Exclusiva: Gilliard Paraná fala sobre equipe, último revés de Jéssica e recuperação de Priscila Pedrita

Após conversar com Jéssica Andrade, a Tudo Sobre MMA entrevistou com Exclusividade Gilliard Paraná, líder da Paraná Vale-Tudo. O responsável pelo camp da ‘Bate-Estaca’, Priscila Pedrita e outras várias jóias do MMA falou sobre sua equipe promissora. Além disso,  o mestre contou da estratégia para o UFC 228, comentou sobre o revés de Jéssica Andrade frente a Joanna e deu boas notícias sobre a recuperação de Pedrita.

A Paraná Vale-Tudo vem se destacando em escala nacional e internacional. A equipe de Gilliard Paraná vem vencendo inúmeras competições e consagrando novos atletas. Como treinador, fez questão de ressaltar a força do seu time citando nomes de peso na atualidade.

— Nos últimos anos, estamos nos destacando bastante com nosso time feminino. As nossas últimas maiores conquistas, é a possibilidade da Jéssica Andrade disputar um cinturão novamente, a inserção da Priscila Pedrita no UFC também é algo muito valioso também. A Jéssica Delboni, tem um cartel 7-0, vai estrear no Invicta FC agora, e a Maria de Oliveira que luta agora dia 9 de agosto em Las Vegas. A Maria de Oliveira foi semi-finalista do Rizin, lá no Japão, agora tem uma nova oportunidade no evento do Dana White (Contender Series).- Disse o treinador.

Como de praxe, uma equipe que faz frente em campeonato é, geralmente, celeiro de novos atletas. Além de destacar os nomes já consagrados, enfatizou também os nomes dos candidatos a astros das artes marciais vindos da PRVT. Além disso, destacou que sua equipe, mesmo competindo em modalidades especificas, tem como foco o MMA.

— Nós lutamos em todas as modalidades, mas nosso foco é no MMA. Mesmo quando vamos lutar só Jiu-Jitsu ou boxe, não ficamos só treinando um ou outro. Seguimos treinando MMA e competimos modalidades especificas. A Paraná Vale-Tudo tem agora uma safra boa para os próximos anos, como Vinicius ‘Sorriso’ (8-1), temos Kethelin ‘Poncahontas’, menina de 19 anos que já vem se destacando. Clarisse Aquiles, tem 19 anos, já lutou Muay Thai 16 vezes e venceu todas, inclusive na Tailândia, estreou agora com vitória no MMA. – Completou Gilliard.

Leia também
Vitor Miranda é demitido do UFC
Georges St. Pierre sinaliza retorno contra o vencedor de Khabib x Conor
Bellator divulga chaveamento de torneio dos meio-médios

Em uma análise do combate de Jéssica Andrade contra Karolina Kowalkiewicz, Gilliard Paraná fez uma projeção bastante ousada. Assim como a lutadora confirmou que ia apostar na luta em pé, o treinador reafirmou o foco para o nocaute. Essa luta acontecerá no dia 8 de setembro, no UFC 228, em Dallas, Texas, nos Estados Unidos.

— Nos já estamos com a luta fechada contra a Karoline, vamos lutar em setembro no UFC 228. Vamos para essa luta para nocautear, não temos plano de finalizar, queremos o nocaute. Testar a Jéssica Andrade na área da adversária. Claro que se durante a luta, ficar ruim para Jéssica, aí vamos tentar colocar a luta para baixo, as a ideia realmente é nocautear. – Declarou o mestre.

Gilliard Paraná também analisou o último revés da Jéssica Andrade, que foi frente a Joanna Jędrzejczyk na disputa pelo cinturão. O treinador declarou que Jéssica lesionou-se semanas antes da luta e que ficaram apreensivos pela primeira luta de cinco rounds dela. Além disso, o líder da Paraná Vale-Tudo contou que em uma revanche, a luta séria bastante diferente.

— Na Luta da Jéssica com a Joanna, não é dando desculpas, mas ela se machucou nas últimas semanas (lesão na clavícula). Sendo outra atleta, nem iria lutar, mas nós mesmo assim fomos lá lutar, mesmo lesionada. Era a primeira vez que lutávamos cinco rounds, ficamos apreensivos, nos primeiros rounds, eu falei para ela ir com calma. Mas não é característica da Jéssica lutar com calma, então isso atrapalhou um pouco, não conseguimos o que queríamos fazer. Numa nova luta conta a Joanna, se acontecer, agora temos certeza que Jessica aguenta os cinco rounds, se Deus quiser, no camp não haverá lesão nenhuma e com certeza será outra luta. Podemos até não ganhar, mas pode ter certeza que a luta será outra. – Explicou Gilliard.

Em caso de vitória sobre Karolina Kowalkiewicz, Jéssica Andrade fica muito próxima de uma nova disputa de cinturão. Gilliard Paraná analisou uma provável luta contra Rose Namajunas, atual campeã do peso palha.

— Contra a Rose Namajunas, o ponto forte da Jéssica para esse combate seria a parte de Grappling. Botar para baixo e tentar finalizar, vejo uma luta mais dessa forma. – Garantiu o treinador.

Já finalizando, o treinador falou sobre a recuperação de Priscila Pedrita. As suspeitas era para que ela não lutasse mais no ano de 2018 após lesão no joelho. Mas em entrevista para o Tudo Sobre MMA, confirmou que deveria voltar ainda este ano. Foi exatamente o que confirmou Gilliard Paraná, dando boas notícias sobre a recuperação da atleta.

— Em relação a Pedrita, ela está com uma recuperação muito boa, já esta começando a treinar. A previsão para ela voltar a lutar é o final deste ano. Vamos tentar uma luta para ela em dezembro de 2018 e, se tudo continuar dando certo, ela deve retornar ainda esse ano. – Encerrou o líder da PRVT.

Foto: Mike Roach/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

artes marciais, artes marciais mistas, Gilliard Paraná, Jessica Andrade, mixed martial arts, MMA, MMA Nacional, Paraná Vale-Tudo, Priscila Pedritra, UFC, UFC 228, Ultimate Figther Championship


Paulo Filho

Estudante de Direito. 20 anos. Mossoró-RN. Apaixonado pelo MMA e dedicado ao jornalismo esportivo desde 2012. "Um espírito nobre, engrandece o menor dos homens" (Jebediah Obadiah Springfield)

Deixe uma resposta

As principais notícias do esporte que mais cresce no mundo, em um só lugar. 

Contate-nos:  

[email protected]

© Copyright 2015-2018 Tudo Sobre MMA| desenvolvido por: Vedrak Devs