Categoria: Bolsas

Confira todos os salários do UFC 225

Saiu mais uma lista de remunerações dos lutadores que atuaram no último evento do Ultimate. Todos os salários do UFC 225 foram divulgados, como de praxe, dias após o evento. Essa edição da maior organização de MMA do mundo foi realizada em Chicago, no sábado passado (09).

Vários fatos curiosos e nada comuns aconteceram nessa lista de salários do UFC 225. Robert Whittaker venceu Yoel Romero, este último não bateu o peso, teve que ceder 30% e ainda os US$ 50.000 (cinquenta mil dólares) de luta da noite para o campeão. Então,era esperado uma bolsa volumosa para Whittaker, e de fato veio. O neozelandês levou para casa US$ 610.000 (seiscentos e dez mil dólares),convertendo para o Real, a quantia gira em torno de R$ 2.257.000 (dois milhões, duzentos e cinquenta e sete mil reais). Enquanto o cubano faturou US$ 290.000 (duzentos e noventa mil dólares), que em nossa moeda, fica cerca de R$ 1.073.000 (um milhão e setenta e três mil reais).

Já no co-evento principal, mais uma coisa diferente nos salários do UFC 225. Rafael dos Anjos e, o agora campeão interino Colby Covington, levaram US$ 380.000 (trezentos e oitenta mil dólares) cada uma. A bolsa foi igual, independentemente da vitória do americano sobre o brasileiro. Se convertido em Real, a quantia gira na casa de R$ 1.405.000 (um milhão, quatrocentos e cinco mil reais).

Mas dos salários do UFC 225, dois em especial, roubaram a cena da noite de evento. Alistair Overeem e CM Punk tiveram pagamentos altíssimos, sendo a bolsa do peso pesado a maior do evento. Alistair Overeem lutou no card preliminar, foi derrotado, mas mesmo assim ainda faturou a bagatela de US$ 860.000 (oitocentos e sessenta mil dólares. Essa simbólica quantia do Overeem, em Real, gira em torno de R$ 3.182.000 (três milhões, cento e oitenta e dois mil reais).

Já o CM Punk, astro do WWE, ganhou a quantia nada irrisória  de US$ 503.500 (quinhentos e três mil e quinhentos dólares), por uma luta pífia. O lutador do cartel 0-2, se converter a bolsa para nossa moeda, terá ganho R$ 1.863.000 (um milhão, oitocentos e sessenta e três mil reais).

UFC 225
SALÁRIOS DO UFC 225 – CARD PRINCIPAL:

Robert Whittaker: US$ 610.000
Yoel Romero: US$ 290.000

Rafael dos Anjos: US$ 380.000
Colby Covington: US$ 380.000

Holly Holm: US$ 75.000
Megan Anderson: US$ 23.500

Andrei Arlovski: US$ 270.000
Tai Tuivasa: US$ 31.5000

Mike Jackson: US$ 23.500
CM Punk: US$ 503.500

SALÁRIOS DO UFC 225 – CARD PRELIMINAR:

Alistair Overeem: US$ 860.000
Curtis Blaydes: US$ 105.000

Cláudia Gadelha: US$ 63.000
Carla Esparza: US$ 44.000

Ricardo Lamas: US$ 68.000
Mirsad Bektic: US$ 51.000

Rashad Coulter: US$ 13.500
Chris de la Rocha: US$ 23.500

Rashad Evans: US$ 170.000
Anthony Smith: US$ 52.000

Joseph Benavidez: US$ 92.000
Sergio Pettis: US$ 76.000

Clay Guida: US$ 79.000
Charles do Bronx: US$ 165.000

Mike Santiago: US$ 13.500
Dan Ige: US$ 23.500

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Confira todos os salários do UFC Chile

Nais um evento histórico do Ultimate, o UFC Chile. Pela primeira vez, a maior organização de MMA aterrissou toda sua estrutura no último sábado (19), na cidade de Santiago no Chile, para a realização do UFC Fight Night 129, ais precisamente na Movistar Arena.

Na luta principal, o brasileiro Demian Maia foi superado pelo nigeriano Kamaru Usman por decisão unânime dos juízes laterais. Além de Demian, mais cinco brasileiros estiveram no card: Vicente Luque, Michel Trator, Alexandre Pantoja, Poliana Botelho e Felipe Silva.

Leia mais:
Confira todos os salários do UFC 224
Confira todos os salários do UFC 223
Confira todos os salários do UFC 222

No tocante aos salários do UFC Chile, esse foi um dos menores pagamentos gerais dos últimos eventos. Mesmo perdendo, o brasileiro Demian Maia faturou US$ 106.000 (cento e seis mil dólares), na cotação atual do dólar, a quantia gira em torno de R$ 390.000 (trezentos e noventa mil reais).

Enquanto isso,  o vencedor do combate principal, levou para casa US$ 55.000 (cinquenta e cinco mil dólares), se convertida em Real, Kamaru Usman faturou cerca de R$ 202.000 (duzentos e dois mil reais).

A surpresa dos pagamentos do UFC Chile ficou por parte do Claudio Puelles, que fez a primeira luta da noite e, no total (entre vitória, bônus, bolsa por lutar e patrocinadora), levou US$ 90.000 (noventa mil dólares), sendo assim a maior lutada noite.

Os salários expostos abaixo já é a somatória da bolsa para lutar, eventuais bônus para os vencedores, eventuais bônus de performances, luta da noite e patrocinadora. Está incluso também a retirada dos 30% perdidos por quem não bateu o peso, tendo sido acrescentados no respetivo adversário.

UFC Fight Night 129
Santiago, no Chile
Sábado, 19 de maio de 2018

Card principal do UFC Chile

Kamaru Usman: US$ 55.000
Demian Maia: US$ 106.000

Tatiana Suarez: US$ 53.000
Alexa Grasso: US$ 18.000

Dominick Reyes: US$ 35.000
Jared Cannonier: US$ 57.000

Guido Cannetti: US$ 28.000
Diego Rivas: US$ 16.000

Andrea Lee: US$ 73.500
Veronica Macedo: US$ 63.500

Vicente Luque: US$ 45.000
Chad Laprise: US$ 33.000

Card preliminar do UFC Chile

Michel Trator: US$ 54.000
Zak Cummings: US$ 25.000

Alexandre Pantoja: US$ 32.000
Brandon Moreno: US$ 20.000

Poliana Botelho: US$ 27.500
Syuri Kondo: US$ 15.500

Gabriel Benítez: US$ 87.000
Humberto Bandenay: US$ 15.500

Enrique Barzola: US$ 47.000
Brandon Davis: US$ 15.500

Frankie Saenz: US$ 49.000
Henry Briones: US$ 14.000

Claudio Puelles: US$ 90.000
Felipe Silva: US$ 15.500

Confira os salários do UFC 224

No dia 12 de maio, o Ultimate realizou mais uma edição histórica em solo brasileiro. O UFC 224 foi realizado no Rio de Janeiro com o card recheado de brasileiro e, com a defesa de cinturão de Amanda Nunes como luta principal.

Como de costume, publica-se os salários dos atletas por suas atuações dias após o evento. Com o UFC 224 não foi diferente e, listamos as vinte e seis remunerações dos atletas que lutaram no evento. O ‘Canal Nocaute‘ detalhou em vídeo, todos os valores.

Leia mais:
Confira os salários do UFC on FOX 29
Confira todos os salários do UFC 223
Confira todos os salários do UFC 222

Mesmo sendo a campeã e fazendo a luta principal, Amanda Nunes não foi a detentora do maior salário do UFC 224. A campeã dos galos, faturou US$ 260.000 (duzentos e sessenta mil dólares. Convertidos em Real na cotação atual, a quantia é pouco mais de R$ 941.000 (novecentos e quarenta e um mil reais). Já a desafiante Raquel Pennington, ganhou exatamente a metade, US$ 130.000 (cento e trinta mil dólares), que na nossa moeda, seria R$ 416.000 (quatrocentos e dezesseis mil reais).

Enquanto isso, o vencedor ganhou menos que o derrotado na luta co-principal. Ronaldo Jacaré foi derrotado por decisão dividida, mas mesmo assim, faturou US$ 225.000 (duzentos e vinte e cinco mil dólares). Se convertido em reais, gira em torno de R$ 814.500 (oitocentos e quatorze mil e quinhentos reais). Já o vencedor Kelvin Gastelum, levou para casa US$ 150.000 (cento e cinquenta mil dólares).

Mackenzie Dern venceu a luta por finalização, teve 30% da sua bolsa convertida para sua adversária por não bater o peso e faturou US$ 49.400 (quarenta e nove mil e quatrocentos dólares), algo em torno de R$ 179.000 (cento e setenta e nove mil). Já John Lineker, teve uma ótima bolsa, e levou US$ 102.000 (cento e dois mil dólares) ou pouco mais de R$ 369.000 (trezentos e sessenta e nove mil reais).

O primeiro e segundo maior salário do UFC 224 ficou para o duelo entre lendas. Vitor Belfort, mesmo derrotado por nocaute, fico com a maior bolsa da noite, faturando US$ 315.000 (trezentos e quinze mil dólares). Se convertido em Real, a quantia embolsada pelo ‘The Phenom’ é cerca de R$ 1.140.300 (um milhão, cento e quarenta mil e trezentos reais). Já o vencedor Lyoto Machida ficou com US$ 270.000 (duzentos e setenta mil dólares) ou R$ 977.500 (novecentos e setenta e sete mil e quinhentos reais).

Os salários expostos abaixo já é a somatória da bolsa para lutar, eventuais bônus para os vencedores, eventuais bônus de performances, luta da noite e patrocinadora. Está incluso também a retirada dos 30% perdidos por quem não bateu o peso, tendo sido acrescentados no respetivo adversário.

LISTA DE TODOS OS SALÁRIOS DO UFC 224

CARD PRINCIPAL

Amanda Nunes: US$ 260.000
Raquel Pennington: US$ 130.000

Ronaldo Jacaré: US$ 225.000
Kelvin Gastelum: US$ 150.000

Mackenzie Dern: US$ 49.400
Amanda Cooper: US$ 31.100

John Lineker: US$ 102.000
Brian Kelleher: US$ 26.000

Vitor Belfort: US$ 315.000
Lyoto Machida: US$ 270.000

CARD PRELIMINAR

Cézar Mutante: US$ 100.000
Karl Roberson: US$ 15.500

Alexey Oleynik: US$ 115.000
Júnior Albini: US$ 15.500

Davi Ramos: US$ 27.500
Nick Hein: US$ 23.000

Elizeu Capoeira: US$ 41.000
Sean Strickland: US$ 39.000

Warlley Alves: US$ 27.500
Sultan Aliev: US$ 15.500

Thales Leites: US$ 72.000
Jack Hermansson: US$ 37.000

Alberto Miná: US$ 18.000
Ramazan Emeev: US$ 27.500

Markus Maluko: US$ 27.500
James Bochnovic: US$ 15.500

Confira todos os salários do UFC on Fox 29

Com um interessante card, o Ultimate realizou no último sábado(14) o UFC on Fox 29, em Glendale, Arizona nos Estados Unidos na Gila River Arena. Na luta principal, o esperado combate entre os americano Dustin Poirier e Justin Gaethje, pela divisão dos leves.

Na luta co-principal, chamado de última hora, o brasileiro Alex Cowboy surpreendeu o ex-desafiante ao cinturão meio-médio Carlos Condit. O carioca foi escalado para enfrentar o americano na penúltima semana, decorrente de uma lesão de Matt Brown.

Além de Alex Cowboy Oliveira, outros quatro brasileiros estavam presentes no card do UFC on Fox 29. Antonio Carlos Junior, Wilson Reis, Gilbert Durinho e Dhiego Lima também representaram o Brasil em Arizona nos Estados Unidos.

Leia também
UFC On Fox 29 – Resultados: Dustin Poirier x Justin Gaethje
Alex Cowboy assegura prêmio de performance, e garante 50 mil dólares
Confira todos os salários do UFC 223

O maior salário de todo o UFC on FOX 29 ficou com Dustin Poirier, que venceu e faturou o total de US$ 170.000 (Cento e setenta mil dólares).  Se convertidos em Real, o montante arrecadado chega próximo a R$ 573.000 (quinhentos e setenta e três mil) na cotação atual.

Enquanto isso, o adversário de Poirier, Justin Gaethje, embolsou o total de US$ 110.000 (cento e dez mil dólares). Na nossa moeda nacional, a bolsa dele fica estipulada em cerca de R$ 371.000 (trezentos e setenta e um mil reais).

O brasileiro Alex Cowboy faturou US$ 100.000 (cem mil dólares). Se convertidos em Real, na cotação atual, a quantia transforma-se em R$ 337.000 (Trezentos e trinta e sete mil reais). Carlos Condit mesmo derrotado, ainda ganhou mais. Ele levou para casa US$ 115.000 (cento e quinze mil reais. O equivalente a quase R$ 388.000 (trezentos e oitenta e oito mil reais).

Os demais brasileiros também receberam suas bolsas, e em ordem decrescente o Antonio Carlos Junior, foi o segundo brasileiro mais bem pago. Ele faturou US$ 80.000 (oitenta mil dólares), cerca de R$ 270.000 (duzentos e setenta mil reais). Seguindo de Gilbert Durinho que embolsou US$ 56.000 (cinquenta e seis mil dólares), cerca de R$ 189.000 (cento e oitenta e nove mil.

Wilson Reis perdeu e recebeu US$ 31.000 (trinta e um mil dólares), equivalente a quase R$ 105.000 (cento e cinco mil reais). Por último, vem Dhiego Lima que embolsou US$ 15.000 (quinze mil dólares), cerca de R$ 50.500 (cinquenta mil e quinhentos reais).

Todas as informações descritas a cima foram dadas pelo portal americano ‘MMA Junkie‘ que obteve acesso junto a Comissão de Boxe e MMA do Arizona,

Confira todos os salários do UFC on Fox 29

Card Principal
Dustin Poirier: $ 170.000
Justin Gaethje: US $ 110.000

Alex Oliveira: $ 100.000
Carlos Condit $ 115.000

Israel Adesanya: $ 106.000
Marvin Vettori US $ 20.000

Michelle Waterson: $ 80.000
Cortney Casey $ 33.000

Card Preliminar
Antonio Carlos Junior: $ 80.000
Tim Boetsch US $ 72.000

Muslim Salikhov: $ 20.000
def. Ricky Rainey $ 14.000

John Moraga: $ 74.000
Wilson Reis $ 31.000

Brad Tavares: $ 80.000
Krzysztof Jotko $ 36.000

Gilbert Durinho: $ 56.000
Dan Moret US $ 12.000

Lauren Mueller: $ 20.000
def. Shana Dobson US $ 12.000

Yushin Okami: $ 70.000
Dhiego Lima US $ 15.000

Adam Wieczorek: $ 24.000
Arjan Bhullar US $ 12.000

Alejandro Perez: $ 50.000
Matthew Lopez US $ 33.000

Luke Sanders: $ 24.000
Patrick Williams US $ 12.000

Confira todos os salários do UFC 223

Sem a menor sombra de dúvidas, o a edição de número 223 foi uma das que mais deu dor de cabeça ao UFC nos últimos anos. Com uma série de imprevistos na véspera das lutas, o evento passou por uma série de reformulação. Ao fim, tudo correu bem e finalmente  Comissão Atlética de Nova York divulgou a lista de salários do UFC 223.

Dentre todos os salários do UFC 223, não houve muita surpresa quanto ao detentor da maior remuneração daquela noite. O russo, invicto e agora campeão dos leves Khabib Nurmagomedov foi o que mais faturou no evento em terras americana. Ele faturou US$ 530.000 (quinhentos e trinta mil dólares), que se convertido em reais, a quantia ultrapassa R$ 1.800.000 (um milhão e oitocentos mil reais).

Leia também
Dana White confirma retorno de Brock Lesnar: “Está voltando”
[VÍDEO] Dana White detona Conor McGregor por vandalismo
UFC 223 – Resultados: Khabib Nurmagomedov x Al Iaquinta

Enquanto isso, o adversário do russo, faturou US$ 280.000 (duzentos e oitenta mil dólares). Se convertido em nossa moeda, Al Iaquinta faturou quase R$ 960.000 (novecentos e sessenta mil reais). Essa foi a segunda maior bolsa da noite. Superando até mesmo a campeã dos palhas.

Rose Namajunas que manteve o cinturão vencendo Joanna Jedrzejczyk, embolsou US$ 240.000 (duzentos e quarenta mil dólares). Enquanto isso, a polonesa ex-campeã recebeu US$ 130.000. Cerca de R$ 821.000 (oitocentos e vinte e um mil reais) para Rose e R$ 445.000 (quatrocentos e quarenta e cinco mil reais) para a Jedrzejczyk.

Vale lembrar que os lutadores removidos do card após o incidente de Conor McGregor, também receberam seus salários do UFC 223. O único que não recebeu foi Artem Lobov que estava junto com o irlandês durante a confusão.

Dos retirados do Card, Anthony Pettis foi o mais bem pago, embolsando US$ 135.000 (cento e trinta e cinco mil dólares), mesmo sem ter subido ao octógono. Mais do que a ex-campeã e desafiante ao título do peso palha feminino. A quantia em Real, gira em torno de R$ 462.000 (quatrocentos e sessenta e dois mil).

Confira todos os salários do UFC 223

CARD PRINCIPAL:
Khabib Nurmagomedov: US$ 530.000
Al Iaquinta: US$ 280.000
Rose Namajunas: US$ 240.000
Joanna Jedrzejczyk: US$ 130.000
Renato Moicano: US$ 54.000
Calvin Kattar: US$ 19.000
Zabit Magomedsharipov: US$ 81.000
Kyle Bochniak: US$ 68.000
Joe Lauzon: US$ 82.000
Chris Gruetzemacher: US$ 78.000

CARD PRELIMINAR:
Karolina Kowalkiewicz: US$ 51.000
Felice Herrig: US$ 34.000
Bec Rawlings: US$ 19.000
Ashlee Evans-Smith: US$ 33.000
Evan Dunham: US$ 55.000
Olivier Aubin-Mercier: US$ 95.000
Devin Clark: US$ 33.000
Mike Rodriguez: US$ 13.500

LUTADORES RETIRADOS DO CARD:
Anthony Pettis: US$ 135.000
Michael Chiesa: US$ 36.000
Paul Felder: US$ 30.000
Ray Borg: US$ 22.000
Brandon Moreno: US$ 16.000
Alex Caceres: US$ 28.000

*Artem Lobov: US$ 00,00

Confira os salários do UFC 222 . Cyborg lidera a lista sendo a mais bem paga.

Como já se é de praxe, logo após o evento, especula-se bastante sobra a remuneração de cada lutador atuante. Não foi diferente na edição de ontem (3), e já foi divulgada a lista de salários do UFC 222.

Dentre os salários do UFC 222, já se esperava um valor bastante elevado para a campeã dos penas Cris Cyborg. A curitibana faturou o total de UR$ 540.000 (quinhentos e quarenta mil dólares). Convertido em Real, a bolsa da campeã gira em torno de R$ 1.755.000 (um milhão, setecentos e cinquenta e cinco mil reais).

Destaca-se também o salário da estreante americana naturalizada brasileira. Mackenzie Dern venceu por decisão dividida e faturou na sua primeira luta do UFC UR$ 53.500 (cinquenta e três mil e quinhentos dólares). Um valor bem a cima da média se comparado a outros lutadores estreantes no evento, salvo os que eventualmente foram beneficiados com alguma bonificação da noite. Convertido em Real, a quantia gira em torno de R$ 174.000 (cento e setenta e quatro mil reais).

Leia também
Os lutadores mais altos da história do MMA
UFC 222 – Resultados: Cris Cyborg x Yana Kunitskaya
Cris Cyborg garante que venceria Floyd Mayweather no MMA

A segunda maior bolsa sa noite foi para Andrei Arlovski que conseguiu emplacar mais uma vitória. A sua bolsa foi de UR$ 295.000 (duzentos e noventa e cinco mil dólares). Se caso fosse convertido em Real, essa quantia estaria na casa dos R$ 960.000 (novecentos e sessenta mil reais).

Confira a lista completa dos salários do UFC 222

CARD PRINCIPAL:

Cris Cyborg: UR$ 540.000
Yana Kunitskaya: UR$ 130.000

Frankie Edgar: UR$ 215.000
Brian Ortega: UR$ 255.000

Sean O’Malley: UR$ 97.500
Andre Soukhamthath: UR$ 74.000

Stefan Struve: UR$ 92.000
Andrei Arlovski: UR$ 295.000

Cat Zingan: UR$ 40.000
Ketlen Vieira: UR$ 65.000

CARD PRELIMINAR:

Ashley Yoder: UR$ 15.500
Mackenzie Dern: UR$ 53.500

Beneil Dariush: UR$ 58.000
Alexander Hernandez: UR$ 79.000

John Dodson: UR$ 92.000
Pedro Munhoz: UR$ 39.000

CB Dollaway: UR$ 107.000
Hector Lombard: UR$ 77.000

Mike Pyle: UR$ 70.000
Zak Ottow: UR$ 40.000

Bryan Caraway: UR$ 26.000
Cody Stamann: UR$ 43.000

Jordan Johnson: UR$ 31.500
Adam Milstead: UR$ 15.500

Confira os salários do UFC 221

A maior organização de MMA do mundo, levou sua mega estrutura para mais uma edição na Austrália. Foi um card recheado com doze combates e, como de costume, é divulgado a bolsa dos atletas. O portal ‘The Sports Daily‘ foi quem divulgou a lista dos salários do UFC 221.

O mais alto, dos salários do UFC 221 ficou com Mark Hunt, mesmo tendo sido derrotado por decisão unânime. O neozelandês faturou US$ 765 mil (setecentos e sessenta e cinco mil dólares). Em Real, o quantia gira em torno de R$ 2.517.000 (dois milhões, quinhentos e dezessete mil reais). A segunda maior bolsa da noite, foi do também derrotado Luke Rockhold, que faturou US$ 485 mil (quatrocentos e oitenta e cinco mil dólares). Cerca de R$ 1.547.000 (um milhão, quinhentos e quarenta e sete mil reais).

Leia mais:
Dana dispara: “Woodley só fala m*! A luta com Rafael dos Anjos é a que vai acontecer”
Confira os salários do UFC Belém
Cris Cyborg defende cinturão contra Yana Kunitskaya no UFC 222

O único brasileiro presente no card, era o potiguar Jussier Formiga. Ele faturou US$ 102 mil (cento e dois mil dólares). Convertidos em Real, Formiga faturou R$ 335 mil (trezentos e trinta e cinco mil reais).

Confira todos os salários do UFC 221:

Mark Hunt: US$ 765 mil (US$ 750 mil por lutar e US$ 15 mil da Reebok);

Luke Rockhold: US$ 485 mil (US$ 350 mil por lutar, US$ 105 mil por Yoel Romero não bater o peso e US$ 30 mil da Reebok);

Yoel Romero: US$ 255 mil (US$ 350 mil por lutar, US$ 10 mil da Reebok. Deixou de ganhar US$ 105 mil por não bater o peso);

Ross Pearson: US$ 128 mil (US$ 54 mil por lutar, US$ 54 mil por vencer, US$ 20 mil da Reebok);

Jake Matthews: US$ 103 mil (US$ 24 mil por lutar, US$ 24 mil por vencer, US$ 50 mil pela Luta da Noite e US$ 5 mil da Reebok);

Jussier Formiga: US$ 102 mil (US$ 21 mil por lutar, US$ 21 mil por vencer, US$ 50 mil pela Performance da Noite e US$ 10 mil da Reebok);

Li Jingliang: US$ 75 mil (US$ 20 mil por lutar, US$ 50 mil pela Luta da Noite e US$ 5 mil da Reebok);

Israel Adesanya: US$ 73.500 (US$ 10 mil por lutar, US$ 10 mil por vencer, US$ 50 mil pela Performance da Noite e US$ 3.500 da Reebok);

Curtis Blaydes: US$ 51 mil (US$ 23 mil por lutar, US$ 23 mil por vencer e US$ 5 mil da Reebok);

Teruto Ishihara: US$ 51 mil (US$ 23 mil por lutar, US$ 23 mil por vencer e US$ 5 mil da Reebok);

Alexander Volkanovski: US$ 37 mil (US$ 16 mil por lutar, US$ 16 mil por vencer e US$ 5 mil da Reebok);

Tyson Pedro: US$ 33 mil (US$ 14 mil por lutar, US$ 14 mil por vencer e US$ 5 mil da Reebok);

Dong Hyun Kim: US$ 33 mil (US$ 14 mil por lutar, US$ 14 mil por vencer e US$ 5 mil da Reebok);

Tai Tuivasa: US$ 27.500 (US$ 12 mil por lutar, US$ 12 mil por vencer e US$ 3.500 Reebok);

Luke Jumeau: US$ 27.500 (US$ 12 mil por lutar, US$ 12 mil por vencer e US$ 3.500 da Reebok);

Mizuto Hirota: US$ 24 mil (US$ 19 mil por lutar e US$ 5 mil da Reebok);

Ben Nguyen: US$ 23 mil (US$ 18 mil por lutar e US$ 5 mil da Reebok);

José Quiñonez: US$ 21 mil (US$ 16 mil por lutar e US$ 5 mil da Reebok);

Cyril Asker: US$ 19 mil (US$ 14 mil por lutar e US$ 5 mil da Reebok);

Damien Brown: US$ 19 mil (US$ 14 mil por lutar e US$ 5 mil da Reebok);

Jeremy Kennedy: US$ 19 mil (US$ 14 mil por lutar e US$ 5 mil da Reebok);

Daichi Abe: US$ 15.500 (US$ 12 mil por lutar e US$ 3.500 da Reebok);

Saparbek Safarov: US$ 13.500 (US$ 10 mil por lutar e US$ 3.500 da Reebok);

Rob Wilkinson: US$ 13.500 (US$ 10 mil por lutar e US$ 3.500 da Reebok).

Confira os salários do UFC Belém

O primeiro evento do UFC no Brasil em 2018, foi em um palco inédito para a maior organização de MMA do mundo. UFC Belém teve a super estrutura do Ultimate foi levada até lá, para mais de dez mil espectadores presentes.

Como de praxe, após as lutas é divulgado a lista de salários do UFC Belém para com cada atleta que atuou naquela noite. A maior bolsa da noite, como já se era esperado, ficou para Lyoto Machida, que faturou $220,000 (duzentos e vinte mil dólares). Se convertido em Real, a quantia gira em torno de R$ 717.000 (setecentos e dezessete mil reais).

Leia mais
Mário Yamasaki se defende dos insultos de Dana
Vídeo: Dana White critica Yamasaki e elogia Pedrita
Priscila Pedrita lesiona seriamente o joelho e pode não lutar mais em 2018

A segunda maior bolsa da noite no UFC Belém ficou com o também brasileiro, Thiago ‘Marreta’ Santos. Ele faturou $140,000 (cento e quarenta mil dólares) que em Real é equivalente a pouco mais de R$ 456.000 (quatrocentos e cinquenta e seis mil reais).

Confira a lista de todos os salários do UFC Belém
  • Lyoto Machida: $220,000 ($200,000 de salário e $20,000 da Reebok);
  • Eryk Anders: $19,500 ($16,000 de salário e $3,500 da Reebok);

  • Valentina Shevchenko: $91,000 ($18,000 de salário, $18,000 por sua vitória, $50,000 do bônus de performance da noite e $5,000 da Reebok);

  • Priscila Cachoeira: $13,500 ($10,000 de salário e $3,500 Reebok);

  • Michel Prazeres: $35,500 ($20,000 de salário , $20,000 por sua vitória, e $3,500 Reebok. PS: Menos $8,000 por exceder o peso);

  • Desmond Green: $23,500 ($12,000 de salário e  $3,500 Reebok. PS: Mais $8,000 por Michel Prazeres ter excedido o peso);

  • Timothy Johnson: $35,500 ($16,000 de salário, $16,000 por sua vitória e $3,500 da Reebok);

  • Marcelo Golm: $15,500 ($12,000 de salário e $3,500 da Reebok);

  • Douglas Silva de Andrade: $41,000 ($18,000 de salário, $18,000 por sua vitória e $5,000 da Reebok);

  • Marlon Vera: $23,000 ($18,000 de salário e $5,000 da Reebok);

  • Thiago Santos: $140,000 ($40,000 de salário, $40,000 por sua vitória, $50,000 do bônus de luta da noite e $10,000 da Reebok);

  • Anthony Smith: $81,000 ($21,000 de salário , $50,000 do bônus de uta da noite e $10,000 da Reebok);

  • Sergio Moraes: $45,000 ($20,000 de salário , $20,000 por sua vitória e $5,000 da Reebok);

  • Tim Means: $53,000 ($43,000 de salário e $10,000 da Reebok);

  • Alan Patrick: $37,000 ($16,000 de salário , $16,000 por sua vitória e $5,000 da Reebok);

  • Damir Hadzovic: $15,500 ($12,000 de salário e $3,500 Reebok);

  • Polyana Viana: $23,500 ($10,000 de salário, $10,000 por sua vitória e $3,500 da Reebok);

  • Maia Stevenson: $13,500 ($10,000 de salário e $3,500 Reebok);

  • Iuri Alcantara: $123,000 ($29,000 de salário, $29,000 por sua vitória, $50,000 de bônus de performance da noite e $15,000 da Reebok);

  • Joe Soto: $36,000 ($31,000 de salário e $5,000 Reebok);

  • Deiveson Figueiredo: $31,500 ($14,000 de salário, $14,000 por sua vitória e $3,500 da Reebok);

  • Joseph Morales: $15,500 ($12,000 de salário e $3,500 Reebok);

**John Dodson: $30,000 ($20,000 de salário e $10,000 Reebok) – recebeu tanto o pagamento do UFC como da Reebok, mesmo sem ter lutado, pois Pedro Munhoz não bateu o peso.

Dana White explica porque não pagou bolsa de Vitor Belfort

Após o desaparecimento de Uriah Hall nas vésperas da luta, Vitor Belfort cobrou o UFC pelo pagamento de sua bolsa. O jamaicano era esperado para subir na balança, porém passou mal, não apareceu e a luta teve que ser cancelada. Mas em participação na TV Americana, Dana White explica o motivo do não pagamento da bolsa do brasileiro.

Belfort acredita que mereça receber a bolsa, para suprir os gastos desse período de preparação. Com isso, cobrou o pagamento e respeito por parte da maior organização de MMA do mundo.

— Agora uma mensagem para o @ufc . Estou à espera do meu pgto (pagamento) @ufc afinal de contas, fiz o que tinha que ser feito (treinei , estive presente na semana da luta, bati meu peso…) Onde está o respeito!?Concluiu o lutador.

Leia mais
Site confirma que Ronda Rousey fechou contrato com WWE
Vitor Belfort enfrenta Michael Bisping em revanche no UFC Londres
Paige VanZant mostra raio-x de lesão grave no braço e Dana White elogia lutadora

Mas o presidente do UFC não corrobora com a mesma linha de pensamento do que o atleta brasileiro.  Em participação no programa do canal ‘Fox Sports 1’, depois do UFC Fight Night 124, Dana White explica que Belfort não recebeu o pagamento de sua bolsa, porque o próprio não quis lutar, e negou-se a dois combates, fato omitido pelo atleta.

Isso aconteceu, nós trabalhos rapidamente e conseguimos uma luta ao Vitor. Ele poderia ter lutado hoje a noite, mas escolheu não lutar. Conseguimos uma luta para ele em Boston, ele escolheu não lutar em Boston. Não sei quais foram os adversários, mas lhe foi dito que conseguimos duas lutas. – Contou o presidente da maior organização de MMA do mundo.

O que acontece de praxe, quando um combate é cancelado em sua véspera,  é o pagamento da sua bolsa normalmente. Provavelmente isso que deve ter motivado o brasileiro a fazer uma cobrança publicamente de seu pagamento. Após o comentário de Dana White, o carioca não se pronunciou mais publicamente sobre o ocorrido em questão.

Vitor Belfort cobra o pagamento de sua bolsa da luta cancelada

Após o desaparecimento de Uriah Hall nas vésperas da luta, Vitor Belfort cobra o UFC pelo pagamento de sua bolsa. O jamaicano era esperado para subir na balança, porém passou mal, não apareceu e a luta teve que ser cancelada.

O carioca foi eleito o atleta mais importante do MMA brasileiro por um colunista, e foi no embalo para cobrar. No mesmo texto que comentava sobre o dito pelo colunista, Vitor Belfort cobra o UFC pelo pagamento da luta cancelada. Vale lembrar que os atletas não recebem mensalmente e os gastos com comida, academia, treinadores etc, saem do seu bolso.

Por isso que Belfort acredita que mereça receber a bolsa, para suprir os gastos desse período de preparação. Ao final do seu texto, Vitor Belfort cobra o pagamento e respeito por parte da maior organização de MMA do mundo.

— Agora uma mensagem para o @ufc . Estou à espera do meu pgto (pagamento) @ufc afinal de contas, fiz o que tinha que ser feito (treinei , estive presente na semana da luta, bati meu peso…) Onde está o respeito!? – Concluiu o lutador.

O Ultimate não perdeu tempo, e já escolheu o próximo adversário do brasileiro Vitor Belfort. O ex-campeão enfrentará o inglês Michael Bisping no UFC Fight Night 127 no dia 17 de março, na O2 Arena em Londres na Inglaterra. A notícia foi confirmada pelo site “Combate”.

A luta contra o ‘Homem Ambulância’ seria a despedida de Vitor Belfort da vida de lutador. Agora, deve ser contra Bisping que aconteça o pendurar das luvas do brasileiro que é uma lenda viva do esporte.

Carreira de Vitor Belfort

Com 40 anos de idade, pode-se dizer que Belfort dedicou-se mais da metade disso a sua vida de lutador. O veterano tem 21 anos como profissional. No UFC está desde o ano de 1997 e estreou fazendo duas lutas numa mesma noite, tendo vencido as duas no primeiro round e por nocaute.Em seu cartel de lutador de MMA, tem 40 lutas e saiu como vencedor em 26 oportunidades.

  • 1
  • 2
  • 4

As principais notícias do esporte

que mais cresce no mundo, em

um só lugar. 

Contate-nos:  contato@tudosobremma.com

© Copyright 2015-2018 Tudo Sobre MMA| desenvolvido por: Vedrak Devs