Imagem: MMA Fighting

Apesar de estar com sete vitórias consecutivas, e ser um provável próximo desafiante ao cinturão meio médio do UFC, o brasileiro Demian Maia surpreendeu a todos quando anunciou que iria enfrentar o americano Jorge Masvidal no UFC 211. Em entrevista para o site “Combate” Demian revelou que o ultimate mandou enfrentar o sexto do ranking, caso queira disputar o cinturão da categoria futuramente.

“Eu aceitei porque o UFC me procurou, falou que precisava muito de mim para lutar, para compor um card, e que eu precisava me manter ativo se eu quisesse disputar um cinturão. Então, como eu quero disputar o cinturão, peguei a luta para me manter ativo. O UFC foi claro comigo que, para disputar o título, eu precisaria me manter ativo e fazer essa luta. E da outra vez, só ofereceram a luta. Agora, não, houve uma conversa clara, em que se eu quisesse disputar o título, teria que fazer essa luta. Então, eu aceitei”

Sobre Masvidal, Demian rasgou elogios e afirmou que não se sentirá pressionado, já que uma possível vitória o credencia para disputar o cinturão.

“Ele é um excelente atleta, que vem em uma ótima fase. É um ótimo boxeador, um cara que defende bem queda e vai ser uma luta dura, como todas as outras 11 lutas que fiz na categoria até 77kg. Todas lutas duríssimas e essa não vai ser diferente. Então, vou lá, fazer meu trabalho, sem me preocupar com título, com nada para ganhar essa luta.”

Loading Facebook Comments ...