Amanda nunes defende o cinturão contra julianna peña no ufc 265

Amanda Nunes defende o cinturão contra Julianna Peña no UFC 265

O retorno de Amanda Nunes já está marcado. A brasileira defenderá o cinturão do peso-galo contra a americana Julianna Peña no UFC 265, marcado para o dia 7 de agosto. A informação é do presidente Dana White em contato com a ESPN.

Será a sexta defesa de cinturão de Amanda Nunes da categoria até 61kg. A brasileira atualmente possui dois cinturões (peso-galo e peso-pena) no Ultimate e vem defendendo ambos os títulos. Conquistou o cinturão dos galos em 2016 quando bateu Miesha Tate, e desde então emplacou vitórias contra Ronda Rousey, Valentina Shevchenko, Raquel Pennington, Holly Holm e por último Germaine de Randamie.

O cinturão peso-pena foi faturado em 2018 quando venceu a compatriota Cris Cyborg por nocaute, e depois de defender duas vezes o cinturão peso-galo voltou para a categoria acima e defendeu duas vezes, contra Felicia Spencer e Megan Anderson.

Leia também:

Com 10 vitórias e quatro derrotas na carreira, Julianna Peña tenta chocar o mundo. A lutadora americana com raízes venezuelanas fez apenas três lutas desde 2019, saindo derrotada em um confronto contra Germaine de Randamie e conseguindo vencer dois confrontos, diante de Nicco Montaño e Sara McMann.

Ufc vegas: mackenzie dern vence com facilidade; luta principal decepciona

UFC Vegas 23: Mackenzie Dern vence com facilidade; Luta principal decepciona

O UFC deste sábado (10) contou com 13 lutas em Las Vegas, mas teve apenas uma representante do Brasil. A lutadora americana natruralizada brasileira Mackenzie Dern emplacou mais uma vitória na carreira ao derrotar a americana Nina Nunes. Já no card principal, o italiano Marvin Vettori derrotou o americano Kevin Holland.

Na segunda luta do card principal, Mackenzie Dern não teve dificuldades para derrotar a esposa de Amanda Nunes. Multicampeã no jiu-jitsu, ela mais uma vez comprovou sua qualidade no jogo de solo e ainda no primeiro round finalizou a luta com uma chave de braço. Foi a quarta vitória consecutiva de Mackenzie.

No duelo mais aguardado da noite, Marvin Vettori e Kevin Holland se enfrentaram pela categoria dos médios. O combate foi bem abaixo da expectativa e teve poucos momentos contundentes. O italiano Vettori segurou o ímpeto do americano e amarrou o confronto em boa parte do tempo e saiu vitorioso na decisão unânime.

Confira o momento da vitória de Mackenzie Dern:

RESULTADOS DO UFC VEGAS 23:

CARD PRINCIPAL:
Marvin Vettori venceu Kevin Holland por decisão unânime (triplo 50-44)
Arnold Allen venceu Sodiq Yusuff por decisão unânime (triplo 29-28)
Julian Marquez venceu Sam Alvey por finalização aos 2m07s do R2
Mackenzie Dern venceu Nina Nunes por finalização aos 4m48s do R1
Daniel Rodriguez venceu Mike Perry por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-26)


CARD PRELIMINAR:
Joe Solecki venceu Jim Miller por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
Mateusz Gamrot venceu Scott Holtzman por nocaute a 1m22s do R2
John Makdessi venceu Ignacio Bahamondes por decisão dividida (29-28, 28-29 e 30-27)
Jarjis Danho venceu Yorgan de Castro por nocaute aos 3m02s do R1
Jack Shore venceu Hunter Azure por decisão dividida (30-27, 28-29 e 30-27)
Luis Saldaña venceu Jordan Griffin por decisão unânime (triplo 29-28)
Da Un Jung venceu William Knight por decisão unânime (30-26, 30-26 e 30-27)
Impa Kasanganay venceu Sasha Palatnikov por finalização aos 26s do R2

Sarah frota abre o jogo e fala sobre passagem pelo ufc, doping e projeta retorno

Sarah Frota abre o jogo e fala sobre passagem pelo UFC, doping e projeta retorno

A lutadora Sarah Frota teve uma passagem curta pelo UFC. Após vitória por nocaute sobre Maiara Amanajas no Contender Series em 2018, a brasileira surpreendeu o presidente Dana White com a performance e conseguiu um contrato com o Ultimate. Sarah realizou duas lutas na organização e acabou sofrendo duas derrotas e acabou sendo dispensada. Na última luta contra Gillian Robertson, a brasiliense foi flagrada em exame antidoping.

Em conversa exclusiva com o Tudo Sobre MMA, Sarah Frota abriu o jogo e falou sobre sua saída do Ultimate. Apesar de uma passagem vitoriosa pelo jiu-jitsu, Sarah revelou que acredita que a falta de experiência no MMA acabou pesando negativamente em sua passagem rápida pelo UFC.

“Cheguei no UFC ainda em formação como atleta de MMA já que antes eu era apenas uma professora de jiu-jitsu e competidora. Era campeã brasileira e pan-americana de jiu-jítsu, dez vezes campeã em Goiânia, bi-campeã paulista e entre outros vários títulos, mas eu tinha zero experiência com MMA. Já iniciei fazendo minha primeira luta no profissional e em dois anos tinha nove vitórias consecutivas e estava no cage do maior evento do mundo, quando cheguei não consegui soltar todo meu jogo e sofri essas derrotas”, disse a lutadora da TFT.

Sarah Frota testou positivo para o exame antidoping no dia da luta contra Gillian Robertson. Às amostras de urina, foram encontrados metabólitos do esteroide anabolizante estanozolol, uma espécie de derivado da testosterona, que costuma ser utilizado para crescimento muscular. Sarah afirmou que estava lesionada na época e por isso utilizou um remédio para conseguir descansar.

“Foi uma junção de fatores, estava lesionada e tinha descoberto duas hérnias cervicais e pra descansar após a pesagem utilizei um remédio para dormir de um companheiro do evento que não vem ao caso citar o nome, e esse remédio estava contaminado tanto que nós dois positivamos, no dia da luta apenas lutei sob efeito de anestésico forte e acabou que não lutei bem e ainda tive esse problema do doping. Fiz contraprova e mais dois testes todos limpos mas não tive condições de entrar com o processo e acabei pegando dois anos de suspensão. Honestamente já sabia que seria dispensada não tem bônus pro evento me manter como atleta vindo de derrota. A culpa foi exclusivamente minha de utilizar um remédio de terceiro.

Desde outubro de 2020 sem lutar, quando perdeu na decisão dividida para Daiana Torquato no evento Respect MMA “A Treta” já está planejando seu retorno. Mesmo sem nova luta confirmada, Sarah revelou estar em negociações para o próximo confronto.

“Em breve ‘A Treta’ está de volta! E podem esperar o de sempre, violência e caos dentro do cage, estou sedenta. Estamos sondando alguns eventos e negociando, deixo nas mãos dos meus empresários pois sei que farão o melhor pra mim”, finalizou a lutadora em entrevista para o Tudo Sobre MMA.

Leia também: Após ser derrotada por Amanda Nunes, Megan Anderson anuncia saída do UFC

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez


Amanda nunes dá show e finaliza megan anderson no ufc 259

Amanda Nunes dá show e finaliza Megan Anderson no UFC 259

Em ritmo de treino, Amanda Nunes fez uma nova vítima neste sábado para domingo no UFC 259 em Las Vegas. A brasileira precisou de apenas dois minutos para vencer a desafiante Megan Anderson por finalização e manter o cinturão da divisão do peso-pena.

A luta: Amanda Nunes começou buscando os primeiros golpes, enquanto Megan Anderson tentava medir a distância. Em aproximação da brasileira, atingiu um potente direto de direita no frontal na australiana que sentiu o golpe. Já com a adversária atordoada no chão, Nunes soltou mais golpe e terminou a luta com uma chave de braço.

Após a luta, Nunes revelou que o próximo passo será descer de divisão para defender o cinturão dos galos. Essa foi a terceira defesa de título do peso pena da brasileira, enquanto na outra categoria ela possui cinco defesas.

RESULTADOS DO UFC 259 – Blachowicz x Adesanya, Amanda x Anderson

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Ufc 259 – resultados: adesanya x blachowicz/ nunes x anderson

UFC 259 – Resultados: Adesanya x Blachowicz/ Nunes x Anderson

O UFC abriu o calendário de eventos de março neste sábado (06), com o UFC 259, diretamente de Las Vegas (EUA). O Evento teve três disputas de cinturão.

O duelo mais aguardado da noite foi pela divisão dos meio-pesados. Israel Adesanya, atual campeão dos médios, subiu para a categoria acima para desafiar o polonês Jan Blachowicz atual campeão da divisão dos meio-pesados.

A co-luta principal foi um confronto feminino. A brasileira Amanda Nunes defendeu o título do peso-pena pela terceira vez, contra a australiana Megan Anderson.

E na primeira disputa de cinturão da noite, o invicto Petr Yan defendeu o cinturão dos galos contra Aljamain Sterling. O card contou com mais brasileiros em ação. Thiago Marreta, Rogério Bontorin e Amanda Lemos e Livinha Souza que se enfrentaram no card principal do UFC 259.

RESULTADOS DO UFC 259 EM TEMPO REAL:

CARD PRINCIPAL:
Peso-meio-pesado: Jan Blachowicz venceu Israel Adesanya por decisão unânime (49-46, 49-45, 49-45)
Peso-pena: Amanda Nunes venceu Megan Anderson por finalização aos 2m03s do 1º round
Peso-galo: Aljamain Sterling venceu Petr Yan por desqualificação (golpe ilegal) aos 4m29s do 4º round
Peso-leve: Islam Makhachev venceu Drew Dober por finalização aos 1m37s do 3º round
Peso-meio-pesado: Aleksandar Rakic venceu Thiago Marreta por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)


CARD PRELIMINAR:
Peso-galo: Dominick Cruz venceu Casey Kenney por decisão dividida (29-28, 28-29, 30-27)
Peso-galo: Kyler Phillips venceu Song Yadong por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Peso-mosca: Askar Askarov venceu Joseph Benavidez por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26)
Peso-mosca: Kai Kara-France venceu Rogério Bontorin por nocaute técnico aos 4m55s do 1º round
Peso-mosca: Tim Elliott venceu Jordan Espinosa por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-meio-pesado: Carlos Ulberg venceu por nocaute técnico aos 3m19s do 2º round
Peso-meio-médio: Sean Brady venceu Jake Matthews por finalização aos 3m28s do 3º round
Peso-palha: Amanda Lemos venceu Livinha Souza por nocaute técnico aos 3m39s do 1º round
Peso-leve: Uros Medic venceu Aalon Cruz por nocaute técnico aos 1m40s do 1º round
Peso-galo: Trevin Jones venceu Mario Bautista por nocaute técnico aos 0m40s do 2º round

Leia também: UFC – Khamzat Chimaev anuncia aposentadoria; Dana White nega

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Pelo cinturão, jéssica andrade enfrenta valentina shevchenko no ufc 261

Pelo cinturão, Jéssica Andrade enfrenta Valentina Shevchenko no UFC 261

Mais um cinturão pode vir para o Brasil no UFC. O presidente Dana White confirmou para ESPN um duelo entre a brasileira Jéssica Andrade contra a campeã peso-mosca Valentina Shevchenko, no dia 24 de abril no UFC 261. O local do evento ainda não está confirmado.

Depois de perder o cinturão peso-palha para a chinesa Weili Zhang, Jéssica Andrade sofreu outra derrota em sequência, desta vez contra Rose Namajunas em revanche em julho de 2020 na decisão dividida. No primeiro confronto, a brasileira venceu Namajunas e faturou o cinturão.

Jéssica garantiu uma nova disputa pelo título depois de sair vencedora por nocaute no primeiro round em combate contra a americana Katlyn Chookagian em outubro de 2020.

Do outro lado estará Valentina Shevchenko. A quirguistanesa possui 20 vitórias e apenas três derrotas em seu cartel profissional. A atual campeã mantém uma sequência de seis vitórias consecutivas, sendo a mais recente sobre a brasileira Jennifer Maia por decisão unânime.

Leia também: UFC: Dana sobre recusa de Charles Oliveira: “nada de errado”

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Foto: Getty Images

Poliana botelho posa para ensaio e comenta desafios da vida fora do octógono

Poliana Botelho posa para ensaio e comenta desafios da vida fora do octógono

Atletas esportivos vem cada vez mais aproveitando para aprimorar sua imagem e negócios fora do esporte. Aproveitando do espaço que ganham da mídia e com os fãs, atletas buscam trabalhar o marketing pessoal e enxergam uma possibilidade extra para alavancar sua carreira.

Em conversa exclusiva com a lutadora do UFC, Poliana Botelho, a mineira falou sobre desafios fora do octógono e relatou a importância de o atleta cativar o público fora do octógono e buscar parcerias através das mídias sociais.

“Tenho na minha cabeça aquela coisa: ‘Quem não é visto não é lembrado’. Demora de uma luta para outra e é importante a gente estar trabalhando de outras maneiras. Nossa rede social é muito importante e temos que trabalhar isso para conseguirmos patrocínio e gerar parcerias”.

“Eu sou mineira e moro no Rio de Janeiro e tenho um custo de vida alto, tenho que pagar treinamento e são vários gastos e a rede social ajuda muito o atleta. Atrás do lutador existe uma pessoa e a gente pode conseguir patrocínios e parcerias para manter nossa vida”, disse Poliana.

Antes de se preparar para a próxima luta, Poliana Botelho posou para um ensaio fotográfico. Desejo antigo da atleta da Nova União, Botelho revelou que finalmente teve tempo de posar diante das câmeras.

“Foi bem bacana, não dava tempo de fazer. Fui agora para Minas, antes de fazer o camp eu sempre vou para casa ficar com a família e então a gente resolveu fazer. Eu queria uma coisa sexy, mas como eu sou do esporte não queria que fosse vulgar e foi isso que trabalhamos no ensaio, ficou muito lindo e bacana e estou muito feliz por esse trabalho”, explicou.

Poliana Botelho teve sua próxima luta agendada na última semana, e será contra a sul-coreana Ji Yeon Kim no dia 1 de maio em local ainda não confirmado. O duelo será de recuperação para ambas atletas, já que as duas vem de derrotas.

“Ela é um pouco mais alta que eu, a envergadura é bem maior que a minha. Vi algumas lutas dela e ela prefere ficar no boxe, dá alguns chutes, mas não é o forte dela. Mas ainda tenho que sentar com meus professores para fazer um planejamento, se vamos trocar com ela ou fazer um grappling. A gente vai sentar para estudar melhor essa luta”, afirmou Poliana.

Fotos: Anchell Wedding

Leia também: UFC: Dana sobre recusa de Charles Oliveira: “nada de errado”

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Ufc 257 – resultados: dustin poirier x conor mcgregor 2

UFC 257 – Resultados: Dustin Poirier x Conor McGregor 2

Neste sábado (23) aconteceu o UFC 257 diretamente da Ilha da Luta em Abu Dhabi. Foi o primeiro evento numerado de 2021. O duelo principal aconteceu pela divisão dos leves entre o irlandês Conor McGregor e o americano Dustin Poirier.

O confronto co-principal marcou a estreia do ex-campeão do Bellator, Michal Chandler. O americano enfrentou pela divisão dos leves o neozelandês Dan Hooker.

Abrindo o card principal, Marina Rodriguez e Amanda Ribas fizeram um duelo brasileiro pela categoria peso-palha. Outro brasileiro presente no card é Antônio Cara de Sapato, que enfrentou o americano Brad Tavares na categoria dos médios.

RESULTADOS DO UFC 257 EM TEMPO REAL:

CARD PRINCIPAL:
Peso-leve: Dustin Poirier venceu Conor McGregor por nocaute técnico (socos) aos 2:32 do 2º round
Peso-leve: Michael Chandler venceu Dan Hooker por nocaute técnico aos 2:30 do 1º round
Peso-mosca: Joanne Calderwood venceu Jessica Eye por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)
Peso-médio: Makhmud Muradov venceu Andrew Sanchez por nocaute técnico (socos) aos 2:59 do 3º round
Peso-palha: Marina Rodriguez venceu Amanda Ribas por nocaute técnico (socos) aos 54s do 2º round


CARD PRELIMINAR:
Peso-casado (71,2kg): Arman Tsarukyan venceu Matt Frevola por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26)
Peso-médio: Brad Tavares venceu Antônio Cara de Sapato por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)
Peso-galo: Julianna Peña venceu Sara McMann por finalização (mata-leão) aos 3:39 do 3º round
Peso-meio-pesado: Marcin Prachnio venceu Khalil Rountree Jr por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Peso-casado (68kg): Movsar Evloev venceu Nik Lentz por decisão unânime (29-28, 28-29, 29-28)
Peso-mosca: Amir Albazi venceu Zhalgas Zhumagulov por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)

Leia também: McGregor afirma ter a resposta para “destruir” Khabib

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM

Valentina shevchenko supera jennifer maia na decisão no ufc 255

Valentina Shevchenko supera Jennifer Maia na decisão no UFC 255

Na co-luta principal do UFC 255 neste sábado (21) em Las Vegas, a campeã Valentina Shevchenko manteve o cinturão peso-mosca. Na sua frente estava a brasileira Jennifer Maia, que chegou a ter um momento de controle na luta, porém não o suficiente para frear a pressão da quiguistanesa que levou a melhor por decisão unânime.

A luta: O duelo começou quente com as duas lutadoras indo para trocação franca. Em aproximação Valentina levou Jennifer para o solo e ficou por cima. A brasileira buscava travar os braços da campeã afim de não dar espaço para Shevchenko golpear no ground and pound. Ainda que tenha ficado em posição de domínio durante boa parte do primeiro round, Valentina não conseguia contundência nos golpes e não arriscava muitos ataques.

Não demorou muito e nos primeiros instantes do segundo round novamente Valentina tentou levar a luta para o chão. Mas dessa vez Jennifer Maia resistiu e agarrou a quiguistanesa de costas para a grade. Na briga pela melhor posição na luta agarrada em pé, Maia levou vantagem, conseguiu quedar a campeã e ficou por cima e controlou a luta até o final do segundo assalto.

A terceira etapa teve Jennifer Maia buscando a luta agarrada, mas dessa vez a campeã rechaçou a aproximação da brasileira. O duelo ficou no centro do octógono e Shevchenko acertou um bom chute alto e um direto na guarda da brasileira, em sequência emplacou uma belíssima queda e foi para cima da desafiante, porém não demorou muito para Jennifer conseguir reestabelecer a luta em pé e tentar agarrar Valentina, que revidou terminando o round com mais uma queda.

Ouça nosso podcast – Spotify | Deezer | Itunes

No penúltimo round Valentina voltou a mostrar mais potência nos golpes desferidos em pé e conseguia conectar boas sequências na guarda da brasileira. Com um pouco mais de três minutos Maia acertou dois cruzados de direita na campeã, porém Valentina respondeu com uma queda e foi para o amassa na curitibana no chão. Trabalhando posição no solo por cima, Valentina conseguiu ir para as costas, enquanto a brasileira tentava resistir as investidas.

No último assalto, Jennifer Maia foi para o tudo ou nada. Perdendo a luta, e orientada pelo seu corner a buscar a vitória pela via rápida, foi para cima de Valentina no começo, porém a campeã respondeu com algumas sequências em pé. Maia tentou surpreender a campeã na luta agarrada na grade, mas o combate voltou a se desenvolver na trocação. Shevchenko conseguia levar vantagem e seguia conectando bons golpes no frontal da brasileira.

Em decisão oficial dos juízes laterais, Valentina Shevchenko foi declarada vencedora por decisão unânime e emplacou a quinta defesa do cinturão peso-mosca.

VEJA TODOS OS RESULTADOS DO UFC 255

Amanda nunes deixa luta contra megan anderson e duelo acontecerá em 2021

Amanda Nunes deixa luta contra Megan Anderson e duelo acontecerá em 2021

O duelo entre Amanda Nunes e Megan Anderson deverá acontecer somente em 2021. Segundo informou a ESPN, a brasileira deixou o duelo que estava marcado para acontecer no UFC 256, no dia 12 de dezembro. O motivo de sua saída ainda é desconhecido.

Amanda Nunes defenderia o cinturão dos penas pela segunda vez. A primeira aconteceu em junho, quando venceu Felicia Spencer. A Leoa detém também o cinturão dos galos, no qual já defendeu cinco vezes.

Até o momento o Ultimate não se pronunciou oficialmente. Ao que tudo indica, o duelo principal do UFC 256 será entre o campeão dos galos Petr Yan e Aljamain Sterling.

Ouça nosso podcast – Spotify | Deezer | Itunes

DOS ANJOS COM NOVO ADVERSÁRIO

Faltando menos de uma semana para o evento, o brasileiro Rafael dos Anjos ganhou um novo adversário. Depois de Islam Makhachev deixar a luta contra o ex-campeão, o irlandês Paul Felder entrou para substituir o russo.

O duelo continuará sendo a luta principal e terá cinco rounds. O embate marcará o retorno de Rafael dos Anjos no peso-leve. Já Paul Felder não luta desde fevereiro, quando foi derrotado por Dan Hooker.

Leia também: Lutador do UFC é condenado a 22 meses de cadeia

Bethe correia fará luta de aposentadoria contra chinesa no ufc

Bethe Correia fará luta de aposentadoria contra chinesa no UFC

Em sua conta no instagram, a lutadora Bethe Correia anunciou que fará sua última luta da carreira no UFC. Segundo adiantou o site Ag.Fight, a brasileira enfrentará a chinesa Wu Yanan, no dia 5 de dezembro, em local ainda não definido.

Em seu cartel profissional, Bethe acumula 11 vitórias, cinco derrotas e um empate. Seu momento no Ultimate não é nada bom, foram apenas duas vitórias nas últimas oito lutas.

Bethe chegou a disputar o cinturão dos galos depois de emplacar três vitórias consecutivas em 2015. A atleta brasileira acabou superada pela americana Ronda Rousey por nocaute no UFC 190, no Rio de Janeiro.

Veja nossas últimas notícias

Sua última aparição no octógono aconteceu no dia 25 de julho desse ano, onde saiu derrotada em duelo diante de Pannie Kianzad na decisão unânime. Recentemente saiu a notícia que a paraibana havia sido demitida do Ultimate, porém, a ex-desafiante ao título do peso-galo chegou em um acordo com a organização para fazer sua luta de despedida.

Wu Yanan também busca recuperação. A chinesa vem de derrota para Mizuki Inoue por decisão dividida em agosto de 2019. Em seu cartel profissional detém 11 vitórias e três derrotas.

Ouça nosso podcast – Spotify | Deezer | Itunes

Foto: Getty Images