Ufc vegas: mackenzie dern vence com facilidade; luta principal decepciona

UFC Vegas 23: Mackenzie Dern vence com facilidade; Luta principal decepciona

O UFC deste sábado (10) contou com 13 lutas em Las Vegas, mas teve apenas uma representante do Brasil. A lutadora americana natruralizada brasileira Mackenzie Dern emplacou mais uma vitória na carreira ao derrotar a americana Nina Nunes. Já no card principal, o italiano Marvin Vettori derrotou o americano Kevin Holland.

Na segunda luta do card principal, Mackenzie Dern não teve dificuldades para derrotar a esposa de Amanda Nunes. Multicampeã no jiu-jitsu, ela mais uma vez comprovou sua qualidade no jogo de solo e ainda no primeiro round finalizou a luta com uma chave de braço. Foi a quarta vitória consecutiva de Mackenzie.

No duelo mais aguardado da noite, Marvin Vettori e Kevin Holland se enfrentaram pela categoria dos médios. O combate foi bem abaixo da expectativa e teve poucos momentos contundentes. O italiano Vettori segurou o ímpeto do americano e amarrou o confronto em boa parte do tempo e saiu vitorioso na decisão unânime.

Confira o momento da vitória de Mackenzie Dern:

RESULTADOS DO UFC VEGAS 23:

CARD PRINCIPAL:
Marvin Vettori venceu Kevin Holland por decisão unânime (triplo 50-44)
Arnold Allen venceu Sodiq Yusuff por decisão unânime (triplo 29-28)
Julian Marquez venceu Sam Alvey por finalização aos 2m07s do R2
Mackenzie Dern venceu Nina Nunes por finalização aos 4m48s do R1
Daniel Rodriguez venceu Mike Perry por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-26)


CARD PRELIMINAR:
Joe Solecki venceu Jim Miller por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
Mateusz Gamrot venceu Scott Holtzman por nocaute a 1m22s do R2
John Makdessi venceu Ignacio Bahamondes por decisão dividida (29-28, 28-29 e 30-27)
Jarjis Danho venceu Yorgan de Castro por nocaute aos 3m02s do R1
Jack Shore venceu Hunter Azure por decisão dividida (30-27, 28-29 e 30-27)
Luis Saldaña venceu Jordan Griffin por decisão unânime (triplo 29-28)
Da Un Jung venceu William Knight por decisão unânime (30-26, 30-26 e 30-27)
Impa Kasanganay venceu Sasha Palatnikov por finalização aos 26s do R2

Ufc 260 – resultados: stipe miocic x francis ngannou

UFC 260 – Resultados: Stipe Miocic x Francis Ngannou

Uma aguardada revanche aconteceu neste sábado no UFC 260, em Las Vegas (EUA). Pela divisão dos pesados, Stipe Miocic colocou o cinturão do peso-pesado em jogo contra Francis Ngannou. No primeiro combate em 2018, Miocic levou a melhor e manteve o título da categoria até 120kg.

Na co-luta principal pela divisão dos meio-médios, o brasileiro Vicente Luque buscava o terceiro triunfo seguido contra o ex-campeão da categoria Tyron Woodley, que vive péssima fase na carreira e não vence há três lutas.

Outro brasileiro em ação no UFC 260 foi Thominhas Almeida. O paulista está pressionado na organização, venceu apenas uma das últimas cinco lutas no Ultimate e tentava ganhar fôlego no evento. Do outro lado estava o americano Sean O’Malley. Considerado por muitos como uma grande promessa do MMA, “Sugar” vinha invicto na carreira, porém acabou surpreendido na última luta e foi derrotado em luta contra Marlon Vera

Resultados do UFC 260 em tempo real:

CARD PRINCIPAL:
Peso-pesado: Francis Ngannou venceu Stipe Miocic por nocaute aos 52s do 2º round
Peso-meio-médio: Vicente Luque venceu Tyron Woodley por finalização aos 3m56s do 1º round
Peso-galo: Sean O’Malley venceu Thomas Almeida por nocaute aos 3m52s do 3º round
Peso-mosca: Miranda Maverick venceu Gillian Robertson por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)
Peso-leve: Jamie Mullarkey venceu Khama Worthy por nocaute aos 46s do 1º round


CARD PRELIMINAR:
Peso-meio-pesado: Alonzo Menifield venceu Fabio Cherant por finalização aos 1m11s do 1º round
Peso-meio-médio: Abubakar Nurmagomedov venceu Jared Gordon por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-meio-pesado: Michal Oleksiejczuk venceu Modestas Bukauska por decisão unânime (29-28, 28-29, 29-28)
Peso-pena: Omar Morales venceu Shane Young por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-médio: Marc-André Barriault venceu Abu Azaitar por nocaute técnico aos 4m56s do 3º round

Leia também: Sarah Frota abre o jogo e conta sobre desligamento do UFC, doping e futuro no MMA

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Dana confirma ufc 261 com retorno máximo de público; evento terá três disputas de cinturão

Dana confirma UFC 261 com retorno máximo de público; Evento terá três disputas de cinturão

O UFC retomará aos eventos com capacidade máxima de público, segundo informou o presidente Dana White em anúncio em seu Twitter nesta segunda-feira (15). Apesar da realização de um evento com um público de cerca de duas mil pessoas em janeiro desse ano em abu Dhabi no UFC 257, essa será a primeira edição com casa cheia desde o início da pandemia do novo coronavírus.

No vídeo publicado, Dana revelou que o palco será a VyStar Veteran’s Memorial Arena, em Jacksonville, Flórida (EUA). E a carga de ingressos vai ser para 15 mil pessoas no dia 24 de abril.

Dana White sempre apontava um retorno imediato dos eventos com público assim que possível e recentemente anunciou que o Ultimate trabalhava para realizar um evento no Texas, mas governadores locais foram contrário a decisão, mesmo com um aval positivo da comissão atlética daquela região.

O UFC 261 contará com três disputas de cinturão, pelo título dos meio-médios entre Kamaru Usman e Jorge Masvidal, outro na categoria peso-mosca feminino com Valentina Shevchenko e Jéssica Andrade e também pelo peso-palha feminino com Zhang Weili e Rose Namajunas.

CARD ATÉ O MOMENTO DO UFC 261:

Peso-meio-médio: Kamaru Usman x Jorge Masvidal
Peso-palha: Weili Zhang x Rose Namajunas
Peso-mosca: Valentina Shevchenko x Jéssica Bate-Estaca
Peso-médio: Uriah Hall x Chris Weidman
Peso-meio-pesado: Anthony Smith x Jimmy Crute
Peso-galo: Danaa Batgerel x Kevin Natividad
Peso-médio: Brendan Allen x Karl Roberson
Peso-mosca: Jeff Molina x Aoriqileng
Peso-galo: Johnny Muñoz x Mark Striegl
Peso-palha: Ariane Sorriso x Na Liang

Leia também: Após ser derrotada por Amanda Nunes, Megan Anderson anuncia saída do UFC

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Ufc 259 – salários: amanda nunes fatura menos que blachowicz e adesanya

UFC 259 – Salários: Amanda Nunes fatura menos que Blachowicz e Adesanya

Aconteceu no último sábado (06) o UFC 259, diretamente de Las Vegas. O evento teve três disputas de cinturão, pela divisão dos meio-pesados entre Jan Blachowicz x Israel Adesanya, na categoria peso-pena com Amanda Nunes x Megan Anderson e na categoria dos galos entre Petr Yan x Aljamain Sterling.

Como já é de costume, após o evento é divulgado o salário dos atletas que estiveram no card. Segundo publicou o site “The Sports Daily”, a brasileira Amanda Nunes, atual detentora de dois cinturões, dos galos e pena feminino, ficou com um faturamento abaixo de Jan Blachowicz e Israel Adesanya.

Ainda segundo o site, a Comissão Atlética de Nevada não libera informações de salários de forma oficial, e com isso a apuração é uma estimativa com base nas bolsas divulgadas oficialmente em lutas anteriores.

CONFIRA OS SALÁRIOS DO UFC 259 – Valor em dólares:

Cinturão peso meio-pesado: Jan Blachowicz ($ 540.000) x Israel Adesanya ($ 640.000)

Cinturão peso-pena: Amanda Nunes ($490.000) x Megan Anderson ($ 155.000)

Cinturão peso-galo: Petr Yan ($ 150.000) x Aljamain Sterling ($ 230.000)

Peso-leve: Islam Makhachev ($105.000) x Drew Dober ($50.000)

Peso meio-pesado: Thiago “Marreta” Santos ($ 100.000) x Aleksandar Rakic ($ 115.000)

Peso-galo: Dominick Cruz ($ 195.000 ) x Casey Kenney ($55.000)

Peso-galo: Song Yadong ($ 43,500) x Kyler Phillips ($ 56.000)

Peso-mosca: Joseph Benavidez ($ 110.000) x Askar Askarov ($ 40.000)

Peso-palha: Livinha Souza ($ 24.000) x Amanda Lemos ($ 44.000)

Peso-mosca: Timothy Elliott ($) x Jordan Espinosa ($ 25.000)

Peso meio-pesado: Kennedy Nzechukwu ($ 77.500) x Carlos Ulberg ($ 63.500)

Peso meio-médio: Sean Brady ($ 44.000) x Jake Matthews ($ 64.000)

Peso-mosca: Rogério Bontorim ($ 24.000) x Kai Kara-France ($ 135.000)

Peso-leve: Uros Medic ($ 73.500) x Aalon Cruz ($ 13.500)

Peso-galo: Mario Bautista ($ 24.000) x Trevin Jones ($ 27.500)

Leia também: Após ser derrotada por Amanda Nunes, Megan Anderson anuncia saída do UFC

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Ufc 259 – resultados: adesanya x blachowicz/ nunes x anderson

UFC 259 – Resultados: Adesanya x Blachowicz/ Nunes x Anderson

O UFC abriu o calendário de eventos de março neste sábado (06), com o UFC 259, diretamente de Las Vegas (EUA). O Evento teve três disputas de cinturão.

O duelo mais aguardado da noite foi pela divisão dos meio-pesados. Israel Adesanya, atual campeão dos médios, subiu para a categoria acima para desafiar o polonês Jan Blachowicz atual campeão da divisão dos meio-pesados.

A co-luta principal foi um confronto feminino. A brasileira Amanda Nunes defendeu o título do peso-pena pela terceira vez, contra a australiana Megan Anderson.

E na primeira disputa de cinturão da noite, o invicto Petr Yan defendeu o cinturão dos galos contra Aljamain Sterling. O card contou com mais brasileiros em ação. Thiago Marreta, Rogério Bontorin e Amanda Lemos e Livinha Souza que se enfrentaram no card principal do UFC 259.

RESULTADOS DO UFC 259 EM TEMPO REAL:

CARD PRINCIPAL:
Peso-meio-pesado: Jan Blachowicz venceu Israel Adesanya por decisão unânime (49-46, 49-45, 49-45)
Peso-pena: Amanda Nunes venceu Megan Anderson por finalização aos 2m03s do 1º round
Peso-galo: Aljamain Sterling venceu Petr Yan por desqualificação (golpe ilegal) aos 4m29s do 4º round
Peso-leve: Islam Makhachev venceu Drew Dober por finalização aos 1m37s do 3º round
Peso-meio-pesado: Aleksandar Rakic venceu Thiago Marreta por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)


CARD PRELIMINAR:
Peso-galo: Dominick Cruz venceu Casey Kenney por decisão dividida (29-28, 28-29, 30-27)
Peso-galo: Kyler Phillips venceu Song Yadong por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Peso-mosca: Askar Askarov venceu Joseph Benavidez por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26)
Peso-mosca: Kai Kara-France venceu Rogério Bontorin por nocaute técnico aos 4m55s do 1º round
Peso-mosca: Tim Elliott venceu Jordan Espinosa por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-meio-pesado: Carlos Ulberg venceu por nocaute técnico aos 3m19s do 2º round
Peso-meio-médio: Sean Brady venceu Jake Matthews por finalização aos 3m28s do 3º round
Peso-palha: Amanda Lemos venceu Livinha Souza por nocaute técnico aos 3m39s do 1º round
Peso-leve: Uros Medic venceu Aalon Cruz por nocaute técnico aos 1m40s do 1º round
Peso-galo: Trevin Jones venceu Mario Bautista por nocaute técnico aos 0m40s do 2º round

Leia também: UFC – Khamzat Chimaev anuncia aposentadoria; Dana White nega

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Pedro munhoz e thiago moisés garantem vitória para o brasil no ufc vegas 20

Pedro Munhoz e Thiago Moisés garantem vitória para o Brasil no UFC Vegas 20

E aconteceu neste sábado em Las Vegas mais uma edição do UFC. O evento teve nove lutas e contou com a participação de três brasileiros. Pedro Munhoz, Thiago Moisés e Mayra Sheetara. O duelo principal aconteceu pela divisão dos pesados entre Ciryl Gané e Jairzinho Rozenstruik.

Primeiro brasileiro na noite a adentrar o octógono, Thiago Moisés venceu Alexander Hernandez na última luta do card preliminar. Com uma atuação sólida, Moisés freou o ímpeto do americano e emplacou as melhores sequências de golpes e garantiu o triunfo na decisão unânime

E já no card principal, o paulista Pedro Munhoz duelou contra Jimmie Rivera. O brasileiro aproveitou brechas e conectou vários chutes nas pernas de Rivera que sentiu os golpes e teve seus ataques rechaçados. Pedro Munhoz venceu por decisão unânime.

Mayra Sheetara também poderia ter saído com a vitória, mas uma punição durante a luta acabou custando a vitória. Na luta, a brasileira foi superior e encaminhava uma vitória na decisão contra Montana de La Rosa, entretanto, após a mesma segurar-se na grade para evitar uma tentativa de queda da adversária acabou perdendo um ponto. O combate acabou declarado em empate majoritário.

PESOS-PESADOS EM COLISÃO NA LUTA PRINCIPAL:

Se todo mundo esperava um confronto acabando pela via rápida entre Ciryl Gané e Jairzinho Rozenstruik, acabou-se enganando. O embate entre o francês e o surinamês acabou indo para decisão dos juízes laterais.

Apesar de ambos terem poder de nocaute, a versatilidade de Gané falou mais alto e o atleta da França impôs seu jogo e soube aproveitar as brechas que Rozenstruik dava e conseguia chegar com mais perigo nos ataques.

Apesar de uma luta um tanto quanto burocrática, Ciryl Gané saiu vitorioso por decisão unânime. Essa foi a oitava vitória do peso-pesado na carreira que manteve a invencibilidade. No UFC, foi a quinta vitória do francês.

CONFIRA OS RESULTADOS DO UFC VEGAS 20:

CARD PRINCIPAL
Ciryl Gané venceu Jairzinho Rozenstruik por decisão unânime (50-45, 50-25, 50-45)
Magomed Ankalaev venceu Nikita Krylov por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Montana de la Rosa e Mayra Sheetara empataram por decisão majoritária (28-27 Sheetara, 28-28 e 28-28)
Pedro Munhoz venceu Jimmie Rivera por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Alex Caceres venceu Kevin Croom por decisão unânime (30-26, 30-26 e 30-27)


CARD PRELIMINAR
Thiago Moisés venceu Alexander Hernandez por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Alexis Davis venceu Sabina Mazo por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-26)
Ronnie Lawrence venceu Vince Cachero por nocaute técnico aos 2m38s do R3
Dustin Jacoby venceu Maxim Grishin por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)

Leia também: Revanche entre Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno é marcado para o UFC 262

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Paulo Ramirez

Foto: Getty Images

Pelo cinturão, jéssica andrade enfrenta valentina shevchenko no ufc 261

Pelo cinturão, Jéssica Andrade enfrenta Valentina Shevchenko no UFC 261

Mais um cinturão pode vir para o Brasil no UFC. O presidente Dana White confirmou para ESPN um duelo entre a brasileira Jéssica Andrade contra a campeã peso-mosca Valentina Shevchenko, no dia 24 de abril no UFC 261. O local do evento ainda não está confirmado.

Depois de perder o cinturão peso-palha para a chinesa Weili Zhang, Jéssica Andrade sofreu outra derrota em sequência, desta vez contra Rose Namajunas em revanche em julho de 2020 na decisão dividida. No primeiro confronto, a brasileira venceu Namajunas e faturou o cinturão.

Jéssica garantiu uma nova disputa pelo título depois de sair vencedora por nocaute no primeiro round em combate contra a americana Katlyn Chookagian em outubro de 2020.

Do outro lado estará Valentina Shevchenko. A quirguistanesa possui 20 vitórias e apenas três derrotas em seu cartel profissional. A atual campeã mantém uma sequência de seis vitórias consecutivas, sendo a mais recente sobre a brasileira Jennifer Maia por decisão unânime.

Leia também: UFC: Dana sobre recusa de Charles Oliveira: “nada de errado”

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Foto: Getty Images

Poliana botelho posa para ensaio e comenta desafios da vida fora do octógono

Poliana Botelho posa para ensaio e comenta desafios da vida fora do octógono

Atletas esportivos vem cada vez mais aproveitando para aprimorar sua imagem e negócios fora do esporte. Aproveitando do espaço que ganham da mídia e com os fãs, atletas buscam trabalhar o marketing pessoal e enxergam uma possibilidade extra para alavancar sua carreira.

Em conversa exclusiva com a lutadora do UFC, Poliana Botelho, a mineira falou sobre desafios fora do octógono e relatou a importância de o atleta cativar o público fora do octógono e buscar parcerias através das mídias sociais.

“Tenho na minha cabeça aquela coisa: ‘Quem não é visto não é lembrado’. Demora de uma luta para outra e é importante a gente estar trabalhando de outras maneiras. Nossa rede social é muito importante e temos que trabalhar isso para conseguirmos patrocínio e gerar parcerias”.

“Eu sou mineira e moro no Rio de Janeiro e tenho um custo de vida alto, tenho que pagar treinamento e são vários gastos e a rede social ajuda muito o atleta. Atrás do lutador existe uma pessoa e a gente pode conseguir patrocínios e parcerias para manter nossa vida”, disse Poliana.

Antes de se preparar para a próxima luta, Poliana Botelho posou para um ensaio fotográfico. Desejo antigo da atleta da Nova União, Botelho revelou que finalmente teve tempo de posar diante das câmeras.

“Foi bem bacana, não dava tempo de fazer. Fui agora para Minas, antes de fazer o camp eu sempre vou para casa ficar com a família e então a gente resolveu fazer. Eu queria uma coisa sexy, mas como eu sou do esporte não queria que fosse vulgar e foi isso que trabalhamos no ensaio, ficou muito lindo e bacana e estou muito feliz por esse trabalho”, explicou.

Poliana Botelho teve sua próxima luta agendada na última semana, e será contra a sul-coreana Ji Yeon Kim no dia 1 de maio em local ainda não confirmado. O duelo será de recuperação para ambas atletas, já que as duas vem de derrotas.

“Ela é um pouco mais alta que eu, a envergadura é bem maior que a minha. Vi algumas lutas dela e ela prefere ficar no boxe, dá alguns chutes, mas não é o forte dela. Mas ainda tenho que sentar com meus professores para fazer um planejamento, se vamos trocar com ela ou fazer um grappling. A gente vai sentar para estudar melhor essa luta”, afirmou Poliana.

Fotos: Anchell Wedding

Leia também: UFC: Dana sobre recusa de Charles Oliveira: “nada de errado”

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK