Jhon Lineker não conseguiu conectar seu potente golpe e perdeu por pontos.

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

 

O natural de Paranaguá Jhon Lineker, conhecido mundialmente por suas “mãos de pedras” tinha um páreo duro pela frente. Na edição 207 da maior organização de MMA do mundo, o brasileiro subiu no octogono do Ultimate para enfrentar o ex-campeão dos galos TJ Dillashaw.
O combate iniciou com o americano com o jogo mais solto e com Lineker bastante focado, sempre com sua potente mão engatilhada. O ex-campeão conseguiu trazer a luta para o solo e ficou numa posição de vantagem,  oferecendo sufoco para o  lutador brasileiro, que via Dillashaw abrir margem de vantagem no primeiro round. Quando a luta voltou de pé, a proposta do combate seguiu a mesma do início – TJ Dillashaw brincava, mas respeitava o potente golpe de Jhon Lineker -.
Jhon Lineker tem voltou para o segundo assalto e já conectou um bom golpe no frontal do americano, que respondeu levanto o combate para o solo e ensaiando ganhar as costas, porém logo o combate voltou para a trocação e quando Lineker vinha crescendo no round, TJ com sua precisão, atacou as pernas e aplicou mais uma queda. Trabalhando por cima, o ex-campeão foi somando bons pontos golpeando com socos e cotoveladas, que a todo tempo atingiam em cheio o rosto do Lineker, fechando com  mais um round na conta.
O terceiro e último round foi o mais calmo do combate, com dois rounds de vantagem, TJ Dillashaw veio com a proposta de um assalto conservador, dando menos brechas para o brasileiro, que por sua vez, buscava encaixar o seu temido soco.
Aos 30 anos de idade, TJ Dillashaw provavelmente será credenciado para disputar o cinturão da divisão dos galos novamente. Das últimas 7 lutas, perdeu apenas uma.


 

Loading Facebook Comments ...