Presidente do UFC não perdeu a oportunidade de alfinetar a brasileira.


Dana White, poderoso presidente do UFC, estava em Nova York quando em entrevista ao site “TMZ” fez uma declaração sobre Cyborg ser pega no exame antidoping da USADA. O chefão da maior organização de MMA do mundo não perdeu a oportunidade de alfinetar a atleta brasileira por essa notícia.

Dana já vinha criticando Cyborg publicamente por ela ter recusado três lutas oferecidas pelo Ultimate sem muitas explicações. A lutadora respondeu o padrão afirmando que estava passando por uma grave depressão, sendo assim, não haveria tempo hábil para fazer o tratamento e o camp para as lutas oferecidas.
Na entrevista, o presidente disse que agora entende o motivo da brasileira recém naturalizada americana ter recusado todas as lutas. O fato de Cristiane “Cyborg” Justino ter sida reprovada no exame antidoping, não soa como algo estranho aos ouvidos de Dana White.

– Nós oferecemos três lutas a Cyborg, ela recusou todas e agora descobrimos que ela testou positivo para uma substância proibida pela Usada. Isso aconteceu há meia hora (…). Quem vai lidar com esse assunto é a Usada, não nós. Muita coisa ainda vai acontecer. Vamos ver… Nós oferecemos a primeira luta com oito semanas para ela se preparar, a segunda com 11 semanas e a terceira ela simplesmente recusou. Nós achamos estranho ela recusar todas essas lutas. Não é mais tão estranho agora – afirmou Dana White em Nova York ao site “TMZ”, logo depois de um evento promocional do UFC 208, que acontecerá no Brooklyn.

A organização ainda não conversou com a lutadora, e o futuro de Cris Cyborg ainda é incerto como lutadora profissional de MMA.



 

Loading Facebook Comments ...