Aos 30 anos, Felipe Sertanejo anuncia aposentadoria do MMA

Com apenas 30 anos, o brasileiro Felipe Sertanejo anunciou por meio de uma rede social nesta terça-feira (26), sua retirada do MMA. O atleta encerra sua carreira com 18 vitórias, 10 derrotas, duas lutas sem resultado e um empate. Atualmente, competia no UFC.

Leia também: Livinha Souza tem estreia marcada para o UFC São Paulo 

Na publicação, Felipe Sertanejo citou duas graves lesões durante sua jornada e a falta de vontade em praticar o esporte. O atleta da Chute Boxe/Diego Lima acumulou a terceira derrota consecutiva no último sábado (23), após ser brutalmente derrotado pelo chinês Yadong Song  durante o UFC Fight Night 132.

Sua carreira teve início em 2008, e após passar por diversos eventos, chegou no UFC em 2011, e estreou contra Iuri Alcantara. Na ocasião, acabou sendo superado por decisão unânime. Em 12 lutas na maior organização de MMA do mundo, venceu cinco, sofreu seis derrotas e obteve um empate.

CONFIRA A PUBLICAÇÃO:

Sem história triste e sem mimimi. Vim fazer o meu trabalho e fiz. O resultado não veio como o esperado, mas me sinto vencedor por estar aqui e por ter passado tudo que passei, coisas que o público de fora não vê, mas quem está do meu lado sabe! A Vitória vai muito além de levantar o braço, a Vitória é construída através do caminho que vc percorreu pra chegar lá. Vc vence, se transforma e se fortalece na caminhada, e não com o resultado. Obrigado a TODOS que me acompanharam nessa jornada! Fiz muitos amigos e construí minha vida através das artes marciais. Ela me fez ser o homem que sou e me deu tudo que tenho. Até minha família construí através dela, afinal foi pelo ufc que conheci minha esposa e consequentemente tive meu maior tesouro. Em minha carreira tive 2 momentos de lesões graves, um foi a paralisia facial e outro, um acidente de moto com ligamentos e ossos quebrados. Ambos fui alertado em não poder mais voltar a lutar. DEUS me honrou e voltei! Nessa luta tive uma lesão no colateral e no fêmur, faltando 1 semana pra vir pra Singapura, mais uma vez meus médicos me alertaram sobre a possibilidade de não conseguir lutar. Mas não quis desistir e fui lutar! Entende que a vida de Atleta não é fácil? Não estou aqui dando desculpas, estou aqui mostrando que nunca desisti, independente do que me disseram. Isso não é ser vencedor? Sim, me sinto um campeão! Acredito que minha carreira foi consolidada e realizada por causa do meu treinador. Sempre me levantou, sempre me mostrou o caminho certo e sempre me deu confiança pra chegar onde cheguei. Garanto pra vcs, sem ele, eu NUNCA estaria aqui. De verdade? Me considero 100% realizado e não faria nada de diferente. Hj minha vontade de lutar não é mais a mesma, portanto decidi parar. Sempre deixei claro que não dependo da luta financeiramente, pois através dela, construí coisas que me deixam ter uma vida boa. Sou grato por poder pendurar as luvas com 30 anos e saber que de uma forma ou de outra, o meu nome ficará na história do ufc. (Continuação comentários)

Uma publicação compartilhada por Felipe “Sertanejo” UFC (@sertanejoufc) em


FOTO: GETTY IMAGES

Felipe Sertanejo, UFC


Kelvin Paulo

Estudante de jornalismo. Sinop MT. 19 anos. Redator do site Tudo Sobre MMA e TV Fight.

Comentários (2)

Deixe uma resposta

As principais notícias do esporte que mais cresce no mundo, em um só lugar. 

Contate-nos:  

[email protected]

© Copyright 2015-2018 Tudo Sobre MMA| desenvolvido por: Vedrak Devs

%d blogueiros gostam disto: