O império do Boxe no Brasil

Atletas profissionais e amadores de Boxe buscam cada vez mais novas opções de ranking ( Cortesia : Divulgação ).

Recentemente foi instaurada uma polêmica dando conta que a única entidade que poderia promover um evento profissional de Boxe no Brasil seria o Conselho Nacional de Boxe. Acusado de ser um microempreendedor independente, o sr. Eduardo Moraes Cavalcanti (Presidente do IBF: Intercontinental Boxing Federation), refutou tal insinuações, pois segundo a sua visão é preciso estudar a Lei de profissional esportivo, que é a Lei nº 10.672 de 2003 e a Lei Pelé 9.615/98, sejam elas de caráter representativo ME (microempreendedor), associação privada ou sem fins lucrativos. Participar de uma luta profissional de Boxe por uma ou outra entidade seria então uma escolha que ficaria ao critério do próprio atleta.

Assim sendo, existem várias opções de ranking no mundo do Boxe, as mais conhecidas pelas organizações que promovem a ‘nobre arte’ no Brasil são: FightStat, BoxeRec, FightFax e FighteRegister.

Porém, existem diversas formas hoje no mundo que está cada vez mais tecnológico.
Cada uma destas fontes de referência pode ser verificada sob a consulta de atletas profissionais e até mesmo nos canais de atletas ou em suas redes sociais.

Hoje, tais entidades de registro das lutas ajudam na hora de fechar um bom contrato esportivo para lutadores que se destacaram ao longo de suas carreiras em entidades ou competições.
Assim sendo, “CADA ORGANIZAÇÃO ESCOLHE QUAL RANKING VAI COLOCAR SEU ATLETA”.
Na atualidade, entidades ligadas a WBA, WBC e IBF e outras instituições menores optam pela FightStat, já organizações ligadas à outras entidades preferem a BoxeRec, aqui no Brasil.

Mas nos EUA, tal escolha é feita por promotoras famosas especializadas (empresas) que possuem um sistema restrito de escolha e que também leva em conta a capacidade de destaque do atleta e aceitação do público. Cada promotor (dono de evento) e ‘manager’ (gerente de marketing do atleta) definem possibilidades de aumento do público, como também a projeção do atleta e o objetivo a ser alcançado.

Grandes trabalhos vêm sendo organizados no Brasil nesse sentido, porém ainda estão em fase de desenvolvimento, como aqueles com a chancela da ANB: Associação Nacional de Boxe e da própria IBF.

Para maiores informações, favor enviar um e-mail para: [email protected]

Eduardo Moraes Cavalcanti, Presidente e CEO da IBF: Intercontinental Boxing Federation ( Cortesia : IBF page ).

Boxe, BoxeRec, brasil, FighteRegister, FightFax, FightStat, IBF, império, intercontinentalboxingfederation, manager, WBA, WBC

Deixe uma resposta

As principais notícias do esporte que mais cresce no mundo, em um só lugar. 

Contate-nos:  

[email protected]

© Copyright 2015-2019 Tudo Sobre MMA| desenvolvido por: Vedrak Devs