A Maior Luta da História do UFC – Khabib Nurmagomedov vs Conor McGregor – Parte 1

Sim meus amigos, certamente será a maior luta de todos os tempos por pelo menos 3 motivos, uma única matéria será pouco para abordarmos o tema, por isso decidi dividir esse assunto em 3 partes, que são os 3 motivos que tornam esse confronto o maior confronto da história do UFC:

  • Promoção Internacional do UFC
  • Potencial para geração de PPV
  • Duelo Técnico

Vamos começar falando do primeiro ponto que é a promoção internacional do evento!

O UFC é muito forte nos EUA, garantindo generosas receitas de PPV e públicos consideráveis nos eventos por onde passa. Depois de deixar de fazer eventos apenas em Las Vegas o UFC a um bom tempo passeia pelos estados americanos, e mais recentemente vindo para países vizinhos ou quase vizinhos como Canada, México e Brasil, e ainda em alguns países europeus e o Japão. Depois disso ainda alcançou outros lares do entretenimento internacional como Dubai e Abu Dhabi e chegou até o novíssimo mundo, a Austrália e o maior tigre asiático, a China.

Porém com os lutadores de sucesso a história é um pouco diferente, a exceção do Brasil e talvez do Canadá, os demais países tinham poucos ou nenhum lutador que figura entre os grandes lutadores da organização. A representatividade europeia passava pelo inglês Michael Bisping e nomes como Overrem e o Arlovski. Quando se falava de Austrália e Japão a lista de nomes ficava praticamente em zero.

Mas nos últimos anos essa realidade vem mudando a passos largos, a lista dos grandes lutadores internacionais (nascidos fora dos EUA) é bem longa e talvez já seja tão grande quanto a dos americanos. Nomes campeões ou pelo menos que tiveram seu title-shoot são fácies de lembrar como: Robert Whittaker, Joanna Jedrzejczyk,                 Valentina Shevchenko, Alexander Gustafsson, Yoel Romero, Darren Till e claro o Conor McGregor e o Khabib Nurmagomedov.

Conquistar o mercado europeu para o UFC é como se fosse um novo EUA, um mercado que consome muitos produtos do UFC merece ter grandes nomes de lutadores figurando entre os campeões. Esse desejo do UFC de ter campeões não-americanos é na verdade uma estratégia de marketing para alavancar o evento nesses países. E uma disputa entre os dois maiores nomes do esporte, é com certeza um grande motivo para tornar essa luta a maior luta de todos os tempos da franquia.

Porém vejo como um equívoco essa luta não ser realizada fora dos EUA, justamente para fomentar a ideia de um evento internacional ( e não uma franquia americana) essa luta deveria acontecer na Europa ou talvez em um lugar como Abu Dabhi (a Las Vegas do oriente médio).

No próximo post vamos falar sobre o grande potencial para geração de PPV deste duelo.


Tarcio Martins

31 anos, Engenheiro, faixa preta de Taekwondo e praticante de MMA

Deixe uma resposta

As principais notícias do esporte que mais cresce no mundo, em um só lugar. 

Contate-nos:  

[email protected]

© Copyright 2015-2018 Tudo Sobre MMA| desenvolvido por: Vedrak Devs