Tag: Mark Hunt

Confira os salários do UFC 221

A maior organização de MMA do mundo, levou sua mega estrutura para mais uma edição na Austrália. Foi um card recheado com doze combates e, como de costume, é divulgado a bolsa dos atletas. O portal ‘The Sports Daily‘ foi quem divulgou a lista dos salários do UFC 221.

O mais alto, dos salários do UFC 221 ficou com Mark Hunt, mesmo tendo sido derrotado por decisão unânime. O neozelandês faturou US$ 765 mil (setecentos e sessenta e cinco mil dólares). Em Real, o quantia gira em torno de R$ 2.517.000 (dois milhões, quinhentos e dezessete mil reais). A segunda maior bolsa da noite, foi do também derrotado Luke Rockhold, que faturou US$ 485 mil (quatrocentos e oitenta e cinco mil dólares). Cerca de R$ 1.547.000 (um milhão, quinhentos e quarenta e sete mil reais).

Leia mais:
Dana dispara: “Woodley só fala m*! A luta com Rafael dos Anjos é a que vai acontecer”
Confira os salários do UFC Belém
Cris Cyborg defende cinturão contra Yana Kunitskaya no UFC 222

O único brasileiro presente no card, era o potiguar Jussier Formiga. Ele faturou US$ 102 mil (cento e dois mil dólares). Convertidos em Real, Formiga faturou R$ 335 mil (trezentos e trinta e cinco mil reais).

Confira todos os salários do UFC 221:

Mark Hunt: US$ 765 mil (US$ 750 mil por lutar e US$ 15 mil da Reebok);

Luke Rockhold: US$ 485 mil (US$ 350 mil por lutar, US$ 105 mil por Yoel Romero não bater o peso e US$ 30 mil da Reebok);

Yoel Romero: US$ 255 mil (US$ 350 mil por lutar, US$ 10 mil da Reebok. Deixou de ganhar US$ 105 mil por não bater o peso);

Ross Pearson: US$ 128 mil (US$ 54 mil por lutar, US$ 54 mil por vencer, US$ 20 mil da Reebok);

Jake Matthews: US$ 103 mil (US$ 24 mil por lutar, US$ 24 mil por vencer, US$ 50 mil pela Luta da Noite e US$ 5 mil da Reebok);

Jussier Formiga: US$ 102 mil (US$ 21 mil por lutar, US$ 21 mil por vencer, US$ 50 mil pela Performance da Noite e US$ 10 mil da Reebok);

Li Jingliang: US$ 75 mil (US$ 20 mil por lutar, US$ 50 mil pela Luta da Noite e US$ 5 mil da Reebok);

Israel Adesanya: US$ 73.500 (US$ 10 mil por lutar, US$ 10 mil por vencer, US$ 50 mil pela Performance da Noite e US$ 3.500 da Reebok);

Curtis Blaydes: US$ 51 mil (US$ 23 mil por lutar, US$ 23 mil por vencer e US$ 5 mil da Reebok);

Teruto Ishihara: US$ 51 mil (US$ 23 mil por lutar, US$ 23 mil por vencer e US$ 5 mil da Reebok);

Alexander Volkanovski: US$ 37 mil (US$ 16 mil por lutar, US$ 16 mil por vencer e US$ 5 mil da Reebok);

Tyson Pedro: US$ 33 mil (US$ 14 mil por lutar, US$ 14 mil por vencer e US$ 5 mil da Reebok);

Dong Hyun Kim: US$ 33 mil (US$ 14 mil por lutar, US$ 14 mil por vencer e US$ 5 mil da Reebok);

Tai Tuivasa: US$ 27.500 (US$ 12 mil por lutar, US$ 12 mil por vencer e US$ 3.500 Reebok);

Luke Jumeau: US$ 27.500 (US$ 12 mil por lutar, US$ 12 mil por vencer e US$ 3.500 da Reebok);

Mizuto Hirota: US$ 24 mil (US$ 19 mil por lutar e US$ 5 mil da Reebok);

Ben Nguyen: US$ 23 mil (US$ 18 mil por lutar e US$ 5 mil da Reebok);

José Quiñonez: US$ 21 mil (US$ 16 mil por lutar e US$ 5 mil da Reebok);

Cyril Asker: US$ 19 mil (US$ 14 mil por lutar e US$ 5 mil da Reebok);

Damien Brown: US$ 19 mil (US$ 14 mil por lutar e US$ 5 mil da Reebok);

Jeremy Kennedy: US$ 19 mil (US$ 14 mil por lutar e US$ 5 mil da Reebok);

Daichi Abe: US$ 15.500 (US$ 12 mil por lutar e US$ 3.500 da Reebok);

Saparbek Safarov: US$ 13.500 (US$ 10 mil por lutar e US$ 3.500 da Reebok);

Rob Wilkinson: US$ 13.500 (US$ 10 mil por lutar e US$ 3.500 da Reebok).

O UFC desembarcou neste sábado na Perth Arena, em Perth, Austrália para o UFC 221. Na luta principal o cubano Yoel Romero enfrentou o americano Luke Rockhold. Em jogo, o cinturão interino dos médios, entretanto, válido apenas para Rockhold que bateu o peso.

O combate começou com Luke Rockhold desferindo maior volume de golpes, enquanto Yoel Romero buscava o contragolpe. Mais ativo no combate, Luke acertou bons chutes baixo no cubano. No início do segundo round, Yoel Romero voltou com maior sequência, encurralando Rockhold de costas para grade. Ao final do round, o ex-campeão voltou a mostrar maior efetividade.

Logo no início do terceiro round ambos foram para trocação franca. Com uma bomba de esquerda, Yoel Romero levou Luke para o solo, levando o fim do combate. Romero se recuperou do revés que havia sofrido contra Robert Whittaker no UFC 213.

Na luta coprincipal um duelo entre os pesos-pesados Mark Hunt contra Curtis Blaydes. Após um início avassalador do neozolandês, Blaydes encurtou a distância e colocou a luta para o chão. Com completo domínio no chão, Curtis levou a melhor, e por decisão unânime superou Mark Hunt.

RESULTADOS:

CARD PRINCIPAL 
Peso-médio: Yoel Romero venceu Luke Rockhold por nocaute aos 1m48s do terceiro round
Peso-pesado: Curtis Blaydes venceu Curtis Blaydes por decisão unânime (30-26, 30-26, 29-27)
Peso-pesado: Tai Tuivasa venceu Cyril Asker por nocaute técnico aos 2m18s do primeiro round
Peso-meio-médio: Jake Matthews venceu Li Jingliang por decisão unânime (29-28, 30-26, 30-26)
Peso-meio-pesado: Tyson Pedro venceu Saparbek Safarov por finalização aos 3m54s do primeiro round
CARD PRELIMINAR
Peso-leve: Dong Hyun Kim venceu Damien Brown por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Peso-médio: Israel Adesanya venceu Rob Wilkinson por nocaute técnico aos 2m37s do segundo round
Peso-pena: Alex Volkanovski venceu Jeremy Kennedy por nocaute técnico aos 4m57s do segundo round
Peso-mosca: Jussier Formiga venceu Ben Nguyen por finalização aos 1m43s do terceiro round
Peso-pena: Ross Pearson venceu Mizuto Hirota por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)
Peso-galo: José Quiñonez venceu Teruto Ishihara por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)
Peso-meio-médio: Luke Jumeau venceu Daichi Abe por decisão unânime (29-28, 29-27, 28-27)

O Ultimate confirmou nesta quarta-feira (12), o duelo entre os pesos-pesados Mark Hunt e Curtis Blaydes para o UFC 221.

Aos 43 anos, o samoano Mark Hunt possui um cartel com 13 vitórias, 11 derrotas, uma luta sem resultado e um empate. O australiano foi alvo de polêmicas envolvendo o UFC. Com luta marcada diante de Marcin Tybura, o Ultimate decidiu retirar Hunt da luta após o mesmo alegar que está sofrendo fortes consequências mentais decorrente dos combates.

Leia também: Valentina Shevchenko enfrenta Priscila Pedrita no UFC Belém

Após a saída do card do UFC Fight Night 121, o brasileiro Fabrício Werdum foi o substituto. Em seu duelo mais recente, Mark venceu o americano Derrick Lewis por nocaute técnico no quarto round do UFC Fight Night 110.

Com oito vitória e apenas uma derrota na carreira, Curtis Blaydes buscará dar sequência a boa fase. O americano de 26 anos vem atualmente de três vitórias e uma luta sem resultado. Em seu último embate, venceu Alexey Oleynik por nocaute técnico no UFC 217.

O UFC 221 será realizado na Perth Arena, em Perth na Austrália no dia 10 de fevereiro.

CARD DO EVENTO ATÉ O MOMENTO:

Robert Whittaker x Luke Rockhold – Cinturão dos médios
Mark Hunt x Curtis Blaydes
Jussier Formiga x Ben Nguyen
Tyson Pedro x Saparbek Safarov

Foto: Cooper Neill/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

No início dessa semana, o Ultimate anunciou que Fabrício Werdum irá substituir Mark Hunt no combate diante Marcin Tybura, que acontecerá no UFC Fight Night 121. Após o comunicado, o neozelandês atacou à organização e o Presidente Dana White, ao alegar que o UFC o retirou após o mesmo ter aberto um processo contra o evento.

Em resposta ao peso-pesado, o “manda-chuva” em entrevista para o site “TMZ”, esfriou as acusações, e alegou que o motivo da saída, foi que Hunt estaria com problemas de saúde.

“Ele sempre está me atacando. Às vezes você tem que proteger esses caras de si mesmos. Estamos investigando isso agora. Ele disse que eu o odeio desde sempre. Eu nunca odiei o Mark Hunt. Ele sabe disso. Na verdade, eu fui muito bom para o Mark Hunt”, respondeu Dana.

Imagem: MMA Fighting

Na última terça-feira (10), o Ultimate anunciou uma mudança na luta principal do UFC Sidney. O brasileiro Fabrício Werdum, irá substituir Mark Hunt no combate diante Marcin Tybura.

Segundo o UFC, Hunt foi retirado por problemas médicos. Conforme apurou o portal “Daily Telegraph”, o Ultimate decidiu afastar o neozelandês, após o mesmo em entrevista para “Player’s Voice”, alegar que sofre com sequelas decorrentes de sua carreira no MMA.

“Já não durmo bem e podem até me ouvir gaguejar. Minha memória já não está boa, já que esqueço o que fiz ontem, mas lembro das m*** de anos atrás. Esse é o preço que se paga por ser um lutador. Mas tive muitas lutas sujas e fui castigado por caras que estavam trapaceando e isso não está certo”, relatou Hunt ao site.

Em uma rede social, Mark Hunt se revoltou com a decisão da organização, após o anúncio de sua retirada:

“Seu m** filho da p**! Por que vocês m** me tiraram da luta? Vocês vão receber outro processo, seu filho da p**, vai à m*** seu careca babaca! Se você colocar aquele frango frouxo de m** vai se f** filho da p**”.

Fabrício Werdum retorna ao octógono, após se recuperar do revés sofrido para Alistair Overeem, ao vencer Walt Harris por finalização no último sábado (7) no UFC 216. Já o polones Marcin Tybura, buscará à quarta vitória consecutiva. Em seu último combate, o peso-pesado derrotou Andrei Arlovski por decisão unânime no UFC Fight Night 111.

O UFC Fight Night 121 será realizado em Sidney, Austrália no dia 19 de novembro.

CARD DO EVENTO ATÉ O MOMENTO:
Peso-pesado: Fabricio Werdum x Marcin Tybura
Peso-mosca: Joanne Calderwood x Bec Rawlings
Peso-pesado: Rashad Coulter x Tai Tuivasa
Peso-mosca: Ryan Benoit x Ashkan Mokhtarian
Peso-meio-médio: Belal Muhammad x Adversário a ser anunciado
Peso-pena: Jeremy Kennedy x Alex Volkanovski
Peso-palha: Alex Chambers x Nadia Kassem
Peso-médio: Elias Theodorou x Dan Kelly
Peso-mosca: Eric Shelton x Jenel Lausa

Foto: Reprodução/Facebook Mark Hunt

O neozelandês peso pesado do Ultimate Mark Hunt, tem sido uma vítima assídua de adversários que posteriormente as lutas, acabam reprovados no exame antidoping da USADA. Com isso, despertou-se no lutador um espirito de militante por exames mais frequentes e punições mais danosas para os infratores.

Como o meio-pesado Jon ‘Bones’ Jones acabou de ter a sua reincidência no exame antidoping da agencia americana, foi o alvo da vez de Mark Hunt, que está sempre disparando contra alguém publicamente.

Foi em entrevista para o portal americano ‘TMZ’ que Hunt soltou o verbo contra o até então, campeão da divisão meio-pesado. O pesado garantiu que Daniel Cormier deveria receber toda a bolsa faturada por Jon Jones no UFC 214. Além disso, Hunt ainda desdenhou da tatuagem de Jones, uma passagem bíblica muito famosa.

– O DC (Daniel Cormier) deve receber todo o dinheiro que Jones (faturou no último combate)!…Filipenses 4,13: Tudo posso naquele que me fortalece e que me dá o ‘suco’. – Disparou e ironizou Mark Hunt.

Hunt ainda chegou a chamar Jon Jones de ‘puta’ e de ‘trapaceiro’, durante essa mesma entrevista concedida para o ‘TMZ’.

foto: Brandon Magunus/Zuffa LLC

A luta principal do UFC Fight Night 121 está confirmada. Será entre os pesos pesados Mark Hunt e Marcin Tybura.

O neozelandês Mark Hunt vai em busca da segunda vitória seguida. Após sofrer um revés diante Alistair Overeem, no UFC 209, o peso-pesado nocauteou Derrick Lewis ainda no primeiro round, no UFC Fight Night 100.

Marcin Tybura vive um bom momento na carreira. O polonês vêm embalado com uma sequência de três vitórias consecutivas, sendo a mais recente diante Andrei Arlovski, por decisão unânime no UFC Fight Night 111.

O UFC Fight Night 121 será realizado em Sydney, Austrália no dia 19 de novembro.

CARD DO EVENTO ATÉ O MOMENTO:
Peso-pesado: Mark Hunt x Marcin Tybura
Peso-pesado: Rashad Coulter x Tai Tuivasa

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

No dia 10 de junho, o maior evento de MMA do mundo na atualidade, levou toda a sua mega estrutura para Auckland, na Nova Zelândia, para a realização de mais um evento, o de número 400 (somando todas as edições). A luta principal, foi o duelo de peso pesado entre Derrick Lewis x Mark Hunt.

O resultado do combate principal, foi a vitória de Mark Hunt que, voltou a sentir o sabor da vitória depois de nocautear Derrick Lewis com duros socos na segunda metade do 4º round.

Pela grandiosidade da luta, Derrick Lewis x Mark Hunt receberam o prêmio de luta da noite, faturando cada um, o bônus de U$ 50 mil (cinquenta mil dólares). No geral, a bolsa paga a Mark Hunt foi quase oito vezes maior do que a de seu adversário,  Hunt faturou o equivalente a U$ 810,000 (cerca de R$ 2.700.000 – dois milhões e setecentos mil reais -). Em contra partida o seu adversário, embolsou U$ 105,000 (cerca de 350.000 – trezentos e cinquenta mil reais).

Os valores listados logo abaixo, é o resultado da somatória  da bolsa paga pelo UFC, eventual bônus por vitória, eventual bônus por performance ou por luta da noite e patrocínio da Reebok.

Confira todos os salários:

Mark Hunt: $ 810,000
Derrick Lewis: $ 105,000
Derek Brunson: $ 85,000
Ben Nguyen: $ 84.500
Dan Hooker : $ 83,000
Ross Pearson : $ 74,000
John Moraga : $ 66,000
Dan Kelly : $ 34,000
Zak Ottow : $ 30.500
Ion Cutelaba : $ 26,500
Alexander Volkanovski : $ 26,500
Vinc Pichel : $ 26,500
JJ Aldrich : US $ 24.500
Tim Elliott : $ 24,000
Mizuto Hirota : US $ 24.000
Luke Jumeau : $ 22.500
Dominique Steele : US $ 17.000
Henrique da Silva : $ 16,500
Damien Brown : US $ 16.500
Kiichi Kunimoto : $ 16,500
Ashkan Mokhtarian : $ 12,500
Dong Hyun Kim : US $ 12.000
Chan-Mi Jeon : $ 10,500

Imagem: Getty Images

Após o UFC Fight Night 110, o Ultimate divulgou os prêmios de performance do evento. A “Luta da noite” ficou para Derrick Lewis e Mark Hunt, enquanto a de “Performance da noite” ficou para Dan Hooker e Ben Nguyen. Todos faturaram 50 mil dólares (Aproximadamente 158 mil reais).

Os pesos pesados Derrick Lewis e Mark Hunt fizeram um duro combate. O neozolandês levou a melhor e venceu o americano por nocaute técnico no quarto round.

Ben Nguyen garantiu o bônus ao finalizar Tim Elliott com apenas 49 segundos de luta. Outro premiado foi Dan Hooker, o austríaco venceu o inglês Ross Pearson com uma joelha brutal no segundo round.

CONFIRA OS RESULTADOS COMPLETO DO UFC FIGHT NIGHT 110

Imagem: Reprodução

Na luta principal do UFC Fight Night 110, o americano Derrick Lewis enfrentou o neozolandês Mark Hunt pela categoria dos pesados.

A luta: Como já era esperado, o combate começou com ambos cautelosos, esperando o melhor momento para soltar a sequência de golpes. Com Lewis mais cuidadoso, Mark Hunt procurou encurtar a distância, em busca de encurralar Lewis de costas para a grade. Em contrapartida, Lewis esperava o neozelandês no contragolpe.

O segundo round se iniciou com Lewis soltando chutes altos e baixo, enquanto Hunt de forma moderada, buscava novamente a curta distância. Faltando menos de dois minutos para o final do round, Lewis acertou uma boa joelhada de encontro em Hunt, que rapidamente respondeu pressionando o americano na grande e soltando fortes golpes.

Assim como nos rounds anteriores, o terceiro também começou com Hunt tentando pressionar Lewis na grande, enquanto o americano buscava o contragolpe. Visivelmente mais cansado, Derrick apenas começou circular no octógono, no tempo em que Mark soltava fortes diretos e cruzados.

No quarto round o neozolandes voltou a pressionar Derrick, onde logo no inicio acertou um forte Jab e direto que balançaram Lewis. Aos 3 minutos e 51 segundos, após uma sequência avassaladora de Mark Hunt, o juiz interrompeu o combate.

Agora Mark Hunt se recupera da luta “Sem resultado” diante Brock Lesnar no UFC 200 e do revés para Alistair Overeem no UFC 209. Já Derrick Lewis interrompe a sequência de seis vitórias seguidas.

CONFIRA TODOS OS RESULTADOS DO UFC AUCKLAND

Develope By Vedrak Devs