Roy Nelson encara Sergei Kharitonov no co-main event do Bellator 207

Ainda em formação, o card da 207ª edição do Bellator que será realizada no dia 12 de outubro na Mohegan Sun Arena em Uncasville, Connecticut, nos Estados Unidos, ganhou na manhã desta quarta-feira (15), mais uma grande luta, que será válida pela categoria dos pesos pesados da franquia presidida por Scott Cocker.

De acordo com o website norte americano “MMA Junkie”, o americano Roy Nelson irá encarar o russo Sergei Kharitonov no mesmo card em que o também norte americano Matt Mitrione irá bater de frente com seu compatriota e atual campeão meio-pesado do Bellator Ryan ‘Darth’ Bader que será válida pela semifinal do Grand Prix dos pesos pesados, que do outro lado da chave terá o russo Fedor Emelianenko e o falastrão americano Chael Sonnen, luta esta, que acontecerá no Bellator 208 em outubro.

Leia também: Glover Teixeira sofre lesão e é retirado do UFC São Paulo 

Retrospecto de Roy Nelson e Sergei Kharitonov:

Roy Nelson buscará recuperação na franquia, já que vem de derrota por decisão majoritária dos árbitros laterais para Matt Mitrione nas quartas-de-final do GP que aconteceu em fevereiro deste ano.

Sergei Kharitonov vem de cinco lutas sem perder, com quatro vitórias e um no contest (luta sem resultado), que aconteceu em sua última luta quando acertou por acidente uma dedada no olho de seu adversário Anton Vyazigin na luta principal M-1 Challenge 92 em maio também de 2018.

Confira abaixo o card (até o momento – sujeito à alterações) do Bellator 207: Mitrione vs. Bader:

  • Peso pesado: Matt Mitrione vs. Ryan Bader – Pela semifinal do GP dos pesos pesados;
  • Peso pesado: Roy Nelson vs. Sergei Kharitonov.

Marcel Fortuna é demitido do UFC

O UFC está ‘passando o facão’ em lutadores brasileiros que não estão se destacando em seus combates na organização, cortando o terceiro em apenas 14 dias do mês de agosto.

Após demitir Viviane ‘Sucuri’ Pereira e Gleison Tibau, foi a vez de Marcel Fortuna ‘arrumar as malas’ e dar tchauzinho ao octógono mais famoso do planeta. A notícia foi dada e confirmada pelo jornalista Raphael Marinho, do “Combate.com” através das redes sociais.

Leia também: Gleison Tibau é cortado do UFC

O brasileiro fez três lutas na franquia presidida por Dana White e estreou com tudo ao nocautear brutalmente Anthony Hamilton, porém, nas outras duas apresentações, acabou sendo superado por Jordan Johnson e Jake Collier.

Derrick Lewis encara Alexander Volkov no co-main event do UFC 229

Após a notícia de que o russo Khabib Nurmagomedov iria defender o cinturão da categoria peso-leve diante do irlandês ex-campeão peso-leve e peso-pena Conor McGregor na luta principal do UFC 229 que será realizado no dia 06 de outubro na T-Mobile Arena em Las Vegas, Nevada, nos Estados Unidos, o super evento que deverá parar o mundo ganhou nesta terça-feira (07), a sua luta co-principal.

De acordo com declaração de Dana White ao website norte americano “ESPN”, o peso-pesado norte americano Derrick Lewis que atualmente ocupa a segunda colocação do ranking da divisão irá encarar o russo Alexander Volkov em duelo que poderá ser chamado de ‘title eliminator’, ou seja, quem vencer terá grandes chances de ser um dos próximos da fila para disputar o cinturão que atualmente pertence ao norte americano Daniel Cormier, que também ostenta simultâneamente o cinturão dos pesos meio-pesados do UFC.

Leia também: Dana White revela possibilidade da saída de Eddie Alvarez do UFC

Pequeno retrospecto de Derrick Lewis e Alexander Volkov:

Derrick Lewis em suas últimas nove lutas venceu oito delas, perdendo apenas para Mark Hunt e vencendo seus últimos duelos diante de Marcin Tybura e Francis N’Gannou, luta esta realizada no UFC 226 em julho deste ano.

Alexander Volkov vem de uma sequência de seis triunfos, sendo duas no M-1 Global e quatro no UFC. Em sua última apresentação, “Drago” nocauteou o brasileiro ex-campeão dos pesos pesados Fabrício Werdum em luta realizada em março deste ano no UFC Fight Nght 127.

Confira abaixo o card (até o momento – sujeito à alterações) do UFC 229: Nurmagomedov vs. McGregor:

Peso leve: (c) Khabib Nurmagomedov vs. Conor McGregor – Pelo cinturão da categoria peso-leve;
Peso pesado: Derrick Lewis vs. Alexander Volkov;
Peso mosca: Sergio Pettis vs. Jussier Formiga;
Peso galo: Yana Kunitskaya vs. Lina Lansberg.

FOTO: Tom Szczerbowski – USA TODAY Sports

UFC 227 – Resultados: TJ Dillashaw x Cody Garbrandt 2

Aconteceu neste sábado (04) na Staples Center em Los Angeles, Califórnia, Estados Unidos o UFC 227. Henry Cejudo acabou com o reinado de Demetrious Johnson, enquanto na luta mais esperada da noite, TJ Dillashaw manteve o cinturão após novamente bater Cody Garbrandt pelo cinturão dos galos.

O evento contou com a participação de seis brasileiros. No card principal, se apresentaram: Ricardo Carcacinha, Sheymon Moraes e Pedro Munhoz. Já no card principal, Thiago Marreta, Polyana Viana e Renato Moicano entraram em ação no octógono mais famoso do mundo,

RESULTADOS DO UFC 227 EM TEMPO REAL: 

CARD PRINCIPAL:
Peso-galo: TJ Dillashaw venceu Cody Garbrandt por nocaute técnico aos 4m10s do primeiro round
Peso-mosca: Henry Cejudo venceu Demetrious Johnson por decisão dividida (48-47, 47-48, 48-47)
Peso-pena: Renato Moicano venceu Cub Swanson por finalização aos 4m15s do primeiro round
Peso-mosca: JJ Aldrich venceu Polyan Viana por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-27)
Peso-médio: Thiago Marreta venceu Kevin Holland por decisão unânime (29-27, 29-27, 29-26)
CARD PRELIMINAR:
Peso-galo: Pedro Munhoz venceu Brett Johns por decisão unânime (30-26, 29-28, 29-27)
Peso-galo: Ricky Simon venceu Montel Jackson por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)
Peso-galo: Ricardo Carcacinha venceu Kyung Ho Kang por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Peso-pena: Sheymon Moraes venceu Matt Sayles por decisão unânime  (29-28, 29-28, 29-28)
Peso-mosca: Alex Perez venceu José Torres por nocaute aos 3m36s do primeiro round
Peso-palha: Weili Zhang venceu Danielle Taylor por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Peso-pena: Marlon Vera venceu Wuliji Buren por nocaute técnico aos 4m53s do segundo round

Em busca de recuperação, Marcelo Golm enfrenta Arjan Bhullar no UFC Moncton

O primeiro combate do UFC Fight Night 138 está confirmado. Em uma rede social, o canadense Arjan Bhullar anunciou uma luta contra o brasileiro Marcelo Golm, pela divisão dos pesados no dia 27 de outubro em Moncton no Canadá.

Leia também: Renan Barão enfrenta estreante no UFC São Paulo 

Marcelo Golm vai em busca de recuperação, depois de ter sido derrotado por Timothy Johnson em sua última luta no início do ano. Antes do revés, o paulista vinha invicto na carreira com seis triunfos consecutivos sendo cinco por nocaute e um por finalização.

Com sete vitórias e apenas uma derrota, Arjan Bhullar também busca recuperação. O canadense perdeu sua invencibilidade após ser nocauteado por Adam Wieczorek por finalização no UFC On Fox 29 em abril. Anteriormente, derrotou o brasileiro Luiz Henrique KLB na decisão unânime no UFC 215.

UFC Calgary – Resultados: Eddie Alvarez x Dustin Poirier

O UFC On Fox 20 acontece neste sábado (28), em Calgary, Aberta no Canadá. No confronto principal, o ex-campeão dos leves Eddie Alvarez reencontrou Dustin Poirier. Na primeira luta, o duelo ficou ‘sem resultado’ após Alvarez desferir uma joelhada ilegal.

No co-main-event, o brasileiro José Aldo se recuperou ao bater o americano Jeremy Stephens na categoria dos penas. Também buscando retornar ao caminho das vitórias, Joanna Jedrzjeczyk bateu de frente contra a americana Tecia Torres.

RESUTADOS DO UFC ON FOX 30 EM TEMPO REAL;

CARD PRINCIPAL:
-Peso-leve: Dustin Poirier venceu Eddie Alvarez por nocaute técnico aos 4m05s do segundo round
-Peso-pena: José Aldo venceu Jeremy Stephens por nocaute técnico aos 4m19s do primeiro round
-Peso-palha: Joanna Jedrzjeczyk venceu Tecia Torres por decisão unânime (30-27, 30-27, 230-27)
-Peso-leve: Alex Hernandez venceu Olivier Aubin-Mercier por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)
CARD PRELIMINAR:
-Peso-meio-médio: Jordan Mein venceu Alex Morono por decisão unânime
-Peso-pena: Hakeem Dawodu venceu Austin Arnett por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
-Peso-leve: Islam Makhachev venceu Kajan Johnson por finalização (chave de braço) aos 4m43s do primeiro round
-Peso-meio-pesado: Ion Cutelaba venceu Gadzhimurad Antigulov por nocaute técnico aos 4m25s do primeiro round
-Peso-leve: John Makdessi venceu Ross Pearson por decisão unânime (30-26, 29-27, 29-28)
-Peso-mosca: Katlyn Chookagian venceu Alexis David por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
-Peso-mosca: Dustin Ortiz venceu Matheus Nicolau por nocaute aos 3m49s do primeiro round
-Peso-palha: Nina Ansaroff venceu Randa Markos por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
-Peso-leve: Devin Powell venceu Alvaro Herrera por nocaute aos 1m52s do primeiro round

FOTO: Esther Lin/MMA FIGHTING

UFC Hamburgo – Resultados: Maurício Shogun x Anthony Smith

Mudando a tradição, o UFC acontece neste domingo (22) com a realização do Fight Night 134 diretamente de Hamburgo na Alemanha. No duelo principal, o brasileiro Maurício Shogun busca o quarto triunfo consecutivo contra o embalado americano Anthony Smith.

No co-main-event outro brasileiro entra em ação. Glover Teixeira confrontou contra Glover Teixeira pela divisão dos meio-pesados. Na quarta luta do card principal, na categoria dos médios, Vitor Miranda acabou sendo derrotado por Abu Azaitar na decisão unânime.

CONFIRA TODOS OS RESULTADOS:

CARD PRINCIPAL:
Peso-meio-pesado: Anthony Smith venceu Maurício Shogun aos 1m29s do primeiro round
Peso-meio-pesado: Corey Anderson venceu Glover Teixeira por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-médio: Abu Azaitar venceu Abu Azaitar por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)
Peso-pesado: Marcin Tybura venceu Stefan Struve por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)
Peso-meio-médio: Danny Roberts venceu David Zawada por decisão dividida (29-28, 27-30, 29-28)
Peso-leve: Nasrat Haqparast venceu Marc Diakiese por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26)
CARD PRELIMINAR:
Peso-leve: Damir Hadzovic venceu Nick Hein por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Peso-meio-médio: Bartosz Fabinski venceu  Emil Meek por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)
Peso-pena: Nad Narimani venceu Khalid Taha por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-meio-pesado: Aleksandar Rakic venceu Justin Ledet por decisão unânime (30-25, 30-24, 30-24)
Peso-galo: Manny Bermudez venceu Davey Grant por finalização aos 59s do primeiro round
Peso-meio-pesado: Darko Stosic venceu Jeremy Kimball por nocaute aos 3m13s do primeiro round
Peso-galo: Pingyuan Liu venceu Damian Stasiak por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)

FOTO: Jeff Bottari | Getty Images | Zuffa LLC).

Duelo entre Fedor e Sonnen é marcado para outubro

O combate entre Fedor Emelianenko e Chael Sonnen pela semifinal do GP de pesos-pesados do Bellator já tem data para acontecer. Será no dia 13 de outubro, na luta principal do Bellator 208 em Long Island, Estados Unidos. A informação foi confirmada inicialmente pelo site “NewsDay”.

Quem vencer, enfrenta o vencedor da luta entre Matt Mitrione e Ryan Bader, que farão a outra semifinal um dia antes (12), no Bellator 207 em Unvasville, Conecticut, Estados Unidos.

Leia também: Anderson Silva mira luta contra Nate Diaz mas deixa confronto contra GSP em aberto

Aos 41 anos de idade, o considerado por muitos como um dos maiores lutadores de todos os tempo, Fedor Emelianenko, busca o segundo triunfo consecutivo na carreira. Depois de ser nocauteado por Matt Mitrione em junho de 2017, o russo venceu Frank Mir por nocaute nas quartas de finais do GP em abril desse ano.

Com a mesma idade do “último imperador”, Chael Sonnen vem de duas vitórias seguidas na organização, sendo a última contra Rampage Jackson na decisão unânime quando avançou de fase no torneio em janeiro.

Daniel Cormier afirma que Brock Lesnar será seu último adversário na carreira

Campeão peso pesado e peso meio-pesado do UFC, o norte americano Daniell “DC” Cormier, logo após nocautear Stipe Miocic e conquistar o título dos pesados na luta principal do UFC 226, teve uma surpresa, quando o gigante norte americano e ex-campeão da divisão até 120 kg Brock Lesnar adentrou o octógono e o empurrou.

Logo após o empurrão, o feliz Daniel Cormier fez um desafio a Lesnar, para que eles pudessem se enfrentar, porém, por conta de ter sido pego no antidoping da USADA logo após sua luta no UFC 200 diante de Mark Hunt, Lesnar aposentou-se, mas já vem passando por novos testes antidopagem da Agência Antidoping dos Estados Unidos da América para poder voltar ao MMA até 2019. Por enquanto, Brock segue na WWE.

Em entrevista ao website “MMANytt”,Cormier, de 39 anos de idade, reiterou a vontade de encarar o gigante, e foi além, afirmou que Lesnar será o último adversário de sua carreira no MMA.

Leia também: Bellator anuncia partipante de torneio dos meio-médios 

“Lesnar será meu último adversário, a última luta da minha carreira. Não sei quem é o próximo. Espero que seja ele, mas ainda tenho o cinturão dos meio-pesados para defender. Quero me preparar para isso”, disse o lendário lutador.

O que diz Daniel Cormier sobre a divisão dos meio-pesados:

Campeão em duas categorias diferentes e simultaneamente, Daniel Cormier se disse surpreso com o discurso de alguns lutadores que afirmaram que não se empolgam com algumas lutas, e, também, comentou sobre seus prováveis desafiantes, Maurício Shogun e Alexander Gustafsson.

“Vai ser uma luta muito dura, mas um profissional tem que encarar todas as lutas da mesma forma. Uma disputa de cinturão do UFC é sempre algo grandioso. Ver alguns lutadores dizerem que não se empolgam em lutar é uma loucura. Se você é um lutador profissional, você tem que se empolgar”, finalizou.

Francis NGannou responde Dana White e pede por luta com Cigano

Logo após sua luta e consequentemente derrota para o norte americano Derrick Lewis no UFC 226, o camaronês/francês Francis NGannou foi muito criticado por seu patrão, Dana White, que afirmou que o sucesso repentino do peso-pesado ex-desafiante ao cinturão da divisão até 120 kg havia ‘subido demais a sua cabeça’ e que o mesmo estaria com o ‘ego incontrolável’.

Em entrevista à “ESPN”, Francis NGannou tratou de colocar ‘os pingos nos is’ e respondeu ás declarações disparadas por Dana White.

“Como você se sentiria se soubesse que alguém tem um problema com você e não te disse nada, e você sequer falou com essa pessoa? Se você tem algum problema comigo, basta me dizer. Nós somos todos seres humanos. Eu não necessariamente concordo que tenha um ego inflado. Não sou o tipo de pessoa que, quando é derrubada, fica caída. Um lutador tem que ter ego, porque precisa acreditar que você é o melhor do mundo. Esse é o meu ego, e não o tipo que fere quem está à minha volta. Eu e Dana não nos falamos pessoalmente desde o UFC 226. Não sei por que ele disse aquelas coisas. Se ele tinha algo a dizer sobre mim, deveria ter dito a mim diretamente”

Leia também: UFC Boise: Raoni Barcelos fatura bônus de luta da noite

Francis NGannou também fez questão de desafiar o brasileiro ex-campeão Junior Cigano, que, no último sábado (14), venceu o búlgaro ex-campeão do extinto WSOF Blagoy Ivanov, no main event do UFC Fight Night 133. Vale lembrar que os dois já tiveram um duelo confirmado no UFC 215, porém, o brasileiro foi Daalertado de uma possível violação antidoping pela USADA, tendo sido retirado do combate, violação esta, em que o brasileiro comprovou sua inocência.

“Não tenho lesões, e ainda quero lutar esse ano. Eu deveria ter enfrentado Júnior Cigano há cerca um ano. Agora que ele acabou de voltar e conseguiu uma grande vitória. Então, talvez seja ele meu próximo adversário”.

Foto: Brandon Magnus/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

As principais notícias do esporte que mais cresce no mundo, em um só lugar. 

Contate-nos:  

[email protected]

© Copyright 2015-2018 Tudo Sobre MMA| desenvolvido por: Vedrak Devs