Dana dispara contra árbitro e córner de Smith: “deveria ter parado a luta”

0

O massacre do brasileiro Glover Teixeira sobre Anthony Smith na última quarta feira (13) no UFC em Jacksonville repercutiu bastante, e o presidente Dana White expressou sua opinião. Após o evento, o dirigente criticou o treinador de Smith por não ter parado a luta.

“Glover foi muito bem, acho que ele está na melhor forma que eu já vi. Ele não desacelerou o ritmo em nenhum momento durante os cinco rounds. Mas fiquei impressionado por Smith ter voltado para o quinto round. Achei que o seu córner deveria ter parado a luta. Não sou médico, mas duvido que ele não tenha fraturado o osso orbital. A cada golpe no local ele se encolhia, falou Dana.

O presidente do Ultimate ainda relembrou um momento em que Anthony Smith durante o intervalo comunicou que seus dentes estavam caindo e também criticiou o árbitro  Jason Herzog 

“Eu tenho monitores de TV à minha frente, e eu disse ao meu pessoal: “Teixeira estava acertando a cara dele e ele chamou o árbitro, lhe deu alguma coisa e o árbitro guardou no bolso. Que p*** é essa?” Ele deu seus dentes ao árbitro e ele os guardou no bolso! Foi uma loucura. Quando ele voltou para o córner, ele disse que seus dentes estavam caindo. Por isso não achei que ele voltaria para o quinto round. Eu acho que o seu córner tinha que ter parado a luta, não achei que eles o deixariam voltar para o quinto round. Mas isso é entre ele sua equipe. O árbitro também poderia ter parado a luta no quarto round. Olhando de fora, foi difícil de assistir. Daniel Cormier estava se contorcendo”, disse Dana (Tradução retirada do site Combate).

Deixe uma resposta