Brasileiro recebe suspensão de dois anos da USADA após exame antidoping

1

O lutador brasileiro do UFC Raphael Pessoa “Bebezão” recebeu uma suspensão de dois anos pela USADA (Agência antidoping dos Estados Unidos). Foram quatro testes positivos e duas evasão de testes antidoping que levaram ao lutador a segunda punição da Agência.

Ainda segundo conforme relatado pela USADA, Raphael testou positivo para “hidroclorotiazida (HCTZ) e seus metabólitos clorotiazida e 4-amino-6-cloro-1,3-benzenodisulfonamida (ACB)”. HCTZ é uma substância presente na classe de diuréticos e funciona como agentes mascarantes e é proibida em todos os momentos de acordo com a Política de Antidoping do UFC.

Esses testes positivos foram coletados pelo exame de urina neste ano de 2021 nos dias 9 de fevereiro, 15 de fevereiro, 16 de fevereiro e 4 de março. A USADA também comunciou que Raphael Bebezão evitou dois testes, no dia 25 e 28 de janeiro, mas tratou a infração em junção com os testes positivos.

Leia também: Randa Markos acusa brasileira de encenação após golpe ilegal

A mesma substância encontrada nesses testes foi a responsável por Raphael Bebezão ficar suspenso até o dia 4 de março deste ano após uma punição de um ano em 2020. O novo gancho agora do brasileiro vai mais longe, até o dia 9 de fevereiro de 2023, data essa retroativa ao primeiro teste positivo.

Raphael Pessoa fez apenas duas lutas no UFC e saiu com uma vitória, sobre Jeff Hugues na decisão unânime. Nos outros dois confrontos foi finalizado por Cyril Gané e nocauteado por Tanner Boser em sua última luta no octógono em julho de 2020. Na carreira, o brasileiro possui 10 vitórias e duas derrotas.

  1. […] Leia também: Raphael Bebezão é suspenso por dois anos pela USADA após doping […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.