Credito: Josh Hedges

A polêmica sobre a reincidência ou não de Jon ‘Bones’ Jones no exame antidoping ganhou mais um capítulo na última sexta-feira (01). Dessa vez, uma luz no fim do túnel para o atleta que vem sendo alvo de críticas por parte da imprensa, fãs e funcionários do próprio UFC.

LEIA:
Daniel Cormier descarta trilogia com Jones após suspensão e quer o cinturão de volta ;
Joe Rogan detona Jon Jones por reincidência no doping ;
Jon Jones rompe o silêncio com mensagem enigmática ;
Dana White fala sobre reincidência de Jon Jones no doping .

Ao que parece, a notificação feita pela USADA (Agência Anti-Doping dos Estados Unidos) após uma coleta de urina do lutador, pode ter sido equivocada por parte da agência. A priori Jon Jones testou positivo para o uso de esteroide turinabol, utilizado para ganho de massa muscular. Mas segundo informação veiculada pelo site americano ‘MMA Fighting’, Jon Jones foi submetido a um exame de sangue no dia de sua luta no UFC 214, logo após o duelo, e essa coleta sanguínea não acusou a presença de nenhuma substancia proibida pela agencia de controle de atletas parceira do UFC.

Além desse exame feito pela USADA logo após a luta contra Daniel Cormier, Jon Jones foi testado no dia 6 e 7 de julho, e esses testes também não mostraram nada alterado no corpo do atleta. Vale ressaltar que nesses dois dias  onde foram feitas coletas, foram executados de surpresa.

A expectativa só cresce para as próximas semanas, onde a USADA deve revelar o resultado da contra prova do exame que apontou alteração por parte de Jon Jones. Só ai, então, que ficará certo o uso de substancias proibidas ou não pelo lutador. Se confirmado a presença de esteroide turinabol, o lutador deve tomar uma suspensão longa. Senão for confirmado, Jones permanece livre para lutar novamente.

O diretor da Comissão Atlética da Califórnia (CSAC), Andy Foster, comentou sobre a notificação da USADA. O próprio confirma que quando um lutador faz usa da substancia já citada, esta aparece em qualquer coleta, a qualquer tempo, sendo assim, deveria acusar em todos os exames feitos por Jones.

– Toda a situação não faz qualquer sentido para mim. Apenas não faz. Se você está fazendo um ciclo com esteroide, então isso vai aparecer (em testes) o tempo todo. O fato de não aparecer (nos dias 6 e 7 de julho) quando ele foi testado antes é uma indicação que ele não estava usando drogas naquele momento. Das duas uma: ele é extremamente descuidado ou é um trapaceiro. Sei que ele já foi muito descuidado uma vez em sua carreira… Mas nenhum desses erros faz sentido. Por isso que eu penso que é muito importante nós examinarmos isso bem e observarmos todas as evidências antes de tirar conclusões- Disse o diretor da CSAC.

Loading Facebook Comments ...