Foto: Reprodução | Lite TV | ACB.
Foto: Reprodução | Lite TV | ACB.

Já noite na Polônia, ainda tarde no Brasil, o sábado (1), foi desastroso para os três lutadores tupiniquins que subiram ao cage redondo do Absolute Championship Berkut, que realizou na Ergo Arena, em Gdansk, sua edição de número 63.

Na luta principal, o polonês Karol Celinski foi melhor que o brasileiro ex-UFC e WSOF Vinny ‘Pezão’ Magalhães, e venceu na decisão unânime dos árbitros laterais. Celinski anotou sua décima quarta vitória na carreira e Vinny amargou seu décimo revés, o primeiro após sair do extinto WSOF (chamado de Professional Fighters League nos dias de hoje) e o segundo seguido, já que vinha de derrota para David Branch, que hoje em dia figura no UFC.

No co-main event, Piotr Strus conseguiu aplicar um belo brabo choke no britânico Andy Devent com pouco mais da metade do segundo assalto de luta, um espetáculo de finalização.

Outros dois brasileiros subiram ao cage e não se deram nada bem. O tcheco Patrick Kincl nocauteou Igor ‘Chatubinha’, em cima da hora. Após aplicar um lindo chute na cabeça do carioca, que sucumbiu em knockdown, Patrik ainda desferiu alguns socos para complementar sua vitória.

O outro ‘brazuca’, foi Wallyson ‘Maguila’ Carvalho, que mais uma vez, teve sua luta precocemente terminada, assim como em sua estreia na organização. Ele, que enfrentou o ‘urso’ polonês Przemyslaw Mysiala, passava por uma situação delicada no combate. Junto a grande, mas se defendendo dos socos de seu adversário, Wallyson mantinha-se consciente e se defendendo da chuva de socos de Przemyslaw, até chegar a hora de uma joelhada, onde Lukasz Bosacki, responsável pelo cage, interrompeu a luta dando vitória ao atleta da Polônia.

Após o término do evento, Wallyson, em busca de seus direitos, conversou com a TV Fight e Tudo Sobre MMA com exclusividade, dizendo que entrará com algum recurso junto à comissão responsável para pedir a anulação do polêmico resultado.

A organização do polêmico checheno Mairbek Khasiev, premiou os lutadores com que protagonizaram a melhor luta e também presenteou o atleta que conseguiu a melhor finalização com US$10 mil ‘doletas’ e além disso, desde a edição de número 62, para motivar ainda mais os lutadores de seu plantel, ele vem premiando cada um que termine suas lutas com a chamada via rápida com um bônus de US$5 mil dólares,  a lista você podem conferir abaixo:

  • Luta da noite: Piotr Hallmann vs. Adrian Zielinski;
  • Finalização da noite: Mindaugas Verzbickas sobre Kamil Gniadek com um brabo choke;
  • Bônus pela vitória por via rápida: Piotr Strus, Przemyslaw Mysiala, Pawel Kielek, Luke Barnatt.

Confira abaixo os resultados completos do ACB 63: Celinski vs. Magalhães:

  • Karol Celinski derrotou Vinny Magalhães por decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 30-27);
  • Piotr Strus derrotou Andy Devent por finalização com um katagatame aos 3m:53s do segundo round;
  • Luke Barnatt derrotou Max Nunes por nocaute (socos) aos 4m:07s do primeiro round;
  • Piotr Hallmann derrotou Adrian Zielinski por decisão dividida dos juízes (30-27, 29-28, 29-28);
  • Nikola Dipchikov derrotou Maciej Rozanski por decisão unânime dos juízes (29-28,29-28, 29-28);
  • Pawel Kielek derrotou Ireneusz Szydlowski por nocaute técnico (socos) aos 4m:17s do segundo round;
  • Patrik Kincl derrotou Igor Chatubinha por nocaute (chute na cabeça + socos) aos 4m:59s do primeiro round;
  • Przemyslaw Mysiala derrotou Wallyson Carvalho por nocaute técnico (socos e joelhada) aos 2m:03s do primeiro round;
  • Mindaugas Verzbickas derrotou Kamil Gniadek por finalização com um brabo choke a 1m:02 do segundo round;
  • Kacper Formela derrotou Armen Stepanyan por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27);
  • Jakub Wikłacz derrotou S. Przybysz por decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28).