Rafael dos Anjos sai em defesa de GSP após decisão de se afastar e abrir mão do título

O brasileiro Rafael dos Anjos parece estar bem cotado para disputar o cinturão de sua nova divisão dentro no Ultimate. Após vencer Robbie Lawler em uma batalha de cinco rounds, por decisão unânime, Rafael ganhou posições no ranking do meio-médio.

Rafael dos Anjos sobe no ranking após vencer Robbie Lawler
Foto: Reprodução/UFC

Rafael dos Anjos antes de seu combate contra Lawler, ocupava a quarta colocação do Ranking da divisão atual. Enquanto isso o seu adversário estava na segunda colocação, ambos entre os melhores da categoria meio-médio.

Após a decretação da vitória de Dos Anjos no UFC on Fox 26, houve uma inversão de colocação entre os autores da luta principal do citado evento, que ocorreu no último sábado (16). Com isso, agora o brasileiro ocupa a segunda colocação, enquanto o americano caiu para quarto colocado no ranking.

Entre Dos Anjos e Lawler aparece o americano Colby Covington, o mais novo falastrão do UFC. Bastante impopular no Brasil, Colby quer lutar contra Rafael do Anjos pelo cinturão interino. O brasileiro por sua vez, ignorou Colby Covington e revelou que irá esperar Tyron Woodley retornar de sua cirurgia.

Quem também ganhou posição no ranking foi o ‘argentino gente boa’, ex-TUF Brasil. Santiago Ponzinibbio havia reclamado de sua posição no ranking recentemente publicamente. Vindo de seis vitórias seguidas dentro do Ultimate, Ponzinibbio agora ocupa a nona colocação da divisão.

Com essa nova colocação, Rafael dos Anjos entra forte pela preferência do credenciamento a disputa de cinturão. Quem ocupa a primeira colocação é Stephen Thompson, que enfrentou Woodley recentemente e foi derrotado. É certo que Thompson foi derrotado por decisão majoritária na última e houve um empate na primeira luta, então nada está totalmente definido. Quem também corre por fora é o canadense Georges St-Pierre, que passou quatro anos afastado e retornou disputando cinturão. GSP venceu Bisping e se tornou campeão dos médios, logo após se afastou novamente para cuidar de problema de saúde. Mas de o canadense resolver voltar e pedir uma luta pelo cinturão, o Ultimate deve atender prontamente.

Carreira de Rafael dos Anjos.

Aos 33 anos de idade, dos Anjos emplacou sua terceira vitória na divisão contra Robbie Lawler no Canadá. Após perder o cinturão dos leves e ter uma má fase, subiu de categoria e se reencontrou. Em seu cartel, tem 36 lutas e saiu como vencedor em 28 oportunidades.

Foto: Brandon Magnus/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Talvez esta tenha sido uma das atualizações mais esperadas do ranking dos últimos anos, dentro do Ultimate. Com três campeões perdendo seus títulos na mesma noite, muita coisa ia mudar e, de fato mudou.

Georges St-Pierre, TJ. Dillashaw e Rose Namajunas venceram Michael Bisping, Cody Garbrandt e Joanna Jedrzejczyk. Esses resultados fizeram bastante diferença no ranking da maior organização de MMA do mundo.

No ranking peso-por-peso, a principal mudança girou em torno de Georges St-Pierre, que voltou na terceira colocação. Após vencer Bisping por finalização no terceiro round, GSP se sagrou o atual campeão dos médios. Enquanto isso, Cody Garbrandt ficou em décimo, caindo quatro posições. Joanna Jedrzejczyk foi quem mais caiu, ficando na 15ª colocação, tendo caído oito posições. Ainda no peso-por-peso, nota-se um maior prestígio em Amanda Nunes, que subiu duas posições, ficando a frente de José Aldo, na 12ª colocação.

Leia mais:
Confira os pagamentos da Reebok no UFC 217
[Vídeo] Dana confirma próxima luta e categoria de GSP
Encantado com performance de Borrachinha, Dana afirma: “Vai ser uma estrela”
UFC 217 – Resultados: Michael Bisping x Georges ST-Pierre

No respectivo ranking de cada categoria, não houveram muitas novidades envolvendo os campeões e ex-campeões. Os derrotados ficaram ocupando a primeira colocação, com exceção de Bisping, que ficou em segundo lugar.

A novidade no peso médio ficou a cargo de Paulo Borrachinha,o mineiro que apareceu pela primeira vez. O brasileiro invicto na carreira, está ocupando agora a 15ª colocação da divisão que tem Georges St-Pierre como campeão.

Já no peso meio médio, a surpresa ficou com Demian Maia, que mesmo após ter sido derrotado por Colby Covington na decisão unânime dos juízes laterais, ganhou uma posição no ranking da divisão. O mesmo aconteceu com Rafael dos Anjos, que ocupa agora a 5ª colocação.

Confira o ranking completo:
Confira as atualizações do ranking do UFC após o UFC 217
Foto: UFC.com
Após atualização do ranking do UFC, o nome de José Aldo é removido do peso-por-peso

A ansiedade de alguns finalmente acabou, muito se falou sobre as possíveis atualizações do ranking do UFC após a edição218. Com a derrota de Aldo e a vitória arrasadora de Francis Ngannou, existia uma certa expectativa sobre suas novas colocações.

As principais variações foram exatamente em cima desses atletas citado a cima, com piora para o brasileiro. Após ser nocauteado pela segunda vez por Holloway, Aldo foi excluído do ranking peso-por-peso da maior organização de MMA. Entretanto, na divisão dos penas, o atleta da Nova União continua como número um.

Leia mais
José Aldo quebra o silêncio após derrota no UFC 218
Atleta fica com seio de fora durante luta no UFC 218
Confira os pagamentos da Reebok para o UFC 218

A outra surpresa da atualização do ranking do UFC ficou a cargo de Francis Ngannou que subiu na divisão. O camaronês radicado na França subiu três posições na categoria dos pesados, ultrapassando nomes de peso da organização. Ngannou ultrapassou Alistair Overeem, Fabricio Werdum e Cain Velasquez que ficaram em segundo, terceiro e quarto, respectivamente.

Algumas mudanças menos significativas podem ser observadas nessa nova atualização do ranking do UFC. Eddie Alvarez e Michael Johnson subiram uma posição cada, na divisão dos leves. Enquanto isso, o brasileiro Edson Barboza caiu uma colocação na mesma divisão.

Confira a atualização do ranking do UFC
Finalmente saiu a atualização do ranking do UFC após o UFC 218
Foto: UFCte saiu a atualização do ranking do ufc após o UFC 218

Geralmente, o ranking da maior organização de MMA do mundo é atualizado durante a semana seguinte a algum evento, mas o Ultimate quebrou a rotina para remover o brasileiro Junior ‘Cigano’ da divisão dos pesado.

 

 

 

 

 

O lutador peso-pesado brasileiro Junior ‘Cigano’,  foi cortado da luta contra Francis Ngannou no UFC 215, após ser notificado pela USADA (Agência Antidopagem dos Estados Unidos) por uma possível violação à política antidoping da agencia.

Por meio de suas redes sociais, o lutador fez sua primeira manifestação pública sobre o caso. O lutador não entrou no mérito do exame, porém, ‘Cigano’ ainda garantiu que nunca trapacearia e que isso iria de encontro com o que ele acredita. Para o atleta, foi uma notificação precipitada e a verdade irá prevalecer no final.

LEIA:
Cigano é pego no doping e está fora do UFC 215
[VÍDEO] Junior ‘Cigano’ se pronuncia sobre o possível doping

Junior ‘Cigano’ dos Santos atualmente está com 33 anos de idade, em sua última luta foi nocauteado por Stipe Miocic, quanto tentava reaver o título da divisão. Como lutador profissional de MMA lutou 23 vezes, saindo como o vencedor do combate em 18 oportunidades.

Kelvin Gastelum provoca várias mudanças no ranking do médios

Após vencer Michael Bisping no UFC Xangai, Kelvin Gastelum sobe no ranking, enquanto Bisping dispensou, causando várias mudanças na divisão. Na luta principal do UFC China, o ex-campeão Michael Bisping aceitou de última hora a luta contra Kelvin Gastelum.

Após o resultado favorável ao americano, houve mudanças entre o nono até o segundo colocado do ranking dos médios. Gastelum estava ocupando a nona colocação enquanto Bisping era segundo, tendo o primeiro ganhado três posições e o segundo perdido cinco. Após essa vitória incontestável, o americano agora é o sexto colocado ranking da divisão até 84kg. Já seu adversário saiu de segundo para a sétima colocação.

Leia também: Kelvin Gastelum: 4 futuros prováveis para o americano

Com a queda de Michael Bisping, algum lutadores se beneficiaram e subiram uma posição no rankging. Dentre eles estão Yoel Romero, Luke Rockhold, Jacare Souza e Chris Weidman, segundo, terceiro quarto e quinto, respectivamente.

Kelvin Gastelum sobe três posições no ranking dos médios, enquanto Bisping perdeu cinco colocações
Foto: Reprodução/UFC

Em contrapartida, estão os lutadores que caíram no ranking após a ascensão de Gastelum. Além de Bisping, Derek Brunson e Anderson Silva perderam uma posição cada, caindo para oitavo e nono, respectivamente.

Agora segue a incógnita sobre o futuro do americano mais querido pelo brasileiros fãs de MMA. Resta a expectativa sobre se o próximo adversário vai ser alguém melhor ranqueado ou um atleta menos ranqueado. Se perder tempo, ainda dentro do octógono na China, Gastelum pediu para enfrentar o campão interino, mas o Ultimate não se manifestou sobre o pedido.

Carreira de Kelvin Gastelum:

Nascido na California, tem apenas 26 anos e é muito querido por boa parte dos brasileiros fãs de MMA. Entre meio-médios, médios e peso-casado Gastelum já lutou 18 vezes como atleta profissional de MMA. Kelvin saiu como vencedor em 15 oportunidades e se recuperou da derrota sofrida sobre Chris Weidman no meio do ano.

 

Confira o vídeo do nocaute de Kelvin Gastelum sobre Michael Bisping:
Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

A edição de número 214 da maior organização de MMA do munto aconteceu no último sábado (29) mais ainda sente-se os efeitos desse mega evento. A variação do Ranking é o assunto da vez.

LEIA MAIS
Confira a lista de suspensões médicas do UFC 214
Confira os salários do UFC 214
[VÍDEO] Daniel Cormier é registrado completamente atordoado e inquieto após o nocaute

Após mais de um ano afastado do octógono do UFC por se meter em uma série de polêmicas, Jon Jones retornou em alto nível para a organização, nocauteando Daniel Cormier no terceiro round, e recuperando o título da divisão que era seu há tempos atrás.

Pelo co-evento principal da noite, houve a disputa de cinturão da divisão meio-média entre o campeão Tyron Woodley, que teve como desafiante o brasileiro Demian Maia. O dono do título manteve o seu cinturão na soma das papeletas dos árbitros laterais, que deram a vitória por decisão unânime para Woodley.

Na divisão dos meios-pesados basicamente houve uma troca de posições entre Jon Jones e Cormier. Jones agora aparece como o atual dono do título, enquanto Daniel Cormier é o primeiro da divisão. A alteração significativa provocada por esse combate, foi no ranking peso-por-peso, onde ‘Bones’ Jones agora ocupa a primeira colocação, seguido do campeão dos moscas Demetrious Johnson e o campeão dos leves Conor McGregor, respectivamente.

Já na divisão dos meios-médios, o campeão permaneceu intacto, no entanto, o desafiante brasileiro despencou da primeira para a terceira colocação na atualização do ranking.

O fato negativo é em relação aos penas femininos, a brasileira Cris ‘Cyborg’ se sagrou a segunda campeã da divisão, porém não há dados sobre o ranking da divisão.

Confira o ranking completo:

Foto: UFC

As principais notícias do esporte que mais cresce no mundo, em um só lugar. 

Contate-nos:  

[email protected]

© Copyright 2015-2018 Tudo Sobre MMA| desenvolvido por: Vedrak Devs