Audiência de Jon Jones é remarcada para 2018

0

O julgamento de Jon ‘Bones’ Jones por mais uma possível violação aos termos da USADA foi adiada. A previsão era que o ex-campeão do Ultimate sentasse no banco dos réus no dia 12 de dezembro.

Segundo o portal americano ‘MMA Junkie’, a Comissão Atlética da Califórnia (CSAC), só deve julgar o americano próximo ano. Questionado sobre a nova data, o representante da comissão disse apenas: “início do ano que vem” na primeira reunião da comissão de 2018, sendo assim, o futuro de Jon ‘Bones’ só deve ser decidido em meados do mês de fevereiro ou março.

Leia mais:
Dana lamenta atitudes de Jon Jones: “irrecuperável”
Daniel Cormier pede mais compaixão por Jon Jones
Joe Rogan detona Jon Jones por reincidência no doping
Mark Hunt solta o verbo contra Jon Jones

A CSAC emitiu comunicado ao UFC, informando que o resultado da luta entre “Bones” x Cormier foi alterado. Consequentemente, após ser decretado o ‘no contest’ Daniel Cormier voltou a ser o campeão.

– “O UFC foi informado nesta quarta-feira que o resultado da luta do UFC 214 entre Jon Jones e Daniel Cormier, em 29 de julho, foi revogado pela Comissão Atlética do Estado da Califórnia. A decisão muda a vitória de Jones para um “no contest” após uma possível violação da Política Antidopagem decorrente de uma amostra coletada após a pesagem de Jones em 28 de julho de 2017.

Como esta foi uma luta pelo título, Cormier será reintegrado como campeão dos pesos-meio-pesados do UFC.” – Manifestou-se o UFC por meio de seu site oficial na época.

Essa é a segunda vez que “Bones” testa positivo para exames antidoping realizado pela USADA. Em 2016, ele foi flagrado por uso de hidroxiclomifeno e Letrozole, na véspera do UFC 200 e teve que deixar o card, na ocasião, foi suspenso por 12 meses e substituído por Anderson Silva, que foi escalado as pressas para salvar o evento.

Carreira de Jon Jones.

Com apenas 30 anos de idade, Jon “Bones” é considerado por muitos, como o maior lutador de todos os tempos. Sua primeira luta no UFC foi na edição 87 da organização, estreou com vitória contra o brasileiro André Gusmão. Ao todo, possui 24 lutas como profissional, sendo 22 vitórias, 1 derrota e 1 NC.

Deixe uma resposta