Tag: Cezar Mutante

Confira a lista das suspensões médicas do UFC 224

A Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA) divulgou ainda ontem (14), a lista das suspensões médicas do UFC 224. A edição histórica foi realizada em solo brasileiro, mais precisamente no Rio de Janeiro.

Ao todo, foram vinte e seis lutadores que tomaram suspensões médicas após suas atuações no UFC 224. Dentre estes, quinze ficarão afastados no mínimo de quatorze dias do octógono e no mínimo sete dos treinos.

Dois lutadores receberam as suspensões medicas de trinta dias sem poder lutar e de no mínimo vinte e um dia sem contato físico. Outros dois tomaram suspensão de quarenta e cinto dias, tendo que ficar longe dos treinos por trinta dias.

Leia mais
Confira todos os salários do UFC 224
[Vídeo] Amanda Nunes critica treinador de Pennington que não deixou atleta desistir da luta
UFC 224 – Bônus: Lyoto Machida, Oleynik, Jacaré e Gastelum garantem prêmio de performance

Quatro atletas ficaram com a suspensão de sessenta dias sem poder voltar ao octógono mais famoso do mundo novamente. O periodo sem treinamento para esses, é de quarenta e cinco dias.

Somente dois atletas ficaram com o máximo das suspensões médicas do UFC 224. Foi a campeã do peso galo feminino Amanda Nunes e Ronaldo Jacaré. A ‘Leoa’ venceu e manteve seu cinturão, mas a priori está suspensa por 180 (cento e oitenta) dias, mas esse período pode ser reduzido para trinta dias, a depender do que aponte o Raio-X do pé direito.

Ronaldo Jacaré está numa situação bastante parecida com a da Amanda Nunes. Suspenso inicialmente por 180 (cento e oitenta) dias, o lutador brasileiro precisa de uma avaliação do pé direito, estando tudo dentro dos conformes, esse prazo cai para quarenta e cinco dias.

Confira suspensões médicas do UFC 224 na íntegra:

 

suspensões médicas do UFC 224 de 14/7

Lyoto Machida: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

John Lineker: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Mackenzie Dern: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Warlley Alves: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Markus Perez: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Elizeu Zaleski: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Davi Ramos: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Cezar Mutante: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

James Bochnovic: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Ramazan Emeev: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Jack Hermansson: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Nick Hein: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Junior Albini: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Karl Roberson: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Amanda Cooper: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

 

suspensões médicas do UFC 224 de 30/21

Kelvin Gastelum: 30 dias sem lutar e 21 dias sem nenhum contato com a academia

Aleksey Oleynik: 30 dias sem lutar e 21 dias sem nenhum contato com a academia

 

suspensões médicas do UFC 224 de 45/30

Alberto Miná: 45 dias sem lutar e 30 dias sem nenhum contato com a academia

Thales Leites: 45 dias sem lutar e 30 dias nenhum contato com a academia

suspensões médicas do UFC 224 de 60/45

Vitor Belfort: 60 dias sem lutar e 45 dias sem contato com a academia

Sultan Aliev: 60 dias sem lutar e 45 dias sem contato com a academia, e ainda precisa de liberação de cirurgião após avaliação de crânio maxilo facial

Sean Strickland: 60 dias sem lutar e 45 dias sem contato com a academia

Brian Kelleher: 60 dias sem lutar e 45 dias sem contato com a academia

Raquel Pennington: 60 dias sem lutar /45 dias sem contato com a academia,  e ainda precisa de liberação de cirurgião após avaliação de crânio maxilo facial

 

suspensões médicas do UFC 224 de 180/180

Amanda Nunes: 180 dias sem lutar / 180 dias sem contato físico. Pendente Raio-X do pé direito, e se normal 30 dias sem lutar / 21 dias sem contato físico.

Ronaldo Jacaré: 180 dias sem lutar / 180 dias sem contato físico. Pendente Raio-X do pé direito, e se normal 45 dias sem lutar / 30 dias sem contato físico

 

Confira todos os salários do UFC 224

No dia 12 de maio, o Ultimate realizou mais uma edição histórica em solo brasileiro. O UFC 224 foi realizado no Rio de Janeiro com o card recheado de brasileiro e, com a defesa de cinturão de Amanda Nunes como luta principal.

Como de costume, publica-se os salários dos atletas por suas atuações dias após o evento. Com o UFC 224 não foi diferente e, listamos as vinte e seis remunerações dos atletas que lutaram no evento. O ‘Canal Nocaute‘ detalhou em vídeo, todos os valores.

Leia mais:
Confira os salários do UFC on FOX 29
Confira todos os salários do UFC 223
Confira todos os salários do UFC 222

Mesmo sendo a campeã e fazendo a luta principal, Amanda Nunes não foi a detentora do maior salário do UFC 224. A campeã dos galos, faturou US$ 260.000 (duzentos e sessenta mil dólares. Convertidos em Real na cotação atual, a quantia é pouco mais de R$ 941.000 (novecentos e quarenta e um mil reais). Já a desafiante Raquel Pennington, ganhou exatamente a metade, US$ 130.000 (cento e trinta mil dólares), que na nossa moeda, seria R$ 416.000 (quatrocentos e dezesseis mil reais).

Enquanto isso, o vencedor ganhou menos que o derrotado na luta co-principal. Ronaldo Jacaré foi derrotado por decisão dividida, mas mesmo assim, faturou US$ 225.000 (duzentos e vinte e cinco mil dólares). Se convertido em reais, gira em torno de R$ 814.500 (oitocentos e quatorze mil e quinhentos reais). Já o vencedor Kelvin Gastelum, levou para casa US$ 150.000 (cento e cinquenta mil dólares).

Mackenzie Dern venceu a luta por finalização, teve 30% da sua bolsa convertida para sua adversária por não bater o peso e faturou US$ 49.400 (quarenta e nove mil e quatrocentos dólares), algo em torno de R$ 179.000 (cento e setenta e nove mil). Já John Lineker, teve uma ótima bolsa, e levou US$ 102.000 (cento e dois mil dólares) ou pouco mais de R$ 369.000 (trezentos e sessenta e nove mil reais).

O primeiro e segundo maior salário do UFC 224 ficou para o duelo entre lendas. Vitor Belfort, mesmo derrotado por nocaute, fico com a maior bolsa da noite, faturando US$ 315.000 (trezentos e quinze mil dólares). Se convertido em Real, a quantia embolsada pelo ‘The Phenom’ é cerca de R$ 1.140.300 (um milhão, cento e quarenta mil e trezentos reais). Já o vencedor Lyoto Machida ficou com US$ 270.000 (duzentos e setenta mil dólares) ou R$ 977.500 (novecentos e setenta e sete mil e quinhentos reais).

Os salários expostos abaixo já é a somatória da bolsa para lutar, eventuais bônus para os vencedores, eventuais bônus de performances, luta da noite e patrocinadora. Está incluso também a retirada dos 30% perdidos por quem não bateu o peso, tendo sido acrescentados no respetivo adversário.

LISTA DE TODOS OS SALÁRIOS DO UFC 224

CARD PRINCIPAL

Amanda Nunes: US$ 260.000
Raquel Pennington: US$ 130.000

Ronaldo Jacaré: US$ 225.000
Kelvin Gastelum: US$ 150.000

Mackenzie Dern: US$ 49.400
Amanda Cooper: US$ 31.100

John Lineker: US$ 102.000
Brian Kelleher: US$ 26.000

Vitor Belfort: US$ 315.000
Lyoto Machida: US$ 270.000

CARD PRELIMINAR

Cézar Mutante: US$ 100.000
Karl Roberson: US$ 15.500

Alexey Oleynik: US$ 115.000
Júnior Albini: US$ 15.500

Davi Ramos: US$ 27.500
Nick Hein: US$ 23.000

Elizeu Capoeira: US$ 41.000
Sean Strickland: US$ 39.000

Warlley Alves: US$ 27.500
Sultan Aliev: US$ 15.500

Thales Leites: US$ 72.000
Jack Hermansson: US$ 37.000

Alberto Miná: US$ 18.000
Ramazan Emeev: US$ 27.500

Markus Maluko: US$ 27.500
James Bochnovic: US$ 15.500

UFC 224 – Resultados: Amanda Nunes x Raquel Pennington

Será realizado hoje (12) na Jeunesse Arena no Rio de Janeiro o UFC 224. Na luta principal, a brasileira Amanda Nunes defende o cinturão dos galos feminino contra a americana Raquel Pennington.

Na luta co-principal, o brasileiro Ronaldo Jacaré Souza enfrenta o americano Kelvin Gastelum pela divisão dos médios. Outro aguardado combate, foi entre as lendas Vitor Belfort e Lyoto Machida na primeira luta do card principal.

RESULTADOS EM TEMPO REAL:

CARD PRINCIPAL:
Peso-galo: Amanda Nunes venceu Raquel Pennington por nocaute técnico aos 2m36s do quinto round
Peso-médio: Kelvin Gastelum venceu Ronaldo Jacaré por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Peso-palha: Mackenzie Dern venceu Amanda Cooper por finalização (mata-leão) no primeiro round
Peso-galo: John Lineker venceu Brian Kelleher por nocaute (soco) aos 3m42s do terceiro round
Peso-médio: Lyoto Machida vence Vitor Belfort por nocaute (chute) aos 1 minuto do primeiro round
CARD PRELIMINAR: 
Peso-médio: Cézar Mutante venceu Karl Roberson por finalização (katagatame) aos 4m45 do primeiro round
Peso-pesado: Alexey Oleynik venceu Júnior Albini por finalização (Ezekiel-Choke) aos 1m45s do primeiro round
Peso-leve: Davi Ramos venceu Nick Hein por finalização (mata-leão) aos 4m15s do primeiro round
Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira venceu Sean Strickland por nocaute técnico (chute e socos) aos 3m40s do primeiro round
Peso-meio-médio: Warlley Alves venceu Sultan Aliev por nocaute técnico (interrupção médica)
Peso-médio: Jack Hermansson venceu Thales Leites por nocaute técnico (socos) 2m10s do terceiro round
Peso-meio-médio: Alberto Miná venceu Ramazan Emeev por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-médio: Markus Maluko venceu James Bochnovic por finalização 4m28s do primeiro round

Cézar Mutante busca segunda vitória seguida contra Karl Roberson no UFC 224

O UFC 224 recebeu mais um combate. O brasileiro Cézar Mutante irá enfrentar o americano Karl Roberson, pela categoria dos médios. O duelo foi confirmado pelo site “Combate“.

Aos 33 anos, Cézar Mutante vai em busca da segunda vitória consecutiva. O peso-médio venceu o americano Nate Marquardt por decisão dividida no UFC Fight Night 120. Na carreira, o brasileiro possui um cartel com 12 vitórias e seis derrotas.

Leia também: UFC Austin – Bônus: Derrick Lewis e Curtis Millender recebem prêmio de performance 

Karl Roberson irá fazer sua segunda luta no Ultimate. Na estreia, o americano venceu Darren Stewart por finalização no UFC Fight Night 120. Em seu cartel profissional, “Baby K” detém uma invencibilidade de seis triunfos.

O UFC 224 será realizado no Rio de Janeiro, no dia 12 de maio na Jeunesse Arena.

CARD DO EVENTO ATÉ O MOMENTO:
Peso-galo: Amanda Nunes x Raquel Pennington
Peso-médio: Vitor Belfort x Lyoto Machida
Peso-leve: Davi Ramos x Nick Hein
Peso-meio-médio: Alberto Mina x Ramazan Emeev
Peso-pesado: Júnior Albini x Alexey Oleynik
Peso-médio: Cézar Mutante x Karl Roberson

Paulo Borrachinha cutuca mutante e descarta combate

O mineiro Paulo Borrachinha vive o melhor momento de sua carreira como lutador profissional de MMA atualmente no UFC. Vindo embalado dentro da maior organização de MMA do mundo, vem despertando interesse de alguns para enfrenta-lo, inclusive de brasileiros.

Após o UFC Norfolk, nasceu uma nova rivalidade brasileira, Cezar Mutante quer enfrentar Borrachinha, que é o 15º do Ranking. Depois de vencer Nate Marquardt, desafiou o seu ex-parceiro de treinos para um combate.

Obrigado a todos de Norfolk. Foi uma luta muito difícil, eu sou um fã dele e agradeço muito por isso. No próximo UFC no Brasil, eu quero quebrar o Paulo Borrachinha- Disparou Mutante.

Leia Mais
Confira os salários do UFC Norfolk
Encantado com performance de Borrachinha, Dana afirma: “Vai ser uma estrela”
Derek Brunson dispara contra Borrachinha e aceita duelo

Não satisfeito com o recado já dado, Cezar Mutante enviou uma mensagem por um aplicativo de mensagens instantâneas para Paulo Borrachinha, propondo esse combate.

Vou falar na sua cara para não vir com desculpa de que não viu na TV. Você não fica chamando todo mundo de frouxo e amarelão. Quando eu te encontrar, vou te quebrar todo!! Seu bundão!– disse Cezar Ferreira.

Paulo Borrachinha permaneceu em silêncio após a ultima tentativa de desafio feita por mutante, mas resolver quebrar o silêncio. O lutador invicto com 11 lutas, desdenhou de seu desafiante dizendo que almeja lutar com um top 10 e não com lutadores sem expressão, que estão brigando para não serem demitidos.

Confira a resposta de Paulo Borrachinha:

Sobre minha próxima luta
Estamos bem adiantados para defenir um adversário TOP 10 do ranking. Claro, visando sempre o cinturão.

Não existe NENHUMA possibilidade de lutar contra lutadores sem expressão, brigando para não serem demitidos ou que fazem apresentações desanimadoras.

Esse próximo adversário deverá ser um grande nome do ranking que será revelado em breve, alguém que vale de verdade a pena lutar e representar meu país e todos os brasileiros.

Obrigado pelo enorme apoio.

Eu LUTO junto com VOCÊS!

UFC Norfolk – Resultados: Dustin Poirier x Anthony Pettis

(Foto Getty Images / UFC)

O UFC deste sábado (11), será realizado em Norfolk, Virginia nos Estados Unidos no Ted Convocation Center. A edição será o UFC Fight Night 120.

Leia também: Thomas Almeida enfrenta Rob Font no UFC 220

À luta principal será entre o americano Dustin Poirier, diante o ex-campeão dos leves Anthony Pettis. Na luta co-principal, o interessante combate entre Matt Brown e Diego Sanchez pela divisão dos meio-médios.

RESULTADOS EM TEMPO REAL:

CARD PRINCIPAL:
Peso-leve: Dustin Poirier venceu Anthony Pettis por nocaute técnico (lesão) aos 2m8s do terceiro round
Peso-meio-médio: Matt Brown venceu Diego Sanchez por nocaute aos 3m44s do primeiro round
Peso-pesado: Andrei Arlovski venceu Junior Albini por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27).
Peso-médio: Cezar Mutante venceu Nate Marquardt por decisão dividida (28-29, 29-28, 29-28)
Peso-galo: Raphael Assunção venceu Matthew Lopez por nocaute aos 1m50s do terceiro round

Peso-leve: Clay Guida venceu Joe Lauzon por nocaute técnico aos 1m07s do primeiro round

CARD PRELIMINAR: 
Peso-galo: Marlon Moraes venceu John Dodson por decisão unânime (30-27, 27-30, 30-27)
Peso-palha: Tatiana Suarez venceu Viviane Sucuri por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26)
Peso-leve: Sage Northcutt venceu Michel Quiñones por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-palha: Nina Ansaroff venceu Angela Hill por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Peso-meio-médio: Sean Strickland venceu Court McGee por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)
Peso-meio-pesado: Jake Collier venceu Marcel Fortuna por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)
Peso-médio: Karl Roberson venceu Darren Stewart por finalização aos 3m41s do primeiro round

Cézar Mutante enfrenta Nate Marquardt no UFC Norfolk

Imagem: Getty Images

Conforme apurou o site Combate.com, o brasileiro Cézar Mutante irá enfrentar o americano Nate Marquardt no UFC Norfolk no dia 11 de novembro. O duelo será válido pela divisão dos médios.

Depois de emplacar três vitórias seguidas, diante Oluwale Bamgbose, Anthony Smith e Jack Hermansson, o faixa-preta de jiu jitsu Cézar Mutante, sofreu um revés diante Elias Theodorou por decisão unânime no UFC Fight Night 105.

Nate Marquardt não vive um bom momento na carreira. Depois de derrotar Tamdan McCrory no UFC Fight Night 96, o americano foi derrotado por Sam Alvey e Vitor Belfort, ambas na decisão unânime.

UFC Halifax: Derrick Lewis nocauteia Travis Browne na luta principal

Imagem: Getty Images

O UFC Fight Night 105, foi realizado neste domingo, em Halifax, Canadá. Na luta principal, um duelo entre os pesos pesados Derrick Lewis e Travis Browne.

A luta começou com muita tensão. No começo do primeiro round, Travis acertou um bom chute nas costelas de Lewis, que visivelmente sentiu. Apesar de nitidamente sentindo o chute na costela, Lewis não se entregou e o combate continuou.

O segundo round também começou bem movimentado, Após forte golpe de Lewis, Travis Browne foi ao chão, e Lewis com uma sequência avassaladora de golpes, levou ao fim o combate.

Agora, Derrick Lewis engata a sexta vitória consecutiva no ultimate. Já Travis Browne, mantém a má fase. O havaiano emplacou a terceira derrota consecutiva.

Johny Hendricks x Hector Lombard

Imagem: Getty Images

O duelo começou com ambos lutadores se estudando muito. Hector Lombard no contragolpe acertava bons golpes. Hendricks em alguns momentos tentava o chute baixo, mas o cubano interceptava, e contra golpeava.

O segundo round começou com Hector Lombard buscando o clinch. Ainda no começo do round, Hector acertou um golpe baixo em Hendricks, onde acabou deixando o atleta alguns minutos se recuperando. No recomeço do combate, Hector acertou bons golpes no americano. Em outra tentativa de joelhada de Hendricks, Lombard defendeu e levou mais uma vez pro clinch. Faltando poucos segundos para o final do round, o ex campeão acertou uma boa joelhada.

O último round continuou bem movimentado. Hendricks continuava tentando algumas joelhadas, mas sem muito sucesso. Da metade para o final do round, foi evidente que ambos atletas sentiram o cansaço. Em mais uma tentativa de joelhada mal sucedida, Lombard quedou outra vez o americano. Na reta final do round, o cubano dominou o centro do octógono e buscou as maiores ações do combate. Final de round, e Johny Hendricks é anunciado como vencedor na decisão unânime

Resultados em tempo real:  

CARD  PRINCIPAL 
Peso-pesado: Derrick Lewis venceu Travis Browne por nocaute técnico aos 3m12s do segundo round.
Peso-médio: Johny Hendricks venceu Hector Lombard decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)
Peso-pena:  Gavin Tucker venceu Sam Sicilia na decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-médio: Elias Theodorou venceu Cezar Mutante na decisão unânime. (30-27, 29-28, 29-28)
Peso-galo: Sara McMann venceu Gina Mazany por finalização aos 1m14s do primeiro round.
Peso-leve: Paul Felder venceu Alessandro Ricci por nocaute técnico aos 4m41s do primeiro round.
CARD PRELIMINAR 
Peso-meio-médio: Santiago Ponzinibbio venceu Nordine Taleb na decisão unânime. (triplo 29-28)
Peso-palha: Randa Markos venceu Carla Esparza na decisão dividida.  (29-28, 28-29, 29-28)
Peso-galo: Aiemann Zahabi venceu Reginaldo Vieira na decisão unânime. (30-27, 29-28, 29-28)
Peso-médio: Thiago Marreta venceu Jack Marshman por nocaute técnico aos 2m21s do segundo round.
Peso-médio: Gerald Meerschaert venceu Ryan Janes por finalização aos 1:34 do primeiro round.

Caio Monstro mostra como está seu pé após sparring que o lesionou

Faltando 1 semana, Caio Monstro caiu fora do Card do UFC Tampa.

Foto: Arquivo Pessoal
Caio Magalhães sofreu uma lesão no seu pé esquerdo na última sexta-feira, e foi obrigado a abandonar o card do UFC, evento cujo qual, ele abriria, fazendo a primeira luta da noite contra o brasileiro Cezar Mutante. 

O anuncio que ele estava fora da luta, foi feita pelo próprio lutador, que usou as suas redes sociais para avisar a todos os seus fãs que em virtude de sua lesão, ele estaria abandonando o confronto contra Mutante, que iria acontecer próximo sábado (16) em Tampa, Estados Unidos.
Na legenda dessa foto: Caio afirmou que agora vai torcer forte para seus companheiros de trabalho, Gover Teixera que luta dia 16 contra Rashad Evans e Gaucho Viane que luta pelo cinturão do RFA.

Foto: Arquivo Pessoal

Caio Monstro anunciou a lesão e  mostrou aos fãs a foto de como estava seu pé, que se encontrava bastante inchado.

O lutador ainda ressaltou que gostaria de subir no octógono e fez o possível para isso acontecer, e mandou recado para Cezar Mutante ”a gente se ver em breve”.


Legenda da foto:
”Pessoal venho aqui comunicar pra vocês minha saída do Card do #ufcfightnight #ufctampa 16 de abril. machuquei o pé sexta feira fazendo o último sparring do camp! fiz o que podia para continuar com a luta. Ninguem mais do que eu queria subir lá e sair na mão, obrigado meu time pelos treinamentos de alto nível @gteixeramma @teamnovaunao o @ufc e minha familia. E @cezarmutant a gente se ver em breve!”

.

As principais notícias do esporte que mais cresce no mundo, em um só lugar. 

Contate-nos:  

[email protected]

© Copyright 2015-2018 Tudo Sobre MMA| desenvolvido por: Vedrak Devs