Reprodução: Getty Images

Desde julho sem lutar, Ronaldo “Jacaré’ causou surpresa ao ter um combate anunciado contra o décimo quarto do ranking Tim Boetsch em fevereiro no UFC 208. Entretanto, em entrevista para o site Combate.com, o faixa preta de jiu jitsu afirmou que Boetsch era a única opção, Já que Luke, Whittaker e Weidman não podem lutar no momento e o atual campeão Michael Bisping estaria supostamente “correndo”.

“Eu vi como oportunidade de fazer uma luta, de não ficar parado. Percebo que todas as pessoas que ficaram muito tempo inativas não se deram bem quando voltaram. Gosto de ficar em atividade, de estar sempre lutando. Tinha luta contra o Rockhold marcada em novembro, mas parece que ele se machucou. O UFC me ofereceu o Boetsch agora, e eu aceitei, achei legal. O Luke está machucado, o Chris (Weidman) não está em tempo de voltar, o (Robert) Whittaker está lesionado… Essa é a luta que tem. O Bisping está correndo, é um frouxo, quer chocar o cinturão. O (Yoel) Romero não quer me enfrentar de jeito nenhum. Tive que aceitar para não ficar sem luta. O cinturão vai acontecer quando tiver que acontecer. A intenção é pegar todo mudo, enfileirar a divisão toda… Quero bater em todos, até o UFC me dar a oportunidade que mereço”

Apesar de ser o grande favorito para o combate, Jacaré afirmou que Tim Botesch é uma “encrenca”, já que possui um grande wrestling e mãos pesadas.

“Ele é uma encrenca, um cara duríssimo. O Boetsch não é luta fácil para ninguém, estou muito ligado nas habilidades dele. É um cara muito forte, com bom wrestling, mãos pesadas. Tenho que entrar ligado. Se eu piscar, poderei dar uma piscada longa, daquelas de acordar depois de muito tempo (risos). Vou montar uma boa estratégia para anular todas as armas dele. O objetivo é sempre levar para o chão e finalizar, mas posso acabar com a luta antes da hora (risos).”

O UFC 208 será realizado no dia 11 de fevereiro no Brooklyn, Nova Iorque.

Loading Facebook Comments ...