1º caso de Coronavírus no MMA

0

Um ex-lutador e atualmente treinador de artes marciais mistas é o primeiro caso de Coronavírus no MMA. O nome dele é Cristian ‘Mano di Pietra’ Binda, da Itália, local onde também contraiu a doença.

Foi na manhã do último sábado (21), que o ex-lutador usou as suas redes sociais para falar com amigos, familiares e fãs sobre a sua situação. No comunicado, Cristian Binda disse estar se sentindo melhor, depois de vários sintomas severos da COVID-19.

Ouça nosso podcast: Spotify | Deezer | Itunes

Leia também:

– Paulo Borrachinha debocha do Coronavírus

– MMA x Coronavírus: últimas atualizações

Comunicado do 1º caso de Coronavírus no MMA:

“Oi, pessoal. Quero que todos saibam que estou me sentindo melhor agora. Para resumir: após nove dias de febre alta e tosse, eu já não conseguia mais respirar e tive que dar o braço a torcer e ir para o hospital. Foi internado no Hospital Sant’Anna, em Como, e depois fui transferido para Lanzo D’Intelvi. Fui diagnosticado com pneumonia e, obviamente, COVID-19. Agora estou tentando voltar ao normal, para poder voltar mais forte que antes,”, declarou o ex-lutador e atual técnico de MMA.

Cristian foi pioneiro do MMA na Itália, lutando profissionalmente desde o ano de 2006 e suas últimas três lutas foi pelo Venator Fighting Championship. O ‘Mano di Pietra’ dentre vários outro eventos, têm passagem pelo Cage Rage e Cage Warriors.

O primeiro caso de Coronavírus no MMA se manifestou no veterano de 42 anos que tem no seu cartel 21 lutas. Venceu 11 e perdeu as outras 10.

Deixe uma resposta