Após atualização do ranking do UFC, o nome de José Aldo é removido do peso-por-peso

A ansiedade de alguns finalmente acabou, muito se falou sobre as possíveis atualizações do ranking do UFC após a edição218. Com a derrota de Aldo e a vitória arrasadora de Francis Ngannou, existia uma certa expectativa sobre suas novas colocações.

As principais variações foram exatamente em cima desses atletas citado a cima, com piora para o brasileiro. Após ser nocauteado pela segunda vez por Holloway, Aldo foi excluído do ranking peso-por-peso da maior organização de MMA. Entretanto, na divisão dos penas, o atleta da Nova União continua como número um.

Leia mais
José Aldo quebra o silêncio após derrota no UFC 218
Atleta fica com seio de fora durante luta no UFC 218
Confira os pagamentos da Reebok para o UFC 218

A outra surpresa da atualização do ranking do UFC ficou a cargo de Francis Ngannou que subiu na divisão. O camaronês radicado na França subiu três posições na categoria dos pesados, ultrapassando nomes de peso da organização. Ngannou ultrapassou Alistair Overeem, Fabricio Werdum e Cain Velasquez que ficaram em segundo, terceiro e quarto, respectivamente.

Algumas mudanças menos significativas podem ser observadas nessa nova atualização do ranking do UFC. Eddie Alvarez e Michael Johnson subiram uma posição cada, na divisão dos leves. Enquanto isso, o brasileiro Edson Barboza caiu uma colocação na mesma divisão.

Confira a atualização do ranking do UFC
Finalmente saiu a atualização do ranking do UFC após o UFC 218
Foto: UFCte saiu a atualização do ranking do ufc após o UFC 218
Imagem: Getty Images

O UFC desembarcou neste sábado em Houston, Texas. Na luta principal, um duelo entre os pesos penas Dennis Bermudez e Chan Sung Jung.

O combate se iniciou com Chan dominando o centro do octógono. Com um minuto de luta, Bermudez acertou um bom golpe de direita, quase levando o “Zumbi Coreano” ao chão. Porém, faltando menos de três minutos, Chan Sung acertou um uppercut em cheio em Bermudez levando o fim do combate.

Alexa Grasso x Felice Herrig 

Imagem: Getty Images

O combate começou com ambas medindo a distância e trocando poucos golpes. O primeiro round foi bem parelho, com as duas trocando bastante golpes, porém, apenas no final do round houve uma maior contundência entre ambas.

No segundo round, Felice começou acertando os melhores golpes. Ao passar do round, Grasso dominava o centro do octógono, entretanto, Felice acertava bons contragolpes. Herrig garantiu a vitória do round ao conseguir quedar Grasso com sucesso no final.

O terceiro round começou com Herrig conseguindo derrubar novamente a mexicana, em um jogo de movimentações, ficou por cima, porém logo o combate voltou a ficar em pé. Ao longo do tempo, Felice continuou soltando melhores golpes. A mexicana até tentou correr atrás do prejuízo, porém, já era tarde demais.

Confira todos os resultados em tempo real:

CARD PRINCIPAL 
Peso-pena:Jung Chan-Sung venceu Dennis Bermudez por nocaute aos 2m29s do primeiro round.
Peso-palha: Felice Herrig venceu Alexa Grasso na decisão unânime. (29-28, 29-28, 30-27)
Peso-leve: James Vick venceu Abel Trujillo por finalização aos 49s do terceiro round.
Peso-meio-pesado:  Volkan Oezdemir Ovince St. Preux na decisão dividida. (29-28, 28-29, 29-28)
Peso-pesado: Marcel Fortuna venceu Anthony Hamilton via nocaute aos 3m10s do primeiro round.
Peso-palha: Jéssica Bate-Estaca venceu Angela Hill na decisão unânime. (triplo 30-27)
CARD PRELIMINAR 
Peso-pesado: Curtis Blaydes venceu Adam Milstead por nocaute técnico aos 59s do segundo round.
Peso-pena: Chas Skelly venceu Chris Gruetzemacher via finalização (mata leão) aos 2m01s do segundo round.
Peso-galo: Ricardo Carcacinha venceu Michinori Tanaka na decisão unânime. (29-28, 30-27, 29-28) 
Peso-palha: Tecia Torres venceu Bec Rawlings na decisão unânime. (triplo 30-27)
Peso-meio-médio: Niko Price venceu Alex Morono via nocaute aos 5:00 do segundo round.
Peso-meio-pesado: Khalil Rountree venceu Daniel Jolly via nocaute aos 0:52s do primeiro round.

Dana White, presidente da maior organização de MMA do mundo garantiu que acontecerá a luta entre Demetrious Johnson x Dillashaw. Essa provavelmente será a próxima defesa de cinturão de Demetrious Johnson na divisão dos moscas masculino. Se acontecer essa será uma tipica ‘Super Luta’, onde o campeão de duas divisões se enfrentam, tendo em vista que TJ é campeão dos galos.

Foi na coletiva de imprensa após a edição de número de 218 do UFC que Dana White Confirmou o combate. Essa luta é almejada por TJ Dillashaw há algum tempo e, sempre que tem oportunidade provoca seu rival.

– Sim, essa luta vai acontecer (disse Dana, garantindo o duelo dos campeões). Ainda não anunciamos (referiu-se o presidente ao local e data). – Contou o mandachuva aos repórteres na Arena em Detroit.

Leia mais:
UFC 218: Dana elogia Aldo: “É uma lenda absoluta”
Confira os pagamentos da Reebok para o UFC 218
Cowboy, Medeiros, Gaethje e Alvarez ganham prêmio de ‘performance da noite’ em Detroit

Havia uma expectativa que o próximo desafiante ao título sairia do duelo entre Henrry Cejodo x Sergio Pettis. Ambos se enfrentaram ontem (02) mas a luta morna aparentemente não agradou o patrão e Cejudo não deve ter sua revanche.

Com isso, agora cresce a expetativas para as demais informações sobre a afirmativa de Dana. Fãs e imprensa aguardam o anúncio de qual será o evento, o local e a data e reconfirmação da categoria para que o combate seja efetivado.

Imagem: Reprodução

O UFC retornou aonde tudo começou, Denver, Colorado. Na luta principal, uma possível “semifinal” entre Valentina Shevchenko e Julianna Peña para decidir uma provável desafiante ao cinturão peso galo feminino.

Depois de sair derrotada no UFC 196 para Amanda Nunes, Valentina retornou ao octógono com vitória na luta principal do UFC on Fox 22 contra a ex-campeã Holly Holm. Já Julianna Peña veio embalada com quatro triunfos consecutivos, sobre Jessica Rakoczy, Milana Dudieva, Jessica Eye e por último no UFC 200, venceu Cat Zingano na decisão unânime. Confira o resumo do combate: Shevchenko finaliza peña no segundo round

Na luta co-principal, tivemos um duelo interessante entre Donald Cerrone e Jorge Masvidal. Com uma finalização sobre Alex Cowboy, nocaute técnico sobre Patrick Côté, Rick Story e mais recentemente Matt Brown, Cerrone buscava dar sequência a sua boa fase na categoria dos meio médios.

Jorge Masvidal comprovou que não era uma presa fácil para o Cowboy. Com duas vitórias consecutivas, sobre Ross Pearson e um nocaute sobre Jake Ellenberger, “Gamebrad” conseguiu frear a ascensão de Cerrone na categoria. Confira o resumo do combate: Masvidal Surpreende e vence Cerrone

Confira os resultados em tempo real: 

CARD PRINCIPAL

Peso-galo: Valentina Shevchenko venceu Julianna Peña por finalização (chave de braço) aos 4m39s do segundo round.
Peso-meio-médio: Jorge Masvidal venceu Donald Cerrone por nocaute técnico aos 1m0s do segundo round.
Peso-pesado: Francis N’Gannou venceu Andrei Arlovski por nocaute técnico aos 1m32s do primeiro round.
Peso-pena: Jason Knight venceu Alex Caceres por finalização aos 4m21s no segundo round.

CARD PRELIMINAR 

Peso-médio: Sam Alvey venceu Nate Marquardt via decisão unânime. (triplo 29-28)
Raphael Assunção venceu Aljamain “Funk Master” Sterling via decisão dividida. (29-28, 28-29, 29-28)
Peso-meio-médio: Li Jingliang venceu Bobby Nash via nocaute técnico aos 4m:45s do segundo round.
Peso-meio-pesado: Jordan Johnson venceu Henrique Frankenstein via decisão unânime. (Triplo 30-27)
Peso-médio: Eric Spicely venceu Alessio Di Chirico por finalização aos 2m:14s do primeiro round.
Peso-meio-pesado: Marcos Pezão venceu Jeremy Kimball por nocaute técnico aos 2m:27s do primeiro round. 
Peso-mosca: Alexandre Pantoja venceu Eric Shelton via decisão dividida. (29-28, 29-28, 28-29) 
Peso-leve: Jason Gonzalez venceu J.C Cottrell via finalização aos 3m:54s do primeiro round.

 

Foto: Brandon Magnus/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Talvez esta tenha sido uma das atualizações mais esperadas do ranking dos últimos anos, dentro do Ultimate. Com três campeões perdendo seus títulos na mesma noite, muita coisa ia mudar e, de fato mudou.

Georges St-Pierre, TJ. Dillashaw e Rose Namajunas venceram Michael Bisping, Cody Garbrandt e Joanna Jedrzejczyk. Esses resultados fizeram bastante diferença no ranking da maior organização de MMA do mundo.

No ranking peso-por-peso, a principal mudança girou em torno de Georges St-Pierre, que voltou na terceira colocação. Após vencer Bisping por finalização no terceiro round, GSP se sagrou o atual campeão dos médios. Enquanto isso, Cody Garbrandt ficou em décimo, caindo quatro posições. Joanna Jedrzejczyk foi quem mais caiu, ficando na 15ª colocação, tendo caído oito posições. Ainda no peso-por-peso, nota-se um maior prestígio em Amanda Nunes, que subiu duas posições, ficando a frente de José Aldo, na 12ª colocação.

Leia mais:
Confira os pagamentos da Reebok no UFC 217
[Vídeo] Dana confirma próxima luta e categoria de GSP
Encantado com performance de Borrachinha, Dana afirma: “Vai ser uma estrela”
UFC 217 – Resultados: Michael Bisping x Georges ST-Pierre

No respectivo ranking de cada categoria, não houveram muitas novidades envolvendo os campeões e ex-campeões. Os derrotados ficaram ocupando a primeira colocação, com exceção de Bisping, que ficou em segundo lugar.

A novidade no peso médio ficou a cargo de Paulo Borrachinha,o mineiro que apareceu pela primeira vez. O brasileiro invicto na carreira, está ocupando agora a 15ª colocação da divisão que tem Georges St-Pierre como campeão.

Já no peso meio médio, a surpresa ficou com Demian Maia, que mesmo após ter sido derrotado por Colby Covington na decisão unânime dos juízes laterais, ganhou uma posição no ranking da divisão. O mesmo aconteceu com Rafael dos Anjos, que ocupa agora a 5ª colocação.

Confira o ranking completo:
Confira as atualizações do ranking do UFC após o UFC 217
Foto: UFC.com

As principais notícias do esporte que mais cresce no mundo, em um só lugar. 

Contate-nos:  

[email protected]

© Copyright 2015-2018 Tudo Sobre MMA| desenvolvido por: Vedrak Devs