Após quatro anos afastado, Georges St-Pierre voltou e finalizou Michael Bisping no UFC 217
Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Após quatro anos afastado, Georges St-Pierre voltou e finalizou Michael Bisping no UFC 217
Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
O combate principal do UFC 217 foi a disputa de cinturão do Peso-médio entre Michael Bisping x Georges St-Pierre. Marcando o retorno de GSP após quatro anos afastado e a segunda defesa de cinturão do inglês.

Com previsão de cinco round de cinco minutos, a luta começou bastante estudada, com GSP tomando iniciativa. Na reconhecimento inicial Georges St-Pierre procurava mais o combate, enquanto o inglês mostrava mais cautela. Com o passar do tempo, o campeão passou a soltar mais o seu jogo, mas era o desafiante que caminhava para frente e conectava os melhores golpes. No último minuto, Georges St-Pierre mergulhou nas pernas do campeão e aplicou a queda, mas logo a luta voltou de pé. Nos segundo finais GSP ainda desferiu bons golpes que balançaram o inglês.

O segundo round deu-se início com a mesma proposta, no centro do tablado na trocação. GSP buscava mais a luta e Bisping mostrava respeito ao adversário. Na segunda metade do assalto, GSP conseguiu aplicar mais uma queda, e dessa vez, cravou as costas adversário no tablado, mas o campeão estava ligado e voltou de pé. Atrás no round, nos segundos finais Bisping correu atrás do prejuízo mas pode não foi suficiente para virar o round. Round parelho.

LEIA MAIS
UFC 217 – Resultados: Michael Bisping x Georges ST-Pierre
TJ Dillashaw vence Cody Garbrandt por nocaute
Rose Namajunas vence Joanna Jedrzejczyk por nocaute

No terceiro round, aparentemente cansado, Georges St-Pierre aplicou uma queda logo no início do assalto. A luta seguiu no solo com o GSP por cima trabalhando cotoveladas e o Bisping golpeando de baixo para cima. Em uma brecha, o inglês pôs a luta de pé novamente e a luta seguiu para a trocação. Após um duro soco,  St-Pierre conseguiu um knockdown, trabalhou duros socos, pegou as costas, encaixou o estrangulamento e venceu.

Após quatro anos afastados, lutando em uma nova categoria, se torna o novo campeão dos pesos médios.