Ex-Bellator e treinador de Aldo espanca noiva e é desligado da Nova União

2

O ex-lutador do Bellator e agora ex-treinador da Nova União, Marlon Sandro está sendo acusado de agressão por sua noiva. Em postagens que circulam no Instagram, outras mulheres compartilham o seguinte texto em apoio.

– Você que está lendo este post pode achar chocante estar lendo esse post. Pode estar se perguntando como alguém tem a coragem de se expor dessa forma. Se você pensou desse jeito, reflita. a pergunta correta é ” Como alguém pode ter A CORAGEM DE FAZER ISSO COM UM SER HUMANO”. Até quando monstros como @marlon_gladiator sairão impunes de casos de violência como estes em plena praça São Salvador no Rio de Janeiro.

Qual o direito que esse monstro acha que tem de espancar a própria namorada ou qualquer outra pessoa? Ė porque aprendeu MMA e é lutador que se acha no direito de resolver tudo na porrada? pois esses não são oa ensinamentos da luta. qual argumento ou fato que justifica isso? Nenhum. Nada nunca justificará agressão. NADA NUNCA JUSTIFICARÁ MEXER COM A INTEGRIDADE SEJA FÍSICA MENTAL OU MORAL DE NENHUM SER HUMANO. que se possa fazer justiça. Tenho a certeza de que seu mentor #dedepederneiras não lhe ensinou que tudo se resolve na porrada. Tay, que você possa sacudir essa poeira, tascar um bom par de saltos e sambar na cara desse sujeito, pois #espancadordemulher nenhum passará por nós! Conte comigo. Compartilhem essa publicação porque esse cara precisa ser preso! #mexeucomumamexeucomtodas #agressoresnaopassarao .

Leia mais:
Ex-UFC e atual lutador do Bellator é preso por violência doméstica
Mais um lutador preso por violência doméstica
Travis Browne é acusado de violência doméstica e está suspenso
Ex-UFC e Bellator é condenado a prisão perpétua

Em entrevista para o ‘Combate.com‘, Tayssa Madeira, a vítima do treinador e lutador contou sobre o ocorrido. Segundo seus relatos as agressões ocorreram após um desentendimento ao assistir o jogo do Flamengo na Sul-americana. A vítima declarou que clamou por socorro, mas ninguém atendeu seus pedidos. Ainda segundo os relatos de Tayssa, o treinador lhe apagou com mata-leão e foi agredida com socos e chutes.

Com tamanha repercussão negativa dos fatos narrados, Dedé Pederneiras, líder da Nova União, anunciou o desligamento de Marlon Sandro. O ex-treinador de da NU era tido como o braço direito de Dedé na academia.

Fui pego de surpresa na noite dessa quinta com as fotos circulando na Internet. Não conseguimos ainda contato com o Marlon, mas devido à gravidade dos fatos, a Nova União comunica o desligamento imediato do atleta Marlon Sandro da equipe. – Disse Dedé

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta