Tag: Warlley Alves

Warlley Alves encara James Krause no UFC Fight Night 135

Vencedor do TUF Brasil 3, o peso meio-médio Warlley Alves (12v-2d) já tem data programada para seu retorno ao octógono mais famoso do planeta. De acordo com o Combate.com, o brasileiro irá encarar o duríssimo norte americano da equipe Glory MMA And Fitness James Krause (25v-7d) no UFC Fight Night 135, que será realizado no dia 25 de agosto, na Pinnacle Bank Arena em Lincoln, Nebraska, nos Estados Unidos.

Warlley Alves irá em busca de sua terceira vitória consecutiva. Após amargar dois reveses, para Bryan Barberena e Kamaru Usman, o meio-médio vencey Salim Touahri no UFC Fight Night 118 em outubro do ano passado e confirmou a boa fase ao vencer o russo Sultan Aliev no UFC 224, realizado em maio deste ano no Rio de Janeiro.

Leia também: Alex Muñoz vence Nick Newell e frustra contratação de um lutador com um braço

Seu adversário, James Krause também está em boa fase no Ultimate. o norte americano vem de quatro triunfos seguidos, sobre Daron Cruickshank, Shane Campbell, Tom Gallicchio e em sua última apresentação, bateu Alex White na decisão unânime dos árbitros laterais no UFC Fight Night 124 realizado em janeiro deste ano.

Confira abaixo o card (até o momento – sujeito à alterações) do UFC Fight Night 135: Gaethje vs. Iaquinta:

  • Peso-leve: Justin Gaethje vs. James Vick;
  • Peso-mosca: Deiveson Figueiredo vs. John Moraga;
  • Peso-palha: Angela Hill vs. Courtney Casey;
  • Peso-médio: Andrew Sanchez vs. Antônio Braga Neto;
  • Peso-médio: Eryk Anders vs. Tim Williams;
  • Peso-leve: Drew Dober vs. Jon Tuck;
  • Peso-galo: Luke Sanders vs. Rani Yahya;
  • Peso-pena: Andre Fili vs. Michael Johnson;
  • Peso-mosca: Joanne Calderwood vs. Kalindra Faria;
  • Peso-galo: Iuri Marajó vs. Cory Sandhagen;
  • Peso-meio-médio: Mickey Gall vs. George Sullivan;
  • Peso-meio-médio: Bryan Barberena vs. Jake Ellenberger;
  • Peso-meio-médio: James Krause vs. Warlley Alves.

Confira a lista das suspensões médicas do UFC 224

A Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA) divulgou ainda ontem (14), a lista das suspensões médicas do UFC 224. A edição histórica foi realizada em solo brasileiro, mais precisamente no Rio de Janeiro.

Ao todo, foram vinte e seis lutadores que tomaram suspensões médicas após suas atuações no UFC 224. Dentre estes, quinze ficarão afastados no mínimo de quatorze dias do octógono e no mínimo sete dos treinos.

Dois lutadores receberam as suspensões medicas de trinta dias sem poder lutar e de no mínimo vinte e um dia sem contato físico. Outros dois tomaram suspensão de quarenta e cinto dias, tendo que ficar longe dos treinos por trinta dias.

Leia mais
Confira todos os salários do UFC 224
[Vídeo] Amanda Nunes critica treinador de Pennington que não deixou atleta desistir da luta
UFC 224 – Bônus: Lyoto Machida, Oleynik, Jacaré e Gastelum garantem prêmio de performance

Quatro atletas ficaram com a suspensão de sessenta dias sem poder voltar ao octógono mais famoso do mundo novamente. O periodo sem treinamento para esses, é de quarenta e cinco dias.

Somente dois atletas ficaram com o máximo das suspensões médicas do UFC 224. Foi a campeã do peso galo feminino Amanda Nunes e Ronaldo Jacaré. A ‘Leoa’ venceu e manteve seu cinturão, mas a priori está suspensa por 180 (cento e oitenta) dias, mas esse período pode ser reduzido para trinta dias, a depender do que aponte o Raio-X do pé direito.

Ronaldo Jacaré está numa situação bastante parecida com a da Amanda Nunes. Suspenso inicialmente por 180 (cento e oitenta) dias, o lutador brasileiro precisa de uma avaliação do pé direito, estando tudo dentro dos conformes, esse prazo cai para quarenta e cinco dias.

Confira suspensões médicas do UFC 224 na íntegra:

 

suspensões médicas do UFC 224 de 14/7

Lyoto Machida: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

John Lineker: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Mackenzie Dern: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Warlley Alves: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Markus Perez: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Elizeu Zaleski: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Davi Ramos: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Cezar Mutante: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

James Bochnovic: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Ramazan Emeev: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Jack Hermansson: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Nick Hein: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Junior Albini: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Karl Roberson: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Amanda Cooper: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

 

suspensões médicas do UFC 224 de 30/21

Kelvin Gastelum: 30 dias sem lutar e 21 dias sem nenhum contato com a academia

Aleksey Oleynik: 30 dias sem lutar e 21 dias sem nenhum contato com a academia

 

suspensões médicas do UFC 224 de 45/30

Alberto Miná: 45 dias sem lutar e 30 dias sem nenhum contato com a academia

Thales Leites: 45 dias sem lutar e 30 dias nenhum contato com a academia

suspensões médicas do UFC 224 de 60/45

Vitor Belfort: 60 dias sem lutar e 45 dias sem contato com a academia

Sultan Aliev: 60 dias sem lutar e 45 dias sem contato com a academia, e ainda precisa de liberação de cirurgião após avaliação de crânio maxilo facial

Sean Strickland: 60 dias sem lutar e 45 dias sem contato com a academia

Brian Kelleher: 60 dias sem lutar e 45 dias sem contato com a academia

Raquel Pennington: 60 dias sem lutar /45 dias sem contato com a academia,  e ainda precisa de liberação de cirurgião após avaliação de crânio maxilo facial

 

suspensões médicas do UFC 224 de 180/180

Amanda Nunes: 180 dias sem lutar / 180 dias sem contato físico. Pendente Raio-X do pé direito, e se normal 30 dias sem lutar / 21 dias sem contato físico.

Ronaldo Jacaré: 180 dias sem lutar / 180 dias sem contato físico. Pendente Raio-X do pé direito, e se normal 45 dias sem lutar / 30 dias sem contato físico

 

Confira todos os salários do UFC 224

No dia 12 de maio, o Ultimate realizou mais uma edição histórica em solo brasileiro. O UFC 224 foi realizado no Rio de Janeiro com o card recheado de brasileiro e, com a defesa de cinturão de Amanda Nunes como luta principal.

Como de costume, publica-se os salários dos atletas por suas atuações dias após o evento. Com o UFC 224 não foi diferente e, listamos as vinte e seis remunerações dos atletas que lutaram no evento. O ‘Canal Nocaute‘ detalhou em vídeo, todos os valores.

Leia mais:
Confira os salários do UFC on FOX 29
Confira todos os salários do UFC 223
Confira todos os salários do UFC 222

Mesmo sendo a campeã e fazendo a luta principal, Amanda Nunes não foi a detentora do maior salário do UFC 224. A campeã dos galos, faturou US$ 260.000 (duzentos e sessenta mil dólares. Convertidos em Real na cotação atual, a quantia é pouco mais de R$ 941.000 (novecentos e quarenta e um mil reais). Já a desafiante Raquel Pennington, ganhou exatamente a metade, US$ 130.000 (cento e trinta mil dólares), que na nossa moeda, seria R$ 416.000 (quatrocentos e dezesseis mil reais).

Enquanto isso, o vencedor ganhou menos que o derrotado na luta co-principal. Ronaldo Jacaré foi derrotado por decisão dividida, mas mesmo assim, faturou US$ 225.000 (duzentos e vinte e cinco mil dólares). Se convertido em reais, gira em torno de R$ 814.500 (oitocentos e quatorze mil e quinhentos reais). Já o vencedor Kelvin Gastelum, levou para casa US$ 150.000 (cento e cinquenta mil dólares).

Mackenzie Dern venceu a luta por finalização, teve 30% da sua bolsa convertida para sua adversária por não bater o peso e faturou US$ 49.400 (quarenta e nove mil e quatrocentos dólares), algo em torno de R$ 179.000 (cento e setenta e nove mil). Já John Lineker, teve uma ótima bolsa, e levou US$ 102.000 (cento e dois mil dólares) ou pouco mais de R$ 369.000 (trezentos e sessenta e nove mil reais).

O primeiro e segundo maior salário do UFC 224 ficou para o duelo entre lendas. Vitor Belfort, mesmo derrotado por nocaute, fico com a maior bolsa da noite, faturando US$ 315.000 (trezentos e quinze mil dólares). Se convertido em Real, a quantia embolsada pelo ‘The Phenom’ é cerca de R$ 1.140.300 (um milhão, cento e quarenta mil e trezentos reais). Já o vencedor Lyoto Machida ficou com US$ 270.000 (duzentos e setenta mil dólares) ou R$ 977.500 (novecentos e setenta e sete mil e quinhentos reais).

Os salários expostos abaixo já é a somatória da bolsa para lutar, eventuais bônus para os vencedores, eventuais bônus de performances, luta da noite e patrocinadora. Está incluso também a retirada dos 30% perdidos por quem não bateu o peso, tendo sido acrescentados no respetivo adversário.

LISTA DE TODOS OS SALÁRIOS DO UFC 224

CARD PRINCIPAL

Amanda Nunes: US$ 260.000
Raquel Pennington: US$ 130.000

Ronaldo Jacaré: US$ 225.000
Kelvin Gastelum: US$ 150.000

Mackenzie Dern: US$ 49.400
Amanda Cooper: US$ 31.100

John Lineker: US$ 102.000
Brian Kelleher: US$ 26.000

Vitor Belfort: US$ 315.000
Lyoto Machida: US$ 270.000

CARD PRELIMINAR

Cézar Mutante: US$ 100.000
Karl Roberson: US$ 15.500

Alexey Oleynik: US$ 115.000
Júnior Albini: US$ 15.500

Davi Ramos: US$ 27.500
Nick Hein: US$ 23.000

Elizeu Capoeira: US$ 41.000
Sean Strickland: US$ 39.000

Warlley Alves: US$ 27.500
Sultan Aliev: US$ 15.500

Thales Leites: US$ 72.000
Jack Hermansson: US$ 37.000

Alberto Miná: US$ 18.000
Ramazan Emeev: US$ 27.500

Markus Maluko: US$ 27.500
James Bochnovic: US$ 15.500

UFC 224 – Resultados: Amanda Nunes x Raquel Pennington

Será realizado hoje (12) na Jeunesse Arena no Rio de Janeiro o UFC 224. Na luta principal, a brasileira Amanda Nunes defende o cinturão dos galos feminino contra a americana Raquel Pennington.

Na luta co-principal, o brasileiro Ronaldo Jacaré Souza enfrenta o americano Kelvin Gastelum pela divisão dos médios. Outro aguardado combate, foi entre as lendas Vitor Belfort e Lyoto Machida na primeira luta do card principal.

RESULTADOS EM TEMPO REAL:

CARD PRINCIPAL:
Peso-galo: Amanda Nunes venceu Raquel Pennington por nocaute técnico aos 2m36s do quinto round
Peso-médio: Kelvin Gastelum venceu Ronaldo Jacaré por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Peso-palha: Mackenzie Dern venceu Amanda Cooper por finalização (mata-leão) no primeiro round
Peso-galo: John Lineker venceu Brian Kelleher por nocaute (soco) aos 3m42s do terceiro round
Peso-médio: Lyoto Machida vence Vitor Belfort por nocaute (chute) aos 1 minuto do primeiro round
CARD PRELIMINAR: 
Peso-médio: Cézar Mutante venceu Karl Roberson por finalização (katagatame) aos 4m45 do primeiro round
Peso-pesado: Alexey Oleynik venceu Júnior Albini por finalização (Ezekiel-Choke) aos 1m45s do primeiro round
Peso-leve: Davi Ramos venceu Nick Hein por finalização (mata-leão) aos 4m15s do primeiro round
Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira venceu Sean Strickland por nocaute técnico (chute e socos) aos 3m40s do primeiro round
Peso-meio-médio: Warlley Alves venceu Sultan Aliev por nocaute técnico (interrupção médica)
Peso-médio: Jack Hermansson venceu Thales Leites por nocaute técnico (socos) 2m10s do terceiro round
Peso-meio-médio: Alberto Miná venceu Ramazan Emeev por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-médio: Markus Maluko venceu James Bochnovic por finalização 4m28s do primeiro round

Warlley Alves enfrenta Jim Wallhead no UFC Polônia

Imagem: Getty Images

Mais uma luta está confirmada para o UFC Fight Night 118. O brasileiro Warlley Alves irá enfrentar o ingles Jim Wallhead. O duelo é pela divisão dos meio-médios.

Warlley Alves não vive um grande momento no Ultimate. O campeão do TUF Brasil 3 vêm com uma sequência de duas derrotas consecutivas, diante Bryan Barberena no UFC 198, e para Kamaru Usman no UFC Fight Night 100. Ambos revés foram por decisão unânime.

Assim como brasileiro, Jim Wallhead também vêm com duas derrotas seguidas. O inglês foi superado por Jessin Ayari na decisão dividida no UFC Fight Night 93, e para o brasileiro Luan Chagas por finalização no UFC 212.

O UFC Fight Night 118 será realizado em Gdansk, Polônia na Ergo Arena no dia 21 de outubro

Confira as bolsas do UFC 198

Mesmo perdendo, Belfort foi o que mais faturou.

Foto: Geraldo Bubniak/ Gazeta Press
Stipe Miocic e Fabrício Werdum fizeram aluta principal da maior edição de MMA realizada no Brasil. Mas nem a disputa de cinturão pagou o valor pago ao veterano Victor Belfort.
O ”The Phenom” perdeu por nocaute para Ronaldo Jacaré ainda no primeiro round, mas nem de longe, alguém ganhou as cifras sequer parecidas com a de Vitor Belfort.

Confira os valores das bolsas + patrocínios da Reebok:

Stipe Miocic: $ 204.000 ($ 62.000 do evento + $ 62.000 bônus da vitória + $ 50.000 pelo desempenho da Noite + $ 30.000 Reebok);

Fabricio Werdum: $ 165.000 ($ 125.000 do evento + $ 40.000 patrocínio da Reebok);

Ronaldo Jacaré: $ 255.000 ($ 135.000 do evento + $ 60.000 bônus da vitória + $50.000 pelo desempenho da Noite + $ 10.000 Reebok);

Vitor Belfort: $ 315.000 (US $ 300.000 do evento + $ 15.000 patrocínio da Reebok);

Cristiane Cyborg: $ 122.500 (US $ 60.000 do evento + $ 60.000 bônus da vitória + $ 2.500 Reebok);

Leslie Smith: $ 16,500 ($ 14,000 do evento + $ 2.500 Reebok);

Mauricio Shogun: $ 270.000 ($ 185.000 do evento + $ 70.000 bônus da vitória + $15.000 Reebok);

Corey Anderson: $ 25.000 (US $ 20.000 do evento + $ 5.000 Reebok);

Bryan Barberena: $ 26.500 ($ 12.000 do evento+ $ 12.000 pelo bônus da vitória + $ 2.500 Reebok);

Warlley Alves: $ 28.500 ($ 26.000 do evento + $ 2.500 Reebok);

Demian Maia: $ 180.000 (US $ 80.000 do evento + $ 80.000 pelo bônus da vitória + $ 20.000 Reebok);

Matt Brown: $ 68.000 ($ 48.000 do evento + $ 20.000 Reebok);

Thiago Santos: $ 49.000 ($ 22.000 do evento + $ 22.000 pelo bônus da vitória + $ 5.000 Reebok);

Nate Marquardt: $ 71.000 ($ 51.000 do evento + $ 20.000 Reebok);

Francisco Trinaldo: $ 118.000 ($ 29.000 do evento + $ 29.000 bônus da vitória + $ 50.000 pelo bônus da luta da Noite, + $ 10.000 Reebok);

Yancy Medeiros: $ 78.000 ($ 23.000 do evento + $ 50.000 bônus da luta da Noite + $ 5.000 Reebok);

John Lineker: $ 59.000 ($ 27.000 do evento + $ 27.000 de bônus pela vitória + $ 5.000 Reebok);

Rob Font: $ 14.500 ($ 12.000 do evento + $ 2.500 Reebok);

Rogério Minotouro: $ 193.000 ($ 114.000 do evento + $ 74.000 bônus da vitória + $ 5.000 Reebok);

Patrick Cummins: $ 21.000 ($ 16.000 do evento + $ 5.000 Reebok);

Sergio Moraes: $ 21.000 ($ 16.000 do evento + $ 5.000 Reebok);

Luan Chagas: $ 12.500 (US $ 10.000 do evento + $ 2.500 Reebok);

Renato Moicano: $ 26.500 ($ 12.000 do evento + $ 12.000 pelo bônus da vitória + $ 2.500 Reebok);

Zubaira Tukhugov: $ 16.500 ($ 14.000 do evento + $ 2.500 Reebok).

Warlley Alvez perde sua primeira luta na carreira contra Barberena

Não deu para o brasileiro no UFC 198.

Foto: Reprodução/One Round

A luta começou a todo vapor, logo nos primeiros segundos do round, o brasileiro Warlley Alves encaixou uma guilhotina no Barberena, que passou por sufoco por alguns segundos. Mas logo também se impôs no combate o Barberena e mostrou a que veio, foi um grande assalto, de muita trocação, onde potentes golpes foram desferidos dos dois lados, mas alguns chutes nas costelas, combinados com bons golpes, deram o primeiro round ao brasileiro.

Os atletas voltaram para o segundo round com tudo, o brasileiro estava visivelmente mais cansado que seu adversário, mas isso não o prejudicou no combate. Ambos os atletas aceitaram a trocação franca desde o inicio do assalta, dando um verdadeiro show para os telespectadores da edição 198 do UFC. O brasileiro, ciente da potencia de seus golpes, sempre buscava o fim da luta, já o Barberena, veio crescendo aos poucos, e ditou o ritmo da luta no ultimo minuto, acertando vários golpes no Warlley Alves, que sentiu um pouco, sendo assim, Barberena virou o round.

O brasileiro teria que voltar para o terceiro round, lutando mais com a cabeça do que com a raça, o que não aconteceu, Warlley voltou para dar show, e o Barberena aceitou o combate e foi mais efetivo do que o atleta da casa. Barbarina nos dois últimos minutos de combate acertou potentes golpes no frontal do brasileiro que abalou o brasileiro, que não teve mais potencia em seu jogo para contra golpear a altura. Barberena venceu novamente o terceiro round.

Saiba tudo sobre o UFC 198

O evento acontecerá num estádio de futebol em Curitiba.

Uma grande edição do Ultimate está para acontecer em nosso país. O card do UFC 198 que será realizado na cidade de Curitiba, está cada vez mais recheado de atrações imperdíveis. O evento deve ser na Arena do Atlético-PR e com as lutas que estão casadas, é certeza de estádio lotado.
A ultima bomba anunciada para tal evento, foi a confirmação da luta entre Anderson Silva x Uriah Hall. O combate encheu os olhos dos brasileiros, e os holofotes agora estão mais divididos, tornando a edição do Ultimate mais atraente.
Vários brasileiros já estão confirmados, a luta principal será a defesa de cinturão dos pesados, entre Fabricio Werdum x Stipe Miocic, no co-event o combate entre Ronaldo Jacaré x Vitor Belfort, onde o vencedor se credenciará a uma disputa de cinturão, segundo Dana White.
Outro brasileiros que vão entrar em combate são Demian Maia, Mauricio Shogun, Rogério Minotouro, Thiago Marreta, Warlley Alves, Trinaldo Massaranduba, Serginho Morais e Renato Moicano.

Confira o Card:

UFC 198

14 de maio de 2016, em Curitiba (PR)

CARD DO EVENTO (até agora):

Peso-pesado: Fabricio Werdum x Stipe Miocic

Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Vitor Belfort
Peso-médio: Anderson Silva x Uriah Hall (POSIÇÃO DA LUTA NÃO OFICIAL).

Peso-meio-médio: Demian Maia x Matt Brown

Peso-meio-pesado: Mauricio Shogun x Corey Anderson

Peso-meio-pesado: Patrick Cummins x Rogério Minotouro

Peso-médio: Thiago Marreta x Nate Marquardt

Peso-meio-médio: Warlley Alves x Bryan Barberena

Peso-leve: Francisco Massaranduba x Yancy Medeiros

Peso-meio-médio: Serginho Moraes x Kamaru Usman

As principais notícias do esporte que mais cresce no mundo, em um só lugar. 

Contate-nos:  

[email protected]

© Copyright 2015-2018 Tudo Sobre MMA| desenvolvido por: Vedrak Devs