Tag: Tudo Sobre MMA

Yair Rodriguez é demitido do UFC após recusar luta

O lutador Yair Rodriguez é o mais novo lutador sem emprego, após recusar combate, provocando a fúria do presidente. O mexicano foi cotado em vários portais de MMA nacionais e internacionais como próximo adversário de Zabit Magomedsharipov. Porém, isso era uma ‘Fake News’ de uma luta que ainda estava sendo negociada.

A proposta para enfrentar Magomedsharipov e, além dele, o Ricardo Lamas, de fato foi feita para Yair Rodriguez, mas houve a recusa do peso pena. A dispensa para esses dois combates tirou Dana White do sério, que resolveu cortar o vinculo contratual do lutador.

Leia mais:
UFC confirma ESPN como nova responsável por direitos de transmissão nos Estados Unidos
Georges St-Pierre deve enfrentar Nate Diaz no UFC 227
Confira todos os salários do UFC 223

A informação sobre a demissão de Yair Rodriguez da maior organização de MMA do mundo, foi dada pelo próprio presidente. Dana White contou para o Los Angeles Times que o mexicano não pertence mais ao seu plantel de funcionários.

— O cara está fora de um ano, rejeita uma luta contra (Ricardo) Lamas e depois não quer lutar com um cara (Zabit Magomedsharipov) abaixo dele no ranking?. Ele pode ir para outro lugar. Não temos utilidade para ele. – disparou o presidente em entrevista.

O lutador ainda não veio a público para comentar a sua demissão e a declaração do agora ex-patrão. De igual forma, a equipe do lutador também não se pronunciou ainda sobre o ocorrido.

Dessa maneira, o atleta mexicano está livre para assinar com outras organizações de MMA. Vários atletas do Ultimate veem migrando para o Bellator MMA, que também é uma organização gigantesca.

Carreira de Yair Rodriguez

O lutador mexicano atualmente está com 25 anos e prestes a fazer um ano que não sobe no octogono. Sua última luta foi contra Frankie Edgar em 13 de maio de 2017, onde foi nocauteado pelo americano.

Rodriguez estava do UFC desde 2014 e, fez sua estreia no UFC 180. Dentro da organização fez sete combates, perdendo apenas uma vez. Era o atual 14º do ranking dos penas, mas mesmo assim não se livrou da demissão.

No geral, como lutador profissional de MMA, fez 12 lutas, saindo como o vencedor em 10 oportunidades e somando outros 2 revezes.

Max Holloway é retirado do card do UFC 223 e poderá ser substituído por Anthony Pettis

Nova York está uma loucura só. De acordo com o website ‘MMA Fighting‘, o havaiano Max Holloway está fora do UFC 223 que será realizado neste sábado (07), na Barclays Center, Brooklyn, Nova Iorque, nos Estados Unidos.

De acordo com o repórter Ariel Helwani, a Comissão Atlética do Estado de Nova Iorque vetou o campeão peso-pena de disputar o cinturão da categoria peso-leve por conta de problemas no corte de peso, e parece que o ex-campeão Anthony Pettis poderá substituir Max.

Leia mais:
Conor McGregor se entrega a polícia em Nova York
– UFC 223 perde três lutas após incidente de Conor McGregor
– [VÍDEO] Dana White detona Conor McGregoru por vandalismo
– UFC divulga comunicado oficial sobre confusão envolvendo Conor McGregor no UFC 223
– [VÍDEO] Conor McGregor quebra ônibus, machuca lutador e tem mandado de prisão decretado

Com exclusividade, a equipe da TV Fight recebeu uma informação do treinador de Boxe de Renato Moicano (único brasileiro na cartelera), Gabriel de Oliveira, que afirmou que Pettis será mesmo o substituto de Max Holloway para encarar Khabib Nurmagomedov.

O UFC 223, sem sombra de dúvidas, foi a edição que mais causou dor de cabeça para a organização nos últimos anos. O irlandês Conor McGregor tratou de surtar e quebrar um ônibus, causando ferimentos em alguns atletas. Os estilhaços de vidro chegou a atingir em pelo menos dois atletas e, três combate foram cancelados.

Após isso, os bastidores da maior organização de MMA do mundo ficou a mil. A polícia expediu mandado de prisão contra Conor McGregor, a confirmação de lutas canceladas etc.

Conor McGregor já se encontra em uma delegacia de Nova York. O lutador apresentou-se por conta própria, esta sob custódia da polícia e deve ficar a disposição da justiça americana.

O UFC não se pronunciou publicamente ainda sobre a saída de Max Holloway do card. De igual forma, não está confirmado que Anthony Pettis irá enfrentar Khabib Nurmagomedov, mas é o que se espera nas próximas horas.

Maiores informações em breve…
Confira abaixo o card completo (sujeito a alterações) do UFC 223:

Card Principal:
Peso-palha: Rose Namajunas  vs. Joanna Jedrzejczyk;
Peso-pena: Renato Moicano  vs. Calvin Kattar;
Peso-leve: Al Iaquinta  vs. Paul Felder;
Peso-galo: Zabit Magomedsharipov vs. Kyle Bochniak.

Card Preliminar:
Peso-palha: Karolina Kowalkiewicz vs. Felice Herrig;
Peso-leve: Joe Lauzon vs. Chris Gruetzemacher;
Peso-leve: Evan Dunham vs. Olivier Aubin-Mercier;
Peso-mosca: Bec Rawlings vs. Ashlee Evans-Smith;
Peso-meio-pesado: Devin Clark vs. Mike Rodriguez;

Após vandalismo, Conor McGregor se entrega a polícia de Nova York e está a disposição da justiça americana

Os bastidores da maior organização de MMA do mundo continua bastante movimentado depois do episódio de ontem (06). Após ato vandalismo que viralizou, Conor McGregor se entrega a polícia de Nova York e agora está a disposição da polícia americana.

A informação que Conor está detido, foi dada pela ‘TMZ Sportz‘ e, a confirmação foi veio por meio do portal ‘MMA Junkei‘. Segundo o site especializado em MMA, Conor McGregor está sob custódia na 78ª Delegacia em Nova York.

Até o presente momento apenas Conor McGregor se entrega e fica disposição da polícia de Nova York. Sendo assim, seus companheiros continuam livres até então, mas a tendencia é que, no decorrer das investigações, mais mandados sejam expedidos.

Leia mais:
– UFC 223 perde três lutas após incidente de Conor McGregor
– [VÍDEO] Dana White detona Conor McGregoru por vandalismo
– UFC divulga comunicado oficial sobre confusão envolvendo Conor McGregor no UFC 223
– [VÍDEO] Conor McGregor quebra ônibus, machuca lutador e tem mandado de prisão decretado

Segundo Dana White, eram cerca de vinte pessoas junto com o irlandês, promovendo uma verdadeira cena de vandalismo. O mandachuva do UFC não aliviou para seu pupilo e, desejou a prisão de todos os envolvidos no episódio.

— Espero que eles sejam presos. Espero que os dois caras do MacLife sejam presos também. Eles têm tudo em vídeo. A polícia acabou de vir e nos contar isso. Aqueles foram os caras que deixaram ele entrar. Espero que eles sejam presos também. A polícia vai cuidar do Conor. Sei que um punhado de pessoas vai entrar com ações contra Conor, só Deus sabe quantos processos ele vai receber. Vou cuidar para que Rose esteja bem, Mike esteja bem, e seguiremos a partir daí. Depois desta luta, veremos o que faremos.

O que aconteceu hoje é criminoso, nojento, desprezível, me deixa doente. Como organização, nós não podemos deixar nada como isso acontecer de novo. Conor estava com certeza jogando coisas, está tudo registrado em vídeo. Não só tinha gente filmando de dentro do ônibus, como havia gente filmando de fora do ônibus, e as câmeras de segurança filmaram tudo, inclusive filmando os caras do MacLife deixando eles entrarem. Não sei se ele está drogado ou qual é o problema, mas vir aqui e agir desta forma… Você está falando de um cara que teve um filho! Ele acabou de ter um bebê. É assim que você age? Você tem um filho em casa! – Disparou Dana.

Ainda na noite de ontem (06) o Ultimate  emitiu um comunicado a imprensa sobre o fato lamentável em evento do UFC 223. O informativo explicava genericamente o que aconteceu, mas repudiou veementemente o ocorrido.

SEGUE COMUNICADO OFICIAL: 

Durante o evento de mídia de hoje no Barclays Center para promover o UFC 223: Khabib vs. Holloway, Conor McGregor e Artem Lobov entraram na arena, acompanhados por mais algumas pessoas.

O grupo, que incluiu Conor McGregor e Artem Lobov, vandalizou o veículo que continha um número de atletas competindo no evento que aconteceria neste fim de semana. A polícia de Nova Iorque foi imediatamente alertado e está atualmente no processo de investigar a situação. O UFC está trabalhando em estreita colaboração com a Comissão Atlética de Nova Iorque, e as autoridades de segurança e policiais do Barclays Center. Todas as partes estão trabalhando juntas para garantir que o mais alto padrão de precauções de segurança adequadas seja implementado para proteger os torcedores e os atletas.

A organização considera a interrupção de hoje completamente inaceitável e está atualmente trabalhando nas consequências que se seguirão. Imediatamente, Lobov foi retirado do cartão deste fim de semana e os indivíduos envolvidos no incidente não são bem-vindos na pesagem cerimonial de amanhã ou no evento de sábado no Barclays Center.

UFC 223

7 de abril de 2018, em Nova York (EUA)
CARD PRINCIPAL:
Peso-leve: Max Holloway x Khabib Nurmagomedov
Peso-palha: Rose Namajunas x Joanna Jedrzejczyk
Peso-pena: Renato Moicano x Calvin Kattar
Peso-leve: Al Iaquinta x Paul Felder

CARD PRELIMINAR:
Peso-palha: Karolina Kowalkiewicz x Felice Herrig
Peso-leve: Joe Lauzon x Chris Gruetzemacher
Peso-leve: Evan Dunham x Olivier Aubin-Mercier
Peso-mosca: Bec Rawlings x Ashlee Evans-Smith
Peso-meio-pesado: Devin Clark x Mike Rodriguez
Peso-galo: Zabit Magomedsharipov x Kyle Bochniak

Conor McGregor quebra ônibus do UFC, atinge outros lutadores e tem mandado de prisão decretado

Após passar um tempo sumido dos holofotes, Conor McGregor reapareceu da pior maneira possível para o esporte que tanto cresce. O irlandês foi filmado arremessando um objeto no ônibus da tripulação do UFC 223, o que ocasionou danos nas janelas.

Os estilhaços de vidro da janela quebrada acabaram atingindo um atleta que estava dentro do transporte. O americano Michael Chiesa foi a vítima, que teve cabeça e rosto cortado. Essas informações foram dadas pelo ‘MMA Fighting‘ e ESPN. Há relatos que a campeã Rose Namajunas foi atingida também, mas o balanço total sobre a tragédia, ainda não foi divulgado.

Leia mais
Conor Mcgregor revela o salário para enfrentar Mayweather
Conor McGregor pode estar correndo risco de morte; diz jornalista irlandês

Conor McGregor invadiu o evento do UFC 223 em Nova York para encontrar seu desafeto Khabib Nurmagomedov. O russo chegou a desentender-se com companheiro de treino do irlandês em um hotel. Esse seria o pivô das ações negativas de Conor.

O lutador polêmico não atuou só. Estava com mais de uma dezena de ajudantes, que colaboraram com o seu ato de vandalismo. Como foi nitidamente identificado, já tem um mandado de prisão contra Conor McGregor expedido pela polícia de Nova York. Com isso, nos próximos instantes o lutador do UFC pode ser preso nos Estados Unidos.

O lutador russo Khabib Nurmagomedov não comentou publicamente sobre o ocorrido no evento. O fato negativo não foi, de igual forma, comentado pelas vitimas Michael Chiesa e a campeã Rose Namajunas. O UFC também não comentou ainda com a imprensa se tomará alguma mendida punitiva contra o seu atleta.

Khabib Nurmagomedov enfrentará Max Holloway. Rose Namajunas irá defender seu cinturão contra Joanna Jedrzejczyk. Já Michael Chiesa é dúvida, mas se não sair do card, enfrentará Anthony Pettis.

UFC 223
7 de abril de 2018, em Nova York (EUA)
CARD PRINCIPAL:
Peso-leve: Max Holloway x Khabib Nurmagomedov
Peso-palha: Rose Namajunas x Joanna Jedrzejczyk
Peso-pena: Renato Moicano x Calvin Kattar
Peso-leve: Michael Chiesa x Anthony Pettis
Peso-leve: Al Iaquinta x Paul Felder

CARD PRELIMINAR:
Peso-palha: Karolina Kowalkiewicz x Felice Herrig
Peso-mosca: Ray Borg x Brandon Moreno
Peso-leve: Joe Lauzon x Chris Gruetzemacher
Peso-leve: Evan Dunham x Olivier Aubin-Mercier
Peso-mosca: Bec Rawlings x Ashlee Evans-Smith
Peso-meio-pesado: Devin Clark x Mike Rodriguez
Peso-galo: Zabit Magomedsharipov x Kyle Bochniak

Confira o vídeo em que flagra Conor McGregor e outros:
Godofredo Pepey é demitido do UFC

Mais um integrante do TUF Brasil I encerra seu contrato de forma negativa com a maior organização de MMA. Dessa vez, que passou pelo RH do Ultimate foi o finalista do reality Godofredo Pepey, após uma sequência de falhas.

Sua última luta dentro do UFC foi contra Mirsad Bektić em janeiro deste ano, onde foi nocauteado. Antes mesmo de acabar a primeira metade do round inicial, Pepey já sucumbiu, no UFC on Fox: Jacaré vs. Brunson II.

Leia também
[VÍDEO] Site diz que Rony Jason foi demitido do UFC
UFC demite quatro brasileiros de uma só vez 

Com a saída de Godofredo Pepey, restam atualmente apenas três remanescentes do elenco do TUF Brasil I. Dos dezesseis lutadores que participaram dessa edição, apenas Serginho Moraes, Trinaldo Massaranduba e Cezár Mutante continuam no UFC.

A informação sobre a demissão de Pepey do UFC, foi dada pelo portal americano ‘MMA Fighting‘. A maior organização de MMA do mundo vem reduzindo o seu vasto plantel de funcionários constantemente. A direção do UFC é bastante dura quanto a sequência de derrotas, raramente passando das três consecutivas. A má fase de Pepey, foi o principal pivô para a demissão.

Carreira de Godofredo Pepey

O cearense de 30 anos de idade, lutou 19 vezes como atleta profissional de MMA, vencendo em 13 oportunidades. Chegou invicto ao UFC, e sua primeira derrota foi na final do TUF I, frente a Rony Jason, campeão daquela edição. Após isso, venceu mais uma e posteriormente amargou mais duas derrotas, ficando na corda bamba do UFC pela primeira vez. Godofredo Pepey conseguiu se reerguer na organização com três vitórias consecutivas, mas voltou a ter uma baixa na carreira. das últimas quatro lutas, venceu apenas uma, sendo as duas últimas derrotas.

Com a quebra do contrato, Pepey agora está livre para atuar por outras organizações, sendo nacionais ou internacionais.

UFC irá reforçar segurança de Colby Covington no UFC 224 (UFC Rio)

O UFC terá nova dor de cabeça para manter segurança de Colby Covington. O americano é atualmente o alvo número um do ódio brasileiro, após uma série de insultos do lutador. Após vencer Demian Maia no UFC São Paulo, Colby tentou se promover de maneira vexatória e insultou o Brasil e os brasileiros.

— Eu deveria ter nocauteado. O Brasil é um chiqueiro. Esses animais imundos (brasileiros) não prestam. Não precisa de tradução e traz meu cinturão. Me dê o Tyronn Woodley – disparou o americano. – disse o lutador após o combate, que saiu da Arena escoltado e a segurança continuou no hotel.

Leia também:
Polêmica: Colby Covington e o Silêncio do UFC
Colby Covington promete colocar Fabrício Werdum na cadeia
Colby Covington diz que foi ameaçado de morte por lutadores e citou ameaça de Lyoto Machida 

Com a oficialização da luta entre Rafael dos Anjos contra Colby, fez surgir novamente a preocupação com a segurança. Mas ao que tudo indica, o Ultimate já providenciou o reforço para Colby Covigton retornar ao Brasil.

Em entrevista para o portal americano ‘MMA Figting‘, o lutador americano declarou que o UFC garantiu sua segurança. Além disso, disse que o único risco que corre risco, é Rafael dos Anjos, quando fecharem o octógono.

— UFC me garantiu segurança. Única preocupação de segurança vai ser quando trancarem o RDA no octógono e ele enfrentar um americano de 170 pounds feito de aço e sex appeal. – Confirmou o lutador

UFC 224
12 de maio, no Rio de Janeiro
CARD DO EVENTO:

Peso-galo: Amanda Nunes x Raquel Pennington
Peso-meio-médio: Rafael dos Anjos x Colby Covington
Peso-médio: Vitor Belfort x Lyoto Machida
Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Kelvin Gastelum
Peso-galo: John Lineker x Brian Kelleher
Peso-médio: Thales Leites x Jack Hermansson
Peso-leve: Davi Ramos x Nick Hein
Peso-meio-médio: Alberto Miná x Ramazan Emeev
Peso-pesado: Júnior Albini x Alexey Oleynik
Peso-médio: Cézar Mutante x Karl Roberson
Peso-palha: Mackenzie Dern x Amanda Cooper
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Sultan Aliev
Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira x Sean Strickland

Lutador de MMA é assassinado na presença de sua família em Belém

Palco do último UFC no Brasil, Belém volta a ser notícia nacional novavem, mas dessa vez por um triste fato. Um lutador de MMA foi brutalmente assassinado dentro de sua própria casa e na presença de seus familiares.

Foi na madrugada desta terça-feira (03) que o crime aconteceu. O macapaense, lutador de MMA, com 29 anos de idade, por nome de Adriano Sylberth Santana Siqueira, foi executado à sangue frio. O crime aconteceu dentro de sua própria residência que fica localizada no Distrito de Outeiro, na grande Belém, no Estado do Pará.

Leia também:
– TOP 5: Os lutadores mais altos da história do MMA 
[VÍDEO] Lutador que comemorou pulando no adversário é punido

A notícia do assassinato do atleta conhecido como ‘Mamute’, foi dada em primeira mão pelo portal “G1“. O portal relatou que três homens armados e encapuzados bateram na porta dos fundos da residência de Adriano e em seguida invadiram a moradia. ‘Mamute’ ao vê-los, correu para o quarto onde estava sua família (mulher e filhos) e atiraram no rosto do lutador da equipe “Cova dos Leões”. Com isso, o lutador já tombou ainda com vida.

Antes de se evadirem do local do crime, os criminosos encapuzados roubaram celulares de Adriano e de sua esposa. Ao perceberem que o lutador ainda estava com vida, desferiram diversos golpes de faca para ceifar a vida do atleta. Adriano Mamute também trabalhava como eletricista naval, para complementar a renda.

Ainda de acordo com a notícia do ‘G1, Adriano tinha mais de 30 lutas profissionais de MMA, porém, apenas duas estavam oficialmente registradas no site do maior banco de dados do esporte, o famoso Sherdog, sendo uma derrota e uma vitória.

A Polícia Civil do Estado do Pará informou que Adriano ‘Mamute’ não era envolvido com drogas e nem vinha sendo ameaçado.

A redação da Tudo Sobre MMA estará atenta a mais informações sobre o crime. Surgindo mais novidades sobre o caso, a matéria será atualizada e replicada nas redes sociais. Portanto fique ligado para receber essa e outras notícias.

Facebook: Tudo Sobre MMA

Twitter: TudoSobreMMA_

Instagram: TudoSobre.MMA

WhastApp: +55 84 9414-2377

[VÍDEO] Lutador que comemorou pulando no adversário pede desculpas

Na última edição do LFA (Legacy Fighting Alliance) 36, o evento ficou marcado por uma comemoração para lá de bizarra. Drew Chatman, é o lutador que comemorou pulando no adversário e o vídeo viralizou na internet. Chatman subiu nas costas de Irvins Ayala e o usou de trampolim para um pequeno salto mortal.

Até o próprio lutador que comemorou pulando no adversário reconheceu que sua conduta não condiz com esporte. A Comissão Atlética da Califórnia, converteu a vitória em derrota por desqualificação e bloqueou o pagamento da bolsa de US$ 500 (quinhentos dólares). Além disso, o atleta ainda foi suspenso por 90 (noventa) dias.

Leia mais:
– TOP 5: Os lutadores mais altos da história do MMA 
– Confira todos os salários do UFC 222
– Paulo Borrachinha sofre lesão, e é retirado do UFC Atlantic City

O lutador recebeu a punição conformado e, até concordou com a posição adotada pela Comissão Atlética da Califórnia. Pelo menos foi o que disse Drew Chatman em entrevista ao portal americano ‘MMA Figjting‘.

— Honestamente, não mereço ser pago por isso. É decepcionante assistir, minha mãe teve que ver. Pessoas que se inspiram em mim tiveram que ver. Eu não sou campeão, mas superei muitas coisas e me tornei uma coisa que não pensava que me tornaria. (…) Regras são regras e, no fim das contas, quando você olha para o que aconteceu, você diz “tudo bem” por eles terem suspendido meu pagamento e por me suspenderem por 90 dias. Tenho que olhar para trás e viver com esse arrependimento todos os dias. (…) Se você assistir às minhas lutas amadoras, eu estou sempre dando mortais, piruetas ou algo do tipo. Não pensei antes de fazer, só pulei e dei um mortal. – Disse o lutador que comemorou pulando no adversário.

Quanto a organização onde aconteceu o fato, esta não se pronunciou publicamente sobre o ocorrido até o presente momento.

Confira o vídeo do momento em que o lutador que comemorou pulando no adversário

Comissão Atlética de Nevada revela salários do UFC 216
Comissão Atlética de Nevada revela salários do UFC 216
Imagem: Getty Images

No último sábado (07) aconteceu mais um edição história da maior organização de MMA do mundo. O UFC 216 contou com duas disputas de cinturão, e um card recheado de bons nomes.

Na luta principal, o agora campeão interino dos leves Tony Ferguson foi quem mais faturou na noite. O americano faturou o equivalente a R$ 1,6 milhão (um milhão e seiscentos mil reais). Enquanto isso, seu adversário Kelvin Lee, embolsou a quantia de R$ 792 mil (setecentos e noventa e dois mil reais).

A segunda maior bolsa da noite, ficou para o brasileiro Fabrício Werdum, que faturou R$ 1,3 milhão (um milhão e trezentos mil reais). A terceira e última bolsa milionária ficou para o  recordista de defesas de título e, atual campeão dos moscas, Demetrious Johnson ganhou o equivalente a R$ 1,2 milhão pela sua vitória no UFC 216.

Vale lembrar que esses números foram divulgados Comissão Atlética de Nevada para o portal americano ‘MMA Junkie’. Os valores listados já estão convertidos na moeda brasileira, levando em consideração a cotação do dólar em 3,17. Os salários do UFC 216 logo abaixo já estão com eventuais bônus.

Confira os salários do UFC 216:

Tony Ferguson: R$ 1,6 milhão;
Kevin Lee: R$ 792 mil;
Demetrious Johnson: R$ 1,2 milhão;
Ray Borg: R$ 317 mil;
Fabricio Werdum: R$ 1,3 milhão;
Walt Harris: R$ 89 mil;
Mara Romero Borella: R$ 76 mil;
Kalindra Faria: R$ 38 mil;
Beneil Dariush: R$ 152 mil;
Evan Dunham: R$ 127 mil;
Cody Stamann: R$ 76 mil;
Tom Duquesnoy: R$ 73 mil;
Bobby Green: R$ 76 mil;
Lando Vannata: R$ 79 mil;
Poliana Botelho: R$ 64 mil;
Pearl Gonzalez: R$ 32 mil;
Matt Schnell: R$ 64 mil;
Marco Beltran: R$ 44 mil;
John Moraga: R$ 216 mil;
Magomed Bibulatov: R$ 54 mil;
Brad Tavares: R$ 235 mil ;
Thales Leites: R$ 181 mil.

Rony Jason é flagrado agredindo mulher em festa no ceará

Foto: Instragem/UFCRony Jason, lutador do UFC natural de Quixadá-CE, foi filmado em momento de descontrole onde aparece agredindo uma mulher. O vídeo rapidamente circulou pelas redes sociais, por ser um atleta bastante conhecido.

Vivendo um momento péssimo na carreira como lutador de MMA, a pior fase desde que entrou no UFC. Rony Jason hoje, é um dos atletas que estão na corda bamba do UFC para uma possível demissão. O histórico da organização é de três lutas seguidas sem vitória, demitir o atleta Rony Jason já não vence há quatro.

Mas o lutador não parece muito abalado com sua instabilidade no UFC. Rony Jason compartilha corriqueiramente mídias de bebidas e festas com amigos, mas um vídeo inesperado viralizou.

Ontem (07), em uma festa em Quixadá, no Ceará, Rony Jason foi flagrado agredindo uma mulher que estava no chão. Na filmagem em questão, o lutador chega a desferir alguns golpes na mulher, que só fecha a guarda para tentar se proteger. A motivação, (mesmo que não justifique) para o ataque do lutador até então, ainda é desconhecida.

Fontes próximas ligadas ao lutador, informaram que a mulher é irmã mais velha do atleta.

Vídeo de Rony Jason agredindo a mulher:

Mesmo contendo apenas treze segundos, é possível ver que de fato é Rony agredindo. O lutador foi contido por pessoas que estavam ao seu redor na festa.

Com 33 anos de idade, Rony até o momento tem 21 lutas como atleta profissional de MMA. Desses combates foram 14 vitórias, 6 derrotas e 1 ‘NC’. Sua última luta foi contra Jeremy Kennedy, em fortaleza, e foi derrotado por decisão unânime.

O lutador ainda não se pronunciou publicamente sobre o ocorrido. Caso deseje, a direção da Tudo Sobre MMA está a disposição para sanar qualquer eventual mal entendido sobre o ocorrido.

  • 1
  • 2

Develope By Vedrak Devs