Apesar da noite ter sido histórica para o MMA no Oriente Médio, o Brave 9: The Kingdom of Champions não teve bons resultados para os brasileiros envolvidos. Apenas um dos quatro lutadores em ação venceu sua luta: o peso galo Felipe Efrain dominou Nawras Abzakh e nocauteou o adversário com uma linda joelhada voadora. Gesias Cavalcante, Erick Índio Brabo e Michael Deiga-Scheck foram nocauteados por Alan Omer, Abdul-Kareem Al-Selwady e Frans Mlambo, respectivamente.

Nas duas lutas principais do evento, a organização coroou dois novos campeões. Pelo peso galo, o filipino Stephen Loman mostrou excelentes e rápidas mãos e nocauteou o favorito Gurdarshan Mangat. Na luta principal, Ottman Azaitar nocauteou o mexicano Alejandro “Pato” Martínez com um chute frontal no estômago após castigá-lo durante três rounds.

Efrain encanta com joelhada voadora

Em um evento recheado de nocautes – foram 10 em 15 lutas -, o brasileiro Felipe Efrain conquistou uma das vitórias mais brilhantes da noite. Produto da Chute Boxe Diego Lima, o peso galo mostrou todo seu muay thai contra o grappler Abzakh, que não conseguiu colocar o adversário para baixo e tomou muitos golpes duros, principalmente ganchos de esquerda.

Porém, foi a joelhada que apagou Nawras. Após ensaiar com joelhos voadores em algumas oportunidades durante o primeiro round, Efrain aproveitou que o assalto estava nos segundos finais para tentar mais uma vez. Desta vez, a joelhada conectou e deixou Abzakh apagado.

Novos campeões

Na luta co-principal da noite, os pesos galos Gurdarshan Mangat e Stephen Loman buscavam fazer história no peso galo. Melhor para o filipino Loman, que mostrou impressionante rapidez com as mãos, conseguiu resistir aos chutes potentes de “St. Lion” e liquidou a fatura ainda no round inicial, com dois knockdowns que obrigaram o árbitro a interromper o duelo.

No peso leve, Ottman Azaitar mostrou todo seu arsenal ofensivo em pé e melhorias no wrestling e jiu-jitsu defensivos para se tornar o primeiro campeão da categoria no Brave. O marroquino foi testado no chão por Alejandro “Pato” Martínez, mas sobreviveu às tentativas de finalização do ex-TUF América Latina e fechou o show no terceiro round com um lindo chute frontal no estômago de Martínez, que chegou a bater em desistência antes da luta ser interrompida.

Confira os resultados do Brave 9: The Kingdom of Champions

CARD PRINCIPAL

Luta de título peso leve: Ottman Azaitar venceu Alejandro Martínez por nocaute técnico no terceiro round

Luta de título peso galo: Stephen Loman venceu Gurdarshan Mangat por nocaute técnico no primeiro round

Peso meio-médio: Jarrah Al Selawe venceu Carl Booth por decisão unânime

Peso leve: Alan Omer venceu Gesias Cavalcante por nocaute técnico no terceiro round 3

Peso leve: Abdul-Kareem Al-Selwady venceu Erick “Índio Brabo” por nocaute técnico no segundo round

Peso meio-médio: Mohammad Fakhreddine e Tahar Hadbi terminou sem resultado (golpe baixo acidental)

Peso galo: Hamza Kooheji venceu Mohammad Farhad por decisão unânime

CARD PRELIMINAR

Peso galo: Felipe Efrain venceu Nawras Abzakh por nocaute técnico no primeiro round

Peso leve: Ahmed Amir venceu Erik Carlsson por decisão dividida

Peso galo: Frans Mlambo venceu Michael Deiga-Scheck por nocaute técnico no primeiro round

Peso médio: Ikram Aliskerov venceu Jeremy Smith por nocaute técnico no primeiro round

Peso casado: Hardeep Rai venceu Sam Patterson por nocaute técnico no primeiro round

Peso leve: Charlie Leary venceu Daniele Scatizzi por nocaute técnico do terceiro round

Peso galo: Jalal Al Daaja venceu Jeremy Pacatiw por nocaute técnico primeiro round

Peso palha: Haider Farman venceu Atif Mohammed por decisão unânime

Foto: Arquivo Pessoal.

A organização do Bahrein, Brave Combat Federation, anunciou nesta terça-feira, a contratação do veterano ex-UFC Wendell Negão’ Oliveira e também de Wagner ‘Wagnão’ Silva para seu vasto plantel de lutadores tupiniquins

Na última semana, com exclusividade, a TV Fight e a Tudo Sobre MMA, conversaram com o também recém contratado ex-Bellator Rodrigo Cavalheiro, que havia revelado que iria encarar um brasileiro ex-UFC, e está aí, com exclusividade, informamos que o atleta curitibano, irá encarar Wendell ‘Negão’ no card principal do Brave Combat Federation 8: Rise Of Champions, que será realizado no dia 12 de agosto em Curitiba, capital paranaense, informação esta, nos revelada por fontes próximas a Wendell.

Retornando ao peso médio, o mineiro também ex-UFC Wagner ‘Wagnão’, ainda não teve o nome de seu adversário revelado a nossa equipe. Em sua curta passagem pela maior organização de MMA do planeta, apenas duas lutas, ele sofreu dois reveses, para Ricardo Abreu e para o norte americano Colby Covington, esta última, no UFC Fight Night 65 realizado em novembro de 2014 e desde então, somou três triunfos seguidos, diante de José Braga, Alan Soares e Leandro Roberto, este último, no Team WR – WR Fight 2 em junho de 2016.

Eldav Eldarov celebra vitória (Foto: Facebook/ Brave Oficial)

A organização Brave Combat Federation (Brave CF), fundada pelo xeique árabe Khalid bin Hamad Al Khalifa e presidida por Mohammed Shahid, realizou neste sábado seu sexto evento, que ocorreu na Haalyk Arena, em Almaty, no Cazaquistão.

Na luta principal, o russo Eldav Eldarov (9-1) derrotou o brasileiro Henrique “Rasputin” Gomes (13-6) por nocaute técnico em duelo válido pela divisão dos leves (até 70kg). Eldarov não deu chances ao oponente, impôs uma forte pressão no clinch e logo conseguiu a queda, no chão e controlando por cima ele desferiu cotoveladas potentes que liquidaram o combate.

O russo agora soma nove vitórias na carreira e possui apenas uma derrota, sendo esta para o peso-leve do UFC Khabib Nurmagomedov em 2009. Por outro lado, o brasileiro teve sua sequencia de três vitórias seguidas quebrada e agora busca recuperação.

Os brasileiro Julio Cesar Neves e Leonardo Mafra lutariam no evento, no entanto, tiveram suas canceladas, o primeiro devido uma doença e o segundo porquê não aceitou encarar o adversário em peso-casado, após o mesmo não bater o limite da categoria.

Confira abaixo os resultados completos do Brave CF 6:

Eldar Eldarov venceu Henrique “Rasputin” Gomes por nocaute técnico (cotoveladas no chão) aos 3:45 do primeiro round
Habiti Tuerxunbieke venceu Orkhan Mamedov por nocaute (uppercut) aos 3:10 do primeiro round
Mohammad Fakhreddine venceu Łukasz Witos por nocaute técnico (ground and pound) aos 2:58 do primeiro round
Teimur Zhaparov venceu Amirchn Saidjalolov por finalização (armbar) aos 3:39 do segundo round
Anatoliy Kondratyev venceu Zhuman Zhumabekov por decisâo unânime dos juízes (29-28 x3)
Erik Carlsson venceu Gadzhimusa Gadziev por nocaute (joelhada no corpo) aos 1:02 do primeiro round
Mariya Agapova venceu Yulia Litvinceva por nocaute técnico (ground and pound) aos 0:57 do primeiro round
Ikram Aliskerov venceu Rufad Asadov por finalização (guilhotina) aos 2:21 do primeiro round
Igor Zhirkov venceu Kuanysh Shrynbekov por finalização (katagatame) aos 1:03 do primeiro round

Brave CF 9

O ex-UFC Lucas ‘Mineiro’ iria encarar o campeão peso-pena do Brave Combat Federation Elias Boudegzdame nesta sexta-feira (17), mas por conta de problemas em seu corte de peso, o atleta da Chute Boxe Diego Lima/SP, teve de ser retirado imediatamente do card.

Segundo o próprio Lucas, que publicou em sua conta oficial no instagram que estava deixando a luta pelo título, ele passou mal faltando apenas 2kg para bater a meta, porém, o trocador ex-UFC não conseguiu.

Pesagem cerimonial:

Confira abaixo o que disse Lucas Mineiro:

Comunicado: para todo o pessoal que estava esperando a minha luta de amanhã aviso que a todos que não vai acontecer. Infelizmente passei mal poucos horas antes da pesagem faltando apenas 2 kilos para bater o peso. tenho mais de 30 lutas e sempre fiz meu compromisso com a balança, já lutei até de peso galo 61 kilos, mas desta vez fui ao meu limite no corpo, não sou de fazer MIMIMI mas desta vez o meu corpo já não estava respondendo, falta de ar, dores no corpo, tonturas foi alguns dos motivos que me faz com que minha equipe e eu decidimos parar o corte de peso, pois ja não enxergava mais nada em minha frente. Peço desculpas a todos por não lutar eu estou em meu melhor momento como atleta e com a certeza que o cinturão seria nosso. Tbm peço desculpas ao meu adversário @eliassmilemma pois ele fez seu compromisso com a balança e estava esperando por essa luta assim como eu.

Desculpas a todos do evento @bravemmaf presidente @thehawkshahid e ao dono do evento o sheik @khaled_hamad_alkhalifa. A luta não acontecerá mas vamos remarcar e tenha certeza que estarei lá como sempre fiz em meus compromissos! Obrigado meu time que estava aqui em meu lado tempo todo, @caiofrpt @alewin71@diegolimacb @allanpuroosso! Agradeço a toda minha família, meus alunos eu amo vocês e quero ter saúde para continuar fazendo o que amo por vocês e por isso não continuei. a todos meus patrocinadores o meu muito obrigado pelo suporte de sempre! Apenas adiamos um pouco nosso sonho, mas vai ser por pouco tempo logo mais estarei de volta lutando pelo título!

Com o cancelamento da disputa pelo título dos penas, outras duas disputas de cinturões vão acontecer no Brave CF 9.

Veja também:

No main event, o marroquino Ottman Azaitar encara o mexicano Alejandro Martinez pelo cinturão inaugural dos leves, enquanto na co-luta principal, pelo título da divisão peso-galo, que também será disputado pela primeira vez na história do evento, Gurdarshan Mangat vai encarar Stephen Loman para ver quem será o primeiro campeão da categoria.

Confira abaixo o card completo do Brave CF 9: Azaitar vs. Martinez 

  • Ottman Azaitar vs. Alejandro Martinez – Pelo cinturão da categoria peso leve do Brave CF;
  • Stephen Loman vs. Gurdarshan Mangat – Pelo cinturão inaugural da cateroria peso-galo do Brave CF;
  • Carl Booth vs. Jarrah Hussein Al-Silawi;
  • Abdul-Kareem Al-Selwady vs. Erick ‘índio Bravo’;
  • Tahar Hadbi vs. Mohammad Fakhreddine;
  • Felipe Efrain vs. Arnold Quero;
  • Gesias Cavalcante vs. Alan Omer;
  • Mohammed Farhad Rafiq vs. Hamza Kooheji;
  • Erik Carlsson vs. Ahmed Amir;
  • Michael Deiga-Scheck vs. Frans Mlambo;
  • Ikram Aliskerov vs. Jeremy Smith;
  • Alex Trinidad vs. Hardeep Rai;
  • Charlie Leary vs. Daniele Scatizzi;
  • Jeremy Pacatiw vs. Jalal Al Daja;
  • Haider Farman vs. Atif Mohammad Khadim.
Imagem: Getty Images

Noite mais do que especial para os amantes de MMA da “capital paranaense”. Neste sábado (18), a organização do Bahrein Brave Combat Federation desembarcou pela primeira vez em terras brasileiras para realizar sua terceira edição em sua história e o palco escolhido foi o Ginásio Max Rosenmann em São José dos Pinhais.

No combate principal, o ex-UFC Lucas “Mineiro” enfrentou Fabian Galván. O duelo começou com ambos se estudando bastante. Lucas buscava encurralar o mexicano, enquanto Fabian tentava se movimentar para não ficar como alvo fixo do brasileiro. Apesar de bastante tenso, o primeiro round não houve muita contundência por parte de ambos, mas Lucas Mineiro levou a melhor e garantiu a vitória parcial.

O segundo round continuou morno. Lucas Mineiro voltou a dominar o centro do octógono mas sem muita ação. Já Fabia Galván, buscava usar os contragolpe. Faltando menos de dois minutos para o final do round, Lucas levou o combate para o chão e finalizou com um triangulo de mão invertido.

Confira os resultados:

Card Principal:

Lucas Mineiro venceu Fabian Galván por finalização no segundo round.
Carlston Harris venceu Thiago Vieira por nocaute técnico no segundo round.
Marcos “Pirata” venceu Jeremy Smith na decisão dividida. (29-28, 28-29, 29-28)
Luan “Miau” Santiago venceu Ivan Castillo por nocaute técnico no primeiro round.
Julio Cesar Neves venceu Fernando Colman na decisão unânime. (30-27, 30-27, 29-28)
Felipe Efrain venceu Walel Watson por nocaute no segundo round.

Card Preliminar:
Marcel Adur venceu Ivan Lopez por nocaute técnico no segundo no round.
Rogério Bontorin venceu Jon Olivar Jr por finalização no primeiro round.
Cristiano Souza venceu Cristian Quiñones por nocaute técnico no terceiro round
Max Lima venceu Bruno Roverso por nocaute técnico no primeiro round.
Werlleson junto a seu treinador Dedé Pederneiras (Foto: Dario Ferrari | Tudo Sobre MMA | TV Fight | Rádio De Prima Fight).

Mais uma luta já casada para o Brave Combat Federation 8, que acontecerá no dia 12 de agosto em Curitiba, capital paranaense e que está sendo divulgada com exclusividade para o mundo, na parceria entre a TV Fight e a Tudo Sobre MMA.

Após confirmarmos que o ex-Bellator Rodrigo Cavalheiro irá encarar o ex-UFC Wendell ‘Negão’ Oliveira, e que Rodrigo ‘Bad Boy’ iria estrear diante de Marcel Adur, estamos aqui para informar vocês, nossos leitores, que o prospecto peso-galo manauara da MPBJJ Nova União Werlleson ‘Galinho’, que treina junto com o ex-campeão do UFC José Aldo e o campeão do Bellator Dudu Dantas, assinou contrato com o evento do Bahrein e irá encarar o primo do lutador do Bellator Shyudi Yamauchi, no card espetacular que vem sendo montado para a segunda passagem da franquia pelo Brasil.

Momento em que ‘Zico Galinho’ assinava contrato com o Brave Combat Federation para encarar Shyudi Yamauchi.

A informação foi confirmada junto ao empresário da agência 5R Felippe Souza, que vem fazendo um trabalho sensacional junto aos atletas do país.

Werllesson vem de impressionantes nove triunfos consecutivos, o último deles sobre Rubenilton Garcia, quando o finalizou com um armlock no segundo round do combate realizado no Shooto Brasil 72 em maio deste ano.

Shyudi vem duas vitórias em sequência e na última delas, aplicou um triângulo para finalizar Vinícius Morinishi, na Copa Striker’s House 73, realizada no mês de abril também de 2017.

Foto: Reprodução/Facebook/Câmara dos Deputados

Um PL – Projeto de Lei – que estava adormecido na Câmara dos Deputados desde 2009, voltou a assombrar os fãs de um dos esportes que mais cresce no mundo esta semana. O Deputado José Mentor (PT-SP) tenta aprovar lei que visa proibir a transmissão de eventos de MMA em todo território nacional.

– As artes marciais têm filosofia, que é exatamente o oposto da Mixed Martial Arts… Quanto mais agressivo, quanto mais você ferir o outro, mais rápido se ganha a luta. Aqui (no MMA) é uma luta violentíssima aqui não é esporte e nem arte marcial – disparou José Mentor (PT-SP), em entrevista ao programa “Palavra Aberta” da TV e Rádio da Câmara dos Deputados. (entrevista pode ser acessada clicando AQUI)

Vale ressaltar que até mesmo em canais de televisão fechada, como o Canal Combate, que é a emissora oficial do UFC no Brasil e a Fox Sports que transmitem o Bellator, One FC e muitos outros eventos internacionais, bem como o canal Esporte Interativo que transmite a maioria dos eventos de cunho nacional entre outros.

Temendo aprovação do citado projeto, o Exmo Sr Deputado Federal Ronaldo Martins (PRB-CE) procurou a redação da Tudo Sobre MMA e da TV Fight em busca de apoio da mídia independente e consequentemente o envolvimento dos fãs desse esporte (que são milhões) para barrar a entrada em vigência dessa lei que discrimina o MMA, como citou o Deputado.

– Em princípio, o cerceamento de transmissão de competições de um esporte que hoje já está massificado no Brasil. Depois, que há uma clara discriminação conta o MMA, já que libera a transmissão de competições de judô, karatê, jiu-jítsu. E por aí vai… – Indagou o parlamentar.

Segundo a informação de Ronaldo Martins, a votação deve ocorrer amanhã as 10 horas. A matéria sera apreciada pela Comissão de Ciência e Tecnologia e é de cunho terminativo, ou seja, não requer votação em Plenário, se o parecer da Comissão foi favorável, o projeto começa a ter força de lei. O deputado ainda aponta o Partido dos Trabalhadores e outros Partidos de esquerda.

– Há uma movimentação principalmente do PT (Partido dos Trabalhadores) e dos outros partidos de esquerda (aliados). Saberemos amanhã (os nomes dos deputados que votarão a favor). – Disse o Deputado.

O Deputado Ronaldo Martins é voz ativa no que diz respeito as Artes Marciais, tanto na vida parlamentar como na vida pessoal. Prova disso é que no UFC Fortaleza, foi corner do lutador cearense Rony Jason.

A transmissão da votação não será televisionada, mas o interessado em saber da votação poderá assistir pela internet. O link que é disponibilizado para os internautas é divulgado momentos antes da Comissão dar início a votação. Para isso, deve-se acessar o site da Câmara, após isso click no item “atividades legislativas” no menu do site e selecione a opção ”Comissões”, chegando aqui, deve ir para a Comissão de Ciência e Tecnologia.

Imagem: Divulgação

Faltando poucos dias para o Brave Combat 3, o lutador Paulo Bananada que faria a luta principal contra Lucas Mineiro, sofreu uma lesão e teve que ser retirado.

A organização agiu rápido, e escalou Fabian Gálvan. O mexicano possui oito vitórias e apenas uma derrota na carreira. Seu último duelo foi no Combate Extremo, onde derrotou Ricardo Arreola por nocaute técnico.

Lucas Mineiro vêm embalado com três vitórias consecutivas. O ex-UFC venceu Robert Whiteford, Sergio Leal e no combate mais recente finalizou Gilson Lomanto.

CARD PRINCIPAL
Lucas Mineiro x Fabian Galvan
Thiago Monstro x Carlston Harris
Jeremy Smith x Marcos Pirata
Luan Santiago x Ivan Castillo
Julio Cesar Morceguinho x Fernando Colman
Felipe Efrain x Walel Watson
CARD PRELIMINAR
Ivan Lopez x Marcel Adur
Jon Olivar Jr x Rogério Bontorin
Pawan Maan Singh x James Pou
Cristiano Pequeno x Cristian Quiñonez
Max Lima x Bruno Roverso
Willian Lima x adversário a definir

As principais notícias do esporte que mais cresce no mundo, em um só lugar. 

Contate-nos:  

[email protected]

© Copyright 2015-2018 Tudo Sobre MMA| desenvolvido por: Vedrak Devs