Tag: josé aldo

José Aldo Jr tem adversário e data definida para retornar ao octógono

O atleta conhecido como ‘campeão do povo’, tem data marcada e adversário para mais uma luta válida dentro do UFC. José Aldo Jr lutou a última vez no início de dezembro de 2017, onde somou mais um revés em sua carreira.

Durante a transmissão do Shooto 81, José Aldo confirmou que lutaria com Jeremy Stephens, e que só faltava definir o local. Tudo indicaria que seria no UFC Singapura, porém o Ultimate encaminhou essa batalha para o Canadá.

  • Já aceitei uma luta, com o Jeremy Stephens. A gente está esperando ser agora, em junho, em Cingapura. Só falta agora ele bater o martelo. O adversário está certo, o local, só falta eles decidirem isso -Disse José Aldo Jr.

Leia mais
Confira todos os salários do UFC 223
[VÍDEO] Dana White detona Conor McGregor por vandalismo
Dana White confirma retorno de Brock Lesnar: “Está voltando”

O combate entre José Aldo e Jeremy Stephens foi a primeira luta anunciada da próxima edição realizada em solo canadense. As outras atrações devem surgir nos próximo dias, para a divisão dos cards.

Detalhes como numeração do evento, cidade que será realizado também não foi definido/divulgado pela maior organização de MMA do mundo até o momento.

A informação do casamento da luta, bem como a realização nesse combate no Canadá, foi dada pelo ‘Combate.com

Carreira de José Aldo Jr e Jeremy Stephens

O atual segundo colocado do ranking dos penas, é o brasileiro atleta da Nova União. Aos 31 anos, o amazonense José Aldo Jr, tenta reencontrar os caminhos das vitórias após quase dois anos sem vencer. Os seus dois últimos combates foram contra Max Holloway, onde o havaiano tomou e manteve, respectivamente, o título da divisão, ambos por nocaute. Como atleta profissional de MMA, Aldo fez 30 lutas, perdendo apenas 4 vezes e vencendo as outras 26 oportunidades.

O norte-americano Jeremy Stephens também está atualmente com 31 anos de idade. Este vive um bom momento em sua carreira, é o atual quinto colocado no ranking dos leves e vem de três vitórias consecutivas. Como atleta profissional de MMA, já fez 42 lutas, saindo como vencedor em 28 e perdendo outras 14.

UFC Canadá

28 de julho de 2018
CARD DO EVENTO (até então):
Peso-pena: José Aldo x Jeremy Stephens

Nada de revanche, pelo menos é isso que o campeão dos penas do UFC Max Holloway pretende. O havaiano afirmou em entrevista para “Cage Fanatic”, que tem o desejo de enfrentar o russo Khabib Nurmagomedov invés do campeão dos leves Conor McGregor.

“Todos falam de mim e do cara, aquele irlandês (Conor). As pessoas querem ver um contra o outro, mas parece que ninguém fala sobre Khabib. Eu quero o Khabib. Eu acho que para ser o melhor, você tem que bater o melhor, e um deles é o Khabib. Muitos falam do Tony Ferguson, e eu lembro que ele dizia que baixaria para o peso-pena. Podem ficar por lá nos leves, me deixem subir de divisão, sem desculpas. Sou grande, posso subir”.

Leia também: Tyron Woodley diz que irá treinar Floyd Mayweather para o MMA

Com uma sequência de 12 vitórias consecutivas, Holloway também não descartou a possibilidade de subir para divisão dos meio-médios.

“Sou do Havaí, adoro comer, amo torta. Vou ganhar peso e ver no que dá. Estou disposto a ir. Após essa lesão, vou lutar nos penas e ver a partir disso. Todos podemos ter uma ideia, mas só sabemos mesmo quando acontece”.

Com um cartel com 19 vitórias e três derrotas, Max Holloway não é derrotado desde 2013 quando sofreu um revés por decisão unânime para o próprio McGregor. Atualmente, o americano vem de vitória sobre o brasileiro José Aldo por nocaute técnico no UFC 218.

Max Holloway se lesiona e está forado UFC 222 onde enfrentaria Frankie Edgar

O card principal do UFC 222, que acontecerá no dia 3 de março em Las Vegas, acaba de sofrer uma grande baixa. O atual campeão do peso-pena do Ultimate, o havaiano Max Holloway se lesionou e está fora do evento numerado.

A notícia foi dada inicialmente pelo ‘ESPN.com‘, que alegou ter fontes ligadas ao lutador que garantiram a lesão. Nem Max Holloway, nem Frankie Edgar ou mesmo a direção do UFC se pronunciaram a respeito da notícia. O que se espera é que nas próximas horas a maior organização de MMA do mundo se manifeste sobre o ocorrido.

Leia mais:
Exame de Anderson Silva confirma o seu doping
Whittaker comenta sobre sua saúde e projeta retorno
Chris Weidman aceita lutar contra Ronaldo Jacaré

Com a confirmação da lesão de Max Holloway, exatamente a um mês do evento, deve dar margem para convocação de um substituto. Essa foi a segunda vez que a batalha entre Holloway x Edgar é adiada consecutivamente. Na primeira oportunidade,  no UFC 218, após uma lesão do desafiante, a disputa e revanche acabou caindo no colo de José Aldo. Na ocasião, o atleta da Nova União acabou derrotado novamente.

Vale lembrar que José Aldo não está com nenhuma luta marcada e, de acordo com suas redes sociais, etá treinando pesado. Caso seja chamado para ‘salvar’ o evento novamente, essa será a terceira vez que Aldo enfrentará Edgar. Nas outras duas oportunidades o brasileiro levou a melhor, vencendo ambas por decisão unânime.

Cartel de Max Holloway e Frankie Edgar

De suas 21 lutas, Max Holloway venceu 19 vezes e perdeu outras 3. enquanto isso, Frankie Edgar tem 28 batalhas como profissional, tendo 22 vitórias, 5 derrotas e 1 empate.

UFC 222

3 de março de 2018, em Las Vegas (EUA)
CARD DO EVENTO:
Peso-pena: (Possível substituto) x Frankie Edgar
Peso-pesado: Stefan Struve x Andrei Arlovski
Peso-galo: Cat Zingano x Ketlen Vieira
Peso-médio: CB Dollaway x Hector Lombard
Peso-galo: Sean O’Malley x Andre Soukhamthath
Peso-palha: Mackenzie Dern x Ashley Yoder
Peso-galo: Bryan Caraway x Cody Stamann
Peso-meio-pesado: Jordan Johnson x Adam Milstead
Peso-leve: Beneil Dariush x Bobby Green

Max Holloway se lesiona e está forado UFC 222 onde enfrentaria Frankie Edgar

Atual campeão dos penas, o americano Max Holloway em entrevista para o Combate, revelou a torcida para o retorno do ex-campeão José Aldo, além de expressar sua admiração pela carreira do brasileiro.

“Aldo é uma fera, não dá para menosprezar o melhor de todos os tempos. Duas derrotas são só duas derrotas. Espero que ele volte e lute de novo. As pessoas ficam o questionando, mas estou animado para vê-lo lutar, espero que volte e as pessoas possam ver que ele é o melhor. Eu só tive o mapa dele por duas noites e é isso, MMA é isso, as pessoas têm grandes noites. Só tenho respeito pela lenda e agora é hora de meu legado continuar”.

Leia também: Feminismo no MMA: Como o mundo das lutas está reagindo

O havaiano de 26 anos possui incríveis 12 vitórias seguidas na divisão. O peso-pena conquistou o título máximo no UFC 212 após nocautear José Aldo. Na primeira defesa de cinturão, Max novamente derrotou o brasileiro por nocaute técnico na revanche no UFC 218, em dezembro de 2017.

Apesar do recente combate, Max Holloway já tem o próximo combate marcado, será contra o americano Frankie Edgar no UFC 222 no dia 3 de março na T-Mobile Arena, em Las Vegas, Estados Unidos.

Ex-Bellator e treinador de José Aldo é acusado de agredir própria noiva e é desligado da Nova União

O ex-lutador do Bellator e agora ex-treinador da Nova União, Marlon Sandro está sendo acusado de agressão por sua noiva. Em postagens que circulam no Instagram, outras mulheres compartilham o seguinte texto em apoio.

– Você que está lendo este post pode achar chocante estar lendo esse post. Pode estar se perguntando como alguém tem a coragem de se expor dessa forma. Se você pensou desse jeito, reflita. a pergunta correta é ” Como alguém pode ter A CORAGEM DE FAZER ISSO COM UM SER HUMANO”. Até quando monstros como @marlon_gladiator sairão impunes de casos de violência como estes em plena praça São Salvador no Rio de Janeiro.

Qual o direito que esse monstro acha que tem de espancar a própria namorada ou qualquer outra pessoa? Ė porque aprendeu MMA e é lutador que se acha no direito de resolver tudo na porrada? pois esses não são oa ensinamentos da luta. qual argumento ou fato que justifica isso? Nenhum. Nada nunca justificará agressão. NADA NUNCA JUSTIFICARÁ MEXER COM A INTEGRIDADE SEJA FÍSICA MENTAL OU MORAL DE NENHUM SER HUMANO. que se possa fazer justiça. Tenho a certeza de que seu mentor #dedepederneiras não lhe ensinou que tudo se resolve na porrada. Tay, que você possa sacudir essa poeira, tascar um bom par de saltos e sambar na cara desse sujeito, pois #espancadordemulher nenhum passará por nós! Conte comigo. Compartilhem essa publicação porque esse cara precisa ser preso! #mexeucomumamexeucomtodas #agressoresnaopassarao .

Leia mais:
Ex-UFC e atual lutador do Bellator é preso por violência doméstica
Mais um lutador preso por violência doméstica
Travis Browne é acusado de violência doméstica e está suspenso
Ex-UFC e Bellator é condenado a prisão perpétua

Em entrevista para o ‘Combate.com‘, Tayssa Madeira, a vítima do treinador e lutador contou sobre o ocorrido. Segundo seus relatos as agressões ocorreram após um desentendimento ao assistir o jogo do Flamengo na Sul-americana. A vítima declarou que clamou por socorro, mas ninguém atendeu seus pedidos. Ainda segundo os relatos de Tayssa, o treinador lhe apagou com mata-leão e foi agredida com socos e chutes.

Com tamanha repercussão negativa dos fatos narrados, Dedé Pederneiras, líder da Nova União, anunciou o desligamento de Marlon Sandro. O ex-treinador de da NU era tido como o braço direito de Dedé na academia.

Fui pego de surpresa na noite dessa quinta com as fotos circulando na Internet. Não conseguimos ainda contato com o Marlon, mas devido à gravidade dos fatos, a Nova União comunica o desligamento imediato do atleta Marlon Sandro da equipe. – Disse Dedé

Após atualização do ranking do UFC, o nome de José Aldo é removido do peso-por-peso

A ansiedade de alguns finalmente acabou, muito se falou sobre as possíveis atualizações do ranking do UFC após a edição218. Com a derrota de Aldo e a vitória arrasadora de Francis Ngannou, existia uma certa expectativa sobre suas novas colocações.

As principais variações foram exatamente em cima desses atletas citado a cima, com piora para o brasileiro. Após ser nocauteado pela segunda vez por Holloway, Aldo foi excluído do ranking peso-por-peso da maior organização de MMA. Entretanto, na divisão dos penas, o atleta da Nova União continua como número um.

Leia mais
José Aldo quebra o silêncio após derrota no UFC 218
Atleta fica com seio de fora durante luta no UFC 218
Confira os pagamentos da Reebok para o UFC 218

A outra surpresa da atualização do ranking do UFC ficou a cargo de Francis Ngannou que subiu na divisão. O camaronês radicado na França subiu três posições na categoria dos pesados, ultrapassando nomes de peso da organização. Ngannou ultrapassou Alistair Overeem, Fabricio Werdum e Cain Velasquez que ficaram em segundo, terceiro e quarto, respectivamente.

Algumas mudanças menos significativas podem ser observadas nessa nova atualização do ranking do UFC. Eddie Alvarez e Michael Johnson subiram uma posição cada, na divisão dos leves. Enquanto isso, o brasileiro Edson Barboza caiu uma colocação na mesma divisão.

Confira a atualização do ranking do UFC
Finalmente saiu a atualização do ranking do UFC após o UFC 218
Foto: UFCte saiu a atualização do ranking do ufc após o UFC 218

Há poucos dias de enfrentar Brian Ortega na luta principal do UFC Fight Night 123, o americano Cub Swanson comentou o recente combate envolvendo o cinturão dos penas no UFC 218 entre José Aldo e Max Holloway. Para o peso-pena, Holloway o surpreendeu com sua inteligência no duelo.

“Acho que foi uma grande performance. Sempre soube que o Holloway era forte e tinha grande preparo físico, mas posso dizer que subestimei a inteligência dele como lutador. Ele é muito esperto. Ele entrou lá e brincou com o ego do José Aldo. Acho que o Aldo estava melhor do que esteve na primeira luta, mas ele seguiu com a mesma fraqueza: cair em provocações. O Holloway provocou muito o Aldo, e ele ficou frustrado. Quando o José Aldo teve uma chance, ele gastou todo o gás para terminar a luta com o Holloway. E do mesmo jeito que na primeira luta, o Holloway o venceu no mesmo round, do mesmo jeito, como uma máquina. Tiro o chapéu para ele por isso”.

Leia também: Segundo site, Ronda Rousey deverá migrar para WWE
Treinador acredita em inocência de Spider

Cub Swanson também afirmou que pretende fazer uma revanche com José Aldo somente após ganhar o cinturão. Lembrando que no primeiro encontro o brasileiro o derrotou nocaute técnico no WEC 41 em 2009.

Atualmente no UFC, Swanson vêm embalado com uma sequência de quatro vitórias consecutivas, sendo a mais recente sobre o irlandês Artem Lobov por decisão unânime no UFC Fight Night 108.

José Aldo rompe o silêncio após derrota no UFC 218

José Aldo Junior, ex-campeão dominante dos penas, lutou e perdeu novamente para Max Holloway no UFC 218. Aldo e Holloway haviam se enfrentado anteriormente, e o resultado foi exatamente o mesmo.

Até então, após a derrota José Aldo não havia se pronunciado publicamente, seja para imprensa ou para fãs. Mas o atleta da Nova União resolveu usar as redes sociais para quebrar o silêncio depois de mais um revés. Aldo agradeceu a família, equipe e fãs e garantiu seguir otimista.

Só tenho que agradecer por tudo a minha família que eu amo, minha equipe, melhor do mundo “Nova Uniao” por me fazer grande e campeão aos amigos e fans que sempre estão comigo, muito obrigado a todos!! Serei sempre otimista, pois acreditar é o primeiro passo para fazer acontecer!! . – Publicou José Aldo.

Sua esposa e seu técnico também usaram as redes sociais para se manifestar após a derrota no UFC 218. O técnico do lutador foi o primeiro a declarar apoio ao seu amigo e rebater os críticos. Emerson “Falcao” Vieira destacou que é típicos dos brasileiros crucificam seus heróis e idolatram pilantras. Enquanto isso, sua esposa publicou dois textos referente a carreira lendária de José Aldo no MMA. Vivianne Oliveira destacou que perder faz parte do esporte e rebateu os hipócritas, mandando tentar fazer o mesmo que Aldo fez. Viviane seguiu e replicou o texto de um amigo, alegando que as vezes sente vergonha de ser brasileira.

O futuro de José Aldo segue uma incógnita, o mesmo não falou se para ou continuará lutando MMA. Dana White, presidente do Ultimate, rasgou elogios ao brasileiro mesmo após derrota. O mandachuva deixou o futuro de Aldo em aberto, para que seja feita a vontade do brasileiro

Carreira de José Aldo

O brasileiro, aos 31 anos, amarga a pior fase da carreira. Após uma década de gala, Aldo perdeu três das quatro últimas lutas. Como profissional do MMA, Aldo tem 30 lutas, sendo 26 vitórias.

Técnico e esposa de José Aldo desabafam e rebatem críticas contra o lutador nas redes sociais

Como já se sabe, José Aldo Junior vive longe do ápice de sua carreira como lutador profissional de MMA. Mas a má fase  não apaga o seu legado lendário que perpetuará na história do Esporte. Justamente por isso, o técnico Emerson “Falcao” Vieira e a esposa de José Aldo desabafaram após revés no UFC 218.

Foi por meios das redes sociais que ambos rasgaram o verbo contra os críticos do atleta da Nova União. O técnico do lutador foi o primeiro a declarar apoio ao seu amigo e rebater os críticos.

Declaração do Técnico:

Muitos falam, poucos sabem . Essa é a real, os Brasileiros se acostumaram a idolatrar pilantras e crucificar heróis, isso ja é quase cultural, quem era pra nos apoiar, aponta o dedo, critica e julga sem ao menos ter propriedade pra falar do assunto. Nos acostumamos a lutar contra os rivais e a receber críticas dos que eram pra ser nossos aliados.

Ontem mais uma vez nosso campeão @josealdojunioroficial fez a sua parte, lutou bravamente contra um adversário muito duro que foi superior na Luta e venceu, assim como ele fez por muitos anos e ainda tem condições de fazer, o esporte é assim, nada e nem ninguém apagará sua história de vida e na luta. Todos nós amigos e companheiros de equipe estamos orgulhosos por tudo que você já nos proporcionou e ainda vai nos proporcionar , nada mudou, perdemos uma batalha, mas A GUERRA CONTINUA. – Escreveu o técnico no Instagram.

Leia Mais:
Dana elogia Aldo: “É uma lenda absoluta”
Confira os pagamentos da Reebok para o UFC 218
Vídeo: Max Holloway vence Aldo por nocaute novamente

Após o técnico, foi a vez de Vivianne Oliveira, esposa do ex-campeão peso pena do UFC, botar a boca no trombone. As declarações da esposa do lutador dividiram-se em duas. Na primeira ela fez um desabafo autoral e depois replicou o texto de um amigo.

Declarações da esposa:

Perder faz parte, cabeça erguida sempre e vamos que a vida continua. Vem logo que sua família está te esperando pra te dar muito amor. Há! E quanto a você hipócrita: percorra o mesmo caminho que ele percorreu e veremos o quão longe você consegue chegar. #prontofalei – Desabafou Viviane.

AS VEZES TENHO VERGONHA EM SER BRASILEIRO .

@josealdojunioroficial 10 anos como campeão invicto, por seus próprios méritos. O Brasil nunca lhe ajudou em sua carreira. Não alimentou sua fome e nem lhe forneceu se quer uma luva. Nos deu seu exemplo de superação e ajuda a muitas pessoas carentes. Hoje vejo críticas desumanas e piadas que doem em minha alma, uma completa ingratidão de um país sem memória. O esporte trás na sua essência a possibilidade de vitória e derrota e você venceu muito. Entretanto nosso povo é extremamente cruel, ingrato e sem memória.

Obrigado por ser esse exemplo de Brasileiro e mesmo sem ter recebido nada de nosso país, ajuda tanto os menos favorecidos. Esse país não merece você! Mas sei que você é tão forte que não liga para isso. Você é um dos maiores seres humanos que já conheci, um gênio no esporte. Uma alma gigante, que vai utilizar a dor desse momento como crescimento; como sempre fez na sua vida. A Família agradece pelas inúmeras mensagens dos fãs que sempre estiveram na vitória e na derrota. Texto de um amigo @carlosshenn. – Replicou a esposa de Aldo.

Na noite deste sábado (02), o brasileiro José Aldo emplacou a terceira derrota nas últimas quatro lutas. Além dos seguidos revés, o brasileiro também perdeu o cinturão. Em uma nova tentativa de recuperar o cinturão no UFC 218, o Atleta da Nova União acabou sendo novamente derrotado pelo havaiano Max Holloway.

Em entrevista após o evento, o presidente Dana White rasgou elogios ao peso-pena, além de deixar o futuro do brasileiro em aberto.

“José Aldo é um dos campeões mundiais que reinaram por muito tempo neste esporte. Ele é uma lenda absoluta, o cara não tem nada a provar mais. Acho que ele precisa sentar com sua família e decidir o que ele quer fazer em seguida. Ele tem muito dinheiro. Não sei”.

Leia também: Confira os pagamentos da Rebook para os atletas do UFC 218

O “manda-chuva” da organização também não poupou palavras para elogiar a performance do campeão Max Holloway.

“Incrível. A forma como ele lutou hoje, andou para cima dele, tentou quebrá-lo fisicamente e mentalmente, foi incrível. Ele pareceu um monstro hoje. Ele se colocou em perigo, levou alguns golpes duros apenas para provar que podia aguentar. Foi sinistro”.

Develope By Vedrak Devs