UFC 248: Alex Cowboy vence Max Griffin

0

Em um duelo de veteranos na corda bamba, Alex Cowboy e Max Griffin fizeram a abertura do card principal do UFC 248, mais um evento histórico na T-Mobile Arena em Nevada – USA, com direito a duas disputas de cinturão.

Ouça nosso podcast: Spotify | Deezer | Itunes
Leia também:

– Confira todos os salários do UFC 247

– Conheça os materiais do cinturão do UFC

O combate começou estudado, com os atletas buscando a distância ideal e se tocando aos poucos. A guarda baixa do brasileiro, permitiam que Alex Cowboy fosse golpeado no frontal com mais frequência. Após o soco de encontro incomodar, o atleta nacional agarrou, a luta acabou indo para o solo e este ficou por baixo. Trabalhando por cima, o Max Griffin grudou o seu adversário de costa no chão e golpeava para abrir espaço para finalização, mas não conseguiu. Nos últimos segundos o Alex Cowboy conseguiu voltar de pé, tentou uma finalização no braço mas não havia tempo para mais nada e o americano levou o primeiro assalto.

Para o segundo round, Alex Cowboy voltou mais agressivo, e tentou quedar mas foi frustrado. A luta chegou a ser interrompida por um sangramento na testa do Griffin, aberto por um duro gancho disferido pelo brasileiro. A luta seguiu frenética com o brasileiro abrindo vantagem na trocação e garantindo o empate da luta até então.

Para o terceiro, último e decisivo round voltou mais pegada e o Max Griffin apostou logo suas fichas numa tentativa de queda, mas foi frustrado e Alex Cowboy foi quem acabou quedando e conseguindo a montada, mas acabou perdendo a posição. O cenário agora era exatamente o oposto, com Griffin por cima tentando trabalhar os golpes de cima para baixo e o brasileiro tentando a todo custo amarrar seu adversário. O terceiro round chegou ao fim e a luta poderia ser dado a qualquer um dos atletas.

Na soma das papeletas dos árbitros laterais, foi decretada a vitória de Alex Cowboy por decisão dividida.

Carreiras de Alex Cowboy e Max Griffin

O brasileiro de 32 anos têm 31 combates como atleta de MMA profissional, estando dentro do UFC desde o ano de 2015. Atualmente encerrou sua sequência de 3 derrotas consecutivas. Têm no total 20 vitórias, 8 derrotas, 1 empate e 2 ‘no contest’.

O americano de 34 anos de idade têm 23 combates como atleta de MMA profissional, estando dentro do UFC desde o ano de 2016. atualmente vem de derrota e tem só uma vitória das suas últimas quatro lutas. Têm ainda 15 vitórias em seu cartel e 8 derrotas.

Deixe uma resposta