Foto: Dario Ferrari | TV Fight | Tudo Sobre MMA.

Recentemente, o havaiano Max ‘Blessed’ Holloway, frustrou a torcida brasileira ao nocautear manauara o ex-campeão peso-pena José Aldo, na Jeunesse Arena lotada, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, se tornando o segundo atleta do ‘Estado norte americano’ do Havaí, a conseguir tal feito, sendo que, o primeiro foi a lenda do esporte BJ Penn, que conquistou o título em duas divisões diferentes, peso leve e peso meio-médio, e isso atraiu a atenção dos ‘chefões’ do Ultimate e também de Max, que comentou sobre o assunto na coletiva de imprensa do UFC 212 pouco tempo depois de sua maior conquista na carreira, porém, empecilhos poderão dificultar a chegada da organização no paraíso havaiano.

Em entrevista ao website norte americano MMAJunkie, o presidente da franquia Dana White comentou sobre o assunto e afirmou que empecilhos quanto a logística, ainda podem impedir que o maior evento de MMA do planeta desembarque por lá e o maior de todos no momento, é a falta de uma arena coberta, que segundo White, lá não existe e as condições climáticas, podem atrapalhar completamente a realização de uma edição no Havaí.

“Ninguém que chegar ao Havaí mais do que eu e minha equipe, quem não quer ir para lá? E a mídia? Todos querem ir para lá, mas é uma questão difícil. Lá não tem uma grande arena, eles podem ter um estádio descoberto, mas eu tenho um certo medo de fazer algo relacionado a lutas em um estádio sem uma cobertura. Eu costumava ir muito no Havaí quando compramos uma companhia de lá que tinha ótimas lutas, mas lá chove a cada dez minutos, chove e depois o tempo fica limpo e depois chove e do nada tudo fica limpo novamente, até assusta”, disse White.

Na matéria do website americano, também citaram dois locais, que sediam jogos de futebol americano universitário do Havaí, que é o Aloha Stadium, próximo a Honolulu e já na cidade, tem o Stan Sheriff Center, porém, ambos são descobertos e mesmo com as dificuldades, Dana não descartou a possibilidade de fazer com que isso possa realmente acontecer.

“Há seis meses atrás eu disse que não iria fazer uma categoria peso-mosca feminino e vamos abri-la, não estou dizendo que isso não vá acontecer (o evento no Havaí), vamos ver o que vai realmente acontecer”, finalizou.

 

Loading Facebook Comments ...