Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Uma triste notícia para os fãs mais tradicionais do MMA. O esporte que mais cresce no mundo está de LUTO junto com o boxe, após ser anunciada a morte de um atleta que, literalmente, deu a vida pelo esporte.

O canadense Tim Hague, veterano no UFC, fez a sua estreia no Ultimate foi em maio de 2009, na edição 98 da organização, onde venceu. Tim fez mais três lutas na organização, perdendo todas, saindo do evento em 2010. Em janeiro de 2011 Tim fez mais uma luta pelo maior evento de MMA do mundo, no UFC Fight Night 23 e, somou mais uma derrota. O lutador também teve passagem pelo WSOF (World Series of Fighting), sua última luta como profissional de MMA foi em julho do ano passado no Absolute Championship Berkut 41, onde foi derrotado.

Foi em uma luta de boxe, que Tim Hague sofreu um nocaute brutal e teve que ser internado em uma UTI. As informações era de que o lutador teve que passar por uma cirurgia no cérebro para aliviar a pressão de uma hemorragia causada pela pancada. Após isso as informações que chegaram foi, infelizmente, da morte cerebral do lutador. A confirmação foi dada por um jornalista.

Confira:


Fontes em contato com colegas de equipes no hospital me disseram que Hughes foi declarado com morte cerebral há 2 horas atrás. Uma tragédias . Pêsames a família. – Publicou o jornalista.


– Valendo nada. Hague foi nocauteado 17 de abril, menos de dois meses antes de sua última luta ontem a noite. A luta era praticamente boxe com luvas de MMA – complementou Mike.

– Diversas fontes confirmam que Tim Hague espera o seguro de vida enquanto a família faz arranjos para a doação de órgãos. Odeio reportar este tipo de notícia. – Finalizou o jornalista Mike Russell.

Confira o nocaute aos 5:28

Estudante de Direito. 20 anos. Mossoró-RN. Apaixonado pelo MMA e dedicado ao jornalismo esportivo desde 2012. "Um espírito nobre, engrandece o menor dos homens" (Jebediah Obadiah Springfield)