Conor McGregor, o monstro criado pelo Dana White

No mundo corporativo existe um ensinamento que diz que: “Você não pode ser chefe de um funcionário que manda mais que você. ”. Parece que o Dana White não estava presente nesta aula.

Há muito tempo vemos que o Conor Mcgregor, através de suas atitudes se tornou um “funcionário” que se sente maior do que sua “empresa”. Isso deixa a empresa refém de suas atitudes, vontades e suas loucuras. Neste caso a “empresa” é a maior organização de MMA do mundo, que é refém de um lutador talentoso, porém com vários parafusos soltos na cabeça.

No mundo das lutas, o trash talk muitas vezes coloca um tempero adicional na luta, mas para tudo há um limite, para tudo existe um bom senso. Esse limite e esse bom senso já passou a muito tempo quando se trata do Conor Mcgregor.

O Conor tem um talento inegável. Venceu o José Aldo em 13 segundos de luta e depois dominou o Eddie Alvarez fazendo um feito inédito na historia do MMA. A conquista de dois cinturões simultâneos. Ainda depois disso fez uma participação no mundo do boxe. Onde foi nocauteado pelo Floyd Maywheater. Mas além da atenção que conseguiu, colocou alguns milhões de dólares no bolso.

Porém o Mcgregor, ao que parece, passou a se sentir muito maior do que a própria organização o qual ele é funcionário. Sem nunca ter defendido seus cinturões, praticamente faz o que quer dentro da organização. Luta com quem quer, aparece quando quer, e ainda passou a exigir até mesmo participação nas ações do UFC para voltar a lutar.

Mas agora, depois dessa insanidade cometida ontem, passou de qualquer limite aceitável. Virou caso de policia ao arremessar um objeto contra o ônibus que estavam alguns lutadores do UFC. Provavelmente com o objetivo de começar seu trash talk com o Nurmagomendov. Já que o Conor seria um adversário imediato caso o Khabib conquiste o cinturão dos leves.

Com isso o Conor acabou por cometer alguns crimes a luz das leis americanas, e como já noticiamos, entregou-se a policia. Como foi tudo “dentro de casa”, ou seja, os feridos também são funcionários do UFC. Certamente terão uma conversa de “pé-de-ouvido” com o Dana White. Possivelmente esse caso não deve se estender para algo que prejudique a carreira do Mcgregor ou os planos do UFC.

Claro que poderia ter ocorrido algo bem mais grave. Mas essa ocorrência cumpre o objetivo do McGregor, que é o colocar em evidencia mesmo sem lutar. O problema é que isso ultrapassa o que seria normal ou aceitável de um trash talk. Ficando entre o ridículo e o criminoso.

Mas isso levanta algumas questões em torno da postura do UFC sobre o caso: Será que é esse o rumo que o UFC pretende tomar? Quais serão as ações que o UFC irá tomar com relação ao McGregor? Será que essa é a imagem de “esporte” e “profissionalismo” que o mundo do MMA pretende ter doravante?

Essas questões precisam ser refletidas pelos cabeças da organização. Pois fatos criminosos como este não podem ficar somente nos noticiários disfarçados de trash talk. 3 profissionais ficaram feridos com o corrido. 6 lutadores tiveram suas lutas canceladas devido a ação inconsequente do Conor.

Definitivamente, o UFC não pode tratar esse caso como se fosse algo normal. O McGregor passou, e muito, dos limites. Colocando em risco real alguns lutadores da organização e de forma totalmente desnecessária. A que preço? Será mesmo que vale tudo para chamar atenção? Qual o limite das provocações?

Vamos acompanhar os próximos passos e ver qual atitude será tomada pelo UFC e como o Conor irá agir depois do ocorrido. Mas esse é um dos momentos em que o UFC terá que decidir se é uma organização seria que zela pelo profissionalismo de seus atletas, ou se tornar um freak show e perder a credibilidade. Espero que escolha e primeira opção. E esperamos que casos como esses não se repitam, pelo bem do esporte.


Tarcio Martins

31 anos, Engenheiro, faixa preta de Taekwondo e praticante de MMA

Deixe uma resposta

As principais notícias do esporte que mais cresce no mundo, em um só lugar. 

Contate-nos:  

[email protected]

© Copyright 2015-2019 Tudo Sobre MMA| desenvolvido por: Vedrak Devs