Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC
Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Além do retorno de Anderson Silva, outra peculiaridade fazia da edição 208 mais uma edição histórica do UFC. A luta principal da noite de eventos realizado em Brooklyn (USA) mostraria ao mundo, a primeira campeã da história da divisão dos pesos penas femininos, categoria recém criada pela organização.

A ex-campeã dos pesos galos, responsável por devastar Ronda Rousey, a pugilista Holly Holm subiu no octógono do Ultimate para enfrentar Germaine De Randamie.

A luta já iniciou parelha, com ambas lutadoras tomando iniciativa na trocação. Germaine De Randamie veio com  proposta de caminhar mais para frente, na tentativa de encurtar a distância e usar o seu muay thai, já Holly Holm tentava manter a distância e rechaçava as tentativas de proximidades da adversária. Germaine levou a melhor no primeiro round e venceu o round.

O segundo round não foi muito diferente do anterior, as lutadoras mentaram a mesma proposta, sendo Germaine De Randamie mais contundente em seus golpes. Na segunda metade do round, o publico chegou a vaiar a luta, que estava travada na grade e seguiu assim até o fim do assalto, e Germaine com dois rounds de vantagem. Germaine chegou a ser vaiada pelo publico por acertar uma cotovelada após o termino do round.

Já no terceiro round também não mudou muita coisa, a postura de Holly Holm dificultava a Germaine de fazer o seu tradicional jogo, que adotou uma postura de contra-golpe e, renderam vantagens nos três rounds. Já no fim do assalto, Holly conseguiu um knoukdown com seu tradicional chute alto, mas Germaine respondeu e manteve sua vantagem, golpeando novamente após o termino do assalto, e dessa vez tomou uma dura do juiz.

O quarto round foi o mais tedioso até então, Germaine De Randamie venceu novamente no contra-golpe. Com a luta indo para o quinto e último round, a holandesa continuou na mesma proposta de luta, já com tudo definido por pontos, Randamie não se arriscou e lutou com o regulamento ao seu favor.

Aos 32 anos, Germaine De Randamie se tornou a primeira campeã da história da divisão dos penas femininos. vencendo os cinco rounds, ela chegou a sua setima vitória, nas 10 lutas que tem como lutadora profissional.