Yair Rodriguez é recontratado pelo UFC e lutará no UFC 228

Há três semanas atrás, o atleta Yair Rodriguez era o mais novo desligado da maior organização de MMA do mundo. Dana White, presidente do Ultimate, justificou a demissão do mexicano pelas reinternadas negativas para os combates propostos para ele.

A proposta para enfrentar Magomedsharipov e Ricardo Lamas, segundo o presidente, o foi feita para Yair Rodriguez, mas houve a recusa do peso pena. A dispensa para esses dois combates tirou Dana White do sério, que resolveu cortar o vinculo contratual do lutador.

Leia mais:
Yair Rodriguez é demitido do UFC após rejeitar lutas
Yair Rodriguez esclarece demissão do UFC e afirma sair sem “mágoas”
UFC emite nota após prisão de Nick Diaz por violência domestica

Porém a história não se acabou por aí e, o jovem lutador conseguiu o seu retorno após breve momento fora. Foi por meio de suas redes sociais oficiais que Yair Rodriguez. O lutador atribuiu ao ocorrido como “uma grande falta de comunicação”.

Além disso, o agora recém recontratado anunciou que já esta de luta marcada. Ele enfrentará Zabit Magomedsharipov, no dia 8 de setembro, em Las Vegas, pela edição de número 228 do UFC.

— Agradeço a todos os meus fãs, amigos e familiares pelo apoio da minha carreira. Também gostaria de agradecer a todas as empresas que demonstraram interesse em minha pessoa e trabalho. – Sean Shelby e eu temos um amigo em comum, Mario Delgado. Ele foi a conexão entre nós e ajudou a estabelecer uma reunião entre Sean e eu, onde tivemos uma conversa amigável durante o almoço de sexta-feira. Percebemos que o que aconteceu foi uma grande falta de comunicação e um momento ruim.

Depois da conversa, fico feliz em saber que o UFC e eu estamos nos melhores termos e agora estou de volta aos trilhos para perseguir meu sonho de me tornar campeão do UFC.

Zabit Magomedsharipov, vejo vocês em 8 de setembro em Las Vegas.

Respeitosamente: Yair Rodriguez.
Viva México ! 🇲🇽 – Dizia a publicação de Rodriguez.

CARREIRA DE YAIR RODRIGUEZ

O lutador mexicano atualmente está com 25 anos e prestes a fazer um ano que não sobe no octógono. Sua última luta foi contra Frankie Edgar em 13 de maio de 2017, onde foi nocauteado pelo americano.

Rodriguez estava do UFC desde 2014 e, fez sua estreia no UFC 180. Dentro da organização fez sete combates, perdendo apenas uma vez. Era o atual 14º do ranking dos penas, mas mesmo assim não se livrou da demissão.

No geral, como lutador profissional de MMA, fez 12 lutas, saindo como o vencedor em 10 oportunidades e somando outros 2 revezes.

Foto: Mark J. Rebilas-USA TODAY Sports

Site confirma que Rony Jason foi demitido do UFC
Site confirma que Rony Jason foi demitido do UFC
Foto: Jason Silva-USA TODAY Sports

Após se envolver em uma grande polêmica na carreira, Rony Jason pode estar colhendo os frutos amargos da indisciplina. O vencedor do TUF Brasil I foi filmado agredindo uma mulher em uma festa em Quixadá-CE, sua terra natal.

Vivendo um momento péssimo na carreira como lutador de MMA, a pior fase desde que entrou no UFC. Rony Jason era um dos atletas que estava na corda bamba do UFC para uma possível demissão. O histórico da organização é de três lutas seguidas sem vitória, demitir o atleta, Rony Jason já não vence há quatro. E exatamente esse, foi o argumento usado para desligar o lutador da empresa.

No vídeo em questão, a mulher que sofreu as agressões de Rony Jason era a própria irmã do lutador. Entre conhecidos em comum, circulam mais de uma versão sobre o fato ocorrido. O lutador foi procurado por nosso portal para dar sua versão sobre o vídeo, mas não quis gravar entrevista.

Em um comunicado noticiado pelo portal americano ‘MMA Fighting’, o UFC anunciou que Rony Jason não pertence mais ao vasto plantel de lutadores da organização. No comunicado o UFC não tocou no assunto do vídeo e atribuiu a demissão a má fase do lutador.

– “O peso-pena do UFC, Rony Jason, foi liberado da organização depois de sofrer três derrotas em suas últimas quatro lutas”. A última luta do Jason no UFC foi em Fortaleza, em março de 2017.” – Dizia o comunicado.

Com 33 anos de idade, Rony até o momento tem 21 lutas como atleta profissional de MMA. Desses combates foram 14 vitórias, 6 derrotas e 1 ‘NC’. Sua última luta foi contra Jeremy Kennedy, em fortaleza, e foi derrotado por decisão unânime.

Hoje (16), Rony foi até a delegacia da mulher em Quixadá prestar depoimento. Em conversa com o G1, a delegada informou que não pode dar detalhes das investigações para não atrapalhar o andamento desta.

As testemunhas continuam sendo ouvidas, e o caso continua em andamento. Os depoimentos não podem ser antecipados para não atrapalhar as investigações– disse a delegada Janaína Siebra.

Confira o vídeo de Rony Jason agredindo a irmã na festa:

Brasileiro anunciou aposentadoria após ser reprovado no exame antidoping (Foto: Adriano Albuquerque/Combate.com).

O rol extenso de lutadores em seu quadro de funcionários, faz com que, quase constantemente, a maior organização de MMA do mundo demita e/ou dispense vários atletas de seu plantel de lutadores.

Na longa lista da vez, constam 18 (dezoito) nomes de lutadores que tiveram seus contratos expirados e o Ultimate não efetuou contato para que houvesse a renovação do vínculo entre a organização e o atleta, cominando assim, na liberação de todos esses para fecharem novos contratos com outras organizações de MMA.

Entre os dispensados, há dois brasileiros, deles o mais conhecido é Ricardo ‘Demente’, que participou do The Ultimate Fight Brasil III. ‘Demente’ já estava afastado das lutas por estar cumprindo suspensão após cair no doping. Já Felipe Olivieri, teve pouca oportunidade dentro da organização, com apenas uma luta já foi dispensado, sua estreia com derrota (finalizado) no início de 2016 foi contra Tony Martin no UFC on Fox 18 – Johnson vs. Bader.

Além dos já citados brasileiros, a lista ainda conta com alguns lutadores conhecidos, certo que eles não chegaram nem perto do status de estrelas mas, quem acompanha o UFC conhecia os lutadores Brandon Thatch (que foi finalizado nas suas ultimas quatro lutas) e o ucraniano Nikita Krylov (chegou a emplacar cinco vitórias seguidas, perdendo apenas a sua ultima luta).

Confira a lista completa divulgada por “UFC Fighters Info”.:

Felipe Olivieri
Ricardo Demente
Brandon Thatch
Nikita Krylov
Li Jingliang
Yusuke Kasuya
Chris Avila
Jason Novelli
J.C. Cottrell
Nicolas Dalby
Dong-Yi Yang
Erick Montano
Viktor Pesta
Valerie Letourneau
Kelly Faszholz
Jocelyn Jones-Lybarger
Phillipe Nover
Nicolas Dalby

Yair Rodriguez é demitido do UFC após recusar luta

O lutador Yair Rodriguez é o mais novo lutador sem emprego, após recusar combate, provocando a fúria do presidente. O mexicano foi cotado em vários portais de MMA nacionais e internacionais como próximo adversário de Zabit Magomedsharipov. Porém, isso era uma ‘Fake News’ de uma luta que ainda estava sendo negociada.

A proposta para enfrentar Magomedsharipov e, além dele, o Ricardo Lamas, de fato foi feita para Yair Rodriguez, mas houve a recusa do peso pena. A dispensa para esses dois combates tirou Dana White do sério, que resolveu cortar o vinculo contratual do lutador.

Leia mais:
UFC confirma ESPN como nova responsável por direitos de transmissão nos Estados Unidos
Georges St-Pierre deve enfrentar Nate Diaz no UFC 227
Confira todos os salários do UFC 223

A informação sobre a demissão de Yair Rodriguez da maior organização de MMA do mundo, foi dada pelo próprio presidente. Dana White contou para o Los Angeles Times que o mexicano não pertence mais ao seu plantel de funcionários.

— O cara está fora de um ano, rejeita uma luta contra (Ricardo) Lamas e depois não quer lutar com um cara (Zabit Magomedsharipov) abaixo dele no ranking?. Ele pode ir para outro lugar. Não temos utilidade para ele. – disparou o presidente em entrevista.

O lutador ainda não veio a público para comentar a sua demissão e a declaração do agora ex-patrão. De igual forma, a equipe do lutador também não se pronunciou ainda sobre o ocorrido.

Dessa maneira, o atleta mexicano está livre para assinar com outras organizações de MMA. Vários atletas do Ultimate veem migrando para o Bellator MMA, que também é uma organização gigantesca.

Carreira de Yair Rodriguez

O lutador mexicano atualmente está com 25 anos e prestes a fazer um ano que não sobe no octogono. Sua última luta foi contra Frankie Edgar em 13 de maio de 2017, onde foi nocauteado pelo americano.

Rodriguez estava do UFC desde 2014 e, fez sua estreia no UFC 180. Dentro da organização fez sete combates, perdendo apenas uma vez. Era o atual 14º do ranking dos penas, mas mesmo assim não se livrou da demissão.

No geral, como lutador profissional de MMA, fez 12 lutas, saindo como o vencedor em 10 oportunidades e somando outros 2 revezes.

O vasto plantel de funcionários da maior organização de MMA do mundo, faz com que pequenos deslizes sejam suficientes para a demissão de seus lutadores. Constantemente é divulgado listas de atletas que tiveram seus vínculos contratuais interrompidos ou não renovados com a empresa.

Dessa vez, no rol de lutadores cortados do quadro de atletas do Ultimate, constou com 12 (doze) nomes, sendo desses, 3 (três) lutadores brasileiros.

Os brasileiros cortados foram Viscardi Andrade, Roan Jucão, Reginaldo Vieira. Ambos os lutadores tiveram pouquíssimas oportunidades de demonstrar o seu trabalho, os dois primeiros tiveram 4 (quatro) lutas e o último apenas 3 (três). A surpresa maior ficou a cargo de  Viscardi Andrade que das lutas que disputou como lutador do UFC, perdeu apenas em uma oportunidade. Outros conhecidos nome foram demitidos, como por exemplo o Sam Sicilia que enfrentou o Rony Jason e o Godofredo Pepey.

CONFIRA A LISTA DOS CORTADOS:

Viscardi Andrade
Roan Jucão
Reginaldo Vieira
Sam Sicilia
Mike De La Torre
Daniel Jolly
Michinori Tanaka
Garreth McLellan
Rich Walsh
Alessandro Ricci
Ning Guangyou
Alex Enlund


Mesmo sendo nome de peso, o UFC demitiu Lesnar. (foto: Cooper Neill/Zuffa LLC)

Nada satisfeitos com o vasto quadro de funcionários, a maior organização de MMA do mundo vem reduzindo o número de lutadores constantemente. Derrotas consecutivas, indisciplina e doping não são vistos com bons olhos pela direção, que não poupa muitos lutadores, deixando vários desempregados.

Após anunciar a sua aposentadoria, Brock Lesnar chegou a fazer atuações no WWE antes de decidir voltar para o octógono do UFC na edição 200 da organização. Na ocasião Lesnar venceu Mark Hunt por decisão unânime dos juízes, porém o ‘urso branco’ foi pego no exame antidoping e teve a sua ‘cabeça corta’ do Ultimate.

Dentre os 20 lutadores recém demitidos pelo UFC, há um brasileiro. O carioca de 34 anos Fernando ‘Açougueiro’, vinha de duas derrotas consecutivas no Ultimate e não foi perdoado pelo pessoal do RH da organização.

Confira a lista na integra:
Brock Lesnar
Fernando Açougueiro
Anthony Birchak
Clay Collard
Maximo Blanco
Geane Herrera
Taylor Lapilus
Seo Hee Ham
Takeya Mizugaki
Brendan O’Reilly
Erik Perez
Lorenz Larkin
Rick Story
Jessamyn Duke
Cole Miller
Elvis Mutapcic
Joe Gigliotti
Fredy Serrano
Yao Zhikui

Godofredo Pepey é demitido do UFC

Mais um integrante do TUF Brasil I encerra seu contrato de forma negativa com a maior organização de MMA. Dessa vez, que passou pelo RH do Ultimate foi o finalista do reality Godofredo Pepey, após uma sequência de falhas.

Sua última luta dentro do UFC foi contra Mirsad Bektić em janeiro deste ano, onde foi nocauteado. Antes mesmo de acabar a primeira metade do round inicial, Pepey já sucumbiu, no UFC on Fox: Jacaré vs. Brunson II.

Leia também
[VÍDEO] Site diz que Rony Jason foi demitido do UFC
UFC demite quatro brasileiros de uma só vez 

Com a saída de Godofredo Pepey, restam atualmente apenas três remanescentes do elenco do TUF Brasil I. Dos dezesseis lutadores que participaram dessa edição, apenas Serginho Moraes, Trinaldo Massaranduba e Cezár Mutante continuam no UFC.

A informação sobre a demissão de Pepey do UFC, foi dada pelo portal americano ‘MMA Fighting‘. A maior organização de MMA do mundo vem reduzindo o seu vasto plantel de funcionários constantemente. A direção do UFC é bastante dura quanto a sequência de derrotas, raramente passando das três consecutivas. A má fase de Pepey, foi o principal pivô para a demissão.

Carreira de Godofredo Pepey

O cearense de 30 anos de idade, lutou 19 vezes como atleta profissional de MMA, vencendo em 13 oportunidades. Chegou invicto ao UFC, e sua primeira derrota foi na final do TUF I, frente a Rony Jason, campeão daquela edição. Após isso, venceu mais uma e posteriormente amargou mais duas derrotas, ficando na corda bamba do UFC pela primeira vez. Godofredo Pepey conseguiu se reerguer na organização com três vitórias consecutivas, mas voltou a ter uma baixa na carreira. das últimas quatro lutas, venceu apenas uma, sendo as duas últimas derrotas.

Com a quebra do contrato, Pepey agora está livre para atuar por outras organizações, sendo nacionais ou internacionais.

Michael “Mayday” McDonald (Foto: Reprodução)

Após as saídas de Ryan Bader e Lorenz Larkin do Ultimate, foi a vez do peso-galo Michael McDonald abandonar a organização e assinar com a promoção rival Bellator MMA.

Diversos lutadores tem demonstrado insatisfação com a atual administração do UFC e a forma como estão sendo tratados. Em janeiro deste ano, McDonald uma entrevista à ESPN onde expressou sua frustração com o atual pagamento do UFC, que não estava suprindo nem os gastos de um camp completo de luta. As negociações para renovação de seu contrato não foram satisfatórias e o atleta disse estar desapontado com o modo desrespeitoso e desonesto como foi tratado pelos dirigentes do Ultimate. Diante disso, ele pediu liberação de seu contrato e foi atendido.

Aos 26 anos, Michael ‘Mayday” McDonald (17-4) realizou nove combates pelo UFC, com seis vitórias e três derrotas. O americano teve um começo fantástico na organização ao emplacar quatro vitórias seguidas, chegando a disputar o cinturão interino dos pesos galos contra Renan Barão em 2013, porém, sendo finalizado no quarto round. McDonald passou dois anos longe do octógono devido as várias lesões e cirurgias, retornando em janeiro de 2016 com uma vitória sobre Masanori Kanehara via finalização. Em seu último compromisso, “Mayday” foi nocauteado pelo brasileiro John Lineker no primeiro round em julho do ano passado.

Sem data ainda para estrear, McDonald chega a divisão dos galos com grandes chances de disputar o cinturão em breve. O campeão atualmente é o brasileiro Eduardo Dantas que defenderá a cinta contra o compatriota Leandro Higo no Bellator 177.

 

 

As principais notícias do esporte que mais cresce no mundo, em um só lugar. 

Contate-nos:  

[email protected]

© Copyright 2015-2018 Tudo Sobre MMA| desenvolvido por: Vedrak Devs