Tag: Max Holloway

O Ultimate oficializou ontem (21) durante o UFC Fight Night 128 o duelo entre o campeão dos penas Max Holloway contra Brian Ortega para o UFC 226.

Um dos atletas mais dominantes dos últimos tempos no UFC, Max Holloway vai em busca da 13º vitória consecutiva. O havaiano desbancou o campeão José Aldo no UFC 212 por nocaute técnico. Em seguida, o americano voltou a enfrentar o brasileiro, dessa vez no UFC 218. Na ocasião, Holloway novamente nocauteou José Aldo.

Leia também: Santiago Ponzinibbio sofre lesão e está fora do UFC Chile

Invicto na carreira, Brian Ortega sem dúvidas é uma das novas sensações do Ultimate. O americano de 27 anos detém em seu cartel profissional 14 vitórias, uma luta sem resultado e nenhuma derrota. Em seu último embate, derrotou Frankie Edgar por nocaute no UFC 222.

O UFC 226 será realizado na T-Mobile Arena, em Las Vegas nos Estados Unidos no dia 7 de julho.

CARD DO EVENTO ATÉ O MOMENTO: 

Stipe Miocic x Daniel Cormier – Cinturão peso-pesado
Max Holloway x Brian Ortega – Cinturão peso-pena
Francis Ngannou x Derrick Lewis
Raphael Assunção x Rob Font
Gokhan Saki x Khalil Rountree
Mike Perry x Yancy Medeiros
Paulo Borrachinha x Uriah Hall

Max Holloway é retirado do card do UFC 223 e poderá ser substituído por Anthony Pettis

Nova York está uma loucura só. De acordo com o website ‘MMA Fighting‘, o havaiano Max Holloway está fora do UFC 223 que será realizado neste sábado (07), na Barclays Center, Brooklyn, Nova Iorque, nos Estados Unidos.

De acordo com o repórter Ariel Helwani, a Comissão Atlética do Estado de Nova Iorque vetou o campeão peso-pena de disputar o cinturão da categoria peso-leve por conta de problemas no corte de peso, e parece que o ex-campeão Anthony Pettis poderá substituir Max.

Leia mais:
Conor McGregor se entrega a polícia em Nova York
– UFC 223 perde três lutas após incidente de Conor McGregor
– [VÍDEO] Dana White detona Conor McGregoru por vandalismo
– UFC divulga comunicado oficial sobre confusão envolvendo Conor McGregor no UFC 223
– [VÍDEO] Conor McGregor quebra ônibus, machuca lutador e tem mandado de prisão decretado

Com exclusividade, a equipe da TV Fight recebeu uma informação do treinador de Boxe de Renato Moicano (único brasileiro na cartelera), Gabriel de Oliveira, que afirmou que Pettis será mesmo o substituto de Max Holloway para encarar Khabib Nurmagomedov.

O UFC 223, sem sombra de dúvidas, foi a edição que mais causou dor de cabeça para a organização nos últimos anos. O irlandês Conor McGregor tratou de surtar e quebrar um ônibus, causando ferimentos em alguns atletas. Os estilhaços de vidro chegou a atingir em pelo menos dois atletas e, três combate foram cancelados.

Após isso, os bastidores da maior organização de MMA do mundo ficou a mil. A polícia expediu mandado de prisão contra Conor McGregor, a confirmação de lutas canceladas etc.

Conor McGregor já se encontra em uma delegacia de Nova York. O lutador apresentou-se por conta própria, esta sob custódia da polícia e deve ficar a disposição da justiça americana.

O UFC não se pronunciou publicamente ainda sobre a saída de Max Holloway do card. De igual forma, não está confirmado que Anthony Pettis irá enfrentar Khabib Nurmagomedov, mas é o que se espera nas próximas horas.

Maiores informações em breve…
Confira abaixo o card completo (sujeito a alterações) do UFC 223:

Card Principal:
Peso-palha: Rose Namajunas  vs. Joanna Jedrzejczyk;
Peso-pena: Renato Moicano  vs. Calvin Kattar;
Peso-leve: Al Iaquinta  vs. Paul Felder;
Peso-galo: Zabit Magomedsharipov vs. Kyle Bochniak.

Card Preliminar:
Peso-palha: Karolina Kowalkiewicz vs. Felice Herrig;
Peso-leve: Joe Lauzon vs. Chris Gruetzemacher;
Peso-leve: Evan Dunham vs. Olivier Aubin-Mercier;
Peso-mosca: Bec Rawlings vs. Ashlee Evans-Smith;
Peso-meio-pesado: Devin Clark vs. Mike Rodriguez;

Lutador, que faria a luta principal do UFC 223 contra Khabib Nurmagomedov, fala sobre frustração com a lesão que o tirou de combate.

Parece que a bruxa continua solta entre Khabib Nurmagomedov e Tony Fergunson, que pela quarta vez viram um combate entre si ser cancelado, dessa vez quem saiu do combate foi Fergunson, que se lesionou em um compromisso com a imprensa.

– Palavras não podem descrever o quanto dói, o quanto estou frustrado, furioso e incrédulo neste momento. Enquanto eu cumpria minhas obrigações de imprensa na sexta-feira, sofri um acidente no estúdio, rompi um ligamento do joelho. Meu médico e os médicos do UFC disseram que eu não poderia lutar, e um deles disse que preciso de cirurgia. Irei a um especialista para dar a determinação final para que eu possa me reabilitar e voltar para defender meu cinturão o mais rápido possível. Quero pedir desculpas aos fãs, ao UFC, ao Khabib, aos meus companheiros de treino, técnicos, amigos e, principalmente, à minha família. Feliz Páscoa a todos. Há males que vem para o bem nesse pesadelo da vida real. Não é Dia da Mentira – escreveu Tony Fergunson em sua conta no Twitter.

Com 10 vitórias em seus últimos 10 combates, Tony Fergunson conquistou o cinturão interino após bater Kevin Lee no 216. O descendente de mexicanos tem uma das maiores sequências de vitórias atualmente na organização e bateu nomes como Gleison Tibau, Josh Thompson, Edson Barboza e Rafael dos Anjos.

Para o seu lugar, o UFC convocou o atual campeão peso-pena, Max Holloway, que entra no lugar de Fergunson e disputa o cinturão interino contra Khabib Nurmagomedov. O duelo entre os dois é a luta principal do UFC 223, neste sábado (07), com cobertura em tempo real da TV Fight.

UFC 223: Hollaway x Nurmagomedov

CARD PRINCIPAL
Peso-leve: Max Holloway x Khabib Nurmagomedov
Peso-palha: Rose Namajunas x Joanna Jedrzejczyk
Peso-pena: Renato Moicano x Calvin Kattar
Peso-leve: Michael Chiesa x Anthony Pettis
Peso-leve: Al Iaquinta x Paul Felder

CARD PRELIMINAR (19h15, de Brasília):
Peso-palha: Karolina Kowalkiewicz x Felice Herrig
Peso-mosca: Ray Borg x Brandon Moreno
Peso-leve: Joe Lauzon x Chris Gruetzemacher
Peso-leve: Evan Dunham x Olivier Aubin-Mercier
Peso-pena: Alex Caceres x Artem Lobov
Peso-mosca: Bec Rawlings x Ashlee Evans-Smith
Peso-meio-pesado: Devin Clark x Mike Rodriguez
Peso-galo: Zabit Magomedsharipov x Kyle Bochniak

Max Holloway se lesiona e está forado UFC 222 onde enfrentaria Frankie Edgar

E uma notícia pegou todos os amantes de MMA de surpresa neste domingo (01). Em sua conta no twitter, o presidente Dana White revelou que o americano Tony Ferguson sofreu uma lesão, e o campeão dos penas Max Holloway irá o substituir no duelo contra Khabib Nurmagomedov pelo cinturão linear dos leves no UFC 223.

Em busca de entrar para história, Max Holloway tentará o feito de deter dois cinturões simultaneamente. O havaiano conquistou o título dos penas no UFC 212, após bater o brasileiro José Aldo. Em seguida, Max novamente derrotou Aldo, em uma revanche no UFC 218.

Sem dúvidas, Khabib Nurmagomedov é um dos lutadores mais temidos do MMA. O russo possui incríveis 25 vitórias e nenhuma derrota na carreira. Em seu combate mais recente, venceu o brasileiro Edson Barboza por decisão unânime no UFC 219.

O UFC 213 será realizado no dia 7 de abril, na Barclays Center, em Nova Iorque, Estados Unidos.

CARD DO EVENTO ATÉ O MOMENTO:

CARD PRINCIPAL
Peso-leve: Tony Ferguson x Khabib Nurmagomedov
Peso-palha: Rose Namajunas x Joanna Jedrzejczyk
Peso-pena: Renato Moicano x Calvin Kattar
Peso-leve: Michael Chiesa x Anthony Pettis
Peso-leve: Al Iaquinta x Paul Felder
CARD PRELIMINAR
Peso-palha: Karolina Kowalkiewicz x Felice Herrig
Peso-mosca: Ray Borg x Brandon Moreno
Peso-leve: Joe Lauzon x Chris Gruetzemacher
Peso-leve: Evan Dunham x Olivier Aubin-Mercier
Peso-pena: Alex Caceres x Artem Lobov
Peso-mosca: Bec Rawlings x Ashlee Evans-Smith
Peso-meio-pesado: Devin Clark x Mike Rodriguez
Peso-galo: Zabit Magomedsharipov x Kyle Bochniak

Nada de revanche, pelo menos é isso que o campeão dos penas do UFC Max Holloway pretende. O havaiano afirmou em entrevista para “Cage Fanatic”, que tem o desejo de enfrentar o russo Khabib Nurmagomedov invés do campeão dos leves Conor McGregor.

“Todos falam de mim e do cara, aquele irlandês (Conor). As pessoas querem ver um contra o outro, mas parece que ninguém fala sobre Khabib. Eu quero o Khabib. Eu acho que para ser o melhor, você tem que bater o melhor, e um deles é o Khabib. Muitos falam do Tony Ferguson, e eu lembro que ele dizia que baixaria para o peso-pena. Podem ficar por lá nos leves, me deixem subir de divisão, sem desculpas. Sou grande, posso subir”.

Leia também: Tyron Woodley diz que irá treinar Floyd Mayweather para o MMA

Com uma sequência de 12 vitórias consecutivas, Holloway também não descartou a possibilidade de subir para divisão dos meio-médios.

“Sou do Havaí, adoro comer, amo torta. Vou ganhar peso e ver no que dá. Estou disposto a ir. Após essa lesão, vou lutar nos penas e ver a partir disso. Todos podemos ter uma ideia, mas só sabemos mesmo quando acontece”.

Com um cartel com 19 vitórias e três derrotas, Max Holloway não é derrotado desde 2013 quando sofreu um revés por decisão unânime para o próprio McGregor. Atualmente, o americano vem de vitória sobre o brasileiro José Aldo por nocaute técnico no UFC 218.

Max Holloway se lesiona e está forado UFC 222 onde enfrentaria Frankie Edgar

O card principal do UFC 222, que acontecerá no dia 3 de março em Las Vegas, acaba de sofrer uma grande baixa. O atual campeão do peso-pena do Ultimate, o havaiano Max Holloway se lesionou e está fora do evento numerado.

A notícia foi dada inicialmente pelo ‘ESPN.com‘, que alegou ter fontes ligadas ao lutador que garantiram a lesão. Nem Max Holloway, nem Frankie Edgar ou mesmo a direção do UFC se pronunciaram a respeito da notícia. O que se espera é que nas próximas horas a maior organização de MMA do mundo se manifeste sobre o ocorrido.

Leia mais:
Exame de Anderson Silva confirma o seu doping
Whittaker comenta sobre sua saúde e projeta retorno
Chris Weidman aceita lutar contra Ronaldo Jacaré

Com a confirmação da lesão de Max Holloway, exatamente a um mês do evento, deve dar margem para convocação de um substituto. Essa foi a segunda vez que a batalha entre Holloway x Edgar é adiada consecutivamente. Na primeira oportunidade,  no UFC 218, após uma lesão do desafiante, a disputa e revanche acabou caindo no colo de José Aldo. Na ocasião, o atleta da Nova União acabou derrotado novamente.

Vale lembrar que José Aldo não está com nenhuma luta marcada e, de acordo com suas redes sociais, etá treinando pesado. Caso seja chamado para ‘salvar’ o evento novamente, essa será a terceira vez que Aldo enfrentará Edgar. Nas outras duas oportunidades o brasileiro levou a melhor, vencendo ambas por decisão unânime.

Cartel de Max Holloway e Frankie Edgar

De suas 21 lutas, Max Holloway venceu 19 vezes e perdeu outras 3. enquanto isso, Frankie Edgar tem 28 batalhas como profissional, tendo 22 vitórias, 5 derrotas e 1 empate.

UFC 222

3 de março de 2018, em Las Vegas (EUA)
CARD DO EVENTO:
Peso-pena: (Possível substituto) x Frankie Edgar
Peso-pesado: Stefan Struve x Andrei Arlovski
Peso-galo: Cat Zingano x Ketlen Vieira
Peso-médio: CB Dollaway x Hector Lombard
Peso-galo: Sean O’Malley x Andre Soukhamthath
Peso-palha: Mackenzie Dern x Ashley Yoder
Peso-galo: Bryan Caraway x Cody Stamann
Peso-meio-pesado: Jordan Johnson x Adam Milstead
Peso-leve: Beneil Dariush x Bobby Green

Max Holloway se lesiona e está forado UFC 222 onde enfrentaria Frankie Edgar

Atual campeão dos penas, o americano Max Holloway em entrevista para o Combate, revelou a torcida para o retorno do ex-campeão José Aldo, além de expressar sua admiração pela carreira do brasileiro.

“Aldo é uma fera, não dá para menosprezar o melhor de todos os tempos. Duas derrotas são só duas derrotas. Espero que ele volte e lute de novo. As pessoas ficam o questionando, mas estou animado para vê-lo lutar, espero que volte e as pessoas possam ver que ele é o melhor. Eu só tive o mapa dele por duas noites e é isso, MMA é isso, as pessoas têm grandes noites. Só tenho respeito pela lenda e agora é hora de meu legado continuar”.

Leia também: Feminismo no MMA: Como o mundo das lutas está reagindo

O havaiano de 26 anos possui incríveis 12 vitórias seguidas na divisão. O peso-pena conquistou o título máximo no UFC 212 após nocautear José Aldo. Na primeira defesa de cinturão, Max novamente derrotou o brasileiro por nocaute técnico na revanche no UFC 218, em dezembro de 2017.

Apesar do recente combate, Max Holloway já tem o próximo combate marcado, será contra o americano Frankie Edgar no UFC 222 no dia 3 de março na T-Mobile Arena, em Las Vegas, Estados Unidos.

Está confirmado a próxima defesa de Max Holloway

Está confirmado mais um combate para o UFC 222. Max Holloway defenderá o cinturão dos penas pela segunda vez, diante de Frankie Edgar. A informação é do site “MMA Junkie”.

Com incríveis 12 vitórias seguidas na divisão, Max Holloway faturou o cinturão após vencer José Aldo no UFC 212 por nocaute técnico. Após o triunfo, o havaiano de 26 anos iria defender o cinturão contra Frankie Edgar no UFC 218, entretanto, uma lesão tirou Edgar da disputa, abrindo uma vaga para José Aldo. Na revanche, Holloway mais uma vez levou a melhor, e permaneceu com o cinturão após vencer o brasileiro novamente por nocaute técnico.

Leia também: Técnico de McGregor revela esforço para o irlandês retornar ao MMA

Essa será a terceira vez que Frankie Edgar tentará conquistar o cinturão dos penas. Nas duas oportunidades, Edgar foi superado pelo brasileiro José Aldo por decisão unânime. Em seus últimos combates, o ex-campeão dos leves venceu Jeremy Stephen e o mexicano Yair Rodriguez.

O UFC 222 será realizado na T-Mobile Arena, em Las Vegas, Estados Unidos no dia 3 de março.

CARD DO EVENTO ATÉ O MOMENTO: 

Max Holloway x Frankie Edgar – Cinturão dos penas
Cat Zingano x Ketlen Vieira
Mackenzie Dern x Ashley Yoder

Há poucos dias de enfrentar Brian Ortega na luta principal do UFC Fight Night 123, o americano Cub Swanson comentou o recente combate envolvendo o cinturão dos penas no UFC 218 entre José Aldo e Max Holloway. Para o peso-pena, Holloway o surpreendeu com sua inteligência no duelo.

“Acho que foi uma grande performance. Sempre soube que o Holloway era forte e tinha grande preparo físico, mas posso dizer que subestimei a inteligência dele como lutador. Ele é muito esperto. Ele entrou lá e brincou com o ego do José Aldo. Acho que o Aldo estava melhor do que esteve na primeira luta, mas ele seguiu com a mesma fraqueza: cair em provocações. O Holloway provocou muito o Aldo, e ele ficou frustrado. Quando o José Aldo teve uma chance, ele gastou todo o gás para terminar a luta com o Holloway. E do mesmo jeito que na primeira luta, o Holloway o venceu no mesmo round, do mesmo jeito, como uma máquina. Tiro o chapéu para ele por isso”.

Leia também: Segundo site, Ronda Rousey deverá migrar para WWE
Treinador acredita em inocência de Spider

Cub Swanson também afirmou que pretende fazer uma revanche com José Aldo somente após ganhar o cinturão. Lembrando que no primeiro encontro o brasileiro o derrotou nocaute técnico no WEC 41 em 2009.

Atualmente no UFC, Swanson vêm embalado com uma sequência de quatro vitórias consecutivas, sendo a mais recente sobre o irlandês Artem Lobov por decisão unânime no UFC Fight Night 108.

José Aldo rompe o silêncio após derrota no UFC 218

José Aldo Junior, ex-campeão dominante dos penas, lutou e perdeu novamente para Max Holloway no UFC 218. Aldo e Holloway haviam se enfrentado anteriormente, e o resultado foi exatamente o mesmo.

Até então, após a derrota José Aldo não havia se pronunciado publicamente, seja para imprensa ou para fãs. Mas o atleta da Nova União resolveu usar as redes sociais para quebrar o silêncio depois de mais um revés. Aldo agradeceu a família, equipe e fãs e garantiu seguir otimista.

Só tenho que agradecer por tudo a minha família que eu amo, minha equipe, melhor do mundo “Nova Uniao” por me fazer grande e campeão aos amigos e fans que sempre estão comigo, muito obrigado a todos!! Serei sempre otimista, pois acreditar é o primeiro passo para fazer acontecer!! . – Publicou José Aldo.

Sua esposa e seu técnico também usaram as redes sociais para se manifestar após a derrota no UFC 218. O técnico do lutador foi o primeiro a declarar apoio ao seu amigo e rebater os críticos. Emerson “Falcao” Vieira destacou que é típicos dos brasileiros crucificam seus heróis e idolatram pilantras. Enquanto isso, sua esposa publicou dois textos referente a carreira lendária de José Aldo no MMA. Vivianne Oliveira destacou que perder faz parte do esporte e rebateu os hipócritas, mandando tentar fazer o mesmo que Aldo fez. Viviane seguiu e replicou o texto de um amigo, alegando que as vezes sente vergonha de ser brasileira.

O futuro de José Aldo segue uma incógnita, o mesmo não falou se para ou continuará lutando MMA. Dana White, presidente do Ultimate, rasgou elogios ao brasileiro mesmo após derrota. O mandachuva deixou o futuro de Aldo em aberto, para que seja feita a vontade do brasileiro

Carreira de José Aldo

O brasileiro, aos 31 anos, amarga a pior fase da carreira. Após uma década de gala, Aldo perdeu três das quatro últimas lutas. Como profissional do MMA, Aldo tem 30 lutas, sendo 26 vitórias.

  • 1
  • 2
  • 4

Develope By Vedrak Devs