Gabriel Silva mostra confiança para segunda luta: “Vou mais tranquilo”

0

Mais confiante, Gabriel Silva busca recuperação na noite deste sábado (29) no UFC Norfolk, na Virgínia nos Estados Unidos. O brasileiro vai enfrentar o americano Kyler Phillips no card preliminar mirando a primeira vitória no Ultimate.

Gabriel chegou na organização invicto com oito vitórias, mas logo de cara enfrentou o americano Ray Borg e acabou derrotado por decisão em julho do ano passado.O atleta de 25 anos conversou com o Tudo Sobre MMA e falou sobre a estreia, próxima luta e planos para o futuro.

Tudo Sobre MMA: Com está o Gabriel Silva hoje, perto de fazer sua segunda luta na maior organização de MMA do mundo?

Gabriel Silva: “Não tem uma palavra que identifique melhor do que gratidão pra essa segunda luta no UFC. Sou grato pela minha segunda oportunidade de estar lutando no maior evento do mundo, de estar fazendo o que eu amo, o que eu gosto de representar minha equipe, minha família e a todos que torcem pra mim. Eu estou focado nessa luta, quero mostrar meu melhor no octógono e como eu disse algumas vezes, vou mais tranquilo para essa luta sem ter o peso da estreia, vou mais leve e acho que vou poder mostrar mais do meu potencial e se Deus quiser estar saindo com a primeira vitória na maior organização do mundo”.

TSM: Você chegou no UFC com status de promessa, e de cara já teve um grande combate contra um cara duro (Ray Borg). Como você avalia sua última performance?

Gabriel: “Até o UFC colocou um cara invicto que vinha de boas vitórias e infelizmente acabei estreando com derrota, mas nada que mude o meu objetivo. Foi apenas uma pedra no meu objetivo que e estar entre os melhores da categoria eu continuo focado e firme no meu propósito. Enfrentei um cara duríssimo de primeira mas isso foi bom, os campeões são forjados para ser assim nas batalhas. Então é manter a cabeça em pé, manter a cabeça no lugar e agora buscar minha recuperação e mostrar que eu estou pronto para estar no UFC”.

TSM: Seu próximo adversário possui um retrospecto parecido com o seu, e com algumas vitórias por nocaute. O melhor jogo é levar o combate para o solo?

Gabriel: “Sim, essa é minha estratégia, esse é o meu estilo de jogo que eu carrego, eu sou um cara que apesar de alguns nocautes eu tenho esse jogo de luta agarrada eu vejo que é o meu melhor e eu sempre tentarei levar a luta para essa finalidade, jogo de curta distância, bater e grudar, derrubar e trabalhar o ground and pound e sempre buscando a finalização esse vai ser o meu jogo. E como meu adversário tem um estilo de luta em pé, ele é um cara bastante versátil que joga com um volume em pé, e eu sei que ele vai vir com bastante volume no começo da luta vai tentar impressionar o público e mostrar trabalho logo no início e eu vou suportar essa pressão inicial e a partir dai começar a soltar meu jogo. É só focar na minha estratégia que o resultador vai ser positivo”.

TSM: Pensando a longo prazo, o que podemos esperar do Gabriel no Ultimate, quais os planos?

Gabriel: “É ser campeão! Apesar de eu ser novo já estou há algum tempo nessa caminhada, então esse é o meu foco, subir degrau por degrau na minha caminhada no UFC e se tudo ocorrer bem, daqui um ano ou dois estar entre os melhores da categoria e buscando uma chance pelo cinturão. Eu vou trabalhar pra isso” finalizou Gabriel.

Curta o ‘Tudo Sobre MMA’ no Facebook! 

Deixe uma resposta