No UFC 207, Alex Cowboy sofreu uma joelhada de três apoio, a luta ficou sem resultado, mas se fosse esse ano, o golpe valeria. (Foto: Getty Images).

Com a chegada de 2017, algumas novas regras foram incorporadas e unificadas nas Artes Marciais Mistas, nessa matéria, explanaremos sobre esses mudanças e tentaremos explicar algumas novidades.

Assim como foi dito na legenda da foto, a joelhada em Alex “Cowboy”  seria válida se o evento houvesse sido realizado em 1º de janeiro. O ato de colocar a mão no chão não caracteriza mais o conhecido “três apoios”. Sendo assim, os atletas não poderão escapar dos chutes e joelhadas na cabeça pelo simples fato de está com uma mão no chão.

A política do “dedo no olho” também sofreu alterações, jogo muito comum de Jon Jones, pode agora prejudicar o lutador que poderá ser punido mesmo sem o dedo resvalar no globo ocular de seu oponente. Só em ir com a mão aberta na altura da visão do atleta rival, será motivo de advertência e até mesmo de punição com perda de pontos.

Dois golpes agora ganharam a legalidade dentro do esporte, agora  “Calcanhar nos rim” e a “pressão na clavícula” entraram para o rol dos golpes permitidos.

Quanto a roupagem das meninas, as lutadores tem obrigação de usar um top esportivo por baixo da sua roupa utilizada no combate.

A ordem para julgamento para avaliação do round também foi alterada, que passam a seguir a seguinte ordem: trocação e grappling efetivo, agressividade e controle do cage. Além disso, não será mais tão raro uma pontuação 10-8 em um round, para isso, os árbitros laterias devem avaliar tais requisitos: Dominância, duração e impacto.

 








Estudante de Direito. 20 anos. Mossoró-RN. Apaixonado pelo MMA e dedicado ao jornalismo esportivo desde 2012. "Um espírito nobre, engrandece o menor dos homens" (Jebediah Obadiah Springfield)
Loading Facebook Comments ...