Comissão Atlética de Nevada revela salários do UFC 216
Imagem: Getty Images
Comissão Atlética de Nevada revela salários do UFC 216
Imagem: Getty Images

No último sábado (07) aconteceu mais um edição história da maior organização de MMA do mundo. O UFC 216 contou com duas disputas de cinturão, e um card recheado de bons nomes.

Na luta principal, o agora campeão interino dos leves Tony Ferguson foi quem mais faturou na noite. O americano faturou o equivalente a R$ 1,6 milhão (um milhão e seiscentos mil reais). Enquanto isso, seu adversário Kelvin Lee, embolsou a quantia de R$ 792 mil (setecentos e noventa e dois mil reais).

A segunda maior bolsa da noite, ficou para o brasileiro Fabrício Werdum, que faturou R$ 1,3 milhão (um milhão e trezentos mil reais). A terceira e última bolsa milionária ficou para o  recordista de defesas de título e, atual campeão dos moscas, Demetrious Johnson ganhou o equivalente a R$ 1,2 milhão pela sua vitória no UFC 216.

Vale lembrar que esses números foram divulgados Comissão Atlética de Nevada para o portal americano ‘MMA Junkie’. Os valores listados já estão convertidos na moeda brasileira, levando em consideração a cotação do dólar em 3,17. Os salários do UFC 216 logo abaixo já estão com eventuais bônus.

Confira os salários do UFC 216:

Tony Ferguson: R$ 1,6 milhão;
Kevin Lee: R$ 792 mil;
Demetrious Johnson: R$ 1,2 milhão;
Ray Borg: R$ 317 mil;
Fabricio Werdum: R$ 1,3 milhão;
Walt Harris: R$ 89 mil;
Mara Romero Borella: R$ 76 mil;
Kalindra Faria: R$ 38 mil;
Beneil Dariush: R$ 152 mil;
Evan Dunham: R$ 127 mil;
Cody Stamann: R$ 76 mil;
Tom Duquesnoy: R$ 73 mil;
Bobby Green: R$ 76 mil;
Lando Vannata: R$ 79 mil;
Poliana Botelho: R$ 64 mil;
Pearl Gonzalez: R$ 32 mil;
Matt Schnell: R$ 64 mil;
Marco Beltran: R$ 44 mil;
John Moraga: R$ 216 mil;
Magomed Bibulatov: R$ 54 mil;
Brad Tavares: R$ 235 mil ;
Thales Leites: R$ 181 mil.