Sob vaias, Woodley e Thompson fizeram a luta mais morna da noite. ( Foto: Getty Images)

A maior organização de MMA do planeta, levou a sua mega estrutura para os Estados Unidos mais uma vez, a cidade de Las Vegas foi palco da edição 209 do UFC, mais precisamente, na T-Mobile Arena, que é a nova casa do UFC em Vegas.

Hoje (4) era o famoso ‘tira teima’  entre Tyron Woodley e Stephen Thompson, que se enfrentaram anteriormente (em novembro do ano passado, no UFC 205) e, o resultado da luta foi o empate. Com um grande combate, o Ultimate não perdeu tempo e logo anunciou uma revanche imediata entre os mencionados lutadores.

A luta começou tensa, Woodley na sua tradicional guarda de carateca, via seu adversário tentando enquadra-lo contra a grade. Com a monotonia no combate, o público vaiou os atletas que mostravam pouquíssimo volume de jogo. Mesmo sob a reprovação do público, ninguém esboçou reação e o pouco que foi feito, abriu uma margem mínima para Thompson.

O segundo round voltou com ambos demonstrando a mesma proposta do assalto anterior. Muito estudo e pouca ação, ambos os lutadores atacavam pouco e sem efetividade, que novamente inflamou o público para uma forte vaia. O pouco feito, da margem para ambos saírem como vencedores do round ou um empate.

Já mais frenético, o terceiro assalto começou com o campeão menos tenso, Tyron Woodley foi para cima do seu adversário e conseguiu aplicar a primeira queda da batalha. Com o desafiante por baixo, Woodley desferiu bons golpes e abriu margem para vencer o round. Com a luta mais quente, Thompson conseguiu voltar a luta em pé e novamente passou a acoar o campeão no canto da grade.

Com o Thompson vencendo o primeiro round, o segundo estando incerto e o Woodley vencendo o terceiro round, a expectativa para o quarto round era de uma batalha digna de uma disputa de cinturão, como era esperado. Não aconteceu o que era previsto para o assalto, mas o Thompson voltou melhor no combate e acertou os melhores golpes do round.

O quinto e último round começou a todo vapor, com Woodley caçando o Stephen Thompson dentro do octógono, fato contrário aos últimos quatro assaltos. A luta logo esfriou outra vez, mas o Tyron Woodley ainda caminhava para frente. Faltando apenas 30 (trinta) segundos de luta, a luta quase foi interrompida, sem ninguém esperar mais nada desse combate, Woodley conectou um potente golpe de direita, que levou Thompson ao solo e que, depois de sofrer uma saraivada de golpes, conseguiu sobreviver.

O resultado foi para a soma das papeletas dos árbitros laterais, a luta parelha, não tinha um resultado que não pudesse ser contestado pelos telespectadores. Com o microfone na mão, Bruce Buffer foi o responsável por anunciar a vitória por decisão majoritária de Tyron Woodley, que manteve o cinturão.

Ainda dentro do octógono, os dois lutadores responsáveis por fazerem o combate principal da noite, deram suas declarações sobre o combate que travaram minutos antes.

Woodley: Eu estava muito nervoso, o Stephen fez um trabalho muito melhor, diminuindo os espaços, transformou tudo mais difícil para mim. Eu esperava ter conseguido fazer o que fiz no último round, em outros rounds, mas foi muito equilibrado. Eu sabia que tinha que leva-lo para o chão, o primeiro round ele ganhou, o segundo foi um pouco mais equilibrado, mas aquele round eu sabia que tinha que finalizar…. mas, enfim.

Thompson: Sim, eu achei que sim (que teria ganhado a luta), eu consegui a melhor trocação, consegui atingir os melhores golpes … não se pode deixar nas mãos dos juízes.

Tyron Woodley está com 34 anos de idade, agora com 21 lutas como profissional de MMA e, 17 vitórias. Das suas últimas 5 lutas, venceu quatro e empatou outra, contra o mesmo adversário de hoje.

CONFIRA TODOS OS RESULTADOS DO UFC 209

Loading Facebook Comments ...