Exclusiva: Jéssica Andrade fala sobre cinturão e revanche contra Joanna

A brasileira Jéssica Andrade, conhecida também por ‘bate-estaca’ está de luta marcada para o UFC 228 (ver card). Sua adversária para o dia 8 de setembro, será a polonesa Karolina Kowalkiewicz, quarta colocada do Ranking. Essa edição do Ultimate Fighter Championship acontecerá em Dallas, no Texas, Estados Unidos.

Entrevista exclusiva de Jéssica Andrade para o TUDO SOBRE MMA na integra:

Jéssica Andrade fez sua última luta em fevereiro deste ano, quando venceu Tecia Torres, somando sua segunda vitória consecutiva. Para enfrentar Karolina, a ‘bate-estaca’ contou sua expectativa para a luta. Além disso, declarou que não irá se preservar para uma luta segura, a fim de engrenar sua terceira vitória, mas sim, apostará no seu jogo em pé.

— Minha expectativa é para uma luta muito boa. Quero apostar na luta em pé, a Karolina é do Muay Thai e, vou testar o meu jogo em pé com ela.  Kowalkiewicz é uma grande adversária e eu quero lutar com as melhores da categoria, estou treinando muito duro, e vou em busca de um nocaute. – Disse a brasileira.

A representante da Paraná Vale-Tudo não se esquivou de falar da sua algoz Joanna Jędrzejczyk. A polonesa venceu Jéssica ‘Bate-estaca’ no UFC 211, quando ainda era campeã dominante do peso palha do Ultimate. A brasileira declarou que cresceu muito após o revés e deixou em aberto uma possível revanche, mas somente valendo o cinturão.

— A minha derrota contra a Joanna me fez crescer muito como ser humano e como profissional. Eu procurei evoluir em muitos quesitos e mostrei ao mundo todo minha evolução na luta contra Claudia Gadelha no Japão, no momento Joanna vem de 2 derrotas e 1 vitória, ganhou a Tecia Torres que eu também venci na minha última luta, então pretendo sim ter uma revanche, mas somente pelo título, quem sabe uma futura disputa de cinturão, isso pode acontecer sim.

Leia também
O Vale Tudo está de volta à São Paulo com o novo “Rio Heroes”
Khabib Nurmagomedov defende cinturão contra Conor McGregor no UFC 229
McGregor exalta vitória de José Aldo: “Muito feliz por ele”

Normalmente, o objetivos dos atletas é sempre o cinturão, e com a Jessica Andrade não é diferente. Ela já lutou 13 vezes no UFC e venceu 10, é a atual segunda colocada no ranking das palhas. Somando isso ao fato de nunca ter enfrentado Rose Namajunas e vir de duas vitórias, o credenciamento ao título parece ser realidade.

— Na verdade, atualmente só me falta lutar com a Karolina dentro das posições do ranking. Então vamos lá, lutarei com a Karolina e estou credenciada para uma nova disputa de cinturão contra Rose Namajunas.

Em uma projeção para sua carreira, Jéssica ‘Bate-Estaca’ Andrade mostrou otimismo para os próximos anos. A atleta da Paraná Vale-Tudo quer estar como campeã e já defendendo seu título em dois anos.

— Almejo daqui a 2 anos estar como campeã do UFC mantendo meu cinturão e defendendo ele, sendo uma grande representante da luta feminina no Brasil, e com meu time PRVT girls em grande destaque no cenário nacional e internacional.

Para finalizar, Jéssica Andrade declarou não ter planos para mudar de divisão. A lutadora começou na divisão dos galos, mas ressaltou que sua decisão de descer, tomada junto com seu treinador, foi acertada.

— Eu entrei no UFC lutando na categoria de cima (até 61kg), fiz grandes lutas, e uma das melhores escolhas da minha vida junto com meu Mestre Paraná foi descer para a categoria dos palhas (até 52kg) hoje eu luto com meninas do mesmo tamanho que eu e não encontro tanta dificuldade, faço minha dieta tranquila e com treinos consigo bater o peso super bem. Então, não nenhum pretensão nenhuma de mudar minha categoria, pois realmente me encontrei nessa categoria. A única pretensão que tenho é conquistar o cinturão e me manter com ele um bom tempo.

Carreira de Jéssica Andrade

Aos 26 anos de idade, Jéssica ‘Bate-Estaca’ Andrade é mais um destaque da geração de ouro da Paraná Vale-Tudo. É uma atleta versátil, tendo diversas vitórias tanto finalizando como nocauteando.

Jéssica luta MMA profissionalmente desde o ano de 2011. De lá para cá, fez 24 combates, saindo como vencedora em 18 oportunidades e tendo 6 revezes. Seu cartel dentro do UFC, como já dito, é de 13 lutas, tendo vencido 10 vezes. Jéssica chegou disputar o cinturão, mas foi derrotada por decisão unânime dos árbitros. Atualmente, vem de duas vitórias consecutivas.

Foto: Esther Lin, MMA Fighting.

artes marciais, artes marciais mistas, Jessica Andrade, Jessica Bate-Estaca, mixed martial arts, MMA, MMA Feminino, Peso Palha, UFC, UFC 228, Ultimate Figther Championship


Paulo Filho

Estudante de Direito. 20 anos. Mossoró-RN. Apaixonado pelo MMA e dedicado ao jornalismo esportivo desde 2012. "Um espírito nobre, engrandece o menor dos homens" (Jebediah Obadiah Springfield)

Deixe uma resposta

As principais notícias do esporte que mais cresce no mundo, em um só lugar. 

Contate-nos:  

[email protected]

© Copyright 2015-2018 Tudo Sobre MMA| desenvolvido por: Vedrak Devs