Confira a lista completa das suspensões médicas do UFC 224

A Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA) divulgou ainda ontem (14), a lista das suspensões médicas do UFC 224. A edição histórica foi realizada em solo brasileiro, mais precisamente no Rio de Janeiro.

Ao todo, foram vinte e seis lutadores que tomaram suspensões médicas após suas atuações no UFC 224. Dentre estes, quinze ficarão afastados no mínimo de quatorze dias do octógono e no mínimo sete dos treinos.

Dois lutadores receberam as suspensões medicas de trinta dias sem poder lutar e de no mínimo vinte e um dia sem contato físico. Outros dois tomaram suspensão de quarenta e cinto dias, tendo que ficar longe dos treinos por trinta dias.

Leia mais
Confira todos os salários do UFC 224
[Vídeo] Amanda Nunes critica treinador de Pennington que não deixou atleta desistir da luta
UFC 224 – Bônus: Lyoto Machida, Oleynik, Jacaré e Gastelum garantem prêmio de performance

Quatro atletas ficaram com a suspensão de sessenta dias sem poder voltar ao octógono mais famoso do mundo novamente. O periodo sem treinamento para esses, é de quarenta e cinco dias.

Somente dois atletas ficaram com o máximo das suspensões médicas do UFC 224. Foi a campeã do peso galo feminino Amanda Nunes e Ronaldo Jacaré. A ‘Leoa’ venceu e manteve seu cinturão, mas a priori está suspensa por 180 (cento e oitenta) dias, mas esse período pode ser reduzido para trinta dias, a depender do que aponte o Raio-X do pé direito.

Ronaldo Jacaré está numa situação bastante parecida com a da Amanda Nunes. Suspenso inicialmente por 180 (cento e oitenta) dias, o lutador brasileiro precisa de uma avaliação do pé direito, estando tudo dentro dos conformes, esse prazo cai para quarenta e cinco dias.

Confira suspensões médicas do UFC 224 na íntegra:

 

suspensões médicas do UFC 224 de 14/7

Lyoto Machida: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

John Lineker: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Mackenzie Dern: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Warlley Alves: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Markus Perez: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Elizeu Zaleski: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Davi Ramos: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Cezar Mutante: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

James Bochnovic: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Ramazan Emeev: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Jack Hermansson: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Nick Hein: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Junior Albini: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Karl Roberson: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

Amanda Cooper: 14 dias sem lutar e 7 dias sem nenhum contato com a academia

 

suspensões médicas do UFC 224 de 30/21

Kelvin Gastelum: 30 dias sem lutar e 21 dias sem nenhum contato com a academia

Aleksey Oleynik: 30 dias sem lutar e 21 dias sem nenhum contato com a academia

 

suspensões médicas do UFC 224 de 45/30

Alberto Miná: 45 dias sem lutar e 30 dias sem nenhum contato com a academia

Thales Leites: 45 dias sem lutar e 30 dias nenhum contato com a academia

suspensões médicas do UFC 224 de 60/45

Vitor Belfort: 60 dias sem lutar e 45 dias sem contato com a academia

Sultan Aliev: 60 dias sem lutar e 45 dias sem contato com a academia, e ainda precisa de liberação de cirurgião após avaliação de crânio maxilo facial

Sean Strickland: 60 dias sem lutar e 45 dias sem contato com a academia

Brian Kelleher: 60 dias sem lutar e 45 dias sem contato com a academia

Raquel Pennington: 60 dias sem lutar /45 dias sem contato com a academia,  e ainda precisa de liberação de cirurgião após avaliação de crânio maxilo facial

 

suspensões médicas do UFC 224 de 180/180

Amanda Nunes: 180 dias sem lutar / 180 dias sem contato físico. Pendente Raio-X do pé direito, e se normal 30 dias sem lutar / 21 dias sem contato físico.

Ronaldo Jacaré: 180 dias sem lutar / 180 dias sem contato físico. Pendente Raio-X do pé direito, e se normal 45 dias sem lutar / 30 dias sem contato físico

 

No último sábado (29) a maior organização de MMA do mundo levou toda a sua mega estrutura para Anaheim, nos Estados Unidos, para a realização da edição de número 214 do Ultimate. O diferencial dessa noite de lutas, sem sombra de dúvidas, foi as três disputas de cinturão, sendo uma dessas, o retorno de Jon Jones, que atraiu mais ainda o público.

LEIA MAIS:
Confira os salários do UFC 214
Bônus: Jones, Moicano, Ortega e Oezdemir levam prêmio de performance
[VÍDEO] Daniel Cormier é registrado completamente atordoado e inquieto após o nocaute

Como de praxe, após o evento, os lutadores que aturam no evento passam por médicos do UFC, e estes emitem as temidas suspensões médicas. Nessa edição não foi diferente e, três atletas foram suspensos até o prazo máximo, dentre eles, um brasileiro. Donald Cerrone, Renato Moicano e Alexandra Albu, só lutam próximo ano.

Responsável pela luta principal do UFC 214, Daniel Cormier foi nocauteado por Jon Jones e suspenso pelos médicos no prazo de 60 (sessenta) dias. Enquanto isso, o seu algoz vai cumprir a suspensão obrigatória de 7 (sete) dias e, após isso está liberado para defender seu título, ou fazer uma super luta contra Brock Lesnar, como pretende.

Confira a lista completa que foi divulgada pelo portal ‘MMA Fithing’:

Donald Cerrone: suspensão de 180 dias;
Renato Moicano: suspensão de 180 dias;
Alexandra Albu: suspensão de 180 dias;

Daniel Cormier: suspensão de 60 dias;
Jimi Manuwa: suspensão de 60 dias;
Andre Fili: suspensão de 60 dias;

Tonya Evinger: suspensão de 45 dias;
Jason Knight: suspensão de 45 dias;
Kailin Curran: Suspensão de 45 dias;

Jon Jones: suspensão obrigatória de sete dias;
Tyron Woodley: suspensão obrigatória de sete dias;
Demian Maia: suspensão obrigatória de sete dias;
Cris Cyborg: suspensão obrigatória de sete dias;
Robbie Lawler: suspensão obrigatória de sete dias;
Volkan Oezdemir: suspensão obrigatória de sete dias;
Ricardo Lamas: suspensão obrigatória de sete dias;
Aljamain Sterling: suspensão obrigatória de sete dias;
Renan Barao: suspensão obrigatória de sete dias;
Brian Ortega: suspensão obrigatória de sete dias;
Calvin Kattar: suspensão obrigatória de sete dias;
Jarred Brooks: suspensão obrigatória de sete dias;
Eric Shelton: suspensão obrigatória de sete dias;
Drew Dober: suspensão obrigatória de sete dias;
Josh Burkman: suspensão obrigatória de sete dias;

*Vale lembrar que a volta dos atletas podem ser abreviadas com uma permissão médica.

Foto: Divulgação/UFC

O brasileiro Ronaldo Jacaré teve que passar por uma cirurgia ontem (27) no Rio de Janeiro. A operação no peitoral se fez necessária após o brasileiro romper de forma parcial o tendão do peitoral na luta contra Tim Boetsch.

A luta contra Tim aconteceu no UFC 208 no dia 11 do mês de fevereiro desse ano, na ocasião, Ronaldo ‘Jacaré’ saiu como vencedor após finalizar a luta com uma kimura ainda no primeiro assalto.

Mesmo com a ruptura desde fevereiro e, optando por não se submeter a intervenção cirúrgica o brasileiro ainda lutou contra Robert Whittaker, no dia 15 deste mês (abril) e, foi nocauteado de forma devastadora no primeiro round do combate. Após esse evento em Kansas City (EUA), a situação do lutador só piorou, optando este por passar pela operação.

De acordo com o Combate.com, Ronaldo ‘Jacaré’ já está em casa repousando e, seu período de recuperação poderá durar até seis meses.

Aos 37 anos de idade, Ronaldo ‘Jacaré’ é o atual 5º (quinto) colocado do ranking oficial do UFC. Com 30 lutas como lutador profissional, o atleta da XGYM saiu vencedor em 24 oportunidades.

Anderson Silva foi suspenso por 30 dias. (Imagem: Getty Images)

A comissão atlética de Nova Iorque, divulgou hoje, a lista de suspensões médicas dos atletas do UFC 208. A ex-campeã Holly Holm, e o americano Rick Glenn, receberam a maior suspensão, 45 dias.

Lembrando, que Holly fez a luta principal do evento, contra a holandesa, Germaine De Randamie. Apesar de um combate parelho, a holandesa levou a melhor, e venceu na decisão unânime. Já Rick Glenn, venceu Phillipe Nover na decisão dividida.

O americano Dustin Poirier, fez um duro duelo duelo de 3 rounds com Jim Miller. Ainda no octógono, Poirier demonstrava fortes dores na pena. Sem ainda os resultados dos exames, Dustin foi suspenso por tempo indeterminado.

Dos brasileiros, Anderson Silva e Roan Jucão receberam uma suspensão de 30 dias. Wilson Reis, Glover Teixeira, e Ronaldo Jacaré, pegaram uma pequena suspensão de 7 dias.

Confira a lista completa: 

* Holly Holm: suspensão por 45 dias, no mínimo, aguardando a autorização da comissão

* Rick Glenn: suspensão por 45 dias, no mínimo, pendente de autorização da comissão

* Jim Miller: suspensão por 30 dias, no mínimo, aguardando autorização da comissão

* Nik Lentz: suspensão por 30 dias, no mínimo, antes de autorização da comissão

* Islam Makhachev: suspensão por 30 dias, no mínimo, aguardando autorização da comissão

* Roan Jucão: suspensão por 30 dias, no mínimo, pendente de autorização da comissão

* Ryan LaFlare: suspensão por 30 dias

* Anderson Silva: suspensão por 30 dias

* Derek Brunson: suspensão por 7 dias

* Ronaldo Jacaré: suspensão por 7 dias

* Tim Boetsch: suspensão por 7 dias

* Glover Teixeira: suspensão por 7 dias

* Jared Cannonier: suspensão por 7 dias

* Randy Brown: suspensão por 7 dias

* Belal Muhammad: suspensão por 7 dias

* Wilson Reis: suspensão por 7 dias

* Ulka Sasaki: suspensão por 7 dias

*Dustin Poirier: suspensão por tempo indeterminado, aguardando a autorização da comissão

 

No último sábado (25) na Mercedez Benz Arena, em Xangai, na China, foi realizado o UFC Fight Night 122, que contou com casa cheia e muito carinho por parte dos chineses.

Como de costume, após alguns dias, a que é considerada a maior organização de MMA do planeta, divulga as suspensões médicas de todos os atletas que fizeram parte do card da edição.

Após o nocautaço aplicado em cima do ex-campeão dos médios Michael Bisping, Gastelum recebeu apenas sete dias de gancho, enquanto o britânico terá de ficar dois meses fora, sendo 45 dias sem contato algum em treinamentos.

Confira abaixo a lista completa com as suspensões médicas do UFC Fight Night 122: Bisping vs. Gastelum:

  • Kelvin Gastelum: Pegou sete dias de gancho;
  • Michael Bisping: Pegou 60 dias de gancho por ter sido nocauteado, e 45 dias de gancho sem contato em seus treinamentos;
  • Li Jingliang: Pegou sete dias de gancho;
  • Zak Ottow: Pegou 180 dias de gancho, ou até ter o pé direito liberado por um ortopedista. Se acontecer a liberação, ficará suspenso por no mínimo 30 dias, com 21 dias sem treino com contato físico;
  • Wang Guan: Pegou sete dias de gancho;
  • Alex Caceres: Pegou 45 dias de gancho por laceração na pálpebra direita e ficará 30 dias sem treino com contato físico;
  • Alex Garcia: Pegou sete dias de gancho;
  • Muslim Salikhov:  Pegou sete dias de gancho;
  • Zabit Magomedsharipov: Pegou sete dias de gancho;
  • Sheymon Moraes: Pegou no mínimo 30 dias, com 21 dias sem treino com contato físico;
  • Kenan Song: Pegou sete dias de gancho;
  • Bobby Nash: Pegou 45 dias de gancho, com 30 dias sem treino com contato físico por ter sido nocauteado;
  • Yan Xiaonan: Pegou 45 dias de gancho por laceração no lábio e 30 dias sem treino com contato físico;
  • Kailin Curran:  Pegou no mínimo 30 dias de gancho, com 21 dias sem treino com contato físico;
  • Song Yadong: Pegou 180 dias, de gancho ou até ter o pé direito liberado por um ortopedista. Se isso acontecer, ficará suspenso por no mínimo 30 dias, com 21 dias sem treino com contato físico;
  • Bharat Kandare: Pegou no mínimo 30 dias, com 21 dias sem treino com contato físico;
  • Shamil Abdurakhimov: Pegou 180 dias de gancho, ou até ter o polegar esquerdo liberado por um ortopedista. Se for liberado, ficatá suspenso por no mínimo 30 dias, com 21 dias sem treino com contato físico;
  • Chase Sherman: Pegou no mínimo 45 dias, com 30 dias sem treino com contato físico por ter sido nocauteado;
  • Gina Mazany: Pegou por 180 dias de gancho, ou até ter o dedão do pé esquerdo liberado por um um ortopedista. Se isso acontecer, ficará suspensa por no mínimo 30 dias, com 21 dias sem treino com contato físico;
  • Wu Yanan: Pegou no mínimo 30 dias, com 21 dias sem treino com contato físico;
  • Rolando Dy: Pegou sete dias de gancho;
  • Wuliji Buren: Pegou no mínimo 30 dias, com 21 dias sem treino com contato físico;
  • Cyril Asker:  Pegou sete dias de gancho;
  • Hu Yaozong: Pegou  no mínimo 30 dias, com 21 dias sem treino com contato físico.
Foto: Buda Mendes/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Como já é de praxe, após saírem de suas respectivas batalhas dentro do octógono mais famoso do mundo, os lutadores passam por exames médicos para que se avalie o estado físico dos atletas e se identifique, ou não, lesões nos lutadores.

Seguido da avaliação médica, é divulgado um rol de suspensões médicas, de acordo com a intensidade do machucado de cada um. As suspensões são das mais variadas, com o prazo máximo de 180 (cento e oitenta dias), vale lembrar que os atletas podem voltar antes, desde que apresentem permissão médica para isso.

Em um contexto geral, as suspensões foram brandas para a maioria dos lutadores que atuaram na edição de número 212 do Ultimate, com exceção de dois lutadores que podem passar até seis meses fora, como o brasileiro Johnny Eduardo que fraturou pé e Jim Wallhead, que para voltar antes do prazo, necessita  apresentar liberação de um médico oftalmologista. Os responsáveis pela luta principal da noite – José Aldo e Max Holloway – tiveram suspensão fixada em 45 dias e 14 dias sem lutas, respectivamente.

Confira a lista:

I- Brasileiros:

Johnny Eduardo: 180 dias sem lutar;
José Aldo: 45 dias sem lutar sendo 30 sem contato físico;
Erick Silva: 45 dias sem lutar sendo 30  sem contato físico;
Vítor Belfort: 21 dias sem lutar sendo 14  sem contato físico;
Claudia Gadelha: 14 dias sem lutar sendo 7  sem contato físico;
Paulo Borrachinha: 14 dias sem lutar sendo 7 sem contato físico;
Marlon Moraes: 14 dias sem lutar sendo 7  sem contato físico;
Luan Chagas: 14 dias sem lutar sendo 7  sem contato físico;
Viviane Sucuri: 14 dias sem lutar sendo 7  sem contato físico;
Iuri Marajó: 14 dias sem lutar sendo 7 sem contato físico;
Antônio ‘Cara de Sapato’: 14 dias sem lutar sendo 7  sem contato físico;
Raphael Assunção: 14 dias sem lutar sendo 7 sem contato físico.

II- Estrangeiros:

Jim Wallhead: 180 dias sem lutar;
Max Holloway: 14 dias sem lutar sendo 7 sem contato físico;
Marco Beltran: 45 dias sem lutar sendo 30 sem contato físico;
Deiveson Alcantara: 14 dias sem lutar sendo 7 sem contato físico;
Jamie Moyle: 45 dias sem lutar sendo 30 sem contato físico;
Brian Kelkeher: 14 dias sem lutar sendo 7 sem contato físico;
Mattew Lopez: 14 dias sem lutar sendo 7 sem contato físico;
Erick Spicely: 14 dias sem lutar sendo 7 sem contato físico;
Yancy Medeiros: 14 dias sem lutar sendo 7 sem contato físico;
Oluwale Bamgbose: 45 dias sem lutar sendo 30 sem contato físico;
Nate Marquardt: 14 dias sem lutar sendo 7 sem contato físico;
Karolina Kowalkiewicz: 14 dias sem lutar sendo 7 sem contato físico.

Foto: Josh Hedges/ Zuffa LLC

Dos 22 (vinte e dois) atletas que atuaram no card do UFC Londres sofreram suspensões médicas em virtude de lesões adquiridas durante o combate. As suspensões variam bastante. a menor foi de um mês fora e maior suspensão, atingiu a máxima de seis meses.

A grande maioria sofreu suspensão branda, dos quinze afastados pelos médicos, nove devem ficar de fora apenas por 30 (trinta dias), como é o caso de Alan Jouban, Brad Pickett, Makwan Amirkhani, Joseph Duffy entre outros.

Outros três lutadores tiveram a suspensão máxima decretada. O brasileiro Francimar Bodão, bem como Scott Askham e Brad Scott estão, até segunda ordem, suspenso por 180 (cento e oitenta) dias, mas todos esses citados podem voltar antes desse prazo, desde que apresentem liberação médica para o retorno regular de seus exercícios.
Confira a lista completa:

Corey Anderson: 60 dias fora, sem treinos com contato físico por 45 dias;
Alan Jouban: 30 dias fora, sem treinos com contato físico por 21 dias;
Brad Pickett: 30 dias fora, sem treinos com contato físico por 21 dias;
Makwan Amirkhani: 30 dias fora, sem treinos com contato físico por 21 dias;
Joseph Duffy: 30 dias fora, sem treinos com contato físico por 21 dias;
Reza Madadi: 30 dias fora, sem treinos com contato físico por 21 dias por laceração na testa;
Francimar Bodão: 180 dias fora, em virtude de lesão no pé esquerdo, porém pode ser liberado antes do prazo por um médico e a suspensão passa a ser de 30 dias, sem treinos com contato físico por 21 dias por laceração no supercílio direita;
Timothy Johnson: 30 dias fora, sem treinos com contato físico por 21 dias;
Daniel Omielanczuk: 30 dias fora, sem treinos com contato físico por 21 dias;
Vicente Luque: 30 dias fora, sem treinos com contato físico por 21 dias;
Teemu Packalen: 60 dias fora, sem treinos com contato físico por 45 dias (liberado de possível lesão na cabeça);
Brad Scott: 180 dias fora, por causa de uma lesão no ombro esquerdo, podendo ser liberado antes por um médico;
Scott Askham: 180 dias fora, por conta de uma lesão na perna direita, podendo ser liberado antes por um médico e a suspensão passa a ser de 30 dias, sem treinos com contato físico por 21 dias;
Lina Lansberg: 60 dias fora, sem treinos com contato físico por 45 dias (liberado de possíveis lesões na cabeça e na face);
Lucie Pudilova: 30 dias fora, sem treinos com contato físico por 21 dias;

Confira a lista de suspensões médicas do UFC São Paulo
Confira a lista de suspensões médicas do UFC São Paulo
Foto: Eduardo Rocha/ Tudo Sobre MMA/ TV Fight

O UFC São Paulo, realizado no último dia (28)  ainda está rendendo notícias. Em meio a repercussão negativa que teve a declaração de Colby Convington, o portal americano ‘MMA Figthing’ divulgou a lista de suspensões médicas.

Segundo a lista passada pela Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA), de todas as suspensões médicas, apena um atleta ficou com o prazo máximo de 180 dias. Após perder para o brasileiro John Lineker, Marlon Vera deve cumprir o prazo máximo da suspensão ou, para voltar antes, precisa de laudo médico.

Lyoto Machida e Demian Maia, os principais nomes brasileiros do evento, foram derrotados e ficarão 60 dias um e 45 dia outro suspensos, respectivamente.

LEIA MAIS:
Erick Silva provoca Colby Covington: “Quero chutar a sua bunda”
Colby Covington diz que foi ameaçado de morte por lutadores e citou ameaça de Lyoto Machida
Rafael dos Anjos afirma que será o primeiro brasileiro campeão em duas categorias

Lista complete de suspensões médicas:

Marlon Vera: Suspenso 180 dias, pendente de raio-x do pé esquerdo (30/21, se cancelado);

Lyoto Machida: Suspendido 60 dias, 45 dias sem contato;

Demian Maia: Suspenso 45 dias, 30 dias sem contato;
Elizeu Zaleski: Suspendido 45 dias, 30 dias sem contato;
Hacran Dias: Suspendido 45 dias, 30 dias sem contato;
Max Griffin: Suspendido 45 dias, 30 dias sem contato;
Niko Preço: Suspenso 45 dias, 30 dias sem contato;
Jared Gordon: Suspendido 45 dias, 30 dias sem contato;
Jack Hermansson: Suspendido 45 dias, 30 dias sem contato;

Colby Covington: Suspenso 30 dias, 21 dias sem contato;
Christian Colombo: Suspendido 30 dias, 21 dias sem contato;

Marcelo Golm: Suspendido 14 dias, 7 dias sem contato;
Deiveson Figueiredo: Suspendido 14 dias, sete dias sem contato;
Antonio Carlos Junior: Suspenso 14 dias, 7 dias sem contato;
Vicente Luque: Suspendido 14 dias, 7 dias sem contato;
John Lineker: Suspendido 14 dias, 7dias sem contato;
Thiago Santos: Suspendido 14 dias, 7dias sem contato;
Francisco Trinaldo: Suspendido 14 dias, 7 dias sem contato;
Pedro Muñoz: Suspendido 14 dias, 7 dias sem contato;
Derek Brunson: Suspendido 14 dias, 7 dias sem contato;
Jarred Brooks: Suspendido 14 dias, 7 dias sem contato;
Jack Marshman: Suspendido 14 dias, 7 dias sem contato;
Jim Miller : Suspenso 14 dias, 7 dias sem contato;
Ron Fonte: Suspenso 14 dias, 7 dias sem contato.

Como de ocorre rotineiramente, sempre que acontece um evento, em virtude do MMA ser um esporte de constante contato físico, acontecem algumas lesões entre os atletas, sendo na grande maioria das vezes, de cunho leve, ou seja, nada grave.

Sábado passado (13) o Ultimate foi até o Dallas, no Texas para realizar o evento de número 211 da organização. Como as principais atrações estavam as disputas de cinturão do peso pesado e da divisão do peso palha feminino.

3 (Três) brasileiros estavam presentes no  card, Demiam Maia venceu por decisão dividida Jorge Masvidal. Jessica ‘bate-estaca’ Andrade era desafiante ao título do peso palha, mas perdeu para Joanna Jedrzejczyk por decisão unânime dos árbitros, outro brasileiro que lutou e amargou o gosto da derrota foi Junior Cigano, ele tentou tomar o cinturão dos pesados que pertence a Stipe Miocic, mas sucumbiu aos duros socos de seu adversário logo no primeiro round. Ambos os atletas brasileiros sofreram suspensões.

Veja a lista divulgada:
Stipe Miocic: suspensão de 7 dias
Junior Cigano: suspensão de 45 dias
Joanna Jedrzejczyk: suspensão de 15 dias
Jessica Andrade: suspensão de 15 dias
Demian Maia: suspensão de 10 dias
Jorge Masvidal: suspensão de 10 dias
Frankie Edgar: suspensão de 10 dias
Yair Rodriguez: suspensão de 45 dias
Dustin Poirier: suspensão de 45 dias
Eddie Alvarez: suspensão de 30 dias
Jason Knight: suspensão de 45 dias
Chas Skelly: suspensão de 60 dias
David Branch: suspensão de 10 dias
Krzystof Jotko: suspensão de 10 dias
James Vick: suspensão de 7 dias
Marco Polo Reyes: suspensão de 30 dias
Cortney Casey: suspensão de 10 dias
Jessica Aguilar: suspensão de 10dias
Chase Sherman: suspensão de 7 dias
Rashad Coulter: suspensão de 40 dias
Enrique Barzola: suspensão de 10dias
Gabriel Benitez: suspensão de 180 dias
Gadzhimurad Anntigulov: suspensão de 7dias
Joachim Christensen: suspenso por 7 dias

Cézar Mutante fez um combate parelho com o canadense Elias Thedorou (Imagem: Getty Images)

Foi divulgado, a lista de suspensões médicas do UFC Fight Night 105. O evento foi realizado no último sábado em Halifax, Canadá.

A lista chama atenção, a quantidade de atletas que pegaram a suspensão de 180 dias. Entre eles estão Ryan Janes, Aiemann Zahabi, Nordine Taleb, Alessandro Ricci, Gina Mazany, Sara McManm, Cézar Mutante, Johny Hendricks e Travis Browne.

Travis Browne, que fez a luta principal contra Derrick Lewis. Browne foi brutalmente nocauteado nos segundo round. Já Hendricks venceu Hector Lombard na decisão unânime. O brasileiro Cezar Mutante, foi derrotado pelo canadense Elias Theodorou também na decisão unânime.

Confira a lista completa:

– Travis Browne: suspensão por 180 dias ou no mínimo 60, caso seja liberado por uma tomografia com resultado negativo

– Johny Hendricks: suspensão de 180 dias ou no mínimo sete, caso seja liberado por um raio-X da mão esquerda com resultado negativo para lesão

– Cezar Mutante: suspensão por 180 dias ou no mínimo sete, caso seja liberado por um ortopedista, devido à lesão na mão

– Sara McMann: suspensão por 180 dias ou no mínimo sete, caso seja liberada por especialista em trauma buco-maxi-facial

– Gina Mazany: suspensão de 180 dias ou no mínimo 30, caso seja liberada após raio-

– Nordine Taleb: suspensão por 180 dias ou no mínimo 60, caso seja liberado por um otorrinolaringologista na mão direita

– Alessandro Ricci: suspensão por 180 dias ou no mínimo 60, caso seja liberado por

– Aiemann Zahabi: suspensão por 180 dias ou no mínimo 30, caso seja liberado por um oftalmologista um otorrinolaringologista

– Ryan Janes: suspensão por 180 dias ou no mínimo 30, caso seja liberado por um

– Jack Marshman: suspensão por 45 dias

– Randa Markos: suspensão por 45 dias

– Carla Esparza: suspensão por 30 dias ortopedista

– Derrick Lewis: suspensão por 30 dias

– Hector Lombard: suspensão por 30 dias

– Santiago Ponzinibbio: suspensão por 30 dias

– Thiago Marreta: suspensão por 30 dias

– Gavin Tucker: suspensão por 14 dias

– Sam Sicilia: suspenso por 14 dias

– Elias Theodorou: suspenso por sete dias

– Paul Felder: suspensão por sete dias

– Gerald Meerschaert: suspensão por sete dias

As principais notícias do esporte que mais cresce no mundo, em um só lugar. 

Contate-nos:  

[email protected]

© Copyright 2015-2018 Tudo Sobre MMA| desenvolvido por: Vedrak Devs