Ao tentar explicar o motivo de esfriar os planos de Amanda, Dana cometeu gafe. (foto: reprodução/bjpenn.com)
Ao tentar explicar o motivo de esfriar os planos de Amanda, Dana cometeu gafe. (foto: reprodução/bjpenn.com)

Após uma série de lutadores planejarem e até colocarem em prática mudanças de categoria, sem abdicar da categoria anterior, Dana White deu o primeiro ‘não’ de todos os pedidos. Amanda Nunes já demonstrou publicamente interesse em disputar o cinturão da recém criada divisão dos penas femininos, mas o patrão quer que a baiana continue no peso galo e defenda seu cinturão.

Na mesma vertente, o presidente da maior organização de MMA do mundo não parece ter critério em algumas de suas decisões e é mais brando e paciente com outro atletas. A exemplo disso, o Irlandês campeão dos pesos leves, travou a categoria dos penas e sua atual divisão por um ano e, chegou até mesmo a lutar peso meio-médio, porém Dana White não demonstrava preocupação alguma.

Dia 11 de fevereiro, Holly Holm enfrentará Germaine De Randamie para conhecer-mos a primeira campeã do peso pena feminino da história do Ultimate. De olho em uma disputa na categoria de cima, Amanda Nunes viu seus planos serem frustados pelo presidente da organização, quando o mesmo declarou que vai pisar no freio e manter a campeã na sua atual divisão.

– Vamos pisar no freio. Deixe ela defender seu cinturão primeiro. Ela ainda não defendeu seu cinturão. Agora todo mundo quer subir de categoria. Precisamos segurar um pouco essa onda – disse Dana em conversa com jornalista.

Mas ao que parece, Dana White se enrolou ao tentar justificar sua preferencia pela permanência de Amanda Nunes na divisão dos galos. O presidente cometeu a gafe de dizer que a brasileira nunca havia defendido o seu título, que foi conquistado sobre Miesha Tate no UFC 200 e defendido recentemente contra Ronda Rousey na edição 207 do Ultimate, atropelando ambas no primeiro round.

Aos 28 anos e vindo de cinco vitórias consecutivas, Amanda Nunes tem 18 lutas como profissional, saindo como vencedora em 14 ocasiões.