Imagem: Marcelo Alonso

Em entrevista exclusiva para o Combate.com, O líder da Nova União deixou claro o objetivo com as recentes declarações de José Aldo. Além disso, “cutucou” Max Holloway. Após o Havaiano se lesionar e não poder enfrentar o brasileiro no UFC 208, Dedé afirmou que o antes desmotivado José Aldo, recuperou a auto estima e já está de volta aos treinos.
“Com essa história, o Aldo já tinha pensado na aposentadoria, porque queria lutar boxe e estava desmotivado. Agora me vi numa situação do Aldo já estar treinando, com a expectativa de lutar, e a nossa intenção sempre foi fazer essa defesa do cinturão, porque o campeão sem defender o título pelo menos uma vez realmente não carimba o cinturão dele como campeão. Ele próprio falou: ganhei meu cinturão, o defendo agora – isso numa conversa já discutida entre a gente – e a gente vai atrás do Conor. Quando o Sean Shelby me disse que a luta não aconteceria no dia 11 de fevereiro, falei: “Sean, agora a gente está numa situação complicada. Nossos planos para esse ano seriam essa luta, um desafio ao desafiante número 1, que seria o Khabib – a gente quer pegar o cara mais duro da categoria, que todo mundo, digamos, corre dele -, e depois disso o Conor, que está esse tempo todo grávido e só depois disso que vai poder lutar. A gente pode até fazer essa luta (com o Khabib) pelo título interino, porque aí você não teria mais como caminhar para outro lado que não fosse a luta (com o Conor). Tanto o Sean Shelby como o Dana White acharam uma ideia brilhante, sensacional, para poder o Aldo chegar numa situação que não tivesse como o Conor sentar e falar: “Não vou lutar com ele”.

Com a recusa de Holloway, Aldo está decidido subir de categoria. Entretanto, com o afastamento de Conor, José desafiou Tony Ferguson e Khabib. Porém, o Russo já tratou de esfriar os planos do brasileiro. Em um post na sua rede social, Nurmagomedov diz que a luta com o “El Cucuy” faria mais sentido. Apesar disso, Dedé revelou que se caso Ferguson ou Khabib não aceite enfrentar seu atleta, Dana White faça a revanche com o Irlandês.

“A gente aceita qualquer tipo de resposta (de Khabib e Ferguson), mas espera que um dos dois aceite a luta. Ou, em caso de não aceitarem, Dana, estou te pedindo que o Conor venha e lute com o Aldo, e faça a sua revanche. O Aldo prova aí que não tem medo de ninguém, como nunca teve. Nunca negou luta.”

Dedé também disse que o motivo de querer fazer uma luta antes de disputar o cinturão dos leves é para que José Aldo não ” fure a fila” de Khabib e Ferguson. Todavia, isso necessita que um deles aceitem o combate.

“Se a gente passa na frente dos dois, todos os dois iam falar mal do UFC, iam falar mal de todo mundo, que o Aldo estava furando a fila, que não merecia, que tinha sido nocauteado em 13 segundos… Bom, o Aldo está ali, quer lutar com um dos dois, ele continua com a mesma ideia que o cara para disputar o cinturão tem que fazer uma luta antes com o cara que está na boca para disputar (o título). O único pedido que tenho é que, humildemente, ou Khabib ou Tony Ferguson aceitem a luta. Caso os dois tenham problema de lesão que não sei, e que entendo, que a luta seja dada direta com o Conor, e aí não é culpa (nossa). A nossa declaração sempre foi que a gente não gostava muito que uma pessoa viesse de outra categoria e entrasse direto numa disputa de título. Em todas as nossas declarações, a gente sempre deixou isso bem claro quando propuseram para a gente essas situações. A gente sempre aceitou, mas nunca se sentiu bem de acontecer isso. Não só pela pessoa não ter feito luta nenhuma na categoria, como estar passando à frente de todos que vinham galgando um dia a chance de disputar o título.”

Mesmo subindo de categoria, José Aldo não irá perder o cinturão dos penas, segundo o manda chuva da Nova União.

“Não pararia a categoria (dos penas), já que temos um campeão interino. Já que (Holloway) não aceitou lutar agora porque vai para a Disney, ele faz uma luta e defende seu título interino, e o Aldo faz a luta que ele tem que fazer e, caso saia vencedor, pega o Conor. Caso seja derrotado, ele luta com o Max Holloway sem problema nenhum. Todo mundo vai ficar feliz. O Max Holloway vai para a Disney ver o Mickey e o Pateta, o Aldo faz a luta com o desafiante número 1, tira a possível derrota do Conor para o Khabib – que é o que todo mundo acha – e finalmente ele tem a revanche com o Conor e mostra para todo mundo que ele é o verdadeiro campeão.”

Para finalizar, Pederneiras disse que o UFC deve tomar uma posição sobre a recusa de um dos tops da divisão dos leves para enfrentar Aldo no UFC 208. Tal lutador, que Dedé não quis citar nome.

“Na verdade prefiro não dar nome (de quem recusou), e prefiro que o UFC fale sobre isso. Acho que está na hora de o UFC se pronunciar e comprovar tudo que a gente está falando. Parece que estamos contando história, mas em toda essa história recebi mensagem, recebi e-mail com propostas, tudo certinho. Do nosso lado, de mentiroso o Aldo não tem nada. Acho que está na hora do pessoal saber da verdade, e a verdade é essa. Vocês podem perguntar ao Sean Shelby se em tudo que estou falando tem alguma mentira.

Loading Facebook Comments ...