Imagem: Reprodução

Hoje o bate papo exclusivo foi com a ex-campeã do XFC, e atualmente lutadora do UFC, Poliana Botelho. A mineira de 28 anos falou sobre chegada no UFC, futuro no evento, próximas adversárias e analisou a atual campeã Joanna jedrzejczyk.

Depois de defender o cinturão do XFC em setembro de 2015, Poliana Botelho recebeu a informação através do seu treinador, Dedé Pederneiras, que o UFC havia um interesse de contrata-la para o evento.

“Então, depois da volta da minha luta pelo cinturão do XFC, quando eu cheguei, o Dedé falou que a gente estava com um contrato para assinar do UFC, e que só estava aguardando chegar. Enfim, assim que chegou, eu assinei, e tipo… foi a maior realização da minha vida.”

Desde 2015 sem lutar, Poliana falou que apesar do longo tempo afastada dos octógonos, não deixou de treinar. Recentemente, a atleta estava com luta marcada contra a canadense Valérie Letourneau, entretanto, uma lesão na mão acabou obrigando a se retirar do card.

“Realmente eu não luto desde 2015, mas eu não vejo nenhum ponto negativo nisso, por que eu nunca fiquei parada…fiquei parada agora, mas por que quebrei a mão, mas não conto isso como ponto negativo, a gente continua estudando, continua estudando a mente sempre para estar sempre bem condicionada, então… eu não parei em nenhum momento, estava sempre ligada a luta, vendo luta, então acho que isso conta muito. Esse tempo parada, só foi só dedicar mais…mais e treinando da mesma forma que sempre treinei. Pode ter certeza que nunca irei tirar para o lado negativo.

Sobre a lesão na mão, Poliana Botelho afirmou que não houve uma necessidade de cirurgia, apesar da demora na recuperação, já está de volta aos treinamentos.

“Graças a Deus não precisei de cirurgia, tive só que ficar com gesso, imobilizada, por que o osso não saiu do eixo. Ele quebrou inteiro, mas não saiu do eixo, então o médico preferiu não colocar ferro nem nada, deixar só a cicatrização da minha mão, calcificar direitinho, enfim, deu um retardo, por isso fiquei 2 meses com gesso, mas… estou de volta, já estou treinando, e só aguardando a próxima luta.”

De voltas aos treinamento, Poliana afirmou que ainda não tem previsão para estrear no ultimate.

“Então, eu já voltei aos treinamentos, e agora voltar a lutar…depende do evento, preciso que o evento me coloque em alguma data, mas isso, depende deles.

Com cinco vitórias e uma derrota na carreira, Poliana revelou que não tem desejo de encarar alguma adversária especificamente.

” Eu não estou podendo escolher quem eu quero enfrentar. Quem o evento colocar, vou estar bem treinada e preparada, eu venho treinando duro e firme esse tempo todo. O que eles me colocarem, o país que eles me colocarem, onde for, eu vou estar bem preparada para dar o meu melhor no octógono.”

Botelho ainda analisou a atual campeã Joanna Jedrzejczyk. Para a carioca, a polonesa tem brechas em seu jogo.

“A Joanna é uma excelente lutadora, não é só por que é a campeã. O jogo dela tem brechas sim, mas ela tá lá, é a campeã. Devagarzinho a gente vai chegando, por que estou entrando na categoria para chegar até o cinturão, se Deus quiser, vamos estar lá devagarinho, um degrau de cada vez, para realizar esse grande sonho meu.”

Para finalizar, Poliana Botelho agradeceu ao apoio de todos os fãs, família e sua equipe, Kimura Nova União.

“Só tenho a agradecer a todos os fãs, minha família, meus amigos, meu time né, que acredita em mim, que bota fichas em mim, me dão forças para sempre dar continuidade nos treinos. Todas as pessoas que estão perto de mim, tenho só a agradecer e mandar um grande abraço para todo mundo ai.”

 

 

 

 

Loading Facebook Comments ...