguardará o processo do Diaz seguir normalmente com as investigações das autoridades independentes.

O UFC está ciente da recente prisão do atleta peso-médio, Nick Diaz. A organização não tolera violência doméstica e exige que todos os atletas façam a adesão da Política de Conduta do Lutador do UFC. Todo atleta merece o devido processo legal e esta situação, como qualquer alegação oficial, será revisada e investigada por um grupo independente. – dizia a nota.

Carreira de Nick Diaz

Aos 34 anos, o americano Nick Diaz está muito longe de uma boa fase na carreira. Está sem lutar desde 2015, quando inicialmente perdeu para Anderson Silva e o resultado foi alterado para ‘no contest’. Vem de três lutas seguidas sem saber o que é vencer, sendo sua última vitória em 2011.

Nick, assim como seu irmão Nate, é uma contante dor de cabeça para a direção do Ultimate. Como já dito, o seu histórico negativo é vasto, com outras pisões e várias reprovações nos exames da USADA.

Como atleta profissional de MMA, atuou 37 vezes desde sua estreia em 2001. Desses combate, Diaz saiu como vencedor, 26 vezes, perdeu em outras 9 oportunidades e, possui duas lutas sem resultados.

Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Deixe uma resposta