Miesha tate retorna da aposentadoria e luta em julho

Miesha Tate retorna da aposentadoria e luta em julho

Uma velha figurinha do MMA feminino está de volta. Segundo informou a ESPN, a ex-campeã peso-galo Miesha Tate está de volta ao UFC e enfrentará a compatriota Marion Reneau no UFC do dia 17 de julho em local ainda não confirmado.

Miesha Tate, 34, é sem dúvidas um dos principais nomes que alavancaram o MMA feminino. Sua trajetória no esporte começou em 2007 e desde então emplacou 18 vitórias e sete derrotas. A americana também foi campeã no extinto Strikeforce.

Tate não luta desde de 2016 quando perdeu para Raquel Pennington na decisão unânime. Em luta anterior, no histórico UFC 200, Miesha perdeu o cinturão dos galos após ser finalizada pela brasileira Amanda Nunes. A veterana ficou bastante conhecida pela sua rivalidade com Ronda Rousey. Tudo começou em 2012 no Strikeforce e se estendeu ao UFC no ano seguinte. Nos dois confrontos Ronda saiu vitoriosa por finalização.

Marion Reneau fará sua luta de aposentadoria. Aos 43 anos, a americana não vence desde 2018 e já acumula quatro derrotas consecutivas, sendo a mais recente no último sábado (20) no UFC Vegas contra Macy Chiasson.

Leia também: Exclusivo: Sarah Frota abre o jogo e conta sobre desligamento do UFC, doping e futuro no MMA

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

(vídeo) lutadora do ufc desmaia duas vezes em pesagem

(Vídeo) Lutadora do UFC desmaia duas vezes em pesagem

Durante a pesagem oficial do UFC Vegas 22 nesta sexta-feira (19), a lutadora da Lituânia, julija Stoliarenko, assustou a todos que acompanhava a cerimônia na balança. A peso-galo desmaiou por duas vezes e teve que sair de maca para um hospital. O duelo contra Julia Avila foi cancelado consequentemente.

Na primeira tentativa Julija chegou a subir na balança, porém acabou ficando fraca e apagou pela primeira vez. O peso da atleta acabou não sendo confirmado e na segunda vez depois de ser atendida por médicos da organização cravou 61,5kg, 200g abaixo do limite da divisão, mas após descer da balança novamente desmaiou.

Seria a segunda luta de Stoliarenko no UFC, no confronto de estreia acabou derrotada em luta contra Yana Kunistkaya.

Apenas uma outra luta teve problemas durante a janela de pesagem, a lutadora Jesse Strader pesou 700g acima do permitido da categoria peso-galo e terá que ceder parte da bolsa para a adversária.

Confira a pesagem completa da lutadora Julija Stoliarenko:

CARD PRINCIPAL:
Peso-médio: Derek Brunson x Kevin Holland
Peso-leve: Gregor Gillespie x Brad Riddell
Peso-mosca: Cheyanne Buys x Montserrat Ruiz
Peso-galo: Adrian Yanez x Gustavo Lopez
Peso-meio-médio: Kenan Song x Max Griffin
Peso-pesado: Tai Tuivasa x Harry Hunsucker


CARD PRELIMINAR:
Peso-galo: Marion Reneau x Macy Chiasson
Peso-leve: Léo Santos x Grant Dawson
Peso-médio: Trevin Giles x Roman Dolidze
Peso-galo: Montel Jackson x Jesse Strader
Peso-mosca: Bruno Bulldoguinho x JP Buys

Leia também: Exclusivo: Sarah Frota abre o jogo e conta sobre desligamento do UFC, doping e futuro no MMA

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Charles oliveira enfrenta michael chandler pelo cinturão vago dos leves no ufc 262

Charles Oliveira enfrenta Michael Chandler pelo cinturão vago dos leves no UFC 262

E chega ao fim o mistério da categoria dos leves do UFC. O presidente Dana White confirmou nesta quinta-feira (18) em entrevista para a ESPN que Charles Oliveira enfrentará o americano Michael Chandler pelo cinturão vago dos leves no UFC 262, no dia 15 de maio.

Dana também confirmou a aposentadoria do russo Khabib Nurmagomedov, até então o último campeão da divisão até 70kg.

Charles Oliveira vive a melhor fase da carreira. O brasileiro não perde desde 2017 e já acumula oito vitórias consecutivas. Nessa sequência positiva foram cinco vitórias por finalização, duas por nocaute e a última por decisão unânime sobre Tony Ferguson.

Do outro lado estará Michael Chandler, que conquistou uma chance pelo cinturão com apenas uma luta no UFC. O americano estreou na organização nocauteando Dan Hooker no primeiro round em janeiro desse ano. Chandler anteriormente passou pelo Bellator onde chegou a conquistar o cinturão dos leves.

Leia também: Exclusivo: Sarah Frota abre o jogo e conta sobre desligamento do UFC, doping e futuro no MMA

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Ufc não irá aguardar ‘borrachinha’ e kelvin gastelum enfrentará whittaker no dia 17 de abril

UFC não irá aguardar ‘Borrachinha’ e Kelvin Gastelum enfrentará Whittaker no dia 17 de abril

Após a saída de Paulo Borrachinha da luta contra Robert Whittaker, marcado para acontecer no dia 17 de abril, o UFC já encontrou um novo adversário para o australiano. Segundo noticiou a ESPN, o americano Kelvin Gastelum será o novo adversário do ex-campeão dos médios do UFC.

A notícia da saída de Borrachinha veio a tona nesta segunda-feira (15), após reportagem do site Ag.Fight. A notícia trouxe que o brasileiro pegou uma forte gripe e que com isso não teria um tempo adequado para se preparar para enfrentar Whittaker. A equipe de Borrachinha tentava um acordo com o Ultimate e o australiano para adiar o duelo, o que acabou não acontecendo.

Kelvin Gastelum se recuperou de uma sequência de três derrotas ao vencer Ian Heinisch em fevereiro deste ano no UFC 258. O atleta da Kings MMA saiu vitorioso na decisão unânime.

Após perder o cinturão para Adesanya, Whittaker corre atrás para se credenciar para uma revanche contra o nigeriano. Desde a derrota, o australiano emplacou duas vitórias consecutivas, contra Darren Till e Jared Cannonier por decisão unânime.

Leia também: Borrachinha afirma ter lutado bêbado contra Adesanya no UFC 253

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Paulo borrachinha deixa luta contra whittaker alegando ‘gripe forte’

Paulo Borrachinha deixa luta contra Whittaker alegando ‘Gripe Forte’

O duelo entre Paulo Borrachinha e Robert Whittaker não acontecerá mais no evento do dia 17 de abril. Segundo informou o site Ag.Fight, o brasileiro contraiu uma gripe forte e com isso não poderá se preparar adequadamente para enfrentar o ex-campeão dos médios do UFC.

Até o momento o Ultimate não decidiu se o combate entre os dois lutadores será adiado ou se Whittaker vai receber outro adversário. O confronto seria o retorno de Borrachinha após ser derrotado pela primeira vez na carreira, em sua última aparição no octógono em setembro de 2020 quando foi nocauteado por Israel Adesanya.

Após perder o cinturão para Adesanya, Whittaker corre atrás para se credenciar para uma revanche contra o nigeriano. Desde a derrota, o australiano emplacou duas vitórias consecutivas, contra Darren Till e Jared Cannonier por decisão unânime.

Leia também: Borrachinha afirma ter lutado bêbado contra Adesanya no UFC 253

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Dana confirma ufc 261 com retorno máximo de público; evento terá três disputas de cinturão

Dana confirma UFC 261 com retorno máximo de público; Evento terá três disputas de cinturão

O UFC retomará aos eventos com capacidade máxima de público, segundo informou o presidente Dana White em anúncio em seu Twitter nesta segunda-feira (15). Apesar da realização de um evento com um público de cerca de duas mil pessoas em janeiro desse ano em abu Dhabi no UFC 257, essa será a primeira edição com casa cheia desde o início da pandemia do novo coronavírus.

No vídeo publicado, Dana revelou que o palco será a VyStar Veteran’s Memorial Arena, em Jacksonville, Flórida (EUA). E a carga de ingressos vai ser para 15 mil pessoas no dia 24 de abril.

Dana White sempre apontava um retorno imediato dos eventos com público assim que possível e recentemente anunciou que o Ultimate trabalhava para realizar um evento no Texas, mas governadores locais foram contrário a decisão, mesmo com um aval positivo da comissão atlética daquela região.

O UFC 261 contará com três disputas de cinturão, pelo título dos meio-médios entre Kamaru Usman e Jorge Masvidal, outro na categoria peso-mosca feminino com Valentina Shevchenko e Jéssica Andrade e também pelo peso-palha feminino com Zhang Weili e Rose Namajunas.

CARD ATÉ O MOMENTO DO UFC 261:

Peso-meio-médio: Kamaru Usman x Jorge Masvidal
Peso-palha: Weili Zhang x Rose Namajunas
Peso-mosca: Valentina Shevchenko x Jéssica Bate-Estaca
Peso-médio: Uriah Hall x Chris Weidman
Peso-meio-pesado: Anthony Smith x Jimmy Crute
Peso-galo: Danaa Batgerel x Kevin Natividad
Peso-médio: Brendan Allen x Karl Roberson
Peso-mosca: Jeff Molina x Aoriqileng
Peso-galo: Johnny Muñoz x Mark Striegl
Peso-palha: Ariane Sorriso x Na Liang

Leia também: Após ser derrotada por Amanda Nunes, Megan Anderson anuncia saída do UFC

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Ufc vegas 21 – luta principal termina sem resultado após ‘dedada’ no olho

UFC Vegas 21 – Luta principal termina sem resultado após ‘dedada’ no olho

Um banho de água fria, assim podemos definir o resultado final da luta principal do UFC Vegas 21 realizado neste sábado (13) em Las Vegas (EUA). O duelo pela divisão dos meio-médios entre Leon Edwards e Belal Muhammad terminou em “No Contest” (luta sem resultado), após Edwards atingir uma dedada no olho de Belal que não conseguiu voltar após o incidente no segundo round.

No primeiro round, Edwards levava vantagem. O inglês teve um bom momento após aplicar um chute de esquerda, porém Belal rechaçou os ataques buscando travar a luta na grade. Já no segundo round, a lesão de Belal aconteceu com apenas 18 segundos de luta, depois de Leon buscar um ataque com chute alto e acabar acertando o dedo no olho do americano. Belal Muhammad rapidamente caiu no chão reclamando bastante de uma lesão naquela região.

Após a constatação do médico dentro do octógono que informou a impossibilidade de Belal continuar na luta, o juíz chegou a conclusão que não houve intenção por parte de Leon Edwards e o combate foi declarado como sem resultado.

Em uma rede social após u UFC Vegas 21, Belal Muhammad informou que a lesão no olho não foi grave e ainda informou um retorno em breve.

RESULTADOS DO UFC VEGAS 21 – Muhammad x Edwards:

CARD PRINCIPAL
Leon Edwards x Belal Muhammad terminou sem resultado (golpe acidental) aos 18s do 2º round
Ryan Spann venceu Misha Cirkunov por nocaute técnico a 1m11s do 1º round
Dan Ige venceu Gavin Tucker por nocaute aos 22s do 1º round
Davey Grant venceu Jonathan Martinez por nocaute aos 3m03s do 2º round
Matheus Nicolau venceu Manel Kape por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Eryk Anders x Darren Stewart foi declarada sem resultado aos 4m37s do 1º round


CARD PRELIMINAR
Angela Hill venceu Ashley Yoder por decisão unânime (triplo 30-27)
Charles Jourdain venceu Marcelo Rojo por nocaute técnico aos 4m31s do 3º round
Rani Yahya venceu Ray Rodriguez por finalização aos 3m09s do 2º round
Nasrat Haqparast venceu Rafa Garcia por decisão unânime (30-27, 29-28 e 29-28)
JJ Aldrich venceu Cortney Casey por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Jinh Yu Frey venceu Glorinha de Paula por decisão unânime (triplo 29-28)
Matthew Semelsberger venceu Jason Witt por nocaute aos 16s do 1º round

Leia também: Após ser derrotada por Amanda Nunes, Megan Anderson anuncia saída do UFC

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Ex-campeão do ufc renan barão é anunciado por evento alemão

Ex-campeão do UFC Renan Barão é anunciado por evento alemão

Sem lutar desde 2019, o brasileiro Renan Barão está com o próximo destino confirmado. O evento alemão Elite MMA Championship (EMC) anunciou a contratação dos ex-campeão dos galos do UFC em uma postagem no Twitter.

Renan Barão encerrou sua passagem no UFC contra o compatriota Doulgas D’Silva, em novembro de 2019 quando acabou derrotado na decisão unânime. Na ocasião, Renan havia sofrido a quinta derrota consecutiva na organização. O potiguar venceu apenas uma das últimas oito lutas.

O auge de sua carreira foi até 2014, quando venceu Urijah Faber e conquistou o cinturão linear dos galos. Além de grandes performances os números de Renan também chamavam a atenção na época, já que ele acumulava 32 vitórias

Mas ainda em 2014, a invencibilidade do brasileiro no Ultimate chegou afim após ser brutalmente nocauteado pelo americano TJ Dillashaw. Desde então a carreira de Barão não foi mais a mesma e iniciou uma sequência irregular e por último emplacou várias derrotas.

Em 2020 o nome do lutador chegou a ser oficializado pelo evento Taura MMA, mas o duelo envolvendo o brasileiro foi cancelado.

CONFIRA O ANÚNCIO OFICIAL DA CHEGADA DE BARÃO AO EFC:

Leia também: Após ser derrotada por Amanda Nunes, Megan Anderson anuncia saída do UFC

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Ufc 259 – salários: amanda nunes fatura menos que blachowicz e adesanya

UFC 259 – Salários: Amanda Nunes fatura menos que Blachowicz e Adesanya

Aconteceu no último sábado (06) o UFC 259, diretamente de Las Vegas. O evento teve três disputas de cinturão, pela divisão dos meio-pesados entre Jan Blachowicz x Israel Adesanya, na categoria peso-pena com Amanda Nunes x Megan Anderson e na categoria dos galos entre Petr Yan x Aljamain Sterling.

Como já é de costume, após o evento é divulgado o salário dos atletas que estiveram no card. Segundo publicou o site “The Sports Daily”, a brasileira Amanda Nunes, atual detentora de dois cinturões, dos galos e pena feminino, ficou com um faturamento abaixo de Jan Blachowicz e Israel Adesanya.

Ainda segundo o site, a Comissão Atlética de Nevada não libera informações de salários de forma oficial, e com isso a apuração é uma estimativa com base nas bolsas divulgadas oficialmente em lutas anteriores.

CONFIRA OS SALÁRIOS DO UFC 259 – Valor em dólares:

Cinturão peso meio-pesado: Jan Blachowicz ($ 540.000) x Israel Adesanya ($ 640.000)

Cinturão peso-pena: Amanda Nunes ($490.000) x Megan Anderson ($ 155.000)

Cinturão peso-galo: Petr Yan ($ 150.000) x Aljamain Sterling ($ 230.000)

Peso-leve: Islam Makhachev ($105.000) x Drew Dober ($50.000)

Peso meio-pesado: Thiago “Marreta” Santos ($ 100.000) x Aleksandar Rakic ($ 115.000)

Peso-galo: Dominick Cruz ($ 195.000 ) x Casey Kenney ($55.000)

Peso-galo: Song Yadong ($ 43,500) x Kyler Phillips ($ 56.000)

Peso-mosca: Joseph Benavidez ($ 110.000) x Askar Askarov ($ 40.000)

Peso-palha: Livinha Souza ($ 24.000) x Amanda Lemos ($ 44.000)

Peso-mosca: Timothy Elliott ($) x Jordan Espinosa ($ 25.000)

Peso meio-pesado: Kennedy Nzechukwu ($ 77.500) x Carlos Ulberg ($ 63.500)

Peso meio-médio: Sean Brady ($ 44.000) x Jake Matthews ($ 64.000)

Peso-mosca: Rogério Bontorim ($ 24.000) x Kai Kara-France ($ 135.000)

Peso-leve: Uros Medic ($ 73.500) x Aalon Cruz ($ 13.500)

Peso-galo: Mario Bautista ($ 24.000) x Trevin Jones ($ 27.500)

Leia também: Após ser derrotada por Amanda Nunes, Megan Anderson anuncia saída do UFC

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Após derrota para amanda nunes, megan anderson anuncia saída do ufc

Após derrota para Amanda Nunes, Megan Anderson anuncia saída do UFC

E a lutadora Megan Anderson não fará mais parte do plantel do UFC. Segundo a mesma anunciou em uma rede social, o seu contrato com o Ultimate chegou ao fim e não será renovado. A australiana foi derrotada pela brasileira Amanda Nunes no último sábado (06) no UFC 259.

Megan também afirmou que o UFC encerrará a divisão dos penas, entretanto a informação foi negada pela organização. Dana White em coletiva de imprensa no UFC 259 também havia declarado que não acabará com a categoria enquanto Amanda Nunes quiser defender o título.

Aos 31 anos, Anderson possui um cartel com 11 vitórias e cinco derrotas. Chegou no Ultimate em 2018 e desde então lutou seis vezes, perdeu três combates – Holly Holm, Felicia Spencer e Amanda Nunes -, e também venceu três lutas, contra Cat Zingano, Zarah Fairn e Norma Dumont.

UFC 259 – Resultados: Amanda Nunes x Megan Anderson

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Jan blachowicz ‘segura’ ímpeto de adesanya e fica com o cinturão no ufc 259

Jan Blachowicz ‘segura’ ímpeto de Adesanya e fica com o cinturão no UFC 259

Não foi dessa vez! Israel Adesanya tentou entrar para o seleto grupo de campeões de duas divisões simultâneo, mas o nigeriano acabou superado pelo campeão dos meio-pesados Jan Blachowicz na luta principal do UFC 259, deste sábado em Las Vegas. Apesar da maior velocidade, o campeão dos médios acabou virando presa fácil na luta de solo e não conseguiu ter contundência na luta em pé acabou derrotado na decisão.

A luta: O confronto começou bastante estudado, com os dois atletas esperando a melhor hora para soltar os golpes. Adesanya mostrava mais agressividade ao tentar desferir alguns golpes, enquanto Blachowicz parecia ter mais cautela e lançava alguns golpes pontuais. Israel usava sua envergadura a favor e fintava golpes antes de atacar.

No segundo round Adesanya voltou a trabalhar as fintas, mas foi Jan Blachowicz que deu a primeira sequência perigosa. O nigeriano mostrava controlar a luta na longa distância, porém Blachowicz quando aproximava para emendar uma sequência fazia o campeão dos médios andar para trás.

Blachowicz voltou mais agressivo para o terceiro round. Conectou um direto de direita e em seguida buscou pressionar o nigeriano até tentar um mata-leão, mas Adesanya conseguiu a fuga e revidou com bons golpes. O duelo ficou travado no clinche, entretanto a luta retornou na trocação franca.

O quarto round logo no início Blachowicz conseguiu encurtar e agarrar Adesanya, porém não conseguiu segurar o nigeriano de costas para a grade e a luta recomeçou no meio do octógono. Israel esboçou um bom ataque em pé, mas Jan tratou de quedar e ficar por cima no chão. Mais forte, o polonês conseguiu travar Adesanya de costas para o chão e tentou fazer a transição até o final do assalto.

O quinto e último round seguiu o script. Adesanya conseguia controlar por muitas vezes a distância, mas não conseguia emplacar uma sequência de golpes contundentes, já Blachowicz buscava aproximar para rechaçar os ataques do nigeriano. Praticamente na metade do round, Jan obteve êxito na tentativa de queda e apenas administrou a luta até o final do round.

Em resultado oficial, foi declarado a vitória de Blachowicz por decisão unânime. Essa foi a primeira defesa de título do polonês, que faturou o cinturão depois de bater Dominick Reyes.

RESULTADOS DO UFC 259 – Blachowicz x Adesanya:

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Amanda nunes dá show e finaliza megan anderson no ufc 259

Amanda Nunes dá show e finaliza Megan Anderson no UFC 259

Em ritmo de treino, Amanda Nunes fez uma nova vítima neste sábado para domingo no UFC 259 em Las Vegas. A brasileira precisou de apenas dois minutos para vencer a desafiante Megan Anderson por finalização e manter o cinturão da divisão do peso-pena.

A luta: Amanda Nunes começou buscando os primeiros golpes, enquanto Megan Anderson tentava medir a distância. Em aproximação da brasileira, atingiu um potente direto de direita no frontal na australiana que sentiu o golpe. Já com a adversária atordoada no chão, Nunes soltou mais golpe e terminou a luta com uma chave de braço.

Após a luta, Nunes revelou que o próximo passo será descer de divisão para defender o cinturão dos galos. Essa foi a terceira defesa de título do peso pena da brasileira, enquanto na outra categoria ela possui cinco defesas.

RESULTADOS DO UFC 259 – Blachowicz x Adesanya, Amanda x Anderson

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Ufc 259 – resultados: adesanya x blachowicz/ nunes x anderson

UFC 259 – Resultados: Adesanya x Blachowicz/ Nunes x Anderson

O UFC abriu o calendário de eventos de março neste sábado (06), com o UFC 259, diretamente de Las Vegas (EUA). O Evento teve três disputas de cinturão.

O duelo mais aguardado da noite foi pela divisão dos meio-pesados. Israel Adesanya, atual campeão dos médios, subiu para a categoria acima para desafiar o polonês Jan Blachowicz atual campeão da divisão dos meio-pesados.

A co-luta principal foi um confronto feminino. A brasileira Amanda Nunes defendeu o título do peso-pena pela terceira vez, contra a australiana Megan Anderson.

E na primeira disputa de cinturão da noite, o invicto Petr Yan defendeu o cinturão dos galos contra Aljamain Sterling. O card contou com mais brasileiros em ação. Thiago Marreta, Rogério Bontorin e Amanda Lemos e Livinha Souza que se enfrentaram no card principal do UFC 259.

RESULTADOS DO UFC 259 EM TEMPO REAL:

CARD PRINCIPAL:
Peso-meio-pesado: Jan Blachowicz venceu Israel Adesanya por decisão unânime (49-46, 49-45, 49-45)
Peso-pena: Amanda Nunes venceu Megan Anderson por finalização aos 2m03s do 1º round
Peso-galo: Aljamain Sterling venceu Petr Yan por desqualificação (golpe ilegal) aos 4m29s do 4º round
Peso-leve: Islam Makhachev venceu Drew Dober por finalização aos 1m37s do 3º round
Peso-meio-pesado: Aleksandar Rakic venceu Thiago Marreta por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)


CARD PRELIMINAR:
Peso-galo: Dominick Cruz venceu Casey Kenney por decisão dividida (29-28, 28-29, 30-27)
Peso-galo: Kyler Phillips venceu Song Yadong por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Peso-mosca: Askar Askarov venceu Joseph Benavidez por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26)
Peso-mosca: Kai Kara-France venceu Rogério Bontorin por nocaute técnico aos 4m55s do 1º round
Peso-mosca: Tim Elliott venceu Jordan Espinosa por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-meio-pesado: Carlos Ulberg venceu por nocaute técnico aos 3m19s do 2º round
Peso-meio-médio: Sean Brady venceu Jake Matthews por finalização aos 3m28s do 3º round
Peso-palha: Amanda Lemos venceu Livinha Souza por nocaute técnico aos 3m39s do 1º round
Peso-leve: Uros Medic venceu Aalon Cruz por nocaute técnico aos 1m40s do 1º round
Peso-galo: Trevin Jones venceu Mario Bautista por nocaute técnico aos 0m40s do 2º round

Leia também: UFC – Khamzat Chimaev anuncia aposentadoria; Dana White nega

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Ufc demite mais dois lutadores brasileiros

UFC demite mais dois lutadores brasileiros

E a lista de demissões do UFC segue ganhando novos nomes. Depois de Júnior Cigano e Alistair Overeem deixarem a organização, o Ultimate desligou mais dois atletas, os brasileiros Geraldo de Freitas e Gabriel Silva. A informação foi divulgada inicialmente pelo site MMA Fighting.

Geraldo de Freitas chegou ao UFC em 2019. Na estreia venceu o compatriota Felipe Cabocão na decisão unânime, porém nas últimas duas lutas saiu derrotado por decisão dividida, contra Chris Gutierrez e Tony Gravely.

Geraldo detém em sua carreira 12 vitórias e seis derrotas. O peso-galo teve anteriormente passagens por eventos nacionais como Shooto e Jungle Fight.

Gabriel Silva deixa a organização sem ter vencido. Nos dois confrontos que teve, acabou superado por Ray Borg e Kyler Phillips e ambas na decisão unânime. Gabriel antes de chegar ao UFC passou pelo LFA, Face To Face e Jungle Fight e possui em seu cartel oito triunfos e duas derrotas.

Leia também: UFC – Khamzat Chimaev anuncia aposentadoria; Dana White nega

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Júnior cigano é demitido do ufc após 4 derrotas

Júnior Cigano é demitido do UFC após 4 derrotas

E chega ao fim a passagem de Júnior Cigano pelo UFC. A decisão da demissão do ex-campeão dos pesados vem após uma sequência de quatro derrotas consecutivas do brasileiro na organização presidida por Dana White. A informação foi apurada inicialmente pelo Combate.

A trajetória de Cigano no UFC começou em 2008, e chegou em uma disputa pelo cinturão dos pesados em 2011 depois de conseguir sete vitórias seguidas. E no duelo contra Cain Velasquez, venceu o americano por nocaute e conquistou o título da categoria até 120kg.

Apesar da vitória convicente, Cigano concluiu uma defesa de cinturão contra Frank Mir, mas acabou perdendo o título em reencontro contra Cain Velasquez em 2012 na decisão unânime.

A trilogia contra Velasquez aconteceu em 2013, porém o brasileiro foi novamente superado, dessa vez por nocaute técnico. Dali em diante Cigano alternou entre vitórias e derrotas e foi ganhar uma nova chance pelo cinturão em 2017 contra o campeão Stipe Miocic. Mas outra vez o brasileiro não conseguiu recuperar o cinturão e acabou nocauteado pelo americano.

Em suas últimas aparições no octógono, Cigano foi derrotado nas quatro últimas lutas e todas por nocaute técnico, diante de Francis Ngannou, Curtis Blaydes, Jairzinho Rozenstruik e por último contra Ciryl Gané em dezembro de 2020.

OUTRA LENDA SE DESPEDE DO UFC

Outro lutador bastante conhecido que deixa o UFC é Alistair Overem, ainda segundo informou o Combate. O holandês aos 40 anos acumula 47 vitórias, 19 derrotas e uma luta sem resultado. No UFC o veterano está desde 2011.

Overeem acumula no Ultimate 20 lutas realizadas, venceu 11 e saiu derrotado em oito combates. O peso-pesado chegou a disputar o cinturão da organização, mas saiu derrotado em luta contra Stipe Miocic. Alistair Overeem também acumula vitória sobre grandes nomes, como: Cigano, Mark Hunt, Fabrício Werdum Frank Mir e Roy Nelson.

Leia também: Khamzat Chimaev anuncia aposentadoria; Dana White nega

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Khamzat chimaev anuncia aposentadoria; dana white nega

Khamzat Chimaev anuncia aposentadoria; Dana White nega

Um dos atletas que mais vem chamando atenção no mundo das lutas é Khamzat Chimaev. O checheno naturalizado sueco se tornou uma grande sensação do UFC após emplacar três vitórias consecutivas, sendo duas delas em um espaço de 10 dias.

A sequência positiva deixou um alerta ligado na categoria dos meio-médios, porém o futuro de Chimaev ainda é uma incógnita. O atleta sofre com complicações do novo coronavírus desde o fim de 2020 e acabou tendo a luta cancelada por três vezes contra Leon Edwards.

E nesta nesta segunda-feira (01) ele fez uma anúncio surpreendente ao anunciar sua aposentadoria do MMA em um post no Instagram.

“Quero dizer muito obrigado a todos por me apoiarem na minha caminhada neste esporte. Acho que, pra mim, acabou. Sim, eu sei que não conquistei o cinturão, mas essa não é a maior vitória na vida. Essa decisão pode deixá-los tristes, mas meu coração e meu corpo falaram por mim. Quero agradecer a minha equipe @allstargymsweden e dizer muito obrigado ao UFC”, escreveu Khamzat Chimaev.

E a notícia que pegou todos de supresa chegou até Dana White, que em entrevista para o site MMA Junkie negou a aposentadoria da nova promessa da organização.

“Quando ele chegou em Las Vegas, os médicos cuidaram dele e prescreveram prednisona, que é um corticóide fortíssimo. Ele tomou o medicamento, e deveria apenas descansar e relaxar para que houvesse a recuperação. Mas Khamzat decidiu treinar quando não poderia e se sentiu um lixo. Ele não deveria treinar enquanto está em tratamento, mas o cara é um animal, quer lutar todo fim de semana. Como não consegue nem treinar, acabou se frustrando, ficou emocionando e postou essa mensagem. Mas ele não vai se aposentar. Acreditamos que ele volte a lutar em junho”, disse Dana.

Leia também:  Khamzat Chimaev destrói saco de pancadas e manda recado para Edwards

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Adesanya pistola

Adesanya dispara sobre revelação de Borrachinha: “Engula seu ego”

O duelo entre Adesanya e Borrachinha ainda segue dando o que falar. Se o clima entre os dois lutadores até a luta não foi dos melhores, cinco meses depois ainda não é nenhum pouco harmonioso.

Nos últimos dias repercutiu bastante uma revelação do brasileiro, que publicou um vídeo no YouTube revelando que lutou de “ressaca” contra o nigeriano no duelo entre os dois no UFC 253 em setembro de 2020. A ‘desculpa’ pela performance abaixo de Borrachinha não foi bem digerida por Adesanya.

“Isso é muito engraçado. Tem certas coisas que já fiz antes de algumas lutas que aprendi com meus erros, mas entrei e fiz o meu trabalho. Algumas pessoas não foram feitas para esse estilo de vida”, disse Adesanya em entrevista para o site MMA Junkie.

O campeão dos médios ainda de uma dica para Borrachinha se recuperar, afirmando que o brasileiro precisa mudar sua postura e aceitar a derrota.

“Vou te dizer uma coisa, a melhor coisa a fazer na posição dele é aceitar o fato de que ele perdeu. Ele foi atropelado. O fato de ele continuar tentando inventar todas essas desculpas só vai piorá-lo em longo prazo. Ele está dando desculpas porque seu ego não consegue lidar com o fato de que ‘The Skinny Clown’ (palhaço magro) o atropelou e depois bateu duas vezes nele (…) Apenas engula seu ego. Você levou uma surra. Volte para a prancheta e reavalie todo o seu jogo. Você não pode simplesmente usar isso como desculpa, porque se o fizer – este é o meu conselho – você nunca irá longe na vida ou neste jogo, ironizou Adesanya.

Israel Adesanya terá um importante combate no próximo sábado (06), onde subirá para a divisão dos meio-pesados para desafiar o campeão Jan Blachowicz, enquanto Paulo Borrachinha retorna contra Robert Whittaker no dia 17 de abril.

Leia também: Borrachinha afirma ter lutado ‘bebâdo” em luta contra Adesanya

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Ramirez

Borrachinha afirma ter lutado bêbado em luta contra adesanya no ufc 253

Borrachinha afirma ter lutado bêbado em luta contra Adesanya no UFC 253

O lutador Paulo Borrachinha parece não ter superado a derrota contra Israel Adesanya no UFC 253, na Ilha da Luta, em Abu Dhabi. Em vídeo publicado em sua conta no YouTube, o brasileiro revelou que lutou contra o nigeriano de ‘ressaca’ após ter tomado uma garrafa de vinho às vésperas da disputa pelo cinturão dos meio-pesados.

Segundo Borrachinha, o que motivou o uso da bebida alcoólica foi não ter conseguido dormir por sofrer com cãibras. E como alternativa, decidiu beber para tentar forçar um repouso antes da luta. Mas segundo o lutador o método parece não ter dado certo, já que segundo ele as consequências acabaram fazendo ele perder rendimento durante o combate.

“Ele teve o mérito de me nocautear, de aproveitar o que ele tinha. Mas eu acredito mais em mim do que nele. Eu lutei meio que bêbado. De ressaca. Eu não conseguia dormir por causa das cãibras. Lembrando que as lutas lá acontecem 9h da manhã e a gente tinha que acordar às 5h para fazer alongamento, aquecimento, a mão, enfim, o UFC exigiu que eu acordasse às 5 horas para ir para o ginásio para lutar. Até 2h30 da manhã eu não tinha dormido. Foi erro meu, não culpo ninguém. Foi uma atitude que eu escolhi. Eu precisava dormir, estava há mais de 24h acordado, e eu tomei muito vinho. Uma garrafa, para tentar apagar. Tomei um copo, não adiantou. Dois copos, não adiantou. Meia garrafa, não adiantou. Aí eu decidi virar.

“E foi uma sensação muito diferente. Em toda luta eu entro muito ativo, com um pouco de medo, com receio de ser golpeado. Eu fico muito ligado. Nessa luta, pelo título, eu estava sonolento, abrindo a boca e sem nenhuma preocupação. Nenhuma. Isso foi estranho. Eu não senti nada de angústia, de agonia. Tive muita serenidade, que até me assustou tanta calma”, desabafou Paulo Borrachinha.

Borrachinha estava invicto com 13 lutas até a derrota para Adesanya. O mineiro busca uma nova chance pelo cinturão, e na última semana o Ultimate confirmou um duelo do brasileiro contra Robert Whittaker para o UFC que será realizado no dia 17 de abril em Las Vegas.

CONFIRA O VÍDEO NA ÍNTEGRA DO CANAL DE BORRACHINHA:

Leia também: Revanche entre Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno é marcado para o UFC 262

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Paulo Ramirez

Foto: Getty Images

Pedro munhoz e thiago moisés garantem vitória para o brasil no ufc vegas 20

Pedro Munhoz e Thiago Moisés garantem vitória para o Brasil no UFC Vegas 20

E aconteceu neste sábado em Las Vegas mais uma edição do UFC. O evento teve nove lutas e contou com a participação de três brasileiros. Pedro Munhoz, Thiago Moisés e Mayra Sheetara. O duelo principal aconteceu pela divisão dos pesados entre Ciryl Gané e Jairzinho Rozenstruik.

Primeiro brasileiro na noite a adentrar o octógono, Thiago Moisés venceu Alexander Hernandez na última luta do card preliminar. Com uma atuação sólida, Moisés freou o ímpeto do americano e emplacou as melhores sequências de golpes e garantiu o triunfo na decisão unânime

E já no card principal, o paulista Pedro Munhoz duelou contra Jimmie Rivera. O brasileiro aproveitou brechas e conectou vários chutes nas pernas de Rivera que sentiu os golpes e teve seus ataques rechaçados. Pedro Munhoz venceu por decisão unânime.

Mayra Sheetara também poderia ter saído com a vitória, mas uma punição durante a luta acabou custando a vitória. Na luta, a brasileira foi superior e encaminhava uma vitória na decisão contra Montana de La Rosa, entretanto, após a mesma segurar-se na grade para evitar uma tentativa de queda da adversária acabou perdendo um ponto. O combate acabou declarado em empate majoritário.

PESOS-PESADOS EM COLISÃO NA LUTA PRINCIPAL:

Se todo mundo esperava um confronto acabando pela via rápida entre Ciryl Gané e Jairzinho Rozenstruik, acabou-se enganando. O embate entre o francês e o surinamês acabou indo para decisão dos juízes laterais.

Apesar de ambos terem poder de nocaute, a versatilidade de Gané falou mais alto e o atleta da França impôs seu jogo e soube aproveitar as brechas que Rozenstruik dava e conseguia chegar com mais perigo nos ataques.

Apesar de uma luta um tanto quanto burocrática, Ciryl Gané saiu vitorioso por decisão unânime. Essa foi a oitava vitória do peso-pesado na carreira que manteve a invencibilidade. No UFC, foi a quinta vitória do francês.

CONFIRA OS RESULTADOS DO UFC VEGAS 20:

CARD PRINCIPAL
Ciryl Gané venceu Jairzinho Rozenstruik por decisão unânime (50-45, 50-25, 50-45)
Magomed Ankalaev venceu Nikita Krylov por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Montana de la Rosa e Mayra Sheetara empataram por decisão majoritária (28-27 Sheetara, 28-28 e 28-28)
Pedro Munhoz venceu Jimmie Rivera por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Alex Caceres venceu Kevin Croom por decisão unânime (30-26, 30-26 e 30-27)


CARD PRELIMINAR
Thiago Moisés venceu Alexander Hernandez por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Alexis Davis venceu Sabina Mazo por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-26)
Ronnie Lawrence venceu Vince Cachero por nocaute técnico aos 2m38s do R3
Dustin Jacoby venceu Maxim Grishin por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)

Leia também: Revanche entre Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno é marcado para o UFC 262

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Paulo Ramirez

Foto: Getty Images

Alex cowboy está fora do ufc vegas 20

Alex Cowboy está fora do UFC Vegas 20

O UFC Vegas 20, programado para acontecer neste sábado (26), sofreu uma baixa em seu card. Conforme apurou incialmente o site MMA Fighting, o russo Ramazan Kuramagomedov reprovou em exame médico e foi retirado da luta contra o brasileiro Alex Cowboy, que também saiu do evento devido a falta de tempo para achar um novo adversário.

Até o momento não foi divulgado a doença de Ramazan, que faria sua estreia no UFC. Ele está invicto na carreira com oito vitórias e entrou de última hora para enfrentar o Cowboy, já que o adversário inicial do brasileiro seria Randy Brown e o mesmo saiu do card por motivos desconhecidos.

Não foi divulgado ainda se o duelo entre os dois atletas será reagendado. Além dessa luta, o confronto entre Raoni Barcelos e Marcelo Rojo que estava programado para o mesmo evento também foi cancelado após brasileiro testou positivo para o novo coronavírus.

Leia também: Revanche entre Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno é marcado para o UFC 262

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Por: Kelvin Paulo Ramirez

Foto: Getty Images

Revanche entre deiveson figueiredo e brandon moreno será no ufc 263

Revanche entre Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno será no UFC 263

O reencontro entre Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno está marcado. Segundo informou a ESPN, o duelo irá acontecer no UFC 263, no dia 12 de junho.

O primeiro combate entre os dois aconteceu no UFC 256, em 12 de dezembro de 2020. Na ocasião o brasileiro permaneceu com o cinturão dos moscas após o resultado da luta ser declarado empate majoritário.

A revanche já havia sido ventilada pelo presidente Dana White após ótimo primeiro embate entre os dois atletas. A guerra de cinco rounds na época teve bons momentos para ambos lutadores que ficaram perto de liquidar a fatura por vários momentos.

Deiveson Figueiredo vive grande fase na carreira. O paraense conquistou o cinturão depois de bater o americano Joseph Benavidez. Antes do empate contra o mexicano, Figuieredo vinha com uma sequência de cinco vitórias consecutivas.

Depois de retornar para uma segunda passagem no UFC em 2019, Brandon Moreno não soube mais o que é perder. Empatou com Askar Askarov e venceu mais três lutas até chegar na primeira disputa pelo título contra Deiveson.

Leia também: Artigo: Vitória, Empate e Derrota: Deiveson Figueiredo no UFC 256

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Foto: Getty Images

Exclusivo: felipe cabocão enfrenta journey newson em maio no ufc fn 70

Exclusivo: Felipe Cabocão enfrenta Journey Newson em maio no UFC FN 70

O retorno do brasileiro Felipe Cabocão está confirmado. Conforme apurou com exclusividade o site Tudo Sobre MMA, o atleta da Team Nogueira irá enfrentar o americano Journey Newson, pela divisão dos galos no UFC Fight Night do dia 1 de maio, em local ainda não anunciado.

Ex-campeão do Jungle Fight, Cabocão vai em busca de recuperação no UFC. O amapaense possui três lutas na organização e venceu apenas uma. No último confronto perdeu na decisão unânime em luta contra Montel Jackson em janeiro de 2020. Em seu cartel profissional acumula 9 vitórias e duas derrotas.

Felipe retornaria ao octógono em novembro de 2020 no UFC em Las Vegas, mas o duelo foi cancelado após ele e seu adversário, Gustavo Lopez, testarem positivo para coronavírus.

Journey Newson entra pressionado para o confronto. O americano não venceu nenhuma luta no Ultimate ainda. Nos três confrontos realizados, saiu derrotado em duas lutas, e teve uma luta “sem resultado” contra Domingo Pilarte.

Leia também: UFC: Dana sobre recusa de Charles Oliveira: “nada de errado”

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Foto: Getty Images

Pelo cinturão, jéssica andrade enfrenta valentina shevchenko no ufc 261

Pelo cinturão, Jéssica Andrade enfrenta Valentina Shevchenko no UFC 261

Mais um cinturão pode vir para o Brasil no UFC. O presidente Dana White confirmou para ESPN um duelo entre a brasileira Jéssica Andrade contra a campeã peso-mosca Valentina Shevchenko, no dia 24 de abril no UFC 261. O local do evento ainda não está confirmado.

Depois de perder o cinturão peso-palha para a chinesa Weili Zhang, Jéssica Andrade sofreu outra derrota em sequência, desta vez contra Rose Namajunas em revanche em julho de 2020 na decisão dividida. No primeiro confronto, a brasileira venceu Namajunas e faturou o cinturão.

Jéssica garantiu uma nova disputa pelo título depois de sair vencedora por nocaute no primeiro round em combate contra a americana Katlyn Chookagian em outubro de 2020.

Do outro lado estará Valentina Shevchenko. A quirguistanesa possui 20 vitórias e apenas três derrotas em seu cartel profissional. A atual campeã mantém uma sequência de seis vitórias consecutivas, sendo a mais recente sobre a brasileira Jennifer Maia por decisão unânime.

Leia também: UFC: Dana sobre recusa de Charles Oliveira: “nada de errado”

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Foto: Getty Images

Poliana botelho posa para ensaio e comenta desafios da vida fora do octógono

Poliana Botelho posa para ensaio e comenta desafios da vida fora do octógono

Atletas esportivos vem cada vez mais aproveitando para aprimorar sua imagem e negócios fora do esporte. Aproveitando do espaço que ganham da mídia e com os fãs, atletas buscam trabalhar o marketing pessoal e enxergam uma possibilidade extra para alavancar sua carreira.

Em conversa exclusiva com a lutadora do UFC, Poliana Botelho, a mineira falou sobre desafios fora do octógono e relatou a importância de o atleta cativar o público fora do octógono e buscar parcerias através das mídias sociais.

“Tenho na minha cabeça aquela coisa: ‘Quem não é visto não é lembrado’. Demora de uma luta para outra e é importante a gente estar trabalhando de outras maneiras. Nossa rede social é muito importante e temos que trabalhar isso para conseguirmos patrocínio e gerar parcerias”.

“Eu sou mineira e moro no Rio de Janeiro e tenho um custo de vida alto, tenho que pagar treinamento e são vários gastos e a rede social ajuda muito o atleta. Atrás do lutador existe uma pessoa e a gente pode conseguir patrocínios e parcerias para manter nossa vida”, disse Poliana.

Antes de se preparar para a próxima luta, Poliana Botelho posou para um ensaio fotográfico. Desejo antigo da atleta da Nova União, Botelho revelou que finalmente teve tempo de posar diante das câmeras.

“Foi bem bacana, não dava tempo de fazer. Fui agora para Minas, antes de fazer o camp eu sempre vou para casa ficar com a família e então a gente resolveu fazer. Eu queria uma coisa sexy, mas como eu sou do esporte não queria que fosse vulgar e foi isso que trabalhamos no ensaio, ficou muito lindo e bacana e estou muito feliz por esse trabalho”, explicou.

Poliana Botelho teve sua próxima luta agendada na última semana, e será contra a sul-coreana Ji Yeon Kim no dia 1 de maio em local ainda não confirmado. O duelo será de recuperação para ambas atletas, já que as duas vem de derrotas.

“Ela é um pouco mais alta que eu, a envergadura é bem maior que a minha. Vi algumas lutas dela e ela prefere ficar no boxe, dá alguns chutes, mas não é o forte dela. Mas ainda tenho que sentar com meus professores para fazer um planejamento, se vamos trocar com ela ou fazer um grappling. A gente vai sentar para estudar melhor essa luta”, afirmou Poliana.

Fotos: Anchell Wedding

Leia também: UFC: Dana sobre recusa de Charles Oliveira: “nada de errado”

SIGA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK