Renato Moicano vence Calvin Kattar por decisão unânime

Renato Moicano vence Calvin Kattar por decisão unânime

Com o cancelamento de uma série de lutas, o combate do único brasileiro do card ganhou mais importância no UFC. O evento realizado em Nova York, teve apenas nove lutas no card completo. O duelo de pesos penas entre Renato Moicano x Calvin Kattar foi o antepenúltimo combate da noite, da edição 223.

Leia mais
– Conor McGregor se entrega a polícia em Nova York
– [VÍDEO] Dana White detona Conor McGregoru por vandalismo
– UFC divulga comunicado oficial sobre confusão envolvendo Conor McGregor no UFC 223

Luta entre Renato Moicano x Calvin Kattar:

A luta começou bastante estudada por ambos os lutadores, com poucas iniciativas. O brasileiro marcou a perna do americano com dois bons chutes. Calvin Kattar respondeu com jabs que entraram no frontal de Renato Moicano, que acusou o golpe. Já aparentemente recuperado, Moicado marcou a linha de cintura de seu oponente com mais um chute. A luta seguiu parelha no centro do octógono, com a trocação dos atletas, mas sem sequência de nenhum deles. O chutes baixos do brasileiro lhe deram pequena vantagem na luta e, consequentemente, levou o primeiro round.

O segundo round voltou com uma proposta mais frenética, com o americano buscando a luta e sendo contra-golpeado. Com o decorrer do round, Renato Moicano em uma boa combinação de chute baixo e um direto, pontuou bem. Os chutes baixos de Moicano já a essa altura já incomodavam Calvin Kattar, que trocava a base a cada investida. A distância do brasileiro estava perfeita, já seu adversário, estava perdido, somando mais um round para Moicano. Dessa vez o round foi mais claro para o brasileiro.

Para o terceiro e último round, a luta voltou ainda mais intensa, muito por parte do americano, que conseguiu desequilibrar o brasileiro. Renato Moicano bateu e voltou no chão e tratou de ditar o ritmo da luta mais uma vez. Com seus chutes baixos combinados com os socos, Moicano encontrava com facilidade o frontal do americano, provocando sangramento nasal. Isso foi dando mais moral para o brasileiro que investiu ainda mais no boxe, desferindo sequências de socos, mas sem se afobar. O combate seguiu até o fim na mesma pegada, vencendo o brasileiro mais um round.

Com o soar da buzina sinalizando o final da luta, o resultado foi decretado na soma das papeletas dos árbitros laterais, que decretaram a vitória por decisão unânime de Renato Moicano.

Etiquetas: , , , , , , ,


Paulo Filho

Estudante de Direito. 20 anos. Mossoró-RN. Apaixonado pelo MMA e dedicado ao jornalismo esportivo desde 2012. "Um espírito nobre, engrandece o menor dos homens" (Jebediah Obadiah Springfield)

Deixe uma resposta

Develope By Vedrak Devs