[VÍDEO] Ontem no Aspera FC, aconteceu o maior erro da história do MMA nacional

0

O juiz demorou quase 20 segundos para encerrar a luta.


Foto: Reprodução do vídeo/ Esporte Interativo
Ontem (14) houve a edição de número 43 (quarenta e três) de um dos maiores eventos da America Latina. O que não foi proporcional ao tamanho do evento, foi uma grande falha do juiz central Gastão Junior, no combate de Saimon Oliveira contra Henrique Soares.
As revoltantes imagens rodaram rapidamente nos meios de comunicações e despertou indignação por onde passou. O pedido da reciclagem do arbitro é unânime entre os internautas.
Segundo informações recebidas, o atleta que sofreu a guilhotina (Henrique Santos) felizmente, não teve nenhum problema e passa bem.
No vídeo, nota-se um ótimo posicionamento do árbitro, porém o mesmo demorou quase 20 (vinte) segundos para constatar que o atleta havia estrado em estado de inconsciência.

Confira o vídeo:


  O juiz central da luta, em entrevista ao Esporte Interativo, que aconteceu após o evento, dentro do octógono a qual aconteceu o erro grosseiro, tentou justificar a sua conduta na batalha, argumentando o motivo de não ter encerrado a luta antes, uma vez que Henrique Santos estava claramente inconsciente há vários segundos.
– Quando a gente vê a finalização, a gente testa para ver se o atleta ainda está respondendo. Geralmente quando ele (o atleta) apaga, perde totalmente a força do braço/ membro, e isso não tinha acontecido, então eu deixei rolar até que isso se confirmasse. Pareceu muito longo, mas eu testei bem e realmente ele estava fazendo bastante força AINDA – Declarou o juiz Gastão Junior.

Confira a entrevista com o Juiz:




Deixe uma resposta